segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Assaltantes fazem “raspa” em fórum de Açailândia


Três homens armados renderam um vigia e invadiram o Fórum de Açailândia, na noite do último sábado (10).
Eles amarraram o único vigilante que fazia segurança do local e lhe tomaram a arma antes de entrar.
Dentro do prédio, fizeram uma verdadeiro “raspa”. Arrombaram todas as portas e levaram alguns processos.
Há suspeitas de que os bandidos também procuravam por armas, mas não há confirmação de que tenham levado alguma.
A policia já investiga o caso desde a manhã de ontem (11).

Em menos de uma semana dois corpos são encontrados no Beira Rio

Outro corpo foi encontrado na região do Beira Rio. No último dia 9, o corpo de Reginaldo da Silva Neves, de 19 anos, foi encontrado na área da Vila do Povo (leia mais aqui) e hoje (12) outro cadáver foi achado, dessa vez em um sítio localizado na MA 202.
O morto foi identificado como  Francisco da Silva Lima, de 37 anos, que é um caseiro que residia no sítio. Ele foi encontrado como duas perfurações de arma branca na cabeça, uma na testa e um corte na boca.
A vítima, que residia e trabalhava no local há três anos, havia saído para uma festa e  voltou para o sítio em uma moto vermelha. O veículo foi encontrado ao lado do corpo.
Segundo populares, Francisco era um homem que se dava bem com a vizinhança, inclusive jogava bola com muitos dos moradores da região.
A polícia já  iniciou os trabalhos para identificar os acusados do homicídio, assim como o que teria motivado o crime.


 

Advogado de Bruno afirma que Eliza Samudio está viva


Os advogados do goleiro Bruno revelaram ontem (8) uma informação que pode mudar os rumos do julgamento do atleta, que acontecerá no dia 19.
O advogado Francisco Simim, que defende Bruno, afirmou possuir provas de que Elizia Samudio esteve em um hotel na Bolívia um mês depois do goleiro ser preso, acusado se seu sequestro e morte.
- Ela foi para Governador Valadares (MG) e pagou R$ 4 mil para conseguir um passaporte falso. Com isso, ela foi para a Bolívia e ficou em uma cidade chamada Guayaramirin. O nome dela hoje é Olívia Guimarães Lima e está em algum lugar no mundo – afirmou.
Segundo Simim, as informações foram passadas por Luiz Henrique Timóteo, que teria tido dois filhos com a já falecida mãe do goleiro.
- Este padrasto do Bruno está preso, é um detento federal, estelionatário e me passou tudo. Ele será uma de nossas bombas no julgamento. Tenho plena confiança de que vamos levar essa – disse.
Faltando pouco menos de duas semanas para o julgamento, a defesa do goleiro Bruno ainda tenta adiá-lo na Justiça.

