quinta-feira, 27 de junho de 2013

Estudantes interditam BR-135, próximo a Pedrinhas

O trânsito está completamente engarrafado nas duas vias causando revolta nos motoristas.
 
SÃO LUÍS - Estudantes da escola pública estadual Márcio Martins Meireles interditaram na manhã desta quinta-feira (27), a BR-135, na região de Pedrinhas, zona rural da capital maranhense. Os manifestantes colocaram galhos, paus e pneus na rodovia nas duas vias. Os manifestantes reclamam da falta de professores em sala de aula, segurança e de um transporte coletivo que atenda às necessidades dos moradores. Policiais rodoviários foram até o local e tentaram liberar a rodovia, mas foram impedidos.
Os policiais rodoviários sugeriram em levar uma comissão de estudantes para reunião com representantes da Secretaria de Estadual de Educação para que fosse liberada a rodovia. Um grupo de manifestantes concordou com a ideia, mas decidiu em manter a estrada bloqueada até que as reivindicações sejam atendidas.
Houve uma reunião com o secretário-adjunto de Justiça e Administração Penitenciária, frei Ribamar Cardoso, e o superintendente da Polícia Rodoviária Federal, inspetor Feitosa, os estudantes decidiram suspender o protesto até às 16h, quando deverá ser realizada uma nova reunião, com a presença de representantes das Secretarias de Educação e de Segurança Pública.
Estudantes interditam BR-135, próximo a Pedrinhas
Estudantes interditam BR-135, próximo a Pedrinhas
 
Estudantes interditam BR-135, próximo a Pedrinhas
Estudantes interditam BR-135, próximo a Pedrinhas
Estudantes interditam BR-135, próximo a Pedrinhas
Estudantes interditam BR-135, próximo a Pedrinhas
Estudantes interditam BR-135, próximo a Pedrinhas

Criança de seis anos é atropelada na Av. Litorânea

Segundo informações, o motorista não teria prestado socorro à vítima.
SÃO LUÍS - Uma criança de seis anos foi atropelada, às 10h desta quinta-feira (27), na Avenida Litorânea. Segundo informações da repórter Jacelena Dourado, do Imirante.com, a criança atravessou a pista para acompanhar a mãe, que havia descido do veículo em que estavam para ir ao um edifício no local.
De acordo com informações, a criança atravessou a pista do sentido Litorânea/São Francisco, e foi atropelada por um Siena Preto. O condutor do veiculo chegou a parar, mas fugiu, sem prestar socorro à vítima.
A criança foi socorrida um pouco mais de meia hora depois do acidente, por uma equipe do SAMU, e encaminhada ao Socorrão I, ainda consciente. Segundo informações, a criança está com suspeita de fratura na mandíbula e, antes da chegada dos socorristas, sangrava muito.
Segundo algumas testemunhas, a avenida vem registrando um alto número de acidentes. "Os carros aqui tem passado em alta velocidade que não dá nem para identificarmos a cor dos veículos de tão rápido que passam", disse Idinete Machado, dona de um estabelecimento na Av. Litorânea, à repórter Jacelena Dourado.
Ainda, de acordo com a repórter, a polícia utilizará as imagens do sistema de videomonitoramento para identificar a placa do veículo que causou o acidente.
O Imirante.com entrou em contato com a tia do garoto, Rosiani Dias, que afirmou que a situação do garoto é estável, e ele passa bem.

Trecho da BR-135 é novamente interditado nesta quinta

anifestantes reivindicam construção de um quebra-molas na entrada de Periz de Baixo.
SÃO LUÍS - Na tarde desta quinta-feira (27), moradores voltaram a interditar um trecho da BR-135, no Campo de Perizes, no povoado Periz de Baixo. Os manifestantes reivindicam a construção de um quebra-molas na entrada de Periz de Baixo.
Segundo a Inspetora Cláudia, da Polícia Rodoviária Federal (PRF), as duas vias da BR-135 estão interditadas, os manifestantes atearam fogo em pneus bloqueando a passagem de veículos.
A Inspetora afirmou, ainda, que a PRF está no local fazendo a segurança, e tentando negociar com os manifestantes.
Só esta semana, vários trechos da BR-135 já foram interditados. A maioria dos protestos é reivindicando construção de quebra-molas, sinalização e aumento da segurança policial.
 

