sexta-feira, 1 de junho de 2012

Participe do XIV Festival da Piaba em Miranda do Norte

Participe do XIV Festival da Piaba em Miranda do Norte
A agenda cultural para este final de semana registra e recomenda o XIV Festival da Piaba, na aconchegante, bela e pacata cidade de Miranda do Norte, localizada a apenas 125 KM da capital.


XIV Festival da Piaba Dias 01 02 e 03 de junho - Miranda do Norte - Ma


O evento que já é tradição, sempre realizado em um ambiente muito agradável acolhedor e pacifico, tem atraído a cada ano mais turistas e filhos da terra que durante 03 dias brincam e se divertem de forma saudável e segura.

Vale a pena conferir, venha se divertir no XIV Festival da Piaba, conheça Miranda do Norte, será um final de semana inesquecível.


PROGRAMAÇÃO

Dias 01 02 e 03 de junho!


XIV Festival da Piaba


Com as bandas:


- FORRÓ SAFADO,
- FREELANCE,
- FORRÓ ESTOURADO
E o Arrocha que é a sensação da Ilha
- BANDA CORAÇÃO APAIXONADO!


PREFEITURA MUNICIPAL DE MIRANDA DO NORTE

MEARIM : Acidente Grave envolvendo uma Van e Uma Carreta deixa Vários feridos em Trezidela do Vale

 


Por volta das 12h30 de hoje, um micro-ônibus que transportava alunos do município de Igarapé Grande para o Colégio Batista Eleutério Rocha de Pedreiras e outros passageiros, colidiu com uma carreta no povoado Matões, município de Trizidela do Vale. Segundo testemunha, a carreta (PLACA: NFM 1111 de Tanambi – SP) que transportava móveis, vinha em velocidade elevada e o motorista não conseguiu fazer uma curva adequadamente e a carroceria da carreta acabou sendo empurrada de encontro com o micro-ônibus que trafegava na pista contrária. A colisão foi tão violenta que os dois veículos acabaram capotando. O acidente ocorreu no trecho da rodovia conhecido por “Curva dos Quatorze” entre Trizidela do Vale e Bernardo do Mearim.
Os feridos, alguns em estados grave, foram levados às pressas para hospitais de Pedreiras. O corre-corre de ambulância transformou o trânsito de Pedreiras num caos no período da tarde. Os hospitais ficaram lotados. Os parentes e familiares dos passageiros cercaram o hospital em busca de mais informações. O clima era de comoção e desespero.

Assim que souberam do acidente envolvendo os colegas, alunos da Escola Batista deixaram as aulas e foram para frente do Hospital Geral também em busca de mais informações.

ÓBITO
Nesse acidente foi registrada uma vítima fatal. Trata-se de uma idosa de 65 anos de nome Nair, de Bernardo do Mearim que estava de carona. Depois dos primeiros atendimentos, a direção do Hospital Geral de Pedreiras, decidiu encaminhar os casos mais graves para hospitais de Presidente Dutra, Caxias e Teresina.

OS ESTUDANTES
Cinco estudantes foram levados em estado grave para o hospital de Pedreiras e duas delas foram transferidas para hospital de Presidente Dutra. Uma delas, identificada como Laísa Sampaio de 16 anos está em coma, com suspeita de traumatismo craniano. Mas amigos e familiares dizem que a adolescente está reagindo bem aos procedimentos médicos.

O MOTORISTA DA CARRETA
No final da tarde, a polícia militar cercou o local e afastou os curiosos enquanto os moveis que a carreta transportava era recolhidos para outro caminhão. O motorista que ainda não foi identificado foi levado para o hospital Nossa Senhora das Graças e de lá transferido para hospital de Presidente Dutra.