Pense em muita maconha apreendida! 51 kg

Maconha apreendida durante ação. O acusado e os policias
Uma ação de policiais militares da cidade de Governador Archer apreendeu 51 quilos de maconha, distribuídos em 59 tabletes, que estariam sendo transportados para a cidade de Codó.
A apreensão ocorreu nesta sexta-feira (9) em abordagens da PM realizadas no Povoado Barreiras, município de Dom Pedro, a 17 quilômetros de Governador Archer.
A PM conseguiu localizar a droga durante rondas realizadas na região. De acordo com a Polícia Militar, um veículo Fiat Uno com placa da cidade de Timbiras apresentava problemas nos faróis traseiros e dianteiros, o que despertou a atenção dos policiais.
Em revista no veículo, foram encontrados 17 tabletes de maconha dentro de um recipiente utilizado para transportar frutas e verduras que se encontravam no banco traseiro do carro. No porta-malas foram localizados os demais tabletes.
O condutor do veículo, identificado por Carlito Pereira, de 44 anos, também foi preso.
Em depoimento à polícia ele relatou que estaria trazendo a droga da cidade de Barra do Corda e levando para distribuição no município de Codó. A droga foi comprada na Aldeia indígena Canaã, no município de Genipapo dos Vieiras.
Todo o entorpecente apreendido e o acusado foram levados para a Delegacia Regional de Presidente Dutra, onde seriam lavrados os procedimentos pela delegada Karla Simone Barbosa Saraiva.
Efeitos da droga 
Segundo matéria publicada pela revista Veja, em recente edição, a ciência vem produzindo provas de que o consumo da cannabis – maconha – faz muito mal para o usuário crônico (quem fuma um cigarro por semana durante um ano).
E se o consumo for na adolescência as consequências são piores e se arrastarão para o resto da vida.
Estudos de treze renomadas instituições de pesquisas, entre elas as universidades de Duke, EUA e de Otago, Nova Zelândia, os pesquisadores acompanharam 1.000 voluntários durante 25 anos.
Eles começaram a ser estudados a partir dos 13 anos, em dois grupos: fumantes e não fumantes de maconha.
Ao compararem os grupos ficou clara a questão do dano à saúde dos adolescentes usuários de maconha que mantiveram o hábito até a idade adulta, como: queda significativa no desempenho intelectual e baixo rendimentos em testes de memória, concentração e raciocínio rápido.
- Se o usuário crônico acha que está bem, a ciência mostra que ele poderia estar muito melhor sem a droga. A maconha priva a pessoa de atingir todo o potência de sua capacidade – afirma um dos mais respeitados estudiosos no assunto, o psiquiatra Ronaldo Laranjeira, da Universidade Federal de São Paulo.
Com mais de 220 milhões de usuários no mundo, a maconha é internacionalmente a droga ilícita mais popular, sendo que cerca de 60% dos usuários são adolescentes. Quanto mais precoce for o consumo maior o comprometimento cerebral.
Um dos argumentos para a legalização da maconha é que se ela for vendida legalmente a mesma seria cultivada dentro da lei e industrializada.
Haveria aumento de oferta e os preços cairiam. Já os traficantes seriam ignorados e perderiam a sua ‘utilidade’, levando consigo os roubos, assassinatos, corrupção policial que a repressão à maconha provoca. Porém, é valido lembrar que traficante não vende só maconha.
É imprescindível que as evidências científicas sobre os incontestáveis danos da maconha a saúde sejam levados em conta na hora de se discutir a legalização da mesma no Brasil, pois a população só tem a ganhar com isso.

Ladrão é morto atacado por pit bulls

Um ladrão levou a pior após tentar roubar uma Associação da Usina de Santa Terezinha de Itaipu, em Paranacity, no noroeste do Paraná.

Ele morreu após ter sido atacado por três cães da raça pit bull durante a madrugada de domingo (11).

De acordo com a Polícia Civil, a vítima havia fugido da Penitenciária de Maringá, no norte do Paraná.

O homem, que tinha 38 anos, foi atacado pelos animais e teve ferimentos no braço e na cabeça.

A vítima ainda chegou a ser atendida, mas morreu horas depois do ataque. O corpo foi encontrado pelo caseiro do local. Ainda segundo a Polícia Civil, foi aberto um inquérito para apurar o caso.

Homem insiste em suicídio e consegue se matar

                         
O corpo de um homem de 33 anos foi encontrado morto na tarde desta sábado em sua residência.
José Hailton Silva teria recorrido ao suicídio.
O homem morava só em uma casa na Segunda Travessa São José, no bairro Vila Esperança,em São Luís.
De acordo com informações colhidas pela reportagem do GI Portal, no local, a vítima tentou o suicídio pela primeira vez na sala de sua casa utilizando um fio elétrico.
No entanto, o fio não suportou o peso e partiu.
Numa segunda tentativa, ele teria dobrado a fiação e amarrou em uma peça de madeira do telhado.
Foi quando sua tentativa acabou dando certo e sua vida acabou sendo ceifada tragicamente.
Segundo populares, o homem não demonstrava mau comportamento. Nos últimos dias, no entanto, ele vivia ingerindo bebida alcoólica de forma exagerada.
Ele estava separado da esposa e tinha histórico de ter sido vítima de abuso sexual na infância.
Na família da vítima há histórico de tragédias.
Um irmão de Hailton, identificado por “Bató”, morreu a facadas em um bar no mesmo bairro e uma irmã pode ter sido vítima de estupro.

Adolescente é morto com facada em Santa Inês

Um adolescente identificado como Raimundo Adriano Cardoso Costa, 14 anos, foi assassinado na noite deste domingo (11) em frente ao ponto de táxi da Praça da Matriz, em Santa Inês.

De acordo com o pai da vítima, ele passou a tarde assistindo jogo no Bairro do Aeroporto, local onde residia, e depois foi para a Praça da Matriz com amigos.

Raimundo estava encostado em sua bicicleta, em frente ao ponto de táxi quando um homem, acompanhado de sua namorada começou a discutir de longe com o garoto.