Estudantes do IFMA realizam manifestação pela BR-135 na manhã desta quinta-feira

Entre as principais reivindicações, está a reclamação das péssimas condições de transporte público. Estudantes reclamam da superlotação dos veículos.
SÃO LUÍS - Alunos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA), do Campus Maracanã, interditaram na manhã desta quinta-feira (27), vários trechos da BR-135.
Entre as principais reivindicações dos estudantes, está a reclamação pelas péssimas condições de transporte público, vividas pelos estudantes diariamente. Segundo informações, os alunos da instituição reclamam dos deslocamentos feitos pelos coletivos que, em muitos casos, estão superlotados.
Além da superlotação, os estudantes reclamam de constantes assaltos nos ônibus. Ainda, segundo informações, uma reclamação semelhante foi feita em 2011, mas sem obter respostas das autoridades.

Acidente com três pessoas mortas na BR-316, próximo a Bom Jardim

O caso aconteceu na madrugada (27). A PRF está no local, mas não informou as identidades das vítimas.
 
SÃO LUÍS - Acidente com três pessoas mortas. O caso aconteceu nesta madrugada (27), na BR-316, na altura do Km 244, povoado Tirirical, no município de Bom Jardim. Segundo informações, houve uma colisão de frente entre uma Van e outro veículo. O motorista de um dos veículos identificado como César está preso entre as ferragens e as pessoas mortas. Policiais rodoviários federais já estão no local, mas não informaram os nomes das vítimas.

Greve no DNIT pode comprometer as obras de duplicação da BR-135

A paralisação do órgão vai interferir no trabalho de medição do avanço da obra; servidores querem aumento de salário.
O ritmo das obras de duplicação da BR-135, único acesso por terra à São Luís, pode ficar comprometido no próximo mês devido à greve iniciada há três dias pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). A informação foi confirmada pelo superintendente regional do órgão no Maranhão, Gerardo Fernandes, em entrevista a O Estado.
Sem o trabalho de medição do avanço da obra, que deve ser enviado mensalmente para o sistema nacional do DNIT, os trabalhos ficarão paralisados até que os fiscais que atuam no Campo de Perizes voltem a trabalhar. A greve nacional do órgão não tem previsão para ser finalizada. Os servidores estão cobrando aumento de salário, equiparação salarial e reestruturação na carreira.
 
 
 
 
 
 
Leia mais na edição on line de O Estado.

Protesto começou pacífico por ruas e avenidas de São Luís

Partindo da Praça Deodoro, no Centro, a mobilização parou na AL-MA e seguiu para a Cohama.
 
SÃO LUÍS - A mobilização popular, iniciada na tarde desta quarta-feira (26), fez reivindicações em passeata por ruas e avenidas da capital, durante a noite. Partindo da Praça Deodoro, no Centro, os manifestantes caminharam pelo Canto da Fabril e Camboa. Em seguida, eles atravessaram a Ponte Bandeira Tribuzzi e passaram pela Avenida Carlos Cunha. Até aqui, a manifestação ocorreu de forma pacífica.
 
Houve, ainda, uma parada em frente à sede da Assembleia Legislativa do Maranhão. Ações de vândalos foram registradas. A sede da AL-MA teve parte de sua vidraça quebrada.
Um grupo se dirigiu à Cohama. A polícia acompanhou a mobilização. O protesto foi parte de uma série de manifestações programadas, por meio da internet.

Na Raposa, moradores interditam trecho da MA-203

Os manifestantes pedem mais infraestrutura e melhorias no centro de saúde da região.
 
RAPOSA - Desde as 5h desta quinta-feira (27), moradores do município de Raposa bloqueiam a MA-203, na altura do bairro Vila Boa Esperança. Os manifestantes queimaram pneus, pedaços de pau e galhos de árvore em frente ao Centro de Saúde Ozino Clemente Costa, interditando um trecho da via e impedindo a entrada e saída de veículos do município, que fica na Região Metropolitana de São Luís. Os ônibus que fazem a linha na região não estão circulando.
Entre as principais reivindicações dos manifestantes estão melhorias na infraestrutura da região e uma nova ambulância para o centro de saúde. Além disso, os moradores reclamam do atraso em algumas obras públicas realizadas na área.

Moradores queimam pneus e galhos de árvore em frente ao centro de saúde do bairro.

