segunda-feira, 20 de maio de 2013

Registrados sete acidentes nas últimas horas, afirma PRF

No total, quatro pessoas morreram e três ficaram feridas.
SÃO LUÍS – A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou, nas últimas horas, sete acidentes nas rodovias federais que cortam o Maranhão, sendo dois com apenas danos materiais, dois com feridos e três com mortes. No total, quatro pessoas morreram e três ficaram feridas.
No município de Timon, no Km 618, da BR-316, uma colisão entre um Corsa Sedan, de placa JIO-0465/DF com uma moto Traxx JL50 deixou uma pessoa morta. Em Santa Inês, no Km 259, da mesma estrada, uma pessoa ficou gravemente ferida depois de atropelar um animal. O homem, de 36 anos, conduzia uma moto Yamaha/Factor.
Já em Bela Vista, no Km 271, da BR-316, uma colisão entre duas motocicletas deixou uma pessoa morta e outra gravemente ferida. No município de Vargem Grande, no Km 127, da BR-222, um idoso de 74 anos foi atropelado por um caminhão Mercedes Benz de placa KEK 9464/MA. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local.
Em Imperatriz, no Km 251, da BR-010, uma pessoa foi presa por conduzir sob influência de álcool e envolver-se em acidente. Ele foi conduzido para uma delegacia da localidade.

Agências da Caixa são depredadas por causa de boatos

Vandalismo ocorreu por causa de boatos - que repercutiram em 12 estados - sobre o possível fim do Bolsa Família.
Um boato de que o programa Bolsa Família seria finalizado pelo Governo Federal e de que o último dia para pagamento do benefício seria no sábado, 18, acabou em prejuízos para a Caixa Econômica Federal. Pelo menos nove serviços de autoatendimento instalados em São Luís e interior foram depredados no Maranhão. A notícia, já desmentida pela Caixa e pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), levou à invasão das agências por milhares de pessoas que queriam sacar o benefício ao mesmo tempo.
A falsa informação se alastrou por São Luís. Na noite de sábado, milhares de pessoas correram até as agências, que permaneceram lotadas durante a madrugada. Na manhã de ontem, o movimento era ainda maior.
Leia mais na edição on line de O Estado.

Homem foge após denúncia de estupro contra menor

Jerônimo Leopoldo Ferreira Neto teria molestado uma menina de oito anos.
 
SÃO LUÍS – Segundo informações da Rádio Mirante AM, está foragido Jerônimo Leopoldo Ferreira Neto, acusado de estupro contra uma garota de oito anos.
De acordo com informações, Jerônimo, que é padrasto da garota, foi denunciado pela mãe dela, que presenciou o marido tocando nas genitálias da filha. Há duas semanas, Jerônimo teria molestado a irmã da atual vítima, de 11 anos.
Assim que soube que seria denunciado, Jerônimo fugiu. A polícia está à procura do suspeito.