O homem se aproximou da vítima e desferiu um golpe de faca na altura do peito. Raimundo ainda tentou sair do local, pedindo ajuda aos colegas e afirmando que estaria sem ar.

Ele foi socorrido e levado para o Hospital Thomaz Martins, mas não resistiu e morreu.

A polícia foi acionada e busca maiores informações para prender o responsável pelo homicídio.

Homem é morto a facadas em Ribamar

Um homem identificado como Ismael Nogueira Pereira, de 27 anos, foi encontrado morto no final da madrugada de sábado (10).
O crime ocorreu na Rua Rosavio Diviz, no bairro Moropóia, no município de São José de Ribamar.
A vítima foi assassinada a facadas e apresentava perfurações no pescoço, cabeça e mão.
Ismael Nogueira era usuário de drogas. A polícia ainda não identificou o responsável pelo crime.

Jovem agride idosa e estupra menina de 13 anos

Um jovem de 17 anos foi apreendido após agredir uma idosa e estuprar uma adolescente de 13 anos no município de Alto Alegre. O acusado é conhecido como Dondinha.

O caso aconteceu neste domingo (11), por volta das 11 horas da manhã, no Bairro Tucum.

De acordo com populares, o jovem estava drogado e invadiu a casa, agrediu a idosa que era deficiente auditiva e física e, em seguida, abusou sexualmente da neta da senhora, de apenas 13 anos.

A adolescente foi internada no Hospital Geral de Alto Alegre e horas depois o autor do crime foi apreendido. Ele já possuía outras passagens na delegacia.

O caso foi registrado na Delegacia de Policia Civil de Bacabal, por ter acontecido uma tentativa de linchamento.

Homem é assassinado a tiros na Aurora

Um homem identificado como Denilson Oliveira, de 29 anos, foi assassinado a tiros no final da tarde de sábado (10) no bairro Aurora.

A vítima trafegava pela rua São José quando foi abordada por dois homens em um moto. Os elementos efetuaram vários disparos contra Denilson, que acabou morrendo no local.

Outro caso semelhante ocorreu na tarde do sábado passado nas proximidades do local do crime.

No ocorrido, um homem identificado como Fábio Cesar Rodrigues Oliveira foi morto a tiros. Existe a suspeita de que os executores dessa vítima sejam os mesmos executores de Denilson Oliveira.

O caso será investigado pela polícia e até o momento os suspeitos do homicídio não foram identificados.


Acusados de homicídio e de tentativa de homicídio vão a júri em São Mateus

Nos próximos dias 28 de novembro e 4 de dezembro, sentam no banco dos réus da comarca de São Mateus, respectivamente, Raimundo Nonato Branco dos Reis e Raimundo Morais do Nascimento. O primeiro responde pela acusação de homicídio contra João Coresma dos Santos. Tentativa de homicídio é a acusação que pesa contra o réu do segundo julgamento. A vítima é Antonio Pereira da Silva. Presididos pelo titular da comarca, juiz Marco Aurélio Barreto Marques, os julgamentos acontecem no Salão do Tribunal do Júri do fórum.
De acordo com a denúncia constante do processo em que figura como réu Raimundo Nonato, no dia 5 de setembro de 1993, em São Mateus, após um desentendimento entre vítima e acusado, Raimundo e João partiram para uma troca de socos, tendo sido contidos por populares.
Ainda de acordo com a denúncia, Antonio retornava para casa acompanhado de um amigo quando foi abordado por Raimundo, que portava um pedaço de madeira com o qual tentou agredir a vítima, tendo sido impedido pelo amigo de João. Ato contínuo, sacando de uma faca, o acusado teria aplicado na vítima um certeiro golpe à altura do peito esquerdo.
Consta da acusação que o réu ainda teria tentado atingir o amigo da vítima, que, para se defender, teria corrido do lugar. O réu encontra-se foragido desde a época.
No julgamento de Raimundo Morais do Nascimento (4/12), a denúncia relata a tentativa de homicídio ocorrida no dia 9 de março de 1991, por volta das 15h30, na Avenida Piqui (São Mateus).
Segundo a acusação, na ocasião Antonio conversava com amigos quando Raimundo passou no local de bicicleta com uma cartucheira com arma calibre 28 na garupa. A vítima teria feito então uma proposta de compra da arma, passando a examiná-la.
Como o negócio não foi fechado, Antonio teria devolvido a arma ao denunciado, que, sem qualquer motivo aparente, retornou à bicicleta onde carregou a arma e, a uma distância de 2m, efetuou um disparo na vítima, atingindo-a no peito.
Esse será o segundo julgamento do réu. Em 16 de dezembro de 1993, Raimundo foi a júri, tendo sido absolvido da acusação por seis votos a um. Na ocasião, o Conselho de Sentença entendeu que o réu não seria o autor do disparo que causou lesão na vítima. O Ministério Público interpôs Recuso de Apelação, requerendo novo julgamento do réu.
Por unanimidade, a Primeira Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão deu provimento ao recurso, tendo o júri sido marcado para o dia 21 de maio de 1997. Em função do não comparecimento do acusado, o júri foi suspenso.
Com o advento da Lei 11.689/2008 – ‘Será intimado por edital o acusado solto que não for encontrado’ (Art. 420, parágrafo único) e ‘o julgamento não será adiado pelo não comparecimento do acusado solto’ (Art. 457) – a ação penal foi retomada e um novo julgamento agendado.