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Moradores interditam ponte sobre o Rio Itapecuru, na BR 222

   
 
Ponte sobre o Rio Itapecuru foi totalmente tomada pelos manifestantes
Ponte sobre o Rio Itapecuru foi totalmente tomada pelos manifestantes
A cidade de Itapecuru-Mirim (108 km de São Luís) também aderiu à onda de manifestações que vem tomando conta do país. Na manhã desta terça-feira (25/6) um grupo interditou a ponte sobre o Rio Itapecuru, na BR 222, desde às 8h.

A principal reivindicação do movimento, que é composto por moradores e comerciantes locais, é a conclusão das obras de recuperação da ponte sobre o Rio Itapecuru. Segundo informações, a insatisfação é devido à lentidão da reforma, que é de responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura (DNIT), que já se prolonga há quase um ano.

Devido a esse problema, a população se organizou, através das redes sociais, para manifestar a sua revolta com o descaso. A concentração do protesto foi em frente à Prefeitura Municipal, na Avenida Brasil, centro da cidade. Em seguida, o grupo saiu em passeata até a ponte. O protesto durou mais de oito horas e terminou por volta das 16h.
 
O bloqueio prejudicou o acesso a várias cidades, como por exemplo, Vargem Grande, Presidente Vargas, Nina Rodrigues, Chapadinha, Brejo, Mata Roma, Anapurus, etc. E também para cidades do Estado do Piauí, como: Luis Corrêa, Parnaíba, Esperantina, entre outras.

Polícia não tem resposta para assassinato de menina de 11 anos no Jota Lima

Gabriele da Silva Coelho foi encontrada pelo tio, identificado por Paulo Soares da Silva, dentro de casa onde morava com ele e a mãe.
 
SÃO LUÍS - A Polícia Civil está investigando o assassinato de Gabriele da Silva Coelho, de 11 anos, ocorrido na tarde desta terça-feira (25), na Vila Jota Lima, no município de São José de Ribamar. O corpo, segundo a Polícia Militar, foi encontrado pelo tio da vítima, identificado por Paulo Soares da Silva, sob uma poça de sangue, dentro de casa onde morava com ele e a mãe, que havia saído para trabalhar.
Paulo chegou a ser detido pela polícia, mas prestou depoimento e acabou sendo liberado por falta de provas contra ele. Ele disse que estava na rua, precisou entrar em casa e se deparou com a sobrinha morta. Ele identificou a mãe da criança como Josilene Soares da Silva, que chegou horas depois do crime.
O local da barbárie, a Rua 15, na localidade, foi tomado por centenas de curiosos, que deram trabalho tanto à PM quanto à equipe de peritos do Instituto de Criminalística (Icrim), que desejavam isolar a cena do crime. Policiais da Delegacia Especial de São José de Ribamar e da Delegacia de Homicídios (DH) de São Luís também estiveram no local.
O delegado Jeffrey Furtado, titular da delegacia especializada, ainda não tem informações sobre a autoria, tampouco a motivação do crime, que chocou a população da cidade balneária.

Governadora garante reavaliação de investimentos do Ministério da Saúde

 
BRASÍLIA - A governadora Roseana Sarney foi recebida em audiência, pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha, no fim da tarde desta terça-feira (25), na sede do Ministério. No encontro, ela entregou relatório técnico do setor no Maranhão e pleiteou incentivos e novas ações do Governo Federal no Estado.
“O ministro reconheceu os avanços já alcançados na área pelo governo do Estado, pois estamos à frente de todos os outros Estados em investimentos no setor da saúde. Ao fim, ele se comprometeu a intensificar ainda mais a presença do Ministério da Saúde no Maranhão”, destacou a governadora.
Roseana Sarney, também, solicitou ao ministro uma revisão nos valores de investimento no setor no Maranhão. “Mesmo sendo o Estado a desenvolver o maior programa na área de saúde, o Maranhão é o que menos recebe recursos per capita”, assinalou a governadora, destacando que o ministro foi bastante solícito e se comprometeu a analisar o assunto.
Na ocasião, Roseana Sarney fez um relato detalhado das ações realizadas, incluindo o "Programa Saúde é Vida". De acordo com o relatório entregue, entre outros pontos enfocados, dos 64 hospitais de pequeno porte (20 leitos), 18 foram inaugurados e estão em funcionamento; 34 estão prontos e sendo equipados; e 14 serão concluídos até o fim deste ano.
Do total de oito Hospitais Regionais (de 50 leitos) previsto no programa, 5 já foram inaugurados e 3 estão prontos, recebendo equipamentos. Também foram construídas e entregues as 10 Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), houve incremento de 710 leitos de enfermaria; de 190 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e de 70 leitos de Unidade de Cuidados Intensivos (UCI).
A governadora, também, explicitou os valores investidos somente em manutenção da rede de saúde no Estado. Anualmente, os recursos somam R$ 750 mil, sendo R$ 560.959.823,40 oriundos do Tesouro Estadual e R$ 189.040.176,00 do Governo Federal.
Ao fim, a governadora afirmou que o encontro foi bastante positivo. “O ministro Padilha já esteve no Maranhão, conhece nossos esforços para melhorar cada vez mais o atendimento no setor de saúde, por isso estou confiante que firmaremos novas parcerias”, ressaltou a governadora Roseana.
As informações são da Secom do governo do Estado.

