quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Jovem com moto roubada atropela ciclista em São João do Sóter



ton da Silva Lopes da Silva Júnior, de 18 anos, foi apresentado no 1º DP em Caxias após atropelar uma ciclista no município de São João do Sóter, na manhã de terça-feira (2).
De acordo com informações do 2º BPM, Elton envolveu-se em um acidente de trânsito chocando-se contra uma ciclista na área central de São João do Sóter. Os Policiais Militares, integrantes do Destacamento da PM daquele município, atenderam à ocorrência e constataram que a motocicleta Honda Bros, cor preta, havia sido roubada na cidade de Timon.
Elton sofreu ferimentos leves e foi apresentado junto com a moto à delegacia. A ciclista, vítima do acidente, sofreu escoriações leves e passa bem.

Ex-funcionária se retrata em denúncia contra suposta agressão de Diretora de escola

Num pronunciamento, acompanhado de perto pela equipe de reportagem do Portal Noca, na noite desta terça-feira (2), a senhora de iniciais M.C.M pediu desculpas, salientando que a denuncia feita por ela contra a Diretora da escola particular evangélica I.S.E não passou de um equívoco. A denúncia constava a acusação de que a Diretora da instituição de ensino haveria consentido com a agressão recebida pelo filho de 9 anos de idade da denunciante, por parte de outros alunos, e ainda teria lhe dado três tapas nas costas o dia 18 de setembro.
No acordo de retratação a mãe do menor e a Diretora concordaram em não dar andamento ao processo judicial movido pela escola e esclarecer ao Portal Noca os motivos pelos quais levou M.C.M a fazer a denúncia equivocada. O pronunciamento ocorreu na própria escola citada, onde estiveram presentes o marido da denunciante, o menor, a Diretora acusada e o seu cônjuge.
"Como mãe fui levada pelo impulso do ato ocorrido com meu filho, mas como professora depois fui refletir de outra maneira. Eu também trabalho com criança, tem hora que é estressante e por isso que achei por bem conversar melhor com a Diretora e colocar um ponto final nessa história. Reconheço que ao dizer que a Diretora havia consentido e agredido meu filho pesou muito. Eu a conheço, trabalhei 3 anos aqui e nunca vi ela agredir ninguém", afirmou M.C.M.
A Diretora aceitou o pedido de desculpas, ao mesmo tempo que também se desculpou por algum ato que não tenha ficado bem entendido anteriormente que fez gerar toda a confusão. Ela ressaltou ainda que nunca teve a intenção de prejudicar a ex-funcionária muito menos o seu filho. "Nós vimos que essa situação foi um grande mal entendido e decidimos que toda essa situação está resolvida entre nós. E quero salientar novamente que a escola ama a professora, que ama seu filho e que nosso instituto continua de portas abertas para recebê-lo para terminar o seu ano letivo", ressaltou a Diretora.

Fazendeiro é devorado por porcos nos EUA

As autoridades americanas estão investigando a morte de um fazendeiro que foi devorado pelos próprios porcos que criava em seu rancho.
Terry Vance Garner, de 70 anos, foi visto pela última vez na quarta-feira da semana passada, quando saiu de casa para alimentar os porcos, em sua propriedade rural no litoral do Estado do Oregon.
Após o desaparecimento, partes de seu corpo e de sua arcada dentária foram encontradas por um parente.
Um promotor do condado de Coos, onde ocorreu o incidente, disse que um dos porcos já havia sido agressivo contra o fazendeiro. Cada porco pesa cerca de 300 kg.
Segundo a rede de TV local KCBY News, os restos do corpo do fazendeiro estão sendo analisados por um legista da Universidade de Oregon para determinar como ele morreu.
A polícia disse à rede de TV que o caso é tão estranho e inusitado, que a polícia abriu uma investigação criminal — não descartando nenhuma hipótese.
"Até onde sabemos, foi um acidente horrível, mas isso é tão estranho que precisamos considerar todas as possibilidades", disse o promotor Paul Frasier ao jornal The Register Guard.
Os investigadores acreditam que existe grande chance de ele ter sofrido um problema de saúde — por exemplo, um infarto — enquanto estava trabalhando em meio aos porcos.

