segunda-feira, 22 de abril de 2013

Menina de 11 anos morre afogada no balneário Recanto dos Buritis, em Anapurus

Hoje, por volta dás 11:30 a pequena Juliana Alves Correia do Nascimento, filha de criação da D. Bernada e do Sr. Cesar morreu afogada no recanto dos Buritis.

Não se sabe ainda a causa exata do acidente, mas segundo informações cedidas pelos familiares da vítima ao blog, Juliana tinha acabado de chegar da Escola, quando sua mãe pediu para que ela fosse buscar uma porção de feijão nas proximidades do Recanto dos Buritis. Passaram-se alguns minutos, (cerca de 30min) deram por falta da menina. Um rapaz que foi no recanto reconheceu a bicicleta que Juliana estava usando, e logo percebeu que ela tinha entrado na água, pois encontrou as roupas dela ao lado da mureta. Desesperado, o homem entrou na água que por sorte logo encontrou o corpo boiando. Infelizmente, Juliana foi encontrada já sem vida. O corpo está sendo velado na residência de seu avô, localizado á 250 m de distância do local do acidente.

Acidente na BR 316 deixa um morto e três feridos em Caxias




image_size.php_1-480x360


O acidente deixou uma pessoa morta e três feridas. O condutor do carro de passeio morreu ainda no local, tratava-se de Evangelista do Carmo Lima de 30 anos, que estava em companhia de mais três pessoas: José Antônio Tenório da Silva, de 45 anos, Alanessa Ferreira da Silva, de 26 anos e Jordânia Mariana dos Reis Sousa, de 19. Os passageiros sofreram algumas lesões e foram encaminhados ao Hospital de Caxias.

Segundo informações, os quatros se dirigiam para um clube, na BR 316, próximo ao povoado Descanso, por volta de 23h

, quando o motorista tentou uma ultrapassagem, colidindo de frente com um caminhão. Além do SAMU, o Corpo de Bombeiros teve que ser acionado para ajudar no socorro as vítimas.

Até o fechamento da reportagem apenas José Antônio Tenório da Silva encontrava-se internado no Hospital.

Ana Maria Braga é ‘atropelada’ ao vivo, no ‘Mais Você’

Ela levou um tombão’, disse o Louro José sobre a apresentadora.
Por essa, ninguém esperava. Nem a produção, o Louro José, os telespectadores, tampouco a apresentadora Ana Maria Braga. Na edição do ‘Mais Você’ desta segunda-feira (22), em transmissão ao vivo, a loira foi ‘atropelada’ por um veículo que andava sem motorista, sendo ‘dirigido’ pelo auxílio de sensores e câmeras externas.

O carro, que estava com a porta aberta, acertou em cheio a apresentadora. “Gente, a Ana Maria está bem. Ela levou um tombão”, disse Louro José sobre a companheira de programa. “Vamos dar risada para ver se passa o susto”, acrescentou o papagaio.

“Esse é o típico chamado acidente”, afirmou a apresentadora quando voltou ao estúdio do programa.

Assista ao momento do atropelamento:



 

Ex-prefeito de Presidente Vargas é denunciado pelo MP

SÃO LUÍS - A partir de Representações feitas pela Prefeitura Municipal de Presidente Vargas, o Ministério Público ingressou com duas Ações Civis Públicas por improbidade administrativa e duas denúncias criminais contra o ex-prefeito Luis Gonzaga Coqueiro Sobrinho. Nos dois casos, a motivação é a falta de prestação de contas de convênios, firmados em dezembro de 2009, com a Secretaria de Estado da Saúde.

De acordo com a atual prefeita, Ana Lúcia Cruz Rodrigues Mendes, a falta de prestação de contas está impedindo o Município de firmar novos convênios com o Governo do Estado. Por esse motivo, a Prefeitura pede a responsabilização do ex-gestor, que esteve à frente da administração municipal no período de 8 de março de 2007 a 31 de dezembro de 2012.

Os convênios citados são o n°422/2009, que previa a construção de de dois postos de saúde no município, nos povoados Recanto da Cruz e Finca Pé 1. O valor do convênio é de R$ 300 mil. O outro convênio (425/2009), teve como objetivo a aquisição de uma ambulância para a Unidade Mista de Sá Uchoa com valor de pouco menos de R$ 155 mil.

A partir da representação e com base no demonstrativo de convênios inadimplentes fornecido pelo setor de Prestação de Contas da Secretaria de Estado da Saúde, o promotor de justiça Benedito de Jesus Nascimento Neto, titular da Comarca de Vargem Grande, verificou que o ex-prefeito incorreu em ato de improbidade administrativa e crime de responsabilidade. Presidente Vargas é Termo Judiciário de Vargem Grande.

Caso seja condenado nas ações por improbidade administrativa, Luis Gonzaga Coqueiro Sobrinho estará sujeito à suspensão dos direitos políticos por cinco anos, pagamento de multa no valor de 100 vezes a remuneração recebida no cargo de prefeito em dezembro de 2012, ressarcimento de R$ 449 mil aos cofres municipais (valor dos dois convênios somados) e proibição de contratar ou receber qualquer tipo de benefício do poder público pelo prazo de três anos.

Já no caso das denúncias criminais, o ex-prefeito pode ser condenado pelo crime de responsabilidade, estando sujeito a pena de reclusão pelo período de três meses a três anos.

