segunda-feira, 16 de abril de 2012

Parceria leva Água para Todos a comunidades rurais do Maranhão

Moradores de povoados de Matões do Norte, município-piloto no Maranhão do programa Água para Todos, já estão vivenciando um novo cotidiano. Começam a utilizar para consumo, a água captada das chuvas e armazenada em cisternas de polietileno instaladas nas residências. A ação vai contemplar a instalação de 27 mil sistemas de captação, abrangendo os 217 municípios do Maranhão, por meio de parceria entre a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima), Prefeituras Municipais e a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf).

O trabalho em Matões do Norte, iniciado em 1º de março deste ano, deverá ser concluído até meados do mês que vem. Ao todo, 150 cisternas estão sendo instaladas nos povoados do município. A cidade ganhou até um canteiro de obras, com direito a uma pequena fábrica, onde as calhas são produzidas e o encanamento adequado ao local onde será instalado. Tudo direto da linha de produção para a montagem nos povoados.

"Esse é um projeto social de enorme alcance, pois estamos levando mais saúde e qualidade de vida para a população rural, oferecendo água de qualidade para o consumo e para o preparo dos alimentos", declarou o secretário de Agricultura, Pecuária e Pesca e coordenador do programa no estado, Cláudio Azevedo, durante vistoria aos trabalhos, na manhã de sexta-feira (13), no povoado Morro Grande, ao lado do secretário municipal de Infraestrutura, José João Rabelo, e de representantes da Codevasf e do Comitê Gestor Municipal do Programa.

Com a instalação dos sistemas de captação de água, os moradores dos povoados já começam a experimentar os benefícios. É o caso de Francisca Licá, de 46 anos, há oito morando no povoado Morro Grande, e que todos os dias fazia mais de 10 viagens ao poço comunitário para poder realizar os afazeres domésticos. "Água é ouro e com a água mais perto de casa, a vida está melhor. Faço tudo mais rápido e sobra mais tempo para cuidar da minha sogra, que está adoentada, e até de mim", afirmou.

O lavrador José Alves, de 62 anos, há 48 morando no povoado Morro Grande, demonstrou contentamento enquanto acompanhava, ao lado da mulher, Maria do Socorro Machado, 62, a instalação das calhas em sua casa. "Sei que vamos ter benefícios, o primeiro deles é a água. Vai ser bom também para descansar minha mulher, que não vai precisar ir mais tantas vezes ao poço", assinalou.

No povoado Lago do Coco, que está na fase de escavação do local para colocação da cisterna - uma das etapas do serviço - os moradores não escondiam a alegria de estar sendo alvo da ação. Maria da Conceição Lopes, de 46 nos, acompanhava a movimentação de longe com a filha, e Isaias Lopes Alves, de 23, participava da escavação. "Vai ser bem melhor agora. Tenho um bebê e precisamos de água de qualidade para garantir a saúde da família toda", disse ele, ao lado dos companheiros que ajudavam no trabalho.

Além de beneficiar as residências, prédios públicos também estão recebendo as cisternas. O Posto de Saúde Casemiro Ferreira e a Escola Municipal Tia Vilma, em Morro Grande, receberam o benefício. Assim será nas outras localidades, exemplo dos povoados Marajá, Alto Bonito, Coivaras e outros.

Modelo
A ação no município de Matões do Norte será modelo para os demais, como São Mateus, onde a instalação de 740 deve começar no mês que vem. De acordo com o cronograma, inicialmente serão instaladas 4.302 cisternas nos municípios de Matões do Norte, Viana, Miranda do Norte, Vitória do Mearim, Arari, Anajatuba, Pirapemas, Cantanhede, Alto Alegre, Peritoró, Coroatá, Codó e Capinzal do Norte.

Além disso, a presidência da Codevasf já garantiu mais 23.014 cisternas para o Maranhão, que serão instaladas nos outros 135 municípios que compõem a área de atuação da Companhia (bacias hidrográficas dos rios Parnaíba, Itapecuru e Mearim).

Programa
O Programa Água para Todos integra o plano Brasil Sem Miséria, que foi instituído pelo Decreto nº 7.535, de 26 de julho de 2011. O objetivo da ação é implementar soluções que garantam o acesso a água para toda a população rural do semiárido brasileiro que vive em situação de extrema pobreza e esteja inscrita no Cadastro Único do Bolsa Família. Visa ainda à universalização do acesso á água em áreas rurais para consumo humano e para a inclusão produtiva, por meio da captação de água de chuva.