CURVA DOS 14
Esse é um trecho extremamente perigoso da MA 122, com vários acidentes registrado. Alguns dizem que recebeu esse nome, por que no passado, 14 pessoas perderam a vida quando participava de um cortejo fúnebre também num acidente de carro naquela curva perigosíssima.
CONFIRAS AS FOTOS AQUI

Blog do Carlinhos – Poção de Pedras

Polícia Civil prende mulher acusada de se passar por médica em Imperatriz

Policiais civis da Delegacia do 1º Distrito, comandados pelo delegado Fairlano Aires de Azevedo, titular daquela distrital, prenderam na manhã dessa quinta-feira (31) Leila Rejane Rodrigues Muniz, 35 anos, fato ocorrido no Socorrão Municipal.
Segundo informações do delegado Fairlano Aires de Azevedo, Leila Rejane, que disse ser promotora de eventos, estava se passando por médica e foi denunciada por um casal que veio de Itinga para internar a filha em estado de coma, vítima de acidente de trânsito naquela cidade, distante 150 km de Imperatriz.
De acordo com que foi passado ao delegado Fairlano Azevedo pelo casal, ao chegar ao Socorrão com a filha em coma, foi abordado por Leila Rejane, que teria se identificado como médica e ficou acompanhando o quadro clínico da jovem. Segundo os pais da jovem, Leila passava algumas horas no Socorrão, conversava com o casal e depois dizia que ia ver a vítima. Passados alguns minutos, retornava e falava sobre o quadro clínico da jovem.
Na última terça-feira, segundo o delegado Fairlano, Leila Rejane teria dito para o casal que o quadro clínico da filha teria piorado e que ela teria de ir para um hospital particular. Citou até o nome do Hospital São Rafael e teria cobrado a quantia de R$ 70 mil.
Mas, quando ela ficou sabendo que o casal não tinha condições de pagar essa quantia, pediu uma carona para a casa dela, localizada no povoado Lagoa Verde. O casal foi levá-la e ainda deu-lhe R$ 20,00.
Chegando de volta ao Socorrão, o casal contou o fato para um dos médicos que estão atendendo à jovem vítima de acidente. O médico, então, armou um flagrante e pediu ao casal que ligasse para Leila Rejane para que ela viesse ao Socorrão em função de que a jovem teria piorado o seu quadro.
Imediatamente, Leila Rejane voltou ao Socorrão. Chegando lá, o médico que armou o flagrante disse para ela que precisaria dos seus documentos, porque é de praxe ser feito cadastro de médicos que acompanham pacientes no Socorrão. Pediu o número de inscrição de Leila Rejane no Conselho Regional de Medicina (CRM) e ela disse que não tinha memorizado. O médico, então, pediu-lhe o número do CPF e Leila disse que não estava com o documento e que tinha esquecido no carro.
Nesse momento, houve o contato com o delegado Fairlano Aires de Azevedo, que foi até o Socorrão com uma equipe de investigadores. Deram voz de prisão à acusada e a levaram para a Delegacia Regional.
O delegado Fairlano Aires de Azevedo disse que, no primeiro caso, Leila Rejane se passou por médica, crime previsto no artigo 282 do Código Penal, que prevê pena de 2 anos de reclusão. Neste caso, só cabe Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). Quanto ao caso de estelionato, em função dela ter pedido R$ 70 mil, por ter sido ainda na última terça-feira, está fora do flagrante delito.
Leila Rejane Rodrigues Muniz foi indiciada por crime de estelionato tentado, previsto no artigo 171, c/c artigo 14, ambos do Código Penal, e vai responder processo em liberdade.
Leila negou que tenha se passado por médica e quis apenas ajudar. Mas uma gravação feita no celular do pai da vítima, mostrando ela pedindo os R$ 70 mil, foi entregue ao delegado Fairlano Aires de Azevedo.

Juízes eleitorais se reúnem para discutir eleições 2012

Entre os temas que serão abordados estão a segurança durante o processo eleitoral, logística das urnas eleitorais, registro de candidatura.
Acontece hoje o primeiro encontro de juízes eleitorais que participarão do pleito de outubro deste ano. A reunião promovida pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) terá a participação da corregedora do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Nancy Andrighi. Entre os temas que serão abordados estão a segurança durante o processo eleitoral, logística das urnas eleitorais, registro de candidatura e propaganda eleitoral. Nas eleições municipais de 2008 incidentes como destruição de urnas e ateamento de fogo em sedes de prefeituras e câmaras no interior do Maranhão marcaram o pleito. Para evitar que episódios como os que ocorreram há 4 anos, a justiça eleitoral promove o encontro com os magistrados de base.

Usuários exigem mais ônibus para área Itaqui-Bacanga

A insatisfação é com péssimos serviços oferecidos pela Taguatur.

