terça-feira, 8 de maio de 2012

Prisão de falsificador revela fraude eleitoral na Baixada

A prisão, na última sexta-feira (4), do falsificador Deyslan Silva Mendes, de 27 anos, no município de Santa Helena, e documentos apreendidos numa casa e numa fazenda revelaram um grande esquema de fraude eleitoral na Baixada Maranhense. Segundo a polícia, Marcel Everton Silva, o “Marcel Curió”, filho do prefeito de Turilândia, Domingos Savio Fonseca Silva, o “Domingos Curió”, está envolvido nas fraudes, assim como seu pai. Marcel é pré-candidato a prefeito de Governador Nunes Freire. Outros políticos também podem ter sido beneficiados com as falsificações. O delegado de Nunes Freire, Ricardo Pinto Aragão, que está à frente das investigações, apontou os nomes do vice-prefeito de Governador Nunes Freire, Edmilson Medeiros Santos, o “Pachico”, 51 (PDT); do vereador Raimundo Pedro Costa, 38 (PSD), de Turilândia, e de outro filho de Domingos Curió, conhecido como Paulo Curió.
As investigações que resultaram na operação policial que prendeu Deyslan Silva Mendes – levada a cabo por policiais civis de Junco do Maranhão, Maracaçumé, Santa Helena e Governador Nunes Freire – tiveram início no dia 25 de abril passado, quando três pessoas foram presas em flagrante em posse de documentos falsos para adquirir transferência de títulos eleitorais. Foram presos, na ocasião, João de Deus Silva, Edinalva da Silva Melo e a agenciadora Valdemira Martins Matos, surpreendidos em flagrante com documentos falsificados da Cemar, do Banco do Brasil e da Oi.
Deyslan Mendes e ‘Marcel Curió’: fraudes em benefício de políticos da Baixada
Portando mandados de prisão e busca domiciliar, expedidos pela juíza Raquel Araujo Castro Teles de Menezes, com o parecer do promotor Hagamenon de Azevedo, a polícia diligenciou à residência do falsificador Deyslan Mendes, em Santa Helena.
No local, foram apreendidas impressoras e uma grande quantidade de material falsificado, inclusive informatizado. Entre os documentos, foram encontrados extratos bancários e envelopes do Banco do Brasil e do Itaú, além de certidões de nascimento, casamento, carteiras de identidade, documentos de cartórios eleitorais de alguns municípios, CPFs, certidões de óbito, IPVA e mandados de busca e apreensão expedidos pela 7ª Vara Cível de São Luís.
Já em Governador Nunes Freire, numa busca realizada na fazenda do pré-candidato a prefeito de Governador Nunes Freire, Marcel Everton Silva, foi encontrado vasto material, fruto de falsificação, com documentos públicos e privados e até mesmo símbolos dos poderes Judiciário e Executivo.
“Achamos inclusive títulos de eleitor duplicados e documentação da Caema”, disse ao JP o delegado Ricardo Pinto.
Segundo o delegado, as fraudes vinham sendo realizadas desde 2008, e vários políticos – entre eles o atual prefeito de Turilândia, Domingos Curió, teriam sido eleitos por meio delas.
Entre os documentos falsificados apreendidos, 1.500 foram utilizados nas eleições passadas (2008) e 730 seriam usados por Marcel Curió. Em depoimento, Deyslan teria afirmado, segundo a polícia, que recebeu o valor de R$ 5 mil nos trabalhos realizados durante a eleição de 2008, e que, para as falsificações que estavam sendo feitas para o próximo pleito, receberia por cada 200 lotes de documentações “fabricadas” a quantia de R$ 50 mil.
Conforme o delegado Ricardo pinto, pelo menos 10 políticos estão diretamente envolvidos nas fraudes e foram beneficiados com o esquema. De forma indireta, aproximadamente 400 pessoas participavam do processo.
“Encontramos também vários documentos da Previdência Social, que indicam que as fraudes eram feitas igualmente com o nome de pessoas mortas”, informou o delegado de Nunes Freire, que garantiu que “todos os envolvidos no esquema fraudulento serão indiciados”.
O pré-candidato a prefeito de Governador Nunes Freire, Marcel Curió, não foi encontrado na fazenda em que a polícia realizou busca e apreensão. Ele teve sua prisão pedida.
Ao ser interrogado, Deyslan Mendes teria afirmado à polícia que trabalhou no Cartório do Fórum de Santa Helena e no Tribunal de Justiça de São Luís, mas o TJ-MA negou que o acusado tenha tido qualquer vínculo empregatício com a instituição

Professor de informática é preso suspeito de clonar cartões de créditosAs compras indevidas giravam em torno de R$ 1.000,00.