Polícia investiga suposto caso de pedofilia em Vitorino Freire

A polícia investiga um suposto caso de pedofilia envolvendo um professor e uma aluna no município de Vitorino Freire, a 309 quilômetros de São Luís, região central do Estado. Um vídeo íntimo com o professor e a estudante foi parar na internet.
Nas imagens que se espalharam pela cidade, a adolescente aparece com o professor de 25 anos. O vídeo, gravado em julho deste ano, foi postado nas redes sociais e repassado também para celulares. Somente neste mês, o Conselho Tutelar do Município tomou conhecimento do caso.
"Nós imediatamente comunicamos à autoridade policial e acompanhamos o depoimento da adolescente. Estamos acompanhando o desenrolar dos acontecimentos", contou a conselheira tutelar Maricélia da Silva Rocha.
Segundo a jovem, o vídeo teria sido postado na internet uma prima dela, por vingança. Os três já foram ouvidos pela polícia. O promotor Paulo José Miranda disse que este não é o primeiro caso de vídeo caseiro com conteúdo sexual envolvendo adolescentes. "Se houver culpabilidade, ele deverá responder na Justiça", avisou.
Procurados pela reportagem, familiares do professor informaram que ele trabalhava em duas escolas da cidade, mas já foi afastado das atividades. No momento, o acusado se encontra em São Luís, onde faz um curso.

Professor acusado de incentivar abuso sexual é preso em Carutapera

Foi preso na sexta-feira, 9, em Carutapera (localizado a 560km de São Luís), o professor de esportes José Clodomir Costa Ferreira, que responde a processo por ter incentivado uma criança com problemas mentais a fazer sexo oral em um adolescente em uma quadra de esportes, onde ministrava aula. A prisão preventiva foi decretada pela Justiça a pedido da promotora de justiça Laura Amélia Barbosa, da Comarca de Carutapera.
O delito, ocorrido em outubro de 2011, foi filmado e amplamente divulgado no referido município. A princípio, o MPMA pediu o afastamento do professor, bem como do servidor do censo escolar Benedito Marcio Cruz, responsável pela divulgação das fotos.
Uma decisão judicial determinou o afastamento de José Clodomir Ferreira de quadras esportivas frequentadas por crianças e adolescentes, mas o professor ignorava a ordem da Justiça. A Polícia Civil local conseguiu flagrar e fotografar o professor em meio a vários adolescentes, em uma quadra de esportes.
Diante das provas, o Ministério Público do Maranhão (MPMA) pediu a prisão preventiva do professor, que foi deferida pelo juiz Paulo Roberto Brasil Teles, da Comarca de Maracaçumé, para o qual o processo fora encaminhado após o juiz de Carutapera ter se julgado suspeito para continuar no feito.
O juiz de Maracaçumé também determinou que Benedito Marcio Cruz fosse afastado de suas funções bem como proibido de frequentar quadras de esportes e locais similares frequentados por crianças e adolescentes. O objetivo é evitar que os denunciados voltem a cometer condutas delituosas.
Os crimes pelos quais José Clodomir Ferreira é acusado são tipificados nos arts. 240 e 241 da Lei 8.062/90 (Estatuto da Criança e do Adolescente).