No Maranhão, os municípios que não integram as bacias hidrográficas dos rios Parnaíba, Mearim e Itapecuru (área de atuação da Codevasf), terão atendimento por outro sistema do Programa Água para Todos. O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social, e o Ministério do Desenvolvimento Social firmaram convênio com essa finalidade.

Proprietários da Eletromil continuam foragidos

Após a operação deflagrada em 17 municípios pelo Ministério Público em parceria com a Polícia Militar nesta sexta-feira (13), contra a Eletromil, o encaminhamento será o pedido de Arresto (apreensão) de bens da empresa. O objetivo é tentar ressarcir os consumidores lesados com o golpe da compra premiada.
Os mandados foram expedidos pela juíza Kátia Coelho de Souza dias, da 8ª Vara Criminal de São Luís. Durante a operação, os promotores cumpriam cinco medidas cautelares, dentre elas, quebra de sigilos bancário, fiscal e telefônico.
Na última segunda-feira (9), o Ministério Público do Maranhão ofereceu à Justiça, denúncia contra os proprietários da empresa Eletromil. A investigação da 2ª Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor de São Luís aponta os proprietários da empresa como estelionatários, já que milhares de consumidores que aderiram à modalidade da compra premiada, nunca foram contemplados ou tiveram os valores pagos resgatados, o que caracterizaria o crime, um dos motivos para o pedido da prisão.
Irregularidades
A peça da investigação também aponta que a Eletromil, que não tem autorização do Banco Central para suas atividades, já teria aplicado golpes também no estado do Pará, causando um prejuízo estimado em R$ 30 milhões, mesmo montante recalculado no Maranhão.
A Eletromil chegou a ser fechada em fevereiro deste ano e mais de mil consumidores já teriam sido lesados só na capital maranhense. Contra os donos da empresa já teria também prisão preventiva pela Justiça paraense

Acidente deixa trânsito parado próximo a Viana

Um acidente entre dois veículos de passeio parou o trânsito na MA-014, a 3 Km de Viana por volta de 7h, desta segunda-feira (16).

Acidente impediu o tráfego de veículos na MA-014
O acidente foi registrado na ponte que liga Viana a Vitória do Mearim. O motorista de um Peugeot bateu na traseira de um Fiat Doblô. Não houve vítima.
O tráfego de veículos nos dois sentidos ficou interrompido por quase 30 minutos e liberado em seguida, segundo informou o motorista Nelson Mendonça que passou pelo local do acidente.

Homem é assassinado a tiros na Praça dos Pescadores

Crime aconteceu na Praça dos Pescadores, na Av. Litorânea, na tarde do domingo (15).
 
SÃO LUÍS - A Praça dos Pescadores, na Avenida Litorânea, foi palco de um homicídio na tarde deste domingo (15). Um homem identificado apenas como "Rato 8" foi assassinado a tiros quando transitava pelo local. Três homens teriam praticado o crime, de dentro de um veículo de cor preta.
A ação deixou as pessoas, que estavam nas proximidades da Praça, assustadas. Segundo as informações da assessoria de comunicação da Secretaria de Segurança Pública (SSP-MA), Rato 8 residia no Bairro de Fátima e era suspeito integrar uma 'gangue' que atuava no bairro da Liberdade. Ele também era suspeito de ter cometido assaltos e homicídio.
Reprodução

Mulher é presa suspeita de aliciar adolescentes para a prostituição

Ela levava as adolescentes para a prostituição no município de Altamira do Maranhão.
 
SÃO LUÍS - Uma mulher, que não teve o nome revelado, é presa suspeita de aliciar adolescentes. Ela levava as meninas para a prostituição no município de Altamira do Maranhão. A delegada do município Clenir Reis está investigando a mulher, pois contra ela existem várias denúncias. Aguarde mais informações sobre o caso.

Bando invade casa e leva objetos avaliados em R$ 15 mil

A Polícia acredita que os criminosos são responsáveis por outros assaltos a residências.
 