As compras indevidas giravam em torno de R$ 1.000,00.


SÃO LUÍS - Policias civis da Delegacia de Defraudações prenderam um professor de informática, acusado de prática de crime de estelionato previsto no art. 171 do Código Penal. Gustavo Deivison Caldas Viana, 24 anos, mora no bairro Vila Palmeira.
Segundo informações da Polícia Civil, ele estava fazendo compras de cestas de café da manhã e lanches de uma empresa de telemensagem, situada no bairro do Coroadinho, utilizando indevidamente cartões de crédito de terceiros. Ainda segundo a polícia, a empresa teria informado que o autor do crime já havia realizado outras três compras utilizando o mesmo artifício.
Gustavo ligava, fazia a encomenda, passava o número do cartão o código de segurança e validade. A compra era aceita inicialmente pela operadora e passado alguns dias o titular do cartão contestava o débito e a fatura retornava para a empresa, lesando seu faturamento. As compras indevidas giravam em torno de R$ 1.000,00.
Além de confessar a prática delitiva, Gustavo Viana afirmou que teve acesso aos números dos cartões de crédito de clientes de uma empresa de telemarketing na qual trabalhou.
Após a autuação, Gustavo Deivison Caldas Viana foi encaminhado para o Centro de Triagem em Pedrinhas

'Sempre quis ficar no Flamengo' afirma Botinelli.

Manifestação da torcida e opnião familiar foram essenciais para permanência do jogador.

Botinelli não aceitou ir para o Cruzeiro

Envolvido em uma troca com o zagueiro Victorino, do Cruzeiro, sem ser avisado pelo Flamengo, Bottinelli falou pela primeira vez da recusa à transferência que foi dada como certa pela diretoria do clube, mas acabou não acontecendo. Adaptado à cidade e ao clube, o apoiador afirmou que nunca cogitou deixar o Flamengo e espera continuar a sequência de jogos no time titular e ajudar o time a ir bem no Campeonato Brasileiro.
"Nunca procuramos isso. Colocaram no jornal que estava à frente. Sempre quis ficar no Flamengo e falei com a minha família. Meus filhos apoiaram. Vi também manifestações da torcida para eu ficar. Espero fazer um bom Brasileiro", disse Bottinelli, acrescentando que logo conversou com companheiros do elenco sobre a possibilidade.
"Falei para os jogadores que queria ficar no Flamengo. Minha cultura sempre foi ficar aqui e continuar no Flamengo".
Bottinelli teve bom início neste ano, mas não chegou a ser titular absoluto. O meia alternou bons e maus momentos e espera por mais chances durante o Brasileiro.
"Sabe quantos jogos eu joguei neste ano? Fui o jogador que mais joguei no Carioca e na Libertadores. Espero continuar assim, jogando. Quem garante que eu iria para o Cruzeiro e eu iria jogar? Só queria ficar aqui e ganhar coisas importantes. Queria terminar e jogar todo o Brasileiro", encerrou

Mano Menezes fará convocação nesta sexta-feira para série de quatro amistosos

Dinamarca, Estados Unidos, México e Argentina serão os adversários.


A Seleção Brasileira divulgou que vai fazer uma convocação na próxima sexta-feira, dia 11 de maio, às 10h, em um hotel em Copacabana, no Rio de Janeiro. A lista vai servir para os próximos quatro amistosos da equipe, contra Dinamarca, Estados Unidos, México e Argentina.
Será uma sequência de quatro partidas. A primeira será contra a Dinamarca, dia 26 de maio, nem Hamburgo, na Alemanha. Quatro dias depois a Seleção vai até Washington, enfrentar a seleção dos Estados Unidos. E lá fica para os dois compromissos seguintes.
O primeiro será em Dallas, no dia 3, contra o México, e termina a sequência em New Jersey, no clássico com a Argentina.

Andarilho é assassinado a vários golpes de faca

Corpo da vítima foi encontrado nu e degolado às margens de um matagal por moradores da área.