Bandidos explodem três caixas eletrônicos do BB em Gonçalves Dias

Os caixas eletrônicos estavam abastecidos com a importância de R$ 200 mil.
 
SÃO LUÍS - Oito homens explodiram três caixas eletrônicos da agência do Bradesco do município de Gonçalves Dias. O caso aconteceu na madrugada desta quarta-feira (25). A informação foi dada pelo delegado Paulo Artur, da Regional de Presidente Dutra, que está investigando o crime.
Segundo informações, os caixas eletrônicos estavam abastecidos com a importância de R$ 200 mil e cheques. Os bandidos, que estavam em quatro motos, fugiram em direção ao povoado Fazendinha. A polícia já na perseguição da quadrilha.

Depois de pressão popular, Câmara rejeita PEC 37

A proposta foi rejeitada por 430 votos favoráveis, contra apenas nove votos contrários.
BRASÍLIA - A pressão das manifestações populares das últimas semanas, em todo o país, resultou hoje (25) na derrubada da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 37, que limitava os poderes de investigação do Ministério Público. Aprovada na Comissão de Constituição e Justiça e na comissão especial que analisou o mérito, a proposta foi rejeitada por 430 votos a favor, 9 contrários e 2 abstenções. Com a rejeição, a PEC vai ao arquivo.
Logo após a rejeição da PEC, as centenas de pessoas que acompanharam a sessão das galerias da Câmara, cantaram um trecho do Hino Nacional. Os manifestantes, em sua maioria representantes do Ministério Público e agentes da Polícia Federal, aplaudiram todos os encaminhamentos favoráveis à rejeição da proposta.
A derrubada da PEC 37 era uma das principais bandeiras dos movimentos populares que têm tomado às ruas de várias cidades brasileiras e do exterior. Por definir que o poder de investigação criminal seria restrito às policias Federal e Civil, a proposta foi considerada como “PEC da impunidade”.
Por duas vezes, o presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), apelou para que a rejeição fosse unânime a fim de que a Casa ficasse em sintonia com o clamor das ruas. Autor da PEC, o deputado Lourival Mendes (PTdoB-MA) foi o único a defender a aprovação da proposta. Segundo ele, “um erro de percurso”, em referência às manifestações, fez com que a PEC fosse considerada “nefasta”.

Praça Deodoro, em São Luís, tem mais uma tarde de manifestações

Concentração teve início por volta das 16h, próximo à Biblioteca Pública Benedito Leite.
SÃO LUÍS – Manifestantes tomaram conta, na tarde dessa terça-feira (25), da Praça Deodoro, no Centro de São Luís. A concentração foi próximo à Biblioteca Pública Benedito Leite, por volta das 16h. O protesto faz parte de uma série de manifestações programadas, por meio da internet, com a pauta de reivindicações que segue a dos protestos ocorridos nas últimas semanas em todo o país.
Mais cedo, a tranquilidade marcou o início da tarde no bairro da Cohab, onde foi programada uma manifestação, às 16h. Em um dos bairros mais movimentados da Região Metropolitana, conhecido pela intensa atividade do comércio, o que se viu ontem (25) foram ruas e avenidas com pouco tráfego. A forte chuva que atingiu a capital, também, atrapalhou a concentração dos manifestantes.
Para esta quarta-feira (26), foi programada por meio da internet uma nova manifestação em frente à Assembleia Legislativa, no Cohafuma, às 17h. Havia outro protesto marcado para o início da manhã na área Itaqui-Bacanga, mas foi adiado para a sexta-feira (28), devido à situação de instabilidade na região.