A mobilização aconteceu na Praça do Bacanga, em frente a UFMA, e contou com a participação de mais de 100 pessoas. De acordo com o líder do movimento, esta foi a única forma encontrada pelos estudantes para demonstrar sua insatisfação diante dos péssimos serviços de transporte oferecidos na área Itaqui-Bacanga. “Toda a população que mora nessa área da cidade sofre com uma oferta deficitária de ônibus. É comum ver no início do dia, e no fim da tarde, veículos se dirigindo para bairros daqui quase sempre cheios. Nós, com o apoio da comunidade, queremos mudar essa realidade”, disse Enilson Costa Ribeiro, estudante do 4º período de Ciências Sociais da UFMA.

Polícia Civil do Maranhão prende homicida no interior do Pará

CASTANHAL (PA) - Policiais civis lotados na Delegacia Geral, com o apoio da Polícia Civil do Pará, prenderam, na quarta-feira (30), Domingos Nonato da Silva Cutrim, 52 anos, natural de Imperatriz, no município de Castanhal, estado do Pará. Ele é suspeito de ter cometido o crime de homicídio contra a sua própria esposa no dia 17 de abril de 1997, e desde então estava foragido.
A prisão se deu em cumprimento de mandado de prisão preventiva expedido pela Comarca de Porto Franco.
Segundo o investigador de Polícia, Manoel Alcinê, Domingos Nonato foi preso em sua residência, no Bairro Saudade I, na cidade de Castanhal (PA). A ação policial só foi possível, após receberem informações do serviço de inteligência da Polícia Civil sobre a localização do acusado.
Para entender o caso
O crime ocorreu no dia 17 de abril do ano de 1997, na cidade de Porto Franco. A vítima foi a própria companheira de Domingos, identificada como Antonia Maria Leite. Na época, o fato teve grande repercussão devido à crueldade com que foi cometido.
Domingos Nonato utilizou uma marreta para matar Antonia. O criminoso relatou que a motivação foi passional. Após a prisão, o homicida foi recambiado para a cidade de Imperatriz, onde ficará preso à disposição da Justiça.

Cientistas determinam data de colisão da nossa galáxia com a vizinha


SÃO PAULO - Nossa galáxia, a Via Láctea, está em rota de colisão frontal com a vizinha Andrômeda e a batida deve acontecer em 4 bilhões de anos, anunciaram astrônomos da Nasa na quinta-feira (31). E se mundo sobreviver a 2012, também deve sobreviver ao impacto: segundo os cientistas, a Terra não deve ser destruída, mas nosso Sistema Solar deve ser lançado para outras partes do espaço.
Foto: NASA; ESA; Z. Levay and R. van der Marel, STScI; T. Hallas; and A. Mellinger
A aproximação entre a Via Láctea e Andrômeda já era conhecida há muitos anos. Nossa vizinha está se movendo em nossa direção a mais de 400 mil quilômetros por hora (nessa velocidade, dá para chegar na Lua em uma hora). No entanto, não se sabia se isso ia gerar uma colisão, uma “topada” de leve ou se Andromeda passaria pertinho, mas sem nos atingir.
Agora, os cientistas já sabem. As duas galáxias vão colidir sim e a batida tem data marcada: em 4 bilhões de anos. A partir daí, elas vão se unir em apenas uma – um processo que deve demorar outros 2 bilhões de anos.
Como as estrelas ficam muito longe umas das outras, elas não devem colidir entre si. No entanto, serão lançadas para órbitas diferentes. Segundo as simulações feitas pelos astrônomos, o nosso Sistema Solar deve ser jogado para uma área muito mais distante do centro da galáxia do que a que se encontra hoje.
Depois da batida entre Via Láctea e Andrômeda, outra colisão está prevista – com a galáxia do Triângulo. Existe ainda uma pequena chance de que Triângulo acerte a Via Láctea antes de Andrômeda. Quando tudo estiver terminado, as três serão uma galáxia só.

Preso suspeito de mandar matar o Rato 8

Edmilson de Jesus Santos, conhecido como "Negão", foi preso no Bairro de Fátima.