SÃO LUÍS - Bandidos invadem uma residência no Jardim do Alá, localizada no bairro do Olho D´Água. Segundo informações, o caso aconteceu na manhã deste domingo (15). Os ladrões aproveitaram a ausência da dona da casa, identificada como Maria Gervis Barbosa Frota, para agir. Ele teria saído com a filha e duas netas. Eles pularam o muro por um terreno baldio, cortaram a cerca elétrica e entram pela janela. Foram levados vários objetos, entre os quais, computadores, joias e roupas. Segundo a vítima, o prejuízo está avaliado em R$ 15 mil.
O caso foi registrado no Plantão do Cohatrac. Até o momento, o bando não foi localizado. A Polícia acredita que a quadrilha é responsável por outros assaltos a residências na região.

José Sarney recebe alta da Unidade de Terapia Intensiva

Ele recebeu alta pela manhã e foi transferido para um centro de terapia semi-intensiva.
 
Foto: Reprodução/TV Globo
SÃO PAULO - O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), 81 anos, recebeu alta na tarde desta segunda (16) da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.
Mesmo após deixar a UTI, Sarney ainda deverá permanecer internado por cerca de uma semana, segundo informou no domingo (15) Roberto Kalil Filho, chefe da equipe médica que atende o senador.
De acordo com a assessoria do senador, Sarney recebeu alta pela manhã e foi transferido para um centro de terapia semi-intensiva. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que fazia sessão de fonoaudiologia no hospital, fez uma visita ao presidente do Senado, informou a assessoria do Instituto Lula.
Sarney correu risco de um infarto depois que se sentiu mal na noite de sexta (13), em Brasília, segundo Roberto Kalil Filho. O senador chegou ao hospital na tarde deste sábado (14), quando fez exames que detectaram o entupimento de uma artéria. Na madrugada desse domingo (15), foi submetido a um cateterismo seguido de uma angioplastia.
O cateterismo é um exame feito por meio da introdução de um cateter em um vaso sanguíneo para chegar ao coração. Já a angioplastia é o desentupimento do vaso sanguíneo com o implante do “stent”, uma espécie de "molinha" colocada dentro do vaso.
Segundo Kalil, o stent, uma espécie de mola que é colocada para “abrir” a artéria durante a angioplastia, procedimento para desentupir o vaso sanguíneo, foi "muito bem colocada". O procedimento, entre o exame e a angioplastia, levou cerca de uma hora, de acordo com o médico.
Kalil contou que Sarney sentiu um "sintoma estranho" na sexta e ligou para o médico, que aconselhou que fosse ao hospital para exames. O senador antecipou, então, o check-up marcado para esta quinta (19).
O médico afirmou que, há quatro anos, o senador realizou um cateterismo e que ele tem hipertensão, “o que exige atenção, já que o coloca entre indivíduos de fator de risco”.
Roberto Kalil também foi o responsável pelo tratamento contra o câncer, no mesmo hospital, da presidente Dilma Rousseff e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ambos telefonaram para o hospital para saber do estado de saúde de Sarney.

Integrante do Diretório do PT morre em acidente de trânsito

Nádia Natécia Moura morreu no local do acidente.
 
IMPERATRIZ - Nádia Natécia Moura, de 34 anos, uma das integrantes mais antigas do Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores (PT) em Imperatriz morreu, nesse domingo (15), em um acidente de trânsito no centro da cidade. Ela estava pilotando uma motocicleta de 50 cilindradas que se chocou com um automóvel Gol no cruzamento da rua Sousa Lima com a Avenida Santa Teresa, a poucos metros da casa onde ela morava.
O choque foi tão forte que ela morreu ainda no local. O condutor do veículo, um homem que não teve o nome identificado, desapareceu do local após perceber a gravidade do acidente, segundo informaram alguns populares.
Nádia Natécia Moura é filha de Virgílio Moura, um dos fundadores do PT em Imperatriz com atuação destacada na década de 1980, falecido no dia 26 de fevereiro de 2011, acometido por um câncer.
A morte de Nádia entrou para uma estatística assustadora quando o assunto é acidentes de trânsito em Imperatriz com o envolvimento de motocicletas.
Dados do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) dão conta que no ano passado mais de três mil motociclistas (3.043) se envolveram em atropelamentos, o que totalizou 3.617 acidentes. A maioria dos acidentes fatais se deu por imprudência de uma das partes envolvidas. Em Imperatriz, a frota atual é de mais de 50 mil motocicletas.