terça-feira, 25 de junho de 2013

Dilma propõe cinco pactos e plebiscito para reforma política

A presidente Dilma Rousseff propôs ontem "cinco pactos em favor do Brasil" a governadores e prefeitos.
Brasília - A presidente Dilma Rousseff propôs na tarde de ontem aos 27 governadores e aos 26 prefeitos de capitais convidados por ela para reunião no Palácio do Planalto a adoção de cinco pactos nacionais (por responsabilidade fiscal, reforma política, saúde, transporte, e educação).
Em relação ao segundo pacto, a presidente apresentou a proposta de convocação de um plebiscito para que o eleitorado decida sobre a convocação de um processo constituinte específico destinado a fazer a reforma política.
 
 
 
 
Leia mais na edição on line de O Estado.

Manifestações já ocorreram em mais de 20 cidades do MA

Hoje e nos próximos dias estão marcados protestos em outros municípios do estado, como Itapecuru-Mirim e Presidente Dutra.
Os protestos populares cobrando mais atuação de diversas esferas do poder público se espalharam por município do Maranhão na última semana. Já ocorreram manifestações em mais de 20 municípios do interior e novas manifestações estão agendadas para os próximos dias.
Até o momento, já ocorreram manifestações em Imperatriz, Bacabal, Bacabeira, Barra do Corda, Grajaú, Santa Inês, Paço do Lumiar, Balsas, Morros, Caxias, Açailândia, Carolina, Rosário, Santa Luzia, Timon, São José de Ribamar, Bom Jardim, Timbiras, Coroatá e outras.
 
 
 
 
Leia mais na edição on line de O Estado.

Prazo para matrícula no Sisu termina hoje

O estudante que perder o prazo, perde a vaga.
BRASÍLIA - Os candidatos selecionados na primeira chamada do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) têm até esta terça-feira (25) para fazer a matrícula nas instituições de ensino. O estudante que perder o prazo, perde a vaga. O resultado da edição de inverno do Sisu foi divulgado no último dia 17 e está disponível no site do programa.
O estudante deve verificar, na instituição de ensino que o convocou, o local, horário e os procedimentos para a matrícula. Os aprovados nessa primeira chamada com base na primeira opção de curso serão automaticamente retirados do sistema.
O Sisu foi desenvolvido pelo Ministério da Educação para selecionar os candidatos às vagas das instituições públicas de ensino superior, a partir da nota no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A seleção é feita pelo sistema com base na nota obtida pelo candidato.
Os selecionados para a segunda opção de curso ou que não atingirem a nota mínima em nenhum dos dois cursos escolhidos podem permanecer no sistema e aguardar a segunda chamada, em 1º de julho. A matrícula da segunda chamada será feita nos dias 5, 8 e 9 do mesmo mês.
Os estudantes que não forem convocados em nenhuma das chamadas podem entrar na lista de espera entre os dias 1º e 12 de julho. Esses candidatos serão convocados a partir do dia 17, caso haja vaga não preenchida.
Esta edição do Sisu teve 788.819 estudantes inscritos. Foram oferecidas 39.724 vagas em 54 instituições públicas de ensino superior.

Motociclista alcoolizado e sem habilitação causa acidente

Por volta das 7h, a motocicleta colidiu com um ônibus em frente ao Mercado do Peixe, em SL.
SÃO LUÍS - Por volta das 7h desta terça-feira (25), um acidente entre uma motocicleta e um ônibus da empresa Araújo Locadora aconteceu em frente ao Mercado do Peixe. De acordo com informações da Polícia Militar, o motociclista Antônio Marcos Gonçalves Rodrigues, de 50 anos, estava alcoolizado e não possui carteira de habilitação. Ele bateu na traseira do ônibus e caiu, sofrendo escoriações na perna.
O motorista do ônibus, Raimundo Nonato, informou que, ao frear o ônibus quando o sinal fechou, só sentiu a pancada na traseira do veículo e viu o motociclista no chão. O ônibus levava funcionários de uma empresa da capital maranhense. No veículo, ninguém sofreu ferimentos. O motorista do ônibus relatou, ainda, que o motociclista estava visivelmente embriagado e vinha em alta velocidade.
O Corpo de Bombeiros e uma agente da SMTT já estavam no local prestando socorro e fazendo a perícia no local.