SÃO LUÍS - A Polícia Civil prendeu ontem à tarde, no Bairro de Fátima, Edmilson de Jesus dos Santos, conhecido como "Negão", de 42 anos, que, segundo a polícia, seria o mandante do assassinato do assaltante e homicida Marcos Paulo das Neves Gaspar, o Rato 8, de 18 anos, executado a tiros na manhã do dia 15 de abril, na avenida Litorânea.
O inquérito policial, instaurado pelo delegado Sebastião Cabral, titular do 9º DP (São Francisco), define Negão como um dos maiores traficantes do Bairro de Fátima, dono de uma loja de confecções. O crime, de acordo com as investigações, foi motivado porque a vítima teria assaltado o estabelecimento do comerciante que, por sua vez, resolveu se vingar.
“Negão é morador da Rua Djard Ramos Martins e já tem passagens por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. Ele teve a sua loja de confecções assaltada por Rato 8 e desde então tentava acertar as contas com o criminoso. A vítima, inclusive, ficou paraplégica em um desses ataques”, revelou o delegado Cabral. Segundo a polícia, Latinho, Zé Américo e Edivaldo, acusasos de cometerem o crime estão foragidos.

Pré-candidata à Prefeitura de Bom Jardim sofre atentado em casa

Um homem identificado como Antônio disparou quatro tiros contra a advogada Edna Maria.

SÃO LUÍS - A advogada Edna Maria Cunha de Andrade sofreu um atentado, ontem à noite, em sua própria residência. O caso aconteceu, por volta das 21h, no município de Bom Jardim. O caso aconteceu por volta das 21h.
Em entrevista à rádio Mirante AM, a advogada relata que bateram na porta de sua casa e pedi para que a minha funcionária fosse atender a pessoa. "Ela retornou dizendo que um homem estaria procurando por mim. Quando cheguei para falar com ele, o mesmo se identificou apenas como Antônio e perguntou se eu era a doutora Edna. E ao dizer quem sim, ele colocou a mão no bolso da calça e sacou de um revólver e disparou quatro tiros contra a mim. Eu desconfiei da atitude dele e me consegui escapar dos tiros me protegendo em uma coluna da casa. Os meus parentes que estavam dentro de casa ficaram desesperadas e gritaram por socorra. A pessoa que atirou contra mim correu e pegou a garupa de uma moto", esclareceu.
A polícia já esteve na casa da advogada e as providências estão sendo tomadas para identificar e prender o responsável pelo atentado. Edna disse estar surpresa com o atentado, pois garantiu não ter inimigos. Testemunhas comentaram que um veículo Citröen foi visto parado logo cedo nas proximidades da advogada.
Edna Maria trabalhou no Sindicato dos Bancários do Estado do Maranhão e atualmente é pré-candidata à prefeitura de Bom Jardim pelo PT.

Polícia Federal apreende mais de 43 kg de cocaína em São Luís

Apreensão foi em fiscalização de rotina no Aeroporto Marechal Hugo da Cunha Machado.


SÃO LUÍS - A Polícia Federal no Maranhão (PF-MA) realizou nessa quinta-feira (5), ação que resultou na prisão de dois homens e uma mulher, e na apreensão de 43,7 kg de cloridrato de cocaína.
Em fiscalização de rotina no Aeroporto Internacional Marechal Hugo da Cunha Machado, policiais federais da Delegacia de Repressão a Entorpecentes apreenderam 43,7 kg de cloridrato de cocaína escondidos na bagagem de uma passageira e no veículo que veio buscá-la no aeroporto. Trata-se da forma mais pura da cocaína, que é vendida ao preço aproximado de R$ 25.000 o quilo, o que representa um prejuízo de cerca de um milhão de reais para a quadrilha. Também foram apreendidos um veículo Corolla e a quantia de R$ 1.250.
Ao abrir a mala de S.C.C., 42 anos, que chegou a São Luís em um voo procedente de Manaus (AM), os policiais encontraram treze tabletes de cocaína embalada em plástico colorido. Em seguida, fecharam a mala e esperaram que a mulher a retirasse para acompanhá-la e verificar se alguém viria buscá-la no aeroporto. A mulher se dirigiu até um veículo Corolla preto com placas do Ceará, onde dois homens a aguardavam. Neste momento, a equipe de policiais efetuou a abordagem dos suspeitos, V.C.A. de 20 anos e J.L.A. de 24 anos, e constatou que havia um fundo falso no veículo, entre o bando traseiro e o porta-malas, onde foram localizados mais vinte e dois tabletes de cocaína embalados em plástico colorido. Em depoimento, um dos presos relatou que a cocaína seria levada para Fortaleza (CE) e entregue a uma pessoa ainda não identificada. Devido à pureza da cocaína, acredita-se que a mesma seria enviada pela quadrilha para o exterior.
Todos foram autuados em flagrante por tráfico interestadual de drogas e associação para o tráfico, com previsão de pena de reclusão de 10 a 20 anos, e encaminhados para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde permanecerão à disposição da Justiça.
Divulgação

