quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Merenda escolar de Matões do Norte tem incremento da produção agrícola

Uma equipe formada por diversos profissionais da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Agerp) visitou diversos pólos de produção da agricultura familiar no município de Matões do Norte. A convite do secretário municipal da pasta, Reginaldo Aragão, na quinta-feira (22), o grupo esteve nos povoados Tico-Tico, Sozinho e Bacabeira onde pode comprovar resultados positivos da política de incentivo ao desenvolvimento agrícola na região, por meio da prefeitura local em parceria com a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Agrário (Sedagro) e da Agerp.
De acordo com o secretário municipal de Agricultura, Reginaldo Aragão, a implantação de hortas comunitárias nas referidas comunidades tem contribuído diretamente com a melhoria da qualidade de vida da população, já que além do incremento na base alimentar dos moradores, o projeto tem contribuído diretamente para o aumento da renda de dezenas de pessoas envolvidas.
Além de exportar a produção para os municípios vizinhos (Miranda do Norte, Arari e outros), as hortaliças tem servido especialmente aos estudantes matriculados nas escolas municipais, quando do desenvolvimento da merenda escolar por meio do Programa Nacional de Assistência ao Ensino (PNAE), superando o exigido que é de até 30%, conforme explicou o secretário.
'Pela lei é exigida a participação da prefeitura em até 30%, mas as 106 famílias envolvidas na produção de hortaliças tiram seu sustento e ainda as fornecem às escolas', disse ele, ao tempo que ressaltou a criação de gado, galinha e peixe, utilizados para o mesmo fim.
Outra iniciativa que tem dado certo, de acordo com as informações de Reginaldo, é o projeto que atende às mulheres do município com o aproveitamento de frutas da estação (cajá, tamarindo, murici, manga, goiaba e outras), para a produção de polpas.
Aragão explicou que para o desenvolvimento dos projetos de produção, foi necessário o investimento em entidades sociais para a descentralização do trabalho. Ele vai além, e garante que o apoio técnico da Agerp, foi fundamental para o bom desempenho dos agricultores rurais.
'A Agerp tem sido uma grande parceira. O apoio dos profissionais da Agência tem sido incondicional', destacou ele, lembrando que o trabalho com os moradores de Matões foi iniciado em setembro de 2010, e que a capacitação dos integrantes dos jovens e adultos envolvidos na produção local é permanente, tendo em vista que muitas outras iniciativas serão implantadas em 2012.
Bacabeira – No povoado Bacabeira, distante 5Km da sede, jovens moradores plantam alface, couve, quiabo, pimentinha e pepino, além de manter no local, criação de aves.
Numa área de 70m x 70m, quinze moradores capacitados por órgãos federais e municipais administram a produção que ajuda no sustento com a venda no mercado local e em feiras e mercados dos municípios vizinhos.
'É bastante gratificante para a gente ver o resultado do nosso trabalho e ainda acreditar que podemos melhorar a cada dia. Só temos que agradecer ao governo por assistir e apoiar esse projeto', disse, Joaquim Vieira, um dos produtores locais.

Sobre rapto de bebê, polícia não descarta ''entrega espontânea''

Jair de Paiva divulgou nome das acusadas de rapto e disse que investigação continuará.

Sobre rapto de bebê, polícia não descarta ''entrega espontânea''
SÃO LUÍS – A polícia revelou os nomes das duas pessoas acusadas de raptar um bebê recém-nascido na cidade de Cajapió na madrugada desta quinta-feira (29). De acordo com o superintendente de Polícia Civil do Interior, Jair de Paiva Lima (foto), a autora do delito seria Maria do Socorro Serrão Abreu, de 28 anos. Ela foi presa por policiais militares e civis em companhia da irmã, uma adolescente de iniciais F.J.S.A.

De acordo com Jair de Paiva Lima, existem duas linhas de investigação para o caso. A princípio, a polícia trabalha com a hipótese de rapto.

“A gente está investigando isso aí. A primeira notícia que veio é que seria um rapto e a Maria do Socorro já estaria há alguns dias arquitetando isso. Ela esteve lá [na casa da mãe da criança], na casa de uma vizinha e que hoje de manhã cedo teria pego a criança”, disse.