Governadora encaminha pleitos do Maranhão em reunião com Dilma

Roseana Sarney esteve presente no debate promovido no Palácio do Planalto.
BRASÍLIA - A governadora Roseana Sarney participou de reunião com a presidenta Dilma Rousseff, outros governadores de Estado e prefeitos das capitais, ocorrida nesta segunda-feira (24), no Palácio do Planalto, em Brasília. No encontro, foram debatidas ações e anunciadas medidas que objetivam a melhoria da prestação do serviço público no país.
“Concordo com as medidas que a presidenta Dilma apresentou durante a reunião e vou trabalhar pelos 5 pactos. Sou solidária com a presidenta e vou fazer valer o ponto de vista dela”, declarou a governadora. Roseana Sarney também esteve com o ministro da Justiça, Eduardo Cardozo e aproveitou para falar sobre as ações preventivas na área de segurança durante as manifestações no Maranhão. Cardozo apoiou o trabalho realizado e reforçou à governadora que ela deve manter as iniciativas no sentindo de manter a ordem pública.
Na ocasião, a governadora Roseana também encaminhou em relatório os pleitos do Maranhão à presidenta. “Esse encontro é muito importante para a nação. O Maranhão atende ao chamado da presidenta Dilma e se une ao esforço do Governo Federal para assegurar medidas que melhorem a vida do brasileiro. Estamos aqui para contribuir e propor ações que vão ajudar nesse processo de construção de um país melhor para todos nós”, declarou Roseana Sarney.
O relatório entregue pela governadora Roseana à presidenta foi elaborado por equipe de trabalho designada pelo Governo do Estado e destaca informações de cada área de investimento, incluindo PAC 2 (voltado à mobilidade urbana), Saúde, Educação e Segurança. As demandas encaminhadas destacam ações nesses setores. Como exemplo, estão o Financiamento de estudos, projetos e execução de obras de implantação de 30 Km de linha de transporte coletivo de massa a ser operada com Veículos Leves sobre Trilhos (VLT), com valor estimado de R$ 3,6 bilhões.
Propostas
Na reunião, a presidenta Dilma Rousseff anunciou que o Governo Federal vai disponibilizar mais R$ 50 bilhões para investimentos em obras de mobilidade urbana. Ao todo, 27 governadores e 26 prefeitos de capitais participaram do encontro. “Tenho certeza de que nos últimos anos, o Brasil tem tido grande investimento na área de transporte coletivo urbano. Nosso pacto precisa assegurar também uma grande participação da sociedade na discussão política do transporte, com maior transparência no cálculo das tarifas”, disse.
A presidenta também anunciou a criação de um Conselho Nacional de Transporte Público, com a participação da sociedade. A presidenta propôs umplebiscito a fim de convocar uma Constituinte para a reforma política, além de penas mais efetivas para corrupção, que poderá ser classificada como crime hediondo.
Na área de saúde, Dilma Rousseff convocou os governadores e prefeitos para que acelerem os investimentos já contratados em hospitais, unidades de Pronto-Atendimento e unidades básicas de Saúde e a ampliar a adesão de hospitais filantrópicos ao programa que troca dívidas por atendimentos. Também reforçou a intenção do governo de contratar médicos estrangeiros para trabalhar no Sistema Único de Saúde (SUS), principalmente em regiões onde faltam mais profissionais.
Para aumentar investimentos em educação – outro ponto do pacto nacional - Dilma reiterou que o governo defende a utilização de 100% dos royalties do petróleo e 50% do Fundo Social do pré-sal para o setor - a proposta depende de aprovação do Congresso Nacional.
As informações são da Secom do governo do Estado.
Foto: Fabio Rodrigues / Agência Brasil