Um andarilho identificado como Alex Reis Gomes, de 20 anos, foi barbaramente assassinado com 12 facadas, na madrugada de ontem, na Vila Progresso, em Pedrinhas. O corpo da vítima foi encontrado nu e degolado, no início da manhã, à beira de um matagal, localizado atrás do Centro de Detenção Provisória (CDP). Policiais militares do 6º Batalhão, que fazem a Ronda da Comunidade na área do Maracanã, foram acionados por moradores e levantaram algumas hipóteses para a dinâmica do crime. A mais evidente seria a de que o andarilho teria travado uma luta corporal com o assassino, devido aos vestígios deixados no local

Falta de acordo entre SET e rodoviários pode levar a greve

Sem acordo categoria vai cruzar os braços por tempo indeterminado.

Quinta-feira, dia 10, é o prazo dado pelo Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário do Estado do Maranhão (Sttrema) para que o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de São Luís (SET) entre em contato com os rodoviários para mais uma rodada de negociação. Caso contrário, a partir desta data, motoristas, cobradores de fiscais de ônibus podem paralisar as atividades por tempo indeterminado, até que suas reivindicações sejam atendidas.

CNJ fará campanha sobre imprensa livre após morte de Décio Sá

Ayres Britto diz que a ação é reação às quatro mortes de jornalistas ocorridas no país este ano.


SÃO PAULO - O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Carlos Ayres Britto, disse ontem que pretende desenvolver no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) um programa de conscientização sobre a importância da liberdade de imprensa. A medida é uma reação do Judiciário às quatro mortes de jornalistas registradas no país em 2012, consideradas por Britto como lamentáveis.
A última delas ocorreu no final de abril, quando o jornalista Décio Sá, do jornal "Estado do Maranhão", foi morto com tiros em frente a um bar em São Luís. Ayres Britto falou sobre o assunto no encerramento do Seminário Internacional de Liberdade de Expressão, organi0zado pelo Instituto Internacional de Ciências Sociais (IICS), em São Paulo:
- Pretendo, junto ao CNJ, desenvolver programas, e quem sabe até campanhas, esclarecendo a decisão do Supremo que foi pela plenitude da liberdade de imprensa. Quem sabe o nível de intolerância diminua.
Segundo o presidente do STF, as mortes são preocupantes e um "atentado contra a vida e a livre expressão".

Eleitores devem regularizar situação até esta quarta-feira

Prazo, também, é válido para quem vai tirar o título pela primeira vez.

Foto: Arquivo/De Jesus/O Estado

SÃO LUÍS – Termina, nesta quarta-feira (9), o prazo para que os eleitores com pendências regularizem o título de eleitor para votar nas eleições municipais deste ano – consulte sua situação eleitoral no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O prazo, estabelecido pelo calendário eleitoral, também, é válido para quem vai tirar o título pela primeira vez ou transferir o local de votação para outro município ou zona eleitoral.
De acordo com o desembargador José Bernardo da Silva Rodrigues, quem não regularizar sua situação eleitoral vai ficar em débito com a Justiça Eleitoral. "Tudo o que implica no registro ou cadastro na Justiça Eleitoral encerra-se amanhã, para que haja tempo para a conferência, para que haja tempo para verificações, e que se possa ter uma relação com os eleitores de forma limpa, sem nenhum problema", afirmou em entrevista ao Imirante na manhã desta terça-feira (8). O desembargador alerta que o eleitor não pode ser representado por terceiros.
O prazo é válido, também, para municípios que já passaram por revisão eleitoral para a implementação do sistema de votação biométrico.
Documentos necessários
O interessado em tirar o título pela primeira vez deve procurar o cartório eleitoral responsável por sua região – consulte o endereço no site do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Maranhão, levando carteira de identidade, certificado de quitação com o serviço militar (no caso de homem maior de 18 anos) e comprovante de residência. Carteira de habilitação e o passaporte não são aceitos para o fim de identificação. Para transferência do local de votação, basta levar o documento de identidade com foto e o comprovante do novo endereço.
Atendimento especial
O eleitor portador de necessidades especiais e os idosos, também, têm até esta quarta-feira para pedir transferência para uma seção especial, de fácil acesso. Idosos são dispensados da obrigatoriedade do voto a partir dos 70 anos. Portadores de necessidades especiais que comprovem sua dificuldade de locomoção podem ser dispensados de multa.
Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 0800-098-5000 (ligação gratuita).