sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Homem é assassinado a golpes de facão em Santa Rita

Um crime chocou a cidade de Santa Rita na noite desta quarta-feira (15). Denilson Serejo, foi brutalmente assassinado com três golpes de facão por um homem identificado apenas como Índio.

De acordo com o major Roberto, o crime aconteceu na Rua do Sol. Os golpes atingiram Denilson na região do pescoço e ainda no braço.

Ainda segundo o major, após realizar buscas, a polícia localizou o criminoso e prendeu o mesmo em flagrante por volta das 22h. Ele encontra-se preso na Delegacia de Polícia de Santa Rita. Os motivos que levaram ao assassinato ainda estão sendo investigados pela polícia.

Corpo de homem é achado por populares em matagal

O cadáver de um homem, de aproximadamente 30 anos, foi encontrado em adiantado estado de putrefação em um matagal, localizado na área entre o campus da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) e o Parque Independência (Expoema).

O corpo foi encontrado por populares e a polícia foi imediatamente acionada para o local. O homem estava trajando uma camisa tipo abada de bloco de carnaval e uma bermuda jeans na cor azul.
Em função do adiantado estado de decomposição, não foi possível identificar lesões no cadáver. Os peritos do Icrim estiveram no local fazendo os levantamentos e em seguida liberam o corpo para ser removido para o IML.

O caso foi encaminhado para a Delegacia da Cidade Operária, onde o delegado Dicival Golçalves, vai investigar o fato através de um inquérito policial.

Polícia prende homem envolvido em homicídio na Vila Luizão

Cumprindo mando de prisão, decretado pelo juiz Raimundo José Barros de Sousa, da 4ª vara do Tribunal do Juri, policiais do Serviço de Inteligência do 8º Batalhão da PM, prenderam, no bairro São Francisco, Thiago Silva Freitas.

Ele teve a prisão preventiva decretada por ser acusado de fazer parte do grupo que executou a tiros Fabio Henrique Dias. O crime ocorreu no dia 24 de julho deste ano, na área da Vila Luisão. Thiago seria o dono carro usado por Luis Fernando Cruz Rabelo, o "Pixilinga" e Carlos Fabrício dos Santos para cometer o crime.
Após ter sido atingida com vários tiros, a vítima ainda foi levada até a UPA do Aracagi, onde não resistiu a morreu. Pixilinga e Carlos Fabrício foram estão preso, este último foi detito na festa de aniversário do traficante identificado como "Batata", no bairro do São Francisco.

Com a prisão de Thiago, a polícia esta a procura de um homem identificado apenas como "Rafael", que também estaria envolvido no crime.

Capturados três suspeitos de participação no assassinato de candidato a vereador

Três pessoas foram capturadas no início da tarde de ontem (16), suspeitas de estarem envolvidas na morte do candidato a vereador pelo PDT Allisson Rhobert Silveira dos Santos, de 33 anos, ocorrida por volta das 23h, de terça-feira (14), na Rua de São Pantaleão, Centro. Dos acusados, dois são adolescentes, ambos com 17 anos; e um é maior de idade, Esaú Jonathan Pacheco Ferreira, de 18 anos, todos residentes na área Itaqui-Bacanga.
A prisão e apreensão dos suspeitos foram realizadas pelo Serviço de Inteligência do 8º Batalhão da Polícia Militar. Os policiais também localizaram, na Rua Tailândia, no Fumacê, o veículo usado no crime, um Spacefox prata, de placa NHS-6567, que havia sido roubado de uma mulher na tarde de terça-feira, no Cohatrac III.
Foto: Divulgação
Esaú foi reconhecido pela proprietária do Space Fox, roubado no Cohatrac
Horas depois, os policiais conduziram quatro pessoas para a Delegacia de Roubos e furtos de Veículo (DRFV), na Vila Palmeira, onde somente três foram reconhecidos pela vítima que teve seu carro roubado, na porta de casa, e passou cerca de uma hora e meia em poder dos assaltantes, sendo liberada na Vila do Povo, próxima à Pindoba, no município de Paço do Lumiar.
A polícia acredita que os três, na companhia de outro homem, mataram Allisson Silveira, uma vez que o carro roubado foi usado para a prática de vários roubos na região metropolitana de São Luís. Esaú foi autuado em flagrante pelos crimes de roubo qualificado e formação de quadrilha. Os adolescentes foram encaminhados à Delegacia do Adolescente Infrator (DAI).
Foto: Divulgação
Carro foi usado em outros crimes além da morte de Allisson Silveira
Segundo o delegado Paulo Hertel, titular da DRFV, a pessoa que teria feito o disparo em Allisson Silveira foi identificada como Samuel, conhecido como “Amarelinho”, que seria ex-presidiário. A polícia continua fazendo diligências na busca pelo principal acusado.
Crime – Allisson Rhobert Silveira dos Santos (PDT), de 33 anos, candidato a vereador por São Luís, da coligação “Mudar para Melhor”, encabeçada por Edivaldo Holanda Jr, morreu após ser atingido com um tiro na nuca durante um assalto, na Rua São Pantaleão – Centro. De Acordo com a polícia, a vítima foi morta ao tentar fugir de um assalto, pouco antes das 23h, na porta da casa da namorada.