Fumaça resulta em colisão em Boa Vista do Gurupi

Nas últimas horas, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou o total de cinco acidentes nas rodovias maranhenses, com dois feridos.
Em Boa Vista do Gurupi, na divisa com o Pará, houve colisão de um ônibus interestadual na traseira de uma viatura PRF, causado pela falta de visibilidade do motorista do ônibus, ao passar por um trecho com fumaça de incêndio à margem da rodovia, resultando em lesões leves no policial condutor da viatura.

Polícia prende casal na Maioba com R$ 60 mil

Três pessoas foram presas no início da noite desta terça-feira (02) na Maioba, na região metropolitana de São Luís, por tráfico de drogas.
Dentre eles, estava o ex-detento Tony que já cumpriu dez anos de prisão por tráfico e assalto a bancos, como o de Rosário em 2009. Foi presa também a sua companheira Silmara de 20 anos e um jovem de 18 anos.
Na residência do casal foi apreendido pistola, revólver, munições, um veículo Corsa Sedan e a quantia de R$ 60 mil reais.
O trio foi autuado em flagrante no Denarc.

Índios mantêm interdição da Estrada de Ferro Carajás em Alto Alegre do Pindaré


Continua interditado o trecho da Estrada de Ferro Carajás, entre os povoados Mineirinho e Auzilândia, em Alto Alegre do Pindaré, que fica a 340 quilômetros de São Luís.


O trecho foi interditado nesta terça-feira (2), por um grupo de índios Guajajara e Awá-Guajás. Os índios protestam contra a portaria 303, da Advocacia Geral da União, que trata da demarcação de terras indígenas.
São cerca de 200 índios ocupando o quilômetro 289 da Estrada de Ferro Carajás. A portaria dá mais autonomia ao governo federal para interferir em áreas indígenas, e prevê a atuação das Forças Armadas e da Polícia Federal nessas áreas, sem a necessidade de consultar as comunidades indígenas ou a Funai.
A ferroria é estratégica para a exportação de minério de ferro pela Vale. é de trem que a mineradora transporta o produto de sua maior jazida, em Carajás, no Pará, até o Porto do Itaqui, no Maranhão, de onde o produto sai para o mercado internacional. Nenhum trem passa pela ferrovia, 360 mil toneladas de minério de ferro deixaram de ser transportadas.
De acordo com a assessoria da Vale, os indíos protestam contra uma portaria da Advocacia Geral da União (AGU) que proíbe a ampliação de terras indígenas já demarcadas e a comercialização ou arrendamento de qualquer parte desses territórios.
Segundo nota distribuída pela mineradora, todas as operações ferroviárias da EFC estão paralisadas e a viagem do trem de passageiros com destino a São Luís será interrompida. Todos os passageiros deverão desembarcar em Açailândia, através de um ônibus disponibilizado pela empresa.
No documento, a Vale afirma que a reivindicação não tem relação direta com a mineradora e que repudia quaisquer manifestações violentas que coloquem em risco seus empregados, passageiros, suas operações e que firam o Estado Democrático de Direito. Informa ainda que acionará ‘todos os meios legais para responsabilizar os invasores civil e criminalmente’.

Testes com VLT avaliam eficácia de todos os procedimentos operacionais do veículo

         

 (HONÓRIO MOREIRA/OIMP/D.A PRESS)
Os testes com o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), no primeiro trecho de 800 metros já finalizado, que vai do Terminal de Integração da Praia Grande ao Mercado Peixe, durarão mais uma semana. Técnicos da fábrica (Empresa Bom Sinal) estão em São Luís realizando os testes com o veículo e dando treinamento de operação e manutenção.

"São testes de funcionamento da parte operacional, portas, motor, painéis, sistema de ar-condicionado", explicou o secretário-adjunto municipal de Trânsito e Transportes, José Arthur Cabral Marques.