Emap projeta Porto do Itaqui com capacidade para 150 milhões de toneladas até 2031


Itaqui %u2013 Porto do Maranhão deverá ser um dos mais modernos do Brasil e um dos mais importantes do mundo, segundo presidente da Emap
Itaqui %u2013 Porto do Maranhão deverá ser um dos mais modernos do Brasil e um dos mais importantes do mundo, segundo presidente da Emap
O lançamento, quarta-feira (07), da pedra fundamental do Terminal de Grãos do Maranhão (Tegram), que importará num investimento superior a R$ 500 milhões, torna realidade um dos mais ousados projetos com vistas a modernizar o Itaqui, mas é apenas um dos pontos do que está sendo planejado pela Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap). “Competitividade é a nova dinâmica da atual gestão da Emap. Tornar a empresa mais competitiva, num cenário público, é o nosso grande desafio”, disse o presidente, Luís Carlos Fossatti, ao discursar na solenidade. 

De acordo com Fossati, as metas para os próximos 20 anos visam a criação de uma linha ascendente, muito mais além das mais de 15 milhões de toneladas que deverão passar pelo Porto do Itaqui este ano, compreendendo granéis líquidos e sólidos e carga em geral. “Nosso objetivo é alcançar 150 milhões de toneladas até 2031”, acrescentou ele.

Dentre os empreendimentos previstos para serem concluídos nas próximas duas décadas estão a recuperação estrutural dos berços 101 e 102 (já consolidada), término da construção do berço 100 e alargamento do cais Sul; construção de um píer petroleiro; e um novo terminal de passageiros, na Ponta da Espera, que vai ser de grande utilidade para o setor de turismo, já que poderá colocar São Luís, em definitivo, na rota dos grandes cruzeiros marítimos.

Este projeto de expansão, como explica o presidente da Emap, implica em investimentos que superam a marca dos R$ 6,4 bilhões, recursos que serão captados através de parcerias com os governos da União e do Estado, além de verbas próprias da empresa, bem como da iniciativa privada, que, segundo Fossatti, são as mais interessadas na transformação da estrutura portuária maranhense numa das mais modernas.

Parceria
De acordo com o secretário do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Maurício Macedo, o que foi feito com vistas à viabilização do Terminal de Grãos é o primeiro exemplo concreto da Parceria Privada Pública, “que é mais ousada que Público Privada”, e isto demonstra o quanto a Emap vem sendo uma empresa ousada em seus propósitos.

O secretário faz questão de reconhecer que o Maranhão é um dos estados que concentram maiores índices de pobreza do Brasil, entretanto sua gente, seus governantes, seu empresariado vêm dando exemplos de superação. A modernização do Itaqui é um exemplo disto, pois está sendo preparado para ser um porto modelo, que vai aproximar mais o estado dos maiores mercados mundiais.

Macedo recorda que muitas coisas estão ocorrendo no mesmo tempo em que o Itaqui avança: rodovias e ferrovias sendo duplicadas, novos empreendimentos vindo para o Maranhão, Canal do Panamá sendo alargado, ou seja, é preciso estar preparado para acompanhar esta dinâmica.

Adolescente de 15 anos mata a mãe com uma facada no pescoço

Um adolescente de apenas 15 anos, matou a própria mãe e deixou o cadáver coberto para dificultar o achado. A tragédia abalou a população do Bairro José Reinaldo Tavares, onde aconteceu o fato, neste final de semana.

Em depoimento ao delegado Rosânio Alves Costa, o adolescente de 15 anos, disse que estava na noite da última quinta-feira (8), na casa de um tio seu assistindo TV, quando viu sua mãe chegar em casa e, por volta das 22 horas também foi para casa. Quando cehegou, a mãe teria começado a brigar com ele, munida com um pedaço de pau.

Ele disse ainda, que a mãe teria partido para cima dele com o pedaço de pau na mão ameaçando-o. O adolescente, então, tirou uma pequena faca que levava à cinta e desferiu um golpe na garganta da própria mãe. Vendo-a sangrando muito, o adolescente conta que tentou conter o sangue com um pedaço de pano, mas nada conseguiu, então observou que sua mãe havia falecido e a deitou na cama.

Momento depois, teria se apavorado com o fato e levou o cadáver para a cozinha da casa e cobriu com um colcha e outros pedaços de pano, para dificultar o achado. Pela manhã, seu tio esteve ali mas não foi até à cozinha.