Polícia intensifica operações de combate à poluição sonora de São Luís

As incursões são realizadas com base em denúncias feitas pela população.
SÃO LUÍS - Somente de janeiro a maio deste ano, o Programa Polícia Civil nas Ruas deflagrou 51 operações policiais durante os finais de semana, que resultaram na autuação de 69 prisões em flagrante delito referente às operações de combate e repressão contra crimes relacionados à poluição sonora em toda a região Metropolitana de São Luís. As ações continuam nesta sexta-feira (1º).
As incursões são realizadas com base em reclamações e denúncias feitas pela população a respeito de ocorrências referentes a residências e estabelecimentos comerciais estarem durante seu funcionamento com volume de som acima do permitido por lei ou ainda a presença de veículos automotivos com aparelhagem de som mecânico também em desacordo com a Lei do Silêncio, comprometendo assim o sossego de residentes próximos à ação.
O Plantão Especial de Repressão Qualificada à Poluição Sonora é realizado, por meio do Programa Polícia Civil nas Ruas e coordenado pela Superintendência da Capital (SPCC), durante os finais de semana em regiões de maiores incidências da contravenção.
As operações acontecem sempre a partir das sextas-feiras, das 20h às 3hs da madrugada e, se estendem durante os sábados e domingos, a partir das 16h. Os trabalhos policiais são realizados sempre em sistema de escala de plantão, contendo a presença de delegados, investigadores e peritos criminais.
Só neste último fim de semana, por exemplo, a Polícia Civil recebeu 78 chamadas denunciando a prática delituosa. Deste quantitativo, a equipe de policiais do plantão conseguiu atender 54 ocorrências em localidades distintas de São Luís, como Anjo da Guarda, João Paulo, São Cristovão, Cidade Operária, Bairro de Fátima, Monte Castelo, Fumacê, Cruzeiro do Anil e também em São José de Ribamar.
Na ocasião, foram feitas nove autuações em flagrante delito de proprietários de bares, casas de shows, restaurantes, clubes ou ainda de veículos com som automotivo acima do permitido e encaminhados à Delegacia de Costumes e Diversões Públicas, onde funciona o Plantão.
Paralelamente às ações de combate a poluição sonora, a Polícia Civil averigua ainda nestas operações, eventuais pontos de comercialização de substâncias entorpecentes, apreensão de armas, cumprimento de mandados de prisão em aberto e combate a prostituição infanto-juvenil.
Segundo o superintendente da Capital, delegado Sebastião Uchoa, as praias de São Luís também serão alvos da ação policial. “Vamos atuar também nestas localidades onde há uma forte presença de som automotivo causando a perturbação dos frequentadores”, comentou.
Para a delegada Edilúcia Trindade, adjunta na SPCC, o número de denúncias e de autuações é reflexo da conscientização da população sobre a poluição sonora. “Os números mostram que o cidadão está mais atento a esse tipo de crime. A Polícia Civil vai continuar desenvolvendo ações desta natureza, visando coibir esta prática, que é responsável também por gerar outros crimes”, disse.
Lei do Silêncio
De acordo com a Lei do Silêncio é permitido no período diurno em áreas residências, som com volume até 55 decibéis (dBA) e no noturno até 45 dBA. Já para outras áreas, a Lei permite som com altura até 65 dBA, durante o dia, e 55 dBA, durante a noite. Em áreas industriais, o volume permitido é de até 70 dBA e noturno até 60 decibéis.
As denúncias podem ser feitas pelos telefones da Delegacia de Costumes (3214 8652/3214 8653) e do Disque Denúncia (3223 5800) e, ainda, pelo telefone 190 do Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops).