De acordo com ele, é procedimento técnico que ocorram os testes estáticos (via permanente) e dinâmicos (veículo), com passageiros e sem passageiros. "O VLT precisa circular na via, também com passageiros, a fim de que se façam os alinhamentos necessários e a soldagem dos trilhos", assinalou José Arthur.

Os testes com o Veículo Leve sobre Trilhos servem para avaliar a instalação de equipamentos eletrônicos e aferir a eficácia de todos os procedimentos operacionais.

Na operação, é checado o funcionamento do sistema e analisadas todas as leituras obtidas durante o trajeto, através de aferições de estabilidade do equipamento, testes de aceleração e frenagem, os tempos de viagem, velocidade entre outras.

"Os testes de ajustes são necessários e continuarão sendo realizados à proporção que os trechos forem concluídos", esclareceu Cabral.

A população tem acesso livre para conhecer o VLT e participar dos testes em movimento. Um trabalho educativo é realizado sobre o projeto de execução do Veículo Leve sobre Trilhos em São Luís.

O VLT tem duas cabines opostas, o que suprime a necessidade de manobra para poder mudar o sentido do trajeto pelo fato de ter movimentação bidirecional. Além disso, o veículo possui rapidez de resposta na hora da frenagem, bem como velocidade de resposta de aceleração e estabilidade de velocidade. Os dois carros que formam o VLT, tem capacidade para 358 pessoas. Cada carro tem 18 metros de extensão, que formam o veículo de 36 metros, com seis portas, que abrem simultaneamente.

A utilização de VLT tem se tornado uma tendência mundial de revitalização urbanística e de transporte, sendo este um sistema mais leve, menos poluidor e mais eficiente do que o transporte rodoviário. Outras capitais como Fortaleza, Macéio, Recife e países como Espanha, Holanda e França já adotaram o VLT como mecanismo de solução na oferta de deslocamento de pessoas. É apontado por especialistas como uma das melhores alternativas para se resolver o problema do trânsito nas grandes cidades.

Traçado

A obra de implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), que está sendo executada pela Prefeitura de São Luís, segue normalmente, dentro do cronograma, e de forma intensificada. O secretário-adjunto da SMTT, Arthur Cabral, informou ainda que foi feito um ajuste do traçado no trecho que abrange um posto de combustível, no Anel Viário, na altura do bairro do Desterro. A montagem dos trilhos (grade ferroviária), naquela área, está sendo realizada entre o posto e o Mercado do Peixe.

"Verificamos que não será necessário retirar o posto de combustível. Para tanto, as bombas e os tanques do posto serão removidas para um local mais a frente. Sendo assim, o traçado vai passar entre um espaço do posto e o Mercado do Peixe", explicou José Arthur.

Cabral esclareceu também que, entre o posto e a via permanente (grade ferroviária), será construída uma parede corta-fogo (anteparo para evitar a propagação de fogo). "Não é obrigatório, mas faremos por motivo maior de segurança", frisou.

Capacidade do VLT

O VLT é movido a biodiesel, tanto o carro líder (motor de tração) quanto o carro reboque (gerador). Ele tem uma velocidade média de 40 km/h (hoje a velocidade média operacional do transporte coletivo em São Luís é de 12 km/h) e é constituído de ar-condicionado, cadeiras de fibra, GPS (avisa quando se aproxima a próxima estação), espaço para idosos, grávidas, obesos e pessoas portadoras de necessidades especiais. Entre as vantagens, estão a regularidade, pontualidade, eficiência e menor tempo de espera. Até dezembro deste ano, será finalizado o segmento que vai da Praia Grande ao Bairro de Fátima - de 5 km.
Esta etapa inicial consiste no primeiro trecho de execução da Linha I do VLT (Centro - São Cristóvão), que irá até as imediações do aeroporto, passando pelas avenidas dos Franceses e Africanos, numa extensão de 13 km. A Linha I terá, ao todo, seis VLTs, totalizando 12 carros. A segunda etapa (linha 2) será do Anjo da Guarda ao Centro.