No entanto, o delegado não descarta a “entrega espontânea” por parte da mãe da criança, identificada como Raimunda Cristina Pereira Rodrigues. Jair de Paiva Lima informou que o motorista do micro-ônibus que transportou Maria do Soccorro e a adolescente comunicou, informalmente, o interesse da mãe do bebê em “doar” o recém-nascido.

“Estamos com outra linha de investigação, inclusive, o motorista do micro-ôniubus, que vinha trazendo elas duas, teria afirmado, informalmente, aos nossos policiais, que a intenção da pessoa lá de Cajapió seria doar os filhos. Então, a gente está averiguando”, explicou o delegado.

Agora, a polícia deverá ouvir os envolvidos no caso. A mãe e parentes do bebê irão prestar depoimentos, assim como o motorista do micro-ônibus e as acusadas pelo suposto rapto, que foram conduzidas para a Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente (DPCA), onde deverão prestar esclarecimentos. Já a criança foi levada para o Hospital Materno Infantil.

Relator diz que prefeito sacou recursos de convênio

João Castelo teria sacado R$ 29 mi da conta do convênio celebrado em 2009 com governo estadual.
Relator diz que prefeito sacou recursos de convênio
SÃO LUÍS - O deputado Roberto Costa (PMDB), relator da CPI dos R$ 73 milhões confirmou em entrevista, na manhã desta quinta-feira (29), ao jornalista Roberto Fernandes, no programa Ponto Final, da rádio Mirante AM que o prefeito João Castelo teria sacado R$ 29 milhões da conta do convênio celebrado em 2009 com o governo do Maranhão.

Segundo o deputado há saques em vários valores que foram transferidos para empresas que ainda não foram identificadas.

"Nós recebemos alguns extratos encaminhados pelo Banco do Brasil e por esses extratos nós percebemos que houve movimentação financeira referente a este convênios. Foram diversos saques: R$ 10 milhões, R$ 5 milhões, R$ 4 milhões, R$ 400 mil, R$ 300 mil e R$ 200 mil que totalizando chegam a R$ 29 milhões do convênio de R$ 44 milhões para a construção do viaduto da Forquilha e esta obra não foi feita absolutamente nada", disse.

O relator da CPI dos R$ 73 milhões disse que as empresas em favor das quais foram feitas as transferências serão identificadas nos próximos dias. Roberto Costa adiantou que a CPI pedirá a quebra do sigilo bancário dessas empresas.

"Foram feitas diversas transferências e nós sabemos que quando ocorrem as transferências o dinheiro vai para alguma empresa e nós iremos pedir a identificação e a quebra do sigilo dessas empresas. Uma coisa já está comprovada: houve desvio de recursos das obras do viaduto da Forquilha e prolongamento da avenida Litorânea", afirmou.

Globo transmitirá jogos de todos os brasileiros na Libertadores

Transmissões começam com os jogos de Internacional e Flamengo pela fase prévia.
imirante.com
RIO DE JANEIRO - A Taça Libertadores da América 2012 já tem data marcada para estrear na tela da TV Globo. Na quarta-feira, 25 de janeiro, a emissora entra em campo com os jogos de Flamengo (para o Rio de Janeiro e outros estados) e Internacional (para o Rio Grande do Sul) pela pré-Libertadores. O Rubro-Negro joga a primeira partida na altitude, contra o Real Potosí (BOL), enquanto o Colorado estreia em casa contra o Once Caldas (COL). As partidas de volta serão em 1º de fevereiro, também com transmissão da Globo.

A partir da segunda fase, a de grupos, a TV Globo vai exibir dois jogos de times brasileiros por rodada. Em relação aos clubes do Rio, a previsão é de transmitir jogos de Vasco, Flamengo e Fluminense (três de cada). Em São Paulo, Corinthians e Santos terão partidas transmitidas. A TV Globo tem os direitos de transmissão em TV aberta da Libertadores até 2018.