Ex-prefeito é preso suspeito de participação em homicídio

SÃO LUÍS - O ex-prefeito de Xambioá (TO), Clenio da Rocha Brito, foi preso, na manhã de hoje (22), na ciadde de Timon (MA). A prisão ocorreu no comércio do ex-prefeito, localizada na Avenida 1, Parque Alvorada.

Segundo informações policiais, ele teria planejado a morte de Isabel Barbosa Pereira, de 34 anos, que seria testemunha na trama que culminou com a cassação do prefeito de Xambioá, à época (2009), Richard Santiago. A ordem judicial foi expedida no dia 18 de outubro de 2010, pelo juiz Baldur Rocha Giovannini, da Comarca de Xambioá.

Ainda de acordo com as investigações, o grupo político de Clenio, que era rival ao do pertencente ao prefeito Richard Santiago, teria pago Isabel Pereira para prestar um depoimento falso, que culminou na cassação do prefeito e na posse da chapa de Clenio.

As investigações apontaram ainda que o esposo de Isabel havia recebido o dinheiro e não teria entregue a parte da companheira, que ameaçou contar a verdade. Diante das ameaças, o esposo e o restante do grupo, decidiram matá-la.

Na época do crime, 10 pessoas foram indiciadas e quatro conseguiram fugir, dntre eles, Clenio Brito, que se escondeu em Timon. Após a prisão, ele foi conduzido à 18ª Delegacia Regional, em Timon, e aguarda transferência para o estado do Tocantins, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Moradores de dois povoados reclamam da falta de transporte escolar

Único barco que era usado para transporte está parado há mais de um ano.
IMPERATRIZ – Os moradores dos povoados de Setor Agrícola e Serra Quebrada, ambos no município de Governador Edson Lobão, distante 35 km de Imperatriz, reclamam da falta de transporte escolar para os estudantes das respectivas localidades. Um barco, com capacidade para 21 pessoas, que deveria transportar os alunos da Ilha de Serra Quebrada até o povoado onde fica a escola está há mais de um ano parado sem nenhuma serventia.
“O que a gente sente é ver tanto dinheiro desperdiçado em uma embarcação dessa e nossos filhos sem estudar, sem estrada, sem transporte terrestre e muito menos por água. Então, esse é um desperdício o que mexe muito com a gente que é pai de família”, lamenta seu Francisco que é pai de aluno.
Além do barco parado, os moradores e estudantes reclamam da falta de infraestrutura na estrada que dá acesso aos povoados e dos ônibus que fazem o transporte de alunos. Segundo a estudante Eucides, na semana passada o ônibus quebrou e eles tiveram que andar quase 7km a pé.
O estudante Maik Souza, que hoje cursa a primeira série do Ensino Médio, já perdeu um ano de estudo por falta de transporte escolar e reclama da situação. “Precisamos de alguém sério que coloque transporte melhor pra nós para dá mais qualidade de vida. A gente faz cursinhos para tentar entrar no mercado de trabalho e crescer na vida, mas tá difícil”, afirma.
Para os alunos da noite a situação ainda é pior pelas condições da estrada e do veículos que transporta os alunos. Na semana passada o ônibus quebrou o diferencial e a viagem foi interrompida. Os estudantes dizem que estes problemas são comuns. Um relatório com as fotos da estrada e do ônibus quebrado juntamente com um baixo assinado foram encaminhados para a secretaria de educação de Governador Edson Lobão e os estudantes aguardam uma resposta.

Acidentes deixam duas avenidas de São Luís congestionadas

 
Acidente na Avenida Ana Jansen
SÃO LUÍS - Dois acidentes deixam a Avenida Jerônimo de Albuquerque com extenso congestionamento nos dois sentidos na tarde desta segunda-feira (22) em São Luís.

Próximo ao Muticenter Sebrae dois carros bateram. Já em outro ponto da avenida, um caminhão-baú bateu em um Corola. Agentes da Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT) já estão no local fazendo os procedimentos para desobstruir as vias.

Na Avenida Ana Jansen, próximo ao Banco do Brasil, aconteceu também um acidente. Um veículo táxi e uma moto colidiram-se. O homem da moto, identificado como Fábio de Almeida Bezerra, está no local à espera do Samu. Um grande congestionamento se formou na Avenida Ana Jansen por conta do acidente.

grave acidente em Anapurus

Um acidente ocorrido por voltadas 5h da manhã deste domingo, próximo ao Bar do Bujão, na MA 230, nas proximidades da entrada para os municípios de  Anapurus e Mata Roma, deixou um morto e dois feridos.




Fabrício Bruno Costa, morreu na hora
Fabrício Bruno Costa, de 33 anos, natural do estado de Minas Gerais, morreu na hora.  Ele trabalhava no INSS de Chapadinha. O colega de trabalho dele, o cearense Josemar Pereira de Vasconcelos, de 27 anos, sofreu luxação posterior do quadril e  foi encaminhado para São Luis. A terceira vítima, não identificada, sofreu ferimentos leves e recebeu alta logo após atendimento no Hapa.


Josemar, transferido  para São Luis 
Os Dois motoristas envolvidos no acidente estão detidos na delegacia de Chapadinha, onde ficarão a disposição da justiça 













Polícia fecha desmanche de carros em Imperatriz

Ação da PM foi realizada neste domingo. No local, polícia encontrou carcaças de dois carros.
Caminhonete recuperada pela Polícia Militar. (Foto: João Rodrigues/Imirante Imperatriz)

IMPERATRIZ – Uma caminhonete tipo Hilux de cor prata, placa OOZ