28 candidatos são barrados pela Lei da Ficha Limpa no Maranhão

 site Congresso em Foco divulgou nesta terça-feira (2) a lista que traz os candidatos a prefeito e vereador de 18 estados que estão impossibilitados de concorrer por causa da Lei da Ficha Limpa. A lista é resultante do envio das relações dos candidatos, denominados "fichas sujas", solicitadas pelo Congresso em Foco aos tribunais regionais eleitorais (TREs). Entretanto, oito TREs não enviaram suas listas.

Os tribunais do Acre, Alagoas, Bahia, Goiás, Paraná, Piauí, Rio de Janeiro e Rio Grande do Norte não enviaram as informações.

Maranhão

No Maranhão, 28 candidatos foram barrados pela Lei da Ficha Limpa e não conseguirão concorrer nas eleições do próximo dia 7. São 11 candidatos a prefeito, 2 a vice-prefeito e 15 a vereador. Confira os nomes dos barrados e seus respectivos municípios:

Prefeito:
Edival Batista da Cruz (PSDB) – Vila Nova dos Martírios
Félix Martins Costa Neto (PRB) – São Félix de Balsas
Francisco das Chagas Rogério Jacome Costa (PSD) – Bom Lugar
Hemetério Weba Filho (PV) – Nova Olinda do Maranhão
Humberto Dantas dos Santos (PMN) – Bom Jardim
José Reinaldo da Silva Calvet (PSC) – Bacabeira
José Vieira Lins (PR) – Bacabal
Mário Lucas Pinto Filho (PMDB) – Cajapió
Pedro Gomes Cabral (PV) – Mirador
Rosa Ivone Braga Fonseca (PHS) – Porto Rico do Maranhão
Valmy Francisco de Oliveira (PMDB) – Boa Vista do Gurupi

Vice-prefeito:
Aurilânia de Sousa Carvalho Barros (PSDC) – Buriti
João Batista Santos (PMDB) – Poção de Pedras

Vereador:
Albertino Lopes de Souza Neto (PP) – Estreito
Cirilo Neres Cardoso (PTB) – Montes Altos
Cláudio Sérgio Penha Diniz (PMDB) – São João Batista
Clesiomar Martins Viana (PSDB) – Grajaú
Cleudimar Rodrigues Veras (PSL) – Vitorino Freire
Eduardo Ribeiro da Silva (PR) – Maranhãozinho
Evandro Costa Jorge (PSB) – Grajaú
Francisco Franca (PCdoB) – Bacurituba
Graciano Marques Santos (PCdoB) – Santo Amaro
José Almeida Silva (PP) – Água Doce do Maranhão
José Ferreira de Araújo (PRTB) – São Benedito do Rio Preto
José Henrique Magalhães Rodrigues (PDT) – Itapecuru Mirim
Leontina Carvalho Barros (PMDB) – Benedito Leite
Luís Alberto Coelho Silva (PV) – Timbiras
Régis José Silva Conceição (PV) – Tutóia

Celas da Penitenciária de Pedrinhas destinadas a isolamento são interditadas pela Justiça


           

Em atendimento a pedido da 30ª Promotoria de Justiça Criminal de São Luís, a Justiça determinou nesta segunda-feira, 1º, a interdição total das celas destinadas à aplicação de isolamento da Penitenciária de Pedrinhas.

Autor da solicitação, o promotor de justiça Carlos Jorge Avelar Silva, titular da 30ª Promotoria, constatou em visita de inspeção, realizada no dia 28 de setembro último, que três detentos, punidos com isolamento, estavam cumprindo a sanção em condições totalmente insalubres. " As celas não contêm iluminação natural, nem artificial, estão desprovidas do mínimo de higiene, abrigando ratos, baratas e outros insetos, esgoto aberto, sem contar com o forte odor", descreve o promotor de justiça.

Os internos em cumprimento da sanção disciplinar eram Fábio Henrique Costa Cunha, Cleuton Sousa Pereira e Edilson da Conceição Martins Serrão.

Para o promotor Carlos Avelar, a situação agride o artigo 5º da Constituição Federal, que dispõe que "ninguém será submetido a tortura e tratamento desumano ou degradante", e assegura ao preso o respeito à integridade física e moral.