Começa a temporada junina no Maranhão

Delegacia de Costumes orienta sobre o que é permitido durante os festejos.

Índias do Boi Novilho dos Lençóis, em São Luís.

SÃO LUÍS – Começou a temporada junina no Maranhão. Nesta sexta-feira (1º), tem início a programação do arraial na Praça Maria Aragão – veja a programação do primeiro dia. A festa, este ano, tem um sabor a mais, com a comemoração dos 400 anos de fundação da capital maranhense, São Luís. Mas o festejo requer cuidados quanto ao funcionamento dos arraiais espalhados pela cidade. O delegado de Costumes, Wang Chao Jen, esclarece que todos os arraiais devem possuir um alvará de licença, no caso da capital. Nos municípios da região metropolitana de São Luís, os organizadores dos eventos devem procurar as secretarias de Cultura ou delegacias das cidades para requerer a licença de funcionamento.
"A ideia é preservar a ordem pública e a tranquilidade dos frequentadores, porque de posse das licenças, os organizadores e frequentadores poderão ter a tranquilidade de que houve a vistoria do Corpo de Bombeiros, Vigilância Sanitária", afirmou em entrevista ao Imirante na manhã desta sexta-feira.
Os festejos devem seguir até, no máximo, 3h, conforme determina uma portaria expedida pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) para evitar abusos quanto à poluição sonora. O delegado, no entanto, esclarece que as brincadeiras podem se estender caso haja atrasos de grupos folclóricos. "Depois da apresentação, é findada a brincadeira e desligado, automaticamente, o som", diz. Denúncias podem ser feitas para os telefones (98) 3214-8652 e (98) 3214-8653.
Veja, na galeria de fotos, as apresentações do Boi de Ribamar e do Boi Novilho dos Lençóis no pátio do Sistema Mirante nesta sexta-feira.

Divulgado retrato falado do suposto assassino de Décio

A divulgação foi na sede da SSP-MA, no Outeiro da Cruz, na tarde desta quinta-feira.


SÃO LUÍS – Divulgado, na tarde desta quinta-feira (31), pelo secretário de Estado de Segurança Pública (SSP-MA), Aluísio Mendes, o retrato falado do suposto assassino do jornalista e blogueiro Décio Sá. A divulgação foi na sede da SSP-MA, no Outeiro da Cruz.
Aluísio Mendes explicou que a demora na divulgação do retrato falado foi um consenso da equipe de delegados responsável pela investigação do caso. Foram ouvidas várias testemunhas para a produção do retrato falado e, segundo o secretário, algumas delas se contradiziam na hora do depoimento. "Havia contradições, tínhamos que debater, as pessoas foram incansavelmente ouvidas, e pudemos chegar a um retrato falado muito próximo da realidade. Tivemos também a preocupação de não atrapalhar as investigações. Buscamos o melhor técnico nessa especialidade e num trabalho em conjunto concluímos os trabalhos e no momento adequado e pertinente divulgá-lo a imprensa", justifica.
Questionado sobre o andamento das investigações, o secretário Aluísio Mendes disse que os trabalhos evoluem a cada dia para elucidação do caso, mas preferiu manter o sigilo no que está sendo feito pela Polícia.
Suspeitos
Sobre os dois suspeitos que foram detidos, no início das investigações, Aluísio explicou que um deles já foi solto. "Um deles permanece detido, e um foi solto. Isso não quer dizer que ele está descartado da dinâmica do crime, mas nós temos que analisar a necessidade de manter alguém preso. Certamente, ele ainda será usado na investigação", concluiu o secretário.
Execução
O assassinato do jornalista e blogueiro Décio Sá aconteceu no dia 23 de abril deste ano, em um bar na avenida Litorânea. Ele foi executado com cinco tiros de pistola .40.
Informações:
Informações que levem a prisão dos envolvidos na morte de Décio Sá podem ser repassadas para o Disque Denúncia pelos telefones 3223-5800 (São Luís) e 03003135800 (no interior), que está oferecendo a recompensa de R$ 100 mil pela denúncia que leve a elucidação do crime.
Divulgação