segunda-feira, 16 de julho de 2012

Fim de semana com 28 acidentes em rodovias federais

SÃO LUÍS – A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou, no fim de semana, de sexta-feira (13) ao domingo (15), 28 acidentes em rodovias federais que cortam o Maranhão. Foram registrados, ainda, no período, 14 feridos e duas mortes.
Somente no sábado (14), foram 14 acidentes.

Briga de vizinhos acaba em tragédia na Vila Palmeira

SÃO LUÍS - Discussão banal entre dois idosos acaba em assassinato na rua Henrique de La Rocque, na Vila Palmeira.
André Pinto, de 70 anos, assassinou com golpes de facão Claudionor Souza Vieira, de 50 anos.
Em depoimento prestado no Plantão da Rffsa, na avenida Beira-Mar, o idoso disse que teria colocado uns tijolos para evitar acúmulo da água da chuva na porta de sua casa. A vítima se sentindo prejudicada foi até a casa do acusado. André afirmou que foi agredido com uma paulada e que armado de facão se defendeu aplicando vários golpes na vítima.
Claudionor ainda foi socorrido e levado para o hospital Djalma Marques, o Socorrão I, mas morreu na manhã desta segunda-feira (16).
Depois de prestar depoimento André Pinto foi liberado

Fim de semana com três homicídios em São Luís

SÃO LUÍS - O Instituto Médico Legal (IML) informa que três corpos deram entrada, da noite de sábado (14) à tarde de domingo (15). Todos foram vítimas de homicídio, registrados na capital maranhense.
O primeiro registo de homicídio foi na noite de sábado, por volta das 22h30. A vítima chama-se Fancivaldo de Jesus Fernandes Moura, de 34 anos, que morava na Rua Nova, 22, na Aurora. Ele foi morto a tiros. Por volta das 3h de domingo (15), os removedores do instituto apresentaram o corpo de Isaac de Jesus Nogueira, de 17 anos, morador da Rua Nova, 50, bairro Divineia. Ele foi vítima de arma de fogo e morreu no hospital Socorrão II.
O terceiro registro foi feito às 14h30 de ontem e a vítima foi Joelson Rosa da Silva, de 19 anos, morador da Rua Porto da Vovó, 28, Vila Bacanga. O crime ocorreu no bairro Madre Deus e, segundo a polícia, teria sido motivado por acerto de contas.
Mais ocorrências
No Plantão da Cidade Operária, foi autuado, por volta das 15h30 de ontem, Júlio Rafael Soares Almeida, de 27 anos, morador da Cidade Operária.
Ele foi autuado em flagrante após assaltar Maria da Anunciação, de 48 anos, que transitava pela Estrada da Mata. Júlio Rafael portava uma peixeira, quando abordou a vítima e a obrigou a entregar o aparelho celular.

Dilma diz que investirá R$ 2,7 bi na construção de 900 UPAs

Unidades de Pronto Atendimento 'desafogam' hospitais, afirma a presidente.
Foto: Divulgação
SÃO PAULO - A presidente Dilma Rousseff afirmou na manhã desta segunda-feira (16) durante seu programa de rádio "Café com a presidenta" que o governo federal irá investir R$ 2,7 bilhões até 2014 para a construção de 900 novas Unidades de Pronto Atendimento 24h, as UPAs.
Segundo Dilma, as 200 novas UPAs que já funcionam em todo o país atendem a mais de 2 milhões de pessoas por mês. "As UPAs 24h estão melhorando muito o serviço de emergência na saúde pública do Brasil. Quase 140 milhões de brasileiros e brasileiras dependem exclusivamente do Sistema Único de Saúde, o SUS. E isso significa que o nosso grande desafio é garantir que esse atendimento seja de qualidade para todos".
Dilma disse que o atendimento nos hospitais melhorou onde as UPAs já operam. A presidente citou como exemplo o Hospital Miguel Couto, no Rio de Janeiro. De acordo com a presidente, cerca de 850 pessoas procuravam o serviço de emergência do Miguel Couto todos os dias antes da construção das UPAs na região. Depois, o hospital passou a receber 350 pacientes diariamente.
"A UPA desafoga a emergência dos hospitais, que é para onde todo mundo vai quando tem um problema de saúde", afirmou. Dilma também salientou que a maioria dos casos recebidos em uma UPA é resolvida no próprio local. "De cada 100 pessoas que procuram atendimento nas UPAs, apenas três precisam ser transferidas para um hospital. As outras 97 resolvem o seu problema lá mesmo".
Para que o contribuinte consiga, se preciso, dar continuidade a um tratamento médico iniciado em uma UPA, a presidente anunciou ainda que prevê um investimento de R$ 3,5 bilhões na construção e no equipamento de quase 4 mil novas Unidades Básicas de Saúde (UBS), além da reforma e ampliação de outras 21 mil em todo o país.
"Um país só se desenvolve de verdade se a vida das pessoas melhora. É isso que estamos fazendo quando investimos na saúde. Dar qualidade ao atendimento de saúde é cuidar bem das pessoas, é investir no bem-estar de todos os brasileiros e brasileiras", concluiu a presidente.