sexta-feira, 21 de junho de 2013

Multidão toma as ruas do país em clima de protestos e violência

Segundo estimativas, meio milhão de pessoas foram às ruas de todas as regiões do Brasil. 
São Paulo/Brasília - As manifestações, que levaram mais de meio milhão de pessoas às ruas de todas as regiões do Brasil ontem, deixaram marcas de violência em diversas cidades, que culminaram com a tentativa de invasão do Ministério de Relações Exteriores em Brasília, onde houve princípio de incêndio.
As manifestações foram mantidas mesmo após diversas cidades do país anunciarem, quarta-feira, o recuo no aumento da tarifa de transporte público, reivindicação que deflagrou a onda de protestos por todo o Brasil.
Em Brasília, um grupo do Batalhão de Choque do Exército estava posicionado em frente ao Palácio do Planalto, local que a presidente Dilma Rousseff deixou por volta de 20h30 rumo ao Palácio do Alvorada, sua residência oficial.
Entre os gritos de ordem dos manifestantes ouvidos em Brasília estavam críticas aos gastos públicos com a Copa do Mundo de 2014 e, assim como ocorreu nos últimos dias, a rejeição aos partidos políticos.
"Ordem e Progresso, porque senão eu subo no Congresso", gritavam manifestantes em frente à sede do Legislativo em Brasília, onde 20 mil pessoas participavam do protesto, segundo a Polícia Militar. "Da Copa eu abro mão, eu quero é mais dinheiro para a saúde e educação", cantavam. A cavalaria da PM do Distrito Federal se posicionou para bloquear os acessos ao Palácio do Planalto e ao Supremo Tribunal Federal (STF).
A maioria das manifestações era pacífica, mas, além de Brasília, Salvador também registrou confronto entre a polícia e um grupo de pessoas que tentava furar um bloqueio e ir em direção à Arena Fonte Nova, onde as seleções de Nigéria e Uruguai se enfrentaram pela Copa das Confederações.

Leia mais na edição on-line de O Estado.

Manifestantes ateiam fogo em pneus e interditam BR-010

A rodovia Belém-Brasília só foi liberada por volta da 1h da madrugada desta sexta-feira (21).
 
IMPERATRIZ – Depois de um manifesto pelas ruas do Centro de Imperatriz, um grupo de manifestantes seguiu para a BR-010 e interditaram alguns pontos ao longo da rodovia. Pneus, papelão e paus foram queimados no meio da via impedindo o tráfego de veículos.
Os manifestantes se juntaram e seguiram em direção à ponte sobre o riacho Cacau, entrada da cidade. Lá, um amontado de objetos foi queimado e o trânsito nas três pistas da BR interrompido, o congestionamento chegou a quase 3 km.
Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), foi solicitado o apoio da força tática da Polícia Militar para tentar uma negociação com os manifestantes e liberar o trânsito na Belém-Brasília.
Os manifestantes pediam algum representante da prefeitura para negociar, eles reivindicam, principalmente, a quebra de contrato com a empresa Viação Branca do Leste (VBL), que detém a maior parte do transporte coletivo de Imperatriz.
A rodovia só foi liberada por volta da 1h da madrugada de hoje (21), depois da negociação com a PRF e o acerto de uma reunião às 16h de hoje com representantes da prefeitura e Ministério Público.

Manifestação em ITZ começa pacífica e termina em confusão

Depois um protesto pacífico pelo centro, a manifestação se concentrou em frente à prefeitura.
IMPERATRIZ - A concetração começou às 16h na Praça de Fátima, no Centro da cidade. Rostos pintados, cartazes nas mãos, faixas e muitas palavras de ordem, foi assim que os manifestantes se juntaram asntes de seguir pelas ruas. Por volta das 17h40 as pessoas saíram pelas ruas do Centro de Imperatriz, passando pela Câmara de Veredadores até chegar em frente a prefeitura, local em que ficaram por algum tempo até começaraem a se dispersar.

Durante a concentração dos manifestantes, até a fachada da Catedral de Fátima serviu de espaço para os protestos.
Milhares de pessoas se concentraram na Praça de Fátima, no Centro da cidade, antes de sair pelas ruas em protesto.

Grupos indígenas de aldeias próximas, também, participaram do movimento e pediam a garantia de direitos.

Em frente à prefeitura, a PM teve que usar da força em alguns momentos para afastar um grupo pequeno de vândalos que atiravam objetos contra o prédio da sede do governo municipal.