O adolescente contou que por volta das 11h de sexta-feira (9), seu pai teria chegado em sua casa e o teria levado. Ele passou a tarde na companhia do pai, e no início da noite foi para a casa dos avós paternos, onde momentos depois chegaram policiais militares acompanhados do tio do adolescente infrator. 

Na ocasião ele confessou o crime e foi levado para o Plantão da Polícia Civil na Cidade Operária, onde prestou depoimento. O caso será apurado pela Delegacia do Adolescente Infrator-DAI.

Professor é assassinado com várias facadas em sua própria residência

Durante a madrugada deste domingo (11), no bairro do Tibiri, quatro homens invadiram a casa do professor José Ribamar Cantanhede Pereira, 72 anos, conhecido como "Pelado", e o mataram com várias facadas. 

Os motivos que levaram ao crime bárbaro ainda são desconhecidos. De acordo com informações da polícia, por volta de 01h30 da madrugada de domingo, moradores do Tibiri teriam ouvido gritos vindos da moradia do professor José Ribamar e foram até a residência, porém, quando chegaram ao local não viram mais ninguém, apenas a vítima ensangüentada e morta. A Polícia Militar foi acionada e compareceu no local. Ainda fez várias buscas, na tentativa de identificar suspeitos, mas ninguém foi encontrado.

O caso passará a ser investigado a partir desta segunda-feira (12) pela Delegacia de Polícia do São Raimundo (15º DP). 

Há a suspeita de que o professor José Ribamar teria sido vítima de uma trama armada por pessoas próximas dele. O corpo do educador foi velado na Escola Juvêncio Matos, no Tibiri, onde ele trabalhou por muitos anos.

Mais de 15 corpos deram entrada no IML neste fim de semana

O último corpo a dar entrada no instituto foi de um garoto de 15 anos, atropelado na BR-135.

SÃO LUÍS – O plantão deste fim de semana no Instituto Médico Legal (IML) foi muito movimentado. De sexta-feira (9) até a madrugada desta segunda-feira (12), foram mais de 15 mortes. O último corpo a dar entrada no instituto foi o de Marco Antônio Santos, de 15 anos, morador do bairro Cruzeiro do Anil, que foi vítima de atropelamento por caminhão na BR-135.
José Francisco Cardoso foi morto com uma facada no peito, durante assalto em Itapecuru Mirim. Cleiton Frazão, de 22 anos, morador do Maracanã, foi vítima de arma branca. José de Ribamar, também foi vítima de arma branca, no bairro do Tibiri. Heloisa Trindade morreu em um acidente de transito.
Wellington Costa Cantanhede morreu após ser baleado, bairro do João Paulo. Robson de Jesus, de 25 anos, morador da Cidade Olímpica, foi vítima de arma branca. Rômulo Silva Alves, de 24 anos, morador da Avenida Principal do povoado de Matinha, em São José de Ribamar, foi ferido com arma de fogo e faleceu.
Fábio César Rodrigues Oliveira, de4 31 anos, foi vítima de arma de fogo, no sábado (10), por volta de 12h, na Forquilha. Ele estava em uma moto, quando foi abordado por dois homens em outra moto. O passageiro atirou nele.
Deivison Oliveira, morador do bairro Nova Aurora, também foi vítima de arma de fogo. José Firmino se suicidou por enforcamwnro
Paulo César Silva Rabelo, morador do Anjo da Guarda, foi alvejado na cabeça por um criminoso identificado como Pé de Pato e estava internado em estado grave. Ele morreu neste fim de semana. Ismael Pereira morreu no sábado (10) de madrugada, no Moropóia.
Evanilson Silva foi alvejado com quatro tiros no Coroadinho. Maria do Carmo Aguiar foi assassinada pelo próprio filho de 15 anos. Reginaldo das Neves, 19 anos, foi vítima de arma de fogo.
Foi registrado, ainda, no IML, um caso de suicídio por enforcamento.

Maranhense de 22 anos é vítima da violência em SP

Renato Gomes Ferraz estava em uma Fiorino branca, quando foi morto por um PM.