"A perdurar tal situação, a ordem constitucional permanecerá violada, posto que os internos estão submetidos a tratamento que afronta a dignidade humana", ponderou o membro do Ministério Público.

Bombeiros registram 263 focos de incêndios na área urbana de São Luís

   

o último incêndio foi registrado na Litorânea, na sexta-feira, 28.
o último incêndio foi registrado na Litorânea, na sexta-feira, 28.
O número de focos de incêndio em São Luís tem crescido consideravelmente, tanto que só em agosto foram 263 ocorrências registradas pelo Corpo de Bombeiros e a ação humana é a principal causa para tamanha proporção. Esse número ainda pode aumentar mais porque de acordo com a meteorologista do Núcleo Geoambiental da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), Andréa Cerqueira, estamos no período seco desde o mês de agosto e com pouquíssimas chuvas e só em dezembro está previsto para ocorrer as primeiras chuvas significativas do período chuvoso, além disso, as chuvas intensas também estão previstas para esse mês também. De modo que com o tempo seco os incêndios se alastram fácil e rapidamente.

Segundo Cerqueira embora na sexta-feira tenha sido registrado chuva em São Luis, ela ocorreu de forma rápida e pouco significativa, o que não representa nenhuma anomalia, pois como nessa época do ano os ventos que sopram do mar são mais intensos, eles podem trazer nuvens que causam chuvas rápidas e isoladas, como essa do dia 28.

Então os incêndios ainda podem ocorrer sim e a qualquer hora do dia. As principais causas deles principalmente na capital são caracterizadas pelo fato das temperaturas estarem mais altas e a umidade a do ar mais baixa. "Ainda temos que observar que com os ventos mais intensos, os focos podem se alastrar mais rapidamente e provocar grandes incêndios. Portanto, é importante que as pessoas evitem provocar queimadas de lixo e jogar bagana de cigarro acessa em área vegetada", alertou a meteorologista.

De acordo com o major Teixeira, da Defesa Civil, as principais queimadas ultimamente tem sido nos bairros Calhau, Turu, Araçagi, Olho d'Água, São José de Ribamar e Paço do Lumiar, pois nesses locais há grande quantidade de terrenos baldios e de dunas.
a fumaça causa transtorno no trânsito e incomoda pessoas que frequentam locais atingidos.
a fumaça causa transtorno no trânsito e incomoda pessoas que frequentam locais atingidos.

COMBATE
Para o possível combate dos incêndios na capital, o major Teixeira, alertou que as pessoas evitem botar fogo entre o horário de 10h às 17h, não usarem queimadas como forma de limpeza de terreno, se usar que seja de maneira correta, em pequenas áreas e fácil para controlar com o intuito de não propagar. Além disso, explicou que caso haja incêndios de grandes proporções é preciso que liguem para o 193 logo de início, pois quanto mais demorar mais difícil será para apagá-lo e por último não devem jogar pontas de cigarros em área de risco.

A professora Rose Carreira que mora há exatos três meses nas proximidades da Litorânea explicou que já se tornou quase comum os incêndios tomarem conta da região e que por várias vezes já presenciou o ato, considerado por ela, de descuido. "Acredito que isso acontece por conta de descuido, pois não vejo as gramas serem umedecidas em nenhum momento e isso nos prejudica bastante porque passamos a viver sem tranquilidade, pois a qualquer hora pode está acontecendo", disse Rose.

Ela explicou ainda que até o momento as proporções não tem sido maiores pelo fato de ainda não haver nenhum indicio de morte, mas que como os incêndios ultimamente tem sido maior na Litorânea os ricos são grandes e devem ser mais preocupantes por sempre acontecerem próximos a avenidas movimentadas, com trânsitos complicados "e assim os bombeiros não dão conta de apagar tanto incêndio. Aqui em São Luís é muito quente e as chances de perigos tem sido maiores também e ninguém está protegido das complicações".