Matrículas do Sisu podem ser feitas a partir desta sexta-feira

Os candidatos devem fazer a matrícula nas instituições até terça-feira (25).
BRASÍLIA - Começam nesta sexta-feira (21) as matrículas dos candidatos selecionados na primeira chamada do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Os candidatos devem fazer a matrícula nas instituições até terça-feira (25). Os aprovados na primeira opção de curso serão automaticamente retirados do sistema. Caso não façam a matrícula na instituição para a qual foram selecionados, perdem a vaga. A lista dos candidatos selecionados pode ser consultada clicando aqui.
O Sisu foi desenvolvido pelo Ministério da Educação para selecionar os candidatos às vagas das instituições públicas de ensino superior a partir da nota obtida no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A seleção é feita pelo sistema com base na nota obtida pelo candidato.
A segunda chamada deve ser divulgada em 1º de julho, com matrícula nos dias 5, 8 e 9 do próximo mês. Quem não for convocado em nenhuma das chamadas poderá aderir a uma lista de espera, no próprio site do Sisu, entre os dias 1º e 12 de julho. Esses candidatos serão convocados a partir do dia 17 de julho caso haja vaga não preenchida.
O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do segundo semestre deste ano teve 788.819 estudantes inscritos. Nesta edição, foram ofertadas 39.724 vagas em 54 instituições públicas de ensino superior.

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Homem é preso por latrocínio em Itapecuru-Mirim

 
ITAPECURU-MIRIM - Na última quarta-feira (19), um homem foi preso por latrocínio em Itapecuru-Mirim (MA). Francinaldo Mendes, conhecido como "Pio", tem 22 anos e é apontado como responsável pelo homicídio de uma mulher de 24 anos de idade na última segunda-feira (17), no povoado São Francisco, localizado no mesmo município. Ontem (19), durante a ação realizada pela polícia, um adolescente também foi apreendido.
Os dois suspeitos teriam assassinado a vítima com pauladas e 26 facadas. Em seguida, teriam levado um relógio, um colar e a quantia de R$ 300.
Francinaldo Mendes foi autuado por latrocínio. De acordo com a polícia, ele teria sido responsável por vários outros assaltos na região. O suspeito permanecerá detido na Delegacia Regional à disposição da Justiça. Já o adolescente foi encaminhado para São Luís.

Veja a manifestação em São Luís em galeria de fotos

SÃO LUÍS - A manifestação "Vem pra rua", iniciada na tarde desta quarta-feira (19), em frente à Biblioteca Pública Benedito Leite, contou com a participação de 15 mil pessoas, segundo a organização do evento, que caminharam pelo Centro de São Luís e protestaram de forma pacífica. Veja os principais momentos da manifestação em fotos:
.

 

Quebradeira e pichações tomam conta de fachada da prefeitura

Manifestantes retiraram até as bandeiras que ficam na frente do local.
 
SÃO LUÍS - O que poderia ter sido apenas uma manifestação pacífica acabou causando alguns estragos na sede da Prefeitura de São Luís na noite desta quarta-feira (19). A manifestação "Vem pra rua", iniciada na tarde de ontem, em frente à Biblioteca Pública Benedito Leite, contou com a participação de 15 mil pessoas, que caminharam pelo Centro de São Luís, realizando um protesto de forma pacífica. Entretanto, uma minoria ousou em depredar o Palácio La Ravardière, com pichações, quebrando janelas e arrancando bandeiras.
Alguns manifestantes causaram estragos na sede da Prefeitura de São Luís/Foto: Jacelena Dourado.
Alguns manifestantes causaram estragos na sede da Prefeitura de São Luís/Foto: Jacelena Dourado

Além dos estragos deixados na sede, uma parte da manifestação decidiu confrontar a cavalaria da Polícia Militar atirando foguetes, pedras, vidros e latinhas. O pátio do Palácio dos Leões, sede do governo estadual, foi invadido. Ao fim, três prisões foram efetuadas.
Segundo informações da repórter Jacelena Dourado, do Imirante.com, guardas municipais estão no local vistoriando os estragos causados no local.

terça-feira, 18 de junho de 2013

Mulher é suspeita de mandar matar o ex-marido


Um homem identificado como Almir de Sousa Santos foi assassinado durante a madrugada desta segunda-feira (17), no bairro J. Câmara, localizado no município de São José de Ribamar.
A vítima estava chegando em sua residência, quando foi abordado por dois elementos em uma moto. Os homens efetuaram vários disparos e Almir morreu na hora.
Segundo informações preliminares, existe a suspeita de que a ex-mulher da vítima seja a mandante do homicídio.
Outro caso:
No município de Santa Helena, por volta das 8h da manhã do domingo, um homem conhecido como “Preto” foi morto a tiros por um elemento conhecido como “Ribinha”. A vítima não resistiu aos ferimentos e morreu no local.