Em MS, jovem denuncia clínica após queimaduras em bronzeamento

A Vigilância Sanitária mandou suspender os serviços de estética prestados por um salão de beleza no bairro Monte Castelo, em Campo Grande, após denúncia de uma jovem que teve parte do corpo queimado em uma sessão de bronzeamento natural.
Jovem mostra queimaduras na barriga após
sessão de bronzeamento (Foto: Arquivo Pessoal)
Uma equipe do órgão esteve no local na manhã de quarta-feira (28). A proprietária foi autuada e parte do estabelecimento foi lacrado.
A jovem de 25 anos, que não quis ter o seu nome divulgado, ainda tem dificuldades para andar e para se vestir por causa das queimaduras na virilha, barriga e tórax. Em entrevista ao G1, ela relatou que chegou ao salão para a sessão de bronzeamento natural com a irmã, por volta das 11h30 (horário de MS) do dia 24 de dezembro. “Quando chegamos no salão tomamos um banho, depois uma funcionária do salão fez as marcas de biquíni no nosso corpo com as fitas colantes e pediu para que ficássemos deitada em umas macas no quintal dos fundos”, contou.
Segundo relatos da jovem, a funcionária teria passado diversos produtos no corpo dela e da irmã enquanto estavam expostas ao sol. “Não pude ver muita coisa porque ela pediu que eu cobrisse o meu rosto com uma toalha. Teve uma hora que levantei a toalha e consegui ver ela passando um creme branco em mim. Perguntei o que era e ela respondeu que era um coquetel de vitaminas para a pele”, afirmou a jovem.
 
Após a sessão de bronzeamento, a jovem afirmou que foi para casa e apresentou sintomas como vômitos e tremores. Após algumas horas desmaiou e foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento do bairro Coronel Antonino. O diagnóstico feito pelo médico de plantão indicou queimaduras de 1º grau, além de insolação e dermatite (inflamação da pele). Por conta das queimaduras, a jovem passou a noite de Natal internada. A irmã não apresentou qualquer sintoma ou queimadura.
A jovem registou um boletim de ocorrência contra o salão de beleza na Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes contra as Relações de Consumo (Decon). A denúncia foi tipificada como lesão corporal. Ela foi encaminhada para o Instituto de Medicina e Odontologia Legal (Imol), onde deverá passar por exames periciais.
Pacote incluia esfoliação, hidratação e banho de lua
(Foto: Tatiane Queiroz/G1 MS)
A proprietária do salão, Jane Oliveira de Araújo Lopes, foi procurada pelo G1. A reportagem localizou a empresária, falou com ela pelo telefone, mas Jane não quis dar declarações sobre o caso.
Irregularidades
O agente fiscal Jefferson Souza informou ao G1 que o salão de beleza prestava serviços de estética de forma irregular, já que não possui licença da Vigilância Sanitária. Ainda segundo informações do órgão, o estabelecimento já havia sido autuado pela Vigilância Sanitária outras vezes.
No dia 16 de dezembro técnicos do órgão estiveram no local para fazer uma vistoria. “Foram encontradas diversas irregularidades e demos a ela o prazo de um mês para que ela se adequasse às exigências e entrasse com o pedido para obter a licença de funcionamento”, explicou o técnico.
Cinco dias depois, no dia 21 de dezembro, foram apreendidos no estabelecimento produtos que estavam sendo manipulados irregularmente. Segundo termo de apreensão feito pelo órgão, entre os produtos apreendidos estavam vidros de óleo de bronzeamento sem rótulos e sem nenhuma identificação.
No local onde era realizado o bronzeamento, área exposta ao sol com uma piscina e diversas macas, os agentes encontraram outros produtos como bronzeadores, esfoliantes e parafina.

Jornalista Udes Cruz passa mal e está na UTI

O jornalista Udes Cruz, diretor e proprietário do Jornal Atos e Fatos, está internado no Hospital Aliança em São Luis, desde a última sexta-feira (23).
Udes estava na cidade de Pirapemas onde participava de um encontro político quando passou mal.
O jornalista Udes Cruz ao lado da filha e esposa. (Foto: Arquivo/Reprodução)
O jornalista foi trazido para a capital onde passou por sessões de hemodiálise, por causa de problemas renais. Ele teve melhoras mas nesta quarta o seu estado de saúde voltou a piorar e foi transferido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital.
 