No início da tarde do último domingo um incêndio considerado de proporções medianas atingiu uma área de proteção permanente, na Praia de São Marcos e próximo ao Clube do Ipem. O fogo tomou conta mais uma vez de um dos morros das praias da capital, subiu e atingiu até a Rua Engenheiro Rui Ribeiro Mesquita, no Calhau, onde tem muita vegetação e se aproximou do vários prédios e carros que ali se encontravam no momento. De acordo com informações obtidas no local, os próprios moradores e porteiros foram quem combateram o incêndio, já que chamaram o Corpo de Bombeiros e não apareceram. Um dos porteiros do prédio, identificado como José Ronildo, e a funcionária Vandeca de um dos bares da orla afirmaram que a causa do incêndio foram faíscas de foguetes usados em algumas carreatas de candidatos que caíram no morro e se propagavam. Por conta disso, alguns animais morreram carbonizados e algumas pessoas que moram nas redondezas passaram mal por terem inalado muita fumaça. "Foi muita fumaça. Quase todo ano isso acontece por aqui, pois como aqui dá passagem para as pessoas irem à praia, muitos jogam ponta de cigarros, mas nesse vapor foi a primeira vez que aconteceu. Ficamos muito assustados, moradores saíram de casa com olhos vermelhos de tanta fumaça, passando muito mal", disse ainda que eles apagaram o fogo e retiraram carros que estavam nas proximidades do incêndio já que os bombeiros não compareceram ao local.

Sobre o não aparecimento dos bombeiros no local, o major Teixeira, informou que possivelmente foi por conta da pouca estrutura disponível para atender todas as demandas.

PF apreende carteiras de identidade e títulos de eleitor falsos em São Bento

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (3), a Operação Veto, na cidade de São Bento, a 297 km de São Luís. Foram cumpridos três mandados de busca e apreensão expedidos pela 38ª Zona Eleitoral do Maranhão, visando localizar e apreender documentos de identidade falsificados e material utilizado para a sua falsificação, bem como títulos eleitorais de terceiros que estavam sendo indevidamente retidos. Os Mandados foram cumpridos em três endereços de pessoas ligadas a um candidato a vereador de São Bento.

A ação foi desencadeada a partir de requisição do Promotor de Justiça Eleitoral devido a denúncias de que documentos estariam sendo falsificados para serem utilizados no dia da eleição, com o objetivo de fraudar a votação.

Segundo as denúncias, um candidato a vereador estaria arrecadando títulos eleitorais de pessoas da cidade de São Bento e falsificando documentos de identidade com o nome dos referidos eleitores para serem utilizados por terceiros de sua confiança no dia do pleito e que votariam no lugar dos verdadeiros eleitores. Tal ação visava garantir uma expressiva votação para o candidato.

Os envolvidos poderão responder pelos crimes de tentativa de votação em lugar de outrem, falsificação de documentos para fins eleitorais e falsidade ideológica com fins eleitorais (art. 309, art. 348 e art. 350 do Código Eleitoral), com penas previstas de até seis anos de reclusão.

A Operação Veto foi assim nomeada como referência às condutas que são proibidas - ou vetadas - durante as eleições, ao mesmo tempo em que pode ser associada ao voto.

SSP reforça operações policiais no Estado com mais 200 viaturas

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Maranhão recebeu, ontem, do Governo do Estado, mais 200 viaturas para o reforço das operações das polícias Civil, Militar e Corpo de Bombeiros. Os modernos veículos, modelos Pajero Dakar e L-200, segundo o secretário Aluisio Mendes, já serão empregadas nos trabalhos de policiamento nas eleições municipais, no domingo (7). A entrega foi feita no Comando Geral da Polícia Militar, no Calhau.

“Pelo menos 122 municípios serão contemplados com uma viatura, cada. O restante dos veículos permanecerá em São Luís. A entrega desses carros faz parte da primeira etapa de mais um projeto de reaparelhamento do nosso sistema de Segurança Pública. Em novembro, vamos concluir a segunda etapa e, nesse espaço, já estaremos com o edital de um grande concurso público, assinado pela governadora Roseana Sarney”, garantiu Mendes.