Renato Gomes Ferraz, de 22 anos, morto em São Paulo. Foto: Divulgação.
SÃO LUÍS – Um jovem maranhense, de 22 anos, foi morto em São Paulo, vítima da mesma violência que já matou mais de 50 pessoas em uma semana, treze somente na madrugada desde domingo (11). O caso aconteceu na última semana, em um cruzamento em São Mateus, Zona Leste da capital paulistana. Renato Gomes Ferraz nasceu em Cururupu e trabalhava com entregas há alguns anos com o cunhado, Jeferson de Oliveira. Os dois estavam em um veículo Fiorino, de cor branca, quando foram mortos por um policial militar.
O tio da vítima maranhense, identificado como Ivaldo Silva Reis, falou sobre o caso ao programa Domingo Mirante, da rádio Mirante AM, na manhã deste domingo. "É triste demais. Só quem passa é que sabe. Dói demais um negócio desse", afirmou – ouça a entrevista completa no player localizado no início da reportagem. Segundo o parente de Renato Ferraz, ele era casado e a esposa está grávida de quatro meses.
Caso aconteceu em cruzamento na Zona Leste de São Paulo. Foto: Reprodução/TV Globo.
O policial militar afirmou que seguia, com a esposa e filho, de carro quando percebeu que estava sendo seguido por uma moto. Na sequência, foi fechado pela Fiorino de Jeferson e Renato. Ao se assustar, ele teria pensando que era mais um ataque e atirou de dentro do carro contra os dois ocupantes do veículo. A versão de uma testemunha, entretanto, confronta as informações repassadas pelo policial. O policial militar foi preso em flagrante. O caso foi destaque na edição desse sábado (10) do Jornal Nacional, da TV Globo.
O corpo permanece no Instituto Médico Legal (IML) de São Paulo e deve ser transferido, nas próximas horas, para São Luís. O velório e enterro, segundo a família, ocorrerão na cidade de Cururupu, a 465 km da capital maranhense.

Situação de hospitais Socorrão I e II é investigada pelo MPE

Nesta semana, Vigilância Sanitária encaminha relatório de vistorias ao Ministério Público.
ta matéria.
Foto: Arquivo/Flora Dolores/O Estado
SÃO LUÍS – A Vigilância Sanitária encaminha, nesta semana, ao Ministério Público o relatório das vistorias nos hospitais municipais Djalma Marques (Socorrão I) e Clementino Moura (Socorrão II), feitas na semana passada. Mesmo com diversos problemas, de acordo com a Vigilância Sanitária, os dois principais hospitais urgência e emergência não serão interditados. A alegação é de que não há para onde levar os pacientes.
Falta de material hospitalar, de medicamentos como psicotrópicos e antibióticos, falta de alimento adequado para os pacientes, alimentos sendo acondicionados de forma irregular, mofo na sala de conservação dos alimentos foram alguns dos problemas identificados. Além disso, também, foram identificadas péssimas condições de trabalho na cozinha do hospital, funcionários trabalhando de chinelo, infiltração nas pias e falta de refeição adequada para funcionários e pacientes.
Agora, a situação da saúde pública chega ao Ministério Público Estadual (MPE). Segundo o MPE, já existem vários inquéritos civis instaurados para apurar as condições sanitárias e administrativas dos hospitais da rede municipal de São Luís. Algumas ações tramitam na Justiça. De acordo com o promotor de Saúde, Herbert Figueiredo, o grande problema é a alta demanda dos dois hospitais. "A situação dos Socorrões I e II já é objeto de investigação há muito tempo, desde 2003, para se ter uma ideia. O que ocorre, hoje, nesses locais de emergência, é que eles não têm estrutura para atender à demanda que eles atendem atualmente, principalmente, considerando 60% da demanda que ocorre do interior do Estado, agravado pela situação de que os hospitais não recebem uma manutenção preventiva periódica. Isso compromete, ainda mais, o atendimento", disse em entrevista ao Imirante nesta segunda-feira (12).
Herbert Figueiredo explica que a promotoria vai acionar o prefeito eleito para a próxima gestão, Edivaldo Holanda Jr., para avaliar a interdição de um dos hospitais ou adoção de medidas para solucionar o problema. "Nós não temos, em verdade, um hospital, hoje, estruturado para realizar os serviços de urgência e emergência na capital. O que nós temos são estruturas acanhadas, construídas há mais de 20 anos, quando São Luís tinha 400 mil habitantes. A cidade está crescendo e você não tem um planejamento de saúde pública para a capital", afirma. "A questão de que os hospitais não podem ser interditados eu vejo com um pouco de reserva, porque a gente já procedeu com essa medida uma vez. Não foi judicial, mas administrativa", completa o promotor.
Os dois hospitais, também, foram alvo de fiscalização da Comissão Nacional de Defesa dos Direitos Humanos.