Trio suspeito de matar policial na Vila Itamar é preso e liberado por falta de provas

Ainda na noite desta quarta-feira (28), policiais militares prenderam três homens suspeitos de matar o sargento Clóvis Oliveira de 42 anos no período da tarde.
Clóvis que era lotado no Batalhão do Calhau e já tinha mais de 20 anos de carreira, estava de folga quando voltada para casa no bairro Vila Itamar e percebeu o assalto a uma residência próxima. Os bandidos já haviam roubado pertences da casa quando o sargento reagiu e levou um tiro na altura do peito.
Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. A polícia cercou todo o bairro. Todo o comércio fechou as portas.
Do trio preso, apenas Railson Pereira da Silva de 19 anos foi identificado. Este foi localizado no bairro do Maracanã, zona rural de São Luis. Um outro suspeito é menor de idade. Mas por falta de provas e por não serem reconhecidos por testemunhas, todos foram liberados.
Já por volta da meia-noite, foi assassinado no mesmo bairro o jovem Elivelton dos Anjos Belfort de 25 anos. Segundo as primeiras informações, ele também seria suspeito de ter matado o sargento fato negado por sua família. De acordo com familiares de Elivelton, ele era carroceiro e foi tirado de casa por policiais.

Polícia diz que jovem confessou que mentiu e confirmou versão de Adriano

Após os depoimentos desta quarta-feira, a polícia informou que a estudante Adriene Cyrilo Pinto, 20, confessou que mentiu e confirmou a versão do atacante Adriano, do Corinthians, sobre o tiro acidental.
O atleta tinha declarado que a própria vítima manuseava a arma quando a pistola disparou. A versão do jogador ia de encontro à da estudante até hoje, pois ela havia dito anteriormente que o corintiano era o responsável pelo tiro em sua mão, sábado de manhã, quando estavam no carro dele.
Adriano e Andreia em reconstituição em delegacia na Barra da Tijuca; Veja mais fotos da reconstituição
"Depois da reconstituição ela admitiu que pegou a arma no chão do carro e que disparou sem querer. Ela chorou e disse que estava arrependida, que ficou perdida no meio da confusão e por isso nos deu aquela versão", disse o delegado Fernando Reis, responsável pelo inquérito.

Adriene, que foi baleada no carro de Adriano, aparece com o braço imobilizado após cirurgia; Veja mais fotos da reconstituição
Segundo o delegado, mesmo com a confissão o inquérito ainda não está concluído. Ele vai aguardar o resultado do exame para detectar a presença de pólvora nas mãos de Adriene e do jogador.
A mulher poderá ser enquadrada por crime de denunciação caluniosa, que prevê pena de 2 a 8 anos de prisão.
Andreia ao lado do carro do jogador Adriano para reconstituição do caso
A acareação e a reconstituição duraram quase cinco horas. Por cerca de meia hora o corintiano ficou dentro de sua BMW com Adriene, o tenente da PM reformado Julio Cesar de Oliveira, que dirigia o carro, e de duas das outras três mulheres que o acompanhavam, Andreia Ximenes e Viviane Faria. A perícia realizada pela Polícia Civil do Rio já tinha constatado que o tiro foi disparado do banco traseiro.
Adriene foi submetida ontem pela manhã a uma cirurgia para reconstrução do dedo indicador da mão esquerda, atingido pelo disparo. Ela recebeu alta no início da tarde desta quarta-feira. Depois, foi para a delegacia.
Adriano chegou à delegacia com a mesma BMW branca, com placa de São Paulo, onde o tiro foi dado. Ele, porém, não estava dirigindo o automóvel.

Dois policiais mortos em menos de dois meses em São Luís

Em outubro, o soldado George Willian Morais foi assassinado por Flavão, que está foragido.

SÃO LUÍS - Mais um policial militar foi assassinado em São Luís, em confronto com bandidos. Desta vez, a vítima foi o sargento Clóvis dos Santos Oliveira, de 42 anos, morador da rua 1º de Maio, na Vila Itamar. Ele tentou impedir um assalto a um grupo de vendedores ambulantes, ontem, por voltas das 14h, na rua onde morava, mas acabou baleado no peito esquerdo.

O PM, que era lotado no 8º Batalhão, morreu a caminho do Hospital Municipal Clementino Moura (Socorrão II). Um dos suspeitos, identificado apenas como Pingo, morreu no Hospital Clementino Moura (Socorrão II), para onde foi levado após ser baleado em confronto com a polícia durante a perseguição.