MPMA e parceiros combatem pesca predatória na região de Bacabal

Nesta quarta e quinta-feira, 14 e 15, a Promotoria de Justiça do Meio Ambiente de Bacabal, que tem como titular a promotora Klycia Luiza Castro de Menezes, em parceria com o Batalhão de Polícia Ambiental, as Colônias de Pescadores de Bacabal e Lago Verde, e a Associação de Proteção ao Meio Ambiente do Médio Mearim, realizou fiscalização de combate à pesca predatória nos lagos dos Municípios de Lago Verde e Conceição do Lago Açu, além do Rio Mearim e seus afluentes.
Durante a operação, foram apreendidas redes de pesca fora dos padrões permitidos, armas de fogo, animais silvestres abatidos e peixes capturados com utilização de técnicas proibidas, como a pesca de "arrasto", "dobradão" e a decorrente de "tapagens".
Armadilhas irregulares foram retiradas dos rios e igarapés
A pesca de arrasto é feita com redes de malha fina de grande extensão, puxadas pelos pescadores, que revolvem o fundo do rio e capturam espécies em fase de desenvolvimento e a flora marítima, sem qualquer seleção. Dessa forma, boa parte dos peixes capturados é lançada de volta ao rio, já mortos, devido ao seu baixo valor comercial.
A pesca de dobradão é uma modalidade da pesca de arrasto ainda mais danosa ao meio ambiente, que consiste na utilização de duas malhas finas e sobrepostas, também de grande extensão, para capturar um maior número de peixes.
As tapagens, por sua vez, consistem em fechar a passagem de peixes grandes e pequenos nos rios e igarapés, com a colocação de cerca feita artesanalmente de talos, cipós e palha, tornando fácil sua captura pelo homem. Em algumas regiões do Maranhão também são utilizadas armadilhas, denominadas de manzuás.
Operação combateu a pesca predatória
Durante a fiscalização, as tapagens encontradas nos igarapés e no rio Mearim foram destruídas e os peixes que se encontravam presos às armadilhas foram liberados e devolvidos à água.
Os peixes apreendidos, que já haviam sido pescados e encontrados em poder dos pescadores, foram destinados à Associação da Caridade Social Maranhão Piauí Madre Rosa, em Bacabal, que trabalha com crianças e adolescentes carentes.
Os pescadores surpreendidos praticando crime ambiental foram conduzidos à Delegacia de Polícia para a instauração do procedimento investigatório policial cabível.
As fiscalizações continuarão acontecendo na região, principalmente durante o período da piracema, em que é proibida a pesca, por ser o momento de reprodução dos peixes.

Homem é morto por bala perdida durante tiroteio entre gangues

João Pedro Silva, de 24 anos, foi assassinado durante briga de gangues no bairro do Fumacê.
 
SÃO LUÍS - Um homem identificado como João Pedro Silva, de 24 anos, foi assassinado por bala perdida durante tiroteio entre gangues rivais. O caso aconteceu, na noite desta quinta-feira (16), no Fumacê, área Itaqui-Bacanga.
A mulher de João Pedro, identificada apenas como Jaqueline, que está grávida de seis meses, também foi baleada.
A polícia já identificou alguns dos arruaceiros, entre os quais, Pisirico, Luciano e Pajé. Até o momento ninguém foi preso.
João Pedro foi morto inocente. Ele teria sido admitido no quadro de funcionários da Vale, onde começaria a trabalhar na próxima semana.

Depois do incêndio, HCM retoma as suas atividades hoje à tarde

O Hospital Dr. Carlos Macieira ( HCM) retomará as atividades de atendimento médico no começo da tarde de hoje. O secretário de Estado de Saúde, Ricardo Murad, informou que será reaberta a ala direita da unidade de saúde, fechada desde segunda-feira após um incêndio no almoxarifado da farmácia.
O retorno dos pacientes que foram transferidos para o Hospital Tarquínio Lopes Filho (Hospital Geral do Estado – HGE) e Hospital Universitário Presidente Dutra, será feito aos poucos e com toda cautela em uma operação que começará a ser realizada a partir das 14h de hoje. Voltarão a funcionar primeiramente 26 leitos de UTI adultos, cinco leitos de UTI Pediátrica e toda a área de hemodiálise. Ainda voltarão a funcionar, 24 leitos da área de tratamento semi-intensivo, além de 36 leitos de clínica médica. “Até amanhã [hoje] à tarde vamos trazer os nossos pacientes, com a normalização das atividades do hospital”, anunciou Murad destacando que “será montado um esquema tático cuidadoso para o retorno dos pacientes”.

Agentes de trânsito denunciam péssimas condições de trabalho

Agentes de trânsito da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) denunciaram as péssimas condições de trabalho as quais estão sujeitos diariamente. Muitos deles reclamam que faltam materiais básicos para a realização de suas atividades, como blocos de anotações de infrações, fardamento, entre outros. Como consequência, a fiscalização do trânsito em São Luís fica comprometida. O problema poderá agrava-se ainda mais, uma vez que em poucos dias a cidade terá uma frota de 300 mil veículos, segundo estatísticas do Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran), e os responsáveis por fiscalizar o fluxo de veículos estão sem condições de trabalho.
Há poucos dias, as denúncias das condições de trabalho dos agentes de trânsito da SMTT chegaram ao Sindicato dos Funcionários e Servidores Públicos Municipais de São Luís (SINFUSP) e, de acordo com o presidente do órgão, Luis Mariano Nunes, o sindicato pretende entrar em contato com o órgão municipal para encontrar soluções para o problema.