Maranhão está presente no Programa Ciência sem Fronteiras

O Ciência sem Fronteira prevê a utilização de 75 mil bolsas em quatro anos.
Divulgação
 
SÃO LUÍS - A participação de maranhenses no Programa Ciência sem Fronteiras foi discutida, nesta segunda-feira (16), entre o Governo do Estado, Agência Nacional de Petróleo (ANP) e instituições de ensino superior. O objetivo da reunião, que contou com as presenças da secretária de Estado de Ciência e Tecnologia, Olga Simão; do diretor da agência, Allan Kardec; da diretora da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema), Rosane Guerra; reitores e pró-reitores da UFMA, Uema, Ifma e UniCeuma; foi definir estratégias para que um maior número de maranhenses sejam beneficiados com o programa.
O Ciência sem Fronteira prevê a utilização de 75 mil bolsas em quatro anos para promover intercâmbio, de forma que alunos de graduação e pós-graduação façam estágio no exterior com a finalidade de manter contato com sistemas educacionais competitivos em relação à tecnologia e inovação. Além disso, busca atrair pesquisadores do exterior que queiram se fixar no Brasil ou estabelecer parcerias com os pesquisadores brasileiros nas áreas prioritárias definidas no Programa, bem como criar oportunidade para que pesquisadores de empresas recebam treinamento especializado no exterior.
"Temos trabalhado todos os editais de pesquisa em uma parceria grande com as universidades, visando colocar um maior número de pesquisadores nos programas. No Ciência sem Fronteiras estamos, também, fazendo esta articulação para podermos, dentro dessas articulações das priorização do Estado, com é o caso deste programa com a ANP, conseguirmos um maior número de maranhenses inscritos", enfatizou a secretária Olga Simão.
O programa é fruto de esforço conjunto dos Ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e do Ministério da Educação (MEC), por meio de suas respectivas instituições de fomento - CNPq e Capes -, e Secretarias de Ensino Superior e de Ensino Tecnológico do MEC. As áreas priorizadas pelo programa são Engenharias e demais áreas tecnológicas; Ciências Exatas e da Terra; Biologia, Ciências Biomédicas e da Saúde; Computação e Tecnologias da Informação; Tecnologia Aeroespacial; Fármacos; Produção Agrícola Sustentável; Petróleo, Gás e Carvão Mineral; Energias Renováveis; Tecnologia Mineral; Biotecnologia; Nanotecnologia e Novos Materiais; Tecnologias de Prevenção e Mitigação de Desastres Naturais; Biodiversidade e Bioprospecção; Ciências do Mar; Indústria Criativa (voltada a produtos e processos para desenvolvimento tecnológico e inovação); Novas Tecnologias de Engenharia Construtiva; Formação de Tecnólogos.
O diretor da ANP disse que a mobilização está acontecendo em todos os Estados brasileiros. Ele destacou que, no caso do Maranhão, existem investimentos importantes que precisam de competência, citando como exemplo a Refinaria Premium I e o site da empresa OGX. "Nós autorizamos agora investimentos de R$ 320 milhões para quer o programa tome impulso forte neste setor. Os recursos são federais e serão disponibilizados por meio de editais públicos. A parceria com o governo do Estado é para que haja uma participação de todas as instituições mobilizadas pela Secretaria de Ciência e Tecnologia", disse Allan Kardec.
"O Brasil precisa de óleo diesel, precisa de gasolina e nós precisamos de competência para esses setores. Não há espaços quer não seja da competência por isso a importância da ciência e da tecnologia, daí a importância dessa mobilização para que os maranhenses trabalhem e venham para essa grande avenida que esta sendo aberta para os maranhenses e para aqueles que venham morar no Maranhão", completou o diretor.
A diretora presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema), Rosane Guerra, disse que o Programa Ciência sem Fronteiras é uma chance única dos alunos se especializarem foram do país. "Aqui estamos discutindo quais os mecanismos necessários para que o maior número de maranhenses possa ter essa oportunidade", ressaltou.
Ela lembrou quer a Fapema participa com o CNPq e outras fundações de amparo à pesquisa em programas de atração e repatriamento de doutores e, também, com ações complementares no envio de alunos ao exterior. "As chamadas para o programa já foram lançadas, mas elas são quase de fluxo continuo, há pelo menos duas chamadas anuais", contou.