Em outubro, outro policial foi morto em uma choperia

O sargento Clóvis Oliveira foi mais um PM morto este ano na região Metropolitana de São Luís. Na madrugada do dia 29 de outubro, também foi assassinado, na Choperia Pit Stop, na Estrada de Ribamar (MA-201), o soldado da PM, George Willian Santos Morais, de 41 anos. Ele estava em férias, e se divertia na companhia de amigos e familiares, quando foi surpreendido pelo traficante Flávio Soares Mendonça, o Flavão, de 27 anos, morador da Vila KIola, que o alvejou com um tiro na cabeça, e fugiu em disparada.

O soldado George Willian Morais morreu nove dias depois, no Hospital Municipal Clementino Moura (Socorrão II), em São Luís, onde permaneceu internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). Segundo informou a PM, na época, o criminoso teria sido preso uma semana antes pelo PM, por agredir a companheira naquele mesmo estabelecimento. Por esse motivo, Flavão entrou a choperia, caminhou em direção ao militar e atirou contra ele.

Flavão fugiu para a cidade de Barreirinhas após ser localizado um dia depois no município de Anajatuba, com a arma e o veículo Celta vermelho (NNF-0288), utilizados no crime. Ele continua foragido. O soldado George, que era lotado no 6º Batalhão da PM, chegou a ser submetido a uma cirurgia para a retirada do projétil, mas não apresentou evolução em seu quadro clínico, pois teve perda de parte da massa encefálica.

Homem é preso acusado de estuprar crianças

Adriano da Silva Santos, lavrador de 27 anos, foi denunciado pelas mães de duas crianças.

CODÓ - Um homem foi preso em Codó acusado de estuprar duas crianças: uma de três e outra de quatro anos. Assista à reportagem de Acélio Trindade, da TV Mirante.

Adriano da Silva Santos, lavrador de 27 anos, foi denunciado pelas mães de duas crianças, de três e quatro anos de idade. Segundo o delegado Zilmar Santana, as duas procuraram a polícia depois que os filhos reclamaram de dores e apresentavam vermelhidão. As mães também informaram que as crianças disseram o nome de Adriano.

O delegado pediu o exame de corpo de delito, e o médico legista constatou que não houve penetração, mas havia vestígios de que as duas haviam sido tocadas por alguém mal-intencionado.

Para a lei, a ausência da chamada conjunção carnal, agora é irrelevante. Por isso, Adriano acabou indiciado pelo crime de estupro de vulnerável. Se condenado, poderá pegar de oito a quinze anos de
prisão.

Agências bancárias fecham amanhã e só reabrem segunda-feira

Bancos estarão fechados para balanço. Hoje (29) é o último dia do ano de atendimento ao público.

Agências bancárias fecham amanhã e só reabrem segunda-feira
BRASÍLIA - As contas que vencem amanhã (30) devem ser pagas antecipadamente ou no próprio dia pelos canais de autoatendimento ou em correspondentes bancários. É o que recomenda a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), já que as as agências bancárias não irão funcionar nesta sexta-feira. Os bancos estarão fechados para balanço. Portanto, hoje é o último dia do ano de atendimento ao público nas agências, com o horário de funcionamento habitual.

Já as contas que vencem no sábado (31) e no domingo (1º) poderão ser pagas na segunda-feira (2), com exceção dos tributos.

Entre os canais de autoatendimento estão caixas eletrônicos, internet banking, mobile banking, e operações por telefone. Outra opção para pagar contas amanhã é ir aos correspondentes – tais como casas lotéricas, agências dos Correios, redes de supermercados e outros estabelecimentos comerciais credenciados.

Polícia prende mulheres acusadas de raptar bebê em Cajapió

As prisões aconteceram no posto da Polícia Militar localizada no bairro da Estiva.

SÃO LUÍS – Policiais militares e civis prenderam, na manhã desta quinta-feira (29), duas mulheres acusadas de raptar um bebê recém-nascido na cidade de Cajapió. De acordo com informações da Rádio Mirante AM, as prisões aconteceram no posto da Polícia Militar localizada no bairro da Estiva, BR-135, entrada de São Luís.

As mulheres, que ainda não tiveram os nomes revelados, haviam raptado a criança da casa da mãe, identificada como Raimunda Cristina Pereira Rodrigues, durante a madrugada. Elas fugiram de Cajapió em uma van que realiza transporte alternativo.

Após serem presas, as mulheres foram conduzidas para a Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente (DPCA). A criança foi levada para o Hospital Materno Infantil.