quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Moradores reclamam que filha de vereador mora em estádio no MA

Só pertences pessoais da família estão no local, dizem vereador e jovem. Imagem mostra cozinha em vestiário; prefeito diz que tomará providências.
Tahiane Stochero Do G1, em São Paulo

Moradores da cidade de Lago do Junco, com pouco mais de 10 mil habitantes, no Maranhão, reclamam que o vereador Romildo Duarte dos Santos “colocou a filha para morar” com o marido e duas crianças no vestiário do estádio municipal. O vereador e a filha confirmaram ao G1 que as coisas da família estão no local, mas disseram que quem mora lá é apenas o marido da jovem, responsável pela organização e limpeza do estádio, e que isso ocorreu porque a filha teve de entregar a casa que alugava.
Um morador, que pediu para não ser idenficiado, contestou a informação, afirmando que um grupo está organizando um abaixo-assinado pedindo a saída da família do local público.
“Eu não estou morando lá, só as minhas coisas estão lá. Guardei no vestiário porque estava abandonado e não tinha ninguém cuidando. Meu marido fica lá durante o dia, porque é vigia. Somos como zeladores do local. Mas todo mundo sabe que eu durmo, almoço e janto na casa do meu pai”, disse a filha do vereador Santos, Randyerre Duarte.
Morador fotografou vestiário do estádio de Lago do Junco onde foi colocado fogão, armários e mesa da família da filha de vereador (Foto: Vc no G1)
“Ela (a filha) não está morando totalmente lá, ela dorme na minha casa com as crianças, porque tem medo. O meu genro é que cuida do estádio, ele é responsável pelos jogos e fica mais lá. O que colocamos no vestiário são as coisas deles, móveis, como mesa, geladeira, que não temos lugar para colocar”, acrescentou o vereador Santos.
Já o prefeito Haroldo Euvaldo Brito Leda diz, porém, que a população está reclamando e que tomará “providências”, como emprestar uma casa para o casal morar temporariamente.
“As pessoas estão interpretando como uma ocupação, mas não é bem desta maneira. O marido dela cuida de toda a parte de esportes da cidade e eles colocaram as coisas lá, mas não tem nem estrutura para alguém morar lá direito”, afirmou o prefeito.
Criação de porco
Vereador confirmou que família cria porcos em área nas dependências do estádio municipal. (Foto: Vc no G1)
Fotos enviadas por moradores mostram roupas estendidas em um varal e comida sobre a mesa, em uma cozinha organizada. O vereador Santos confirmou que o casal cria um porco no local. “É uma área grande que tem nos fundos, onde eles criam alguns animais”, disse.
“Eu sei que isso pode dar problema para mim, pode ser improbidade, porque é um local do povo. Mas o estádio não é usado com tanta frequência e é um local provisório. Pretendo construir uma casa para ela”, aponta ele.
Já os moradores contestam: “Quando os times locais jogam, são obrigados a usar só um dos vestiários porque, no outro, a família vive”, disse uma pessoa. A versão do vereador é que há outros dois vestiários disponíveis para os atletas e que a família da filha só levou os pertences para lá em agosto, após o término do campeonado municipal.
Abaixo-assinado
Local onde seria varal da família (Foto: Vc no G1)
Vereador da oposição, Pedro Souza Catingueiro Junior aponta que a Câmara Legislativa da cidade recebeu reclamações de moradores sobre a situação irregular no estádio e que algumas pessoas o procuraram também para informar sobre o abaixo-assinado.
“Estamos verificando o que ocorre e o que pode ser feito. O estádio continua a funcionar normalmente, mas a mulher (a filha de Santos) mora lá”, afirmou Catingueiro.
“Isso para mim é até humilhante, um constrangimento. Vou buscar uma alternativa”, respondeu o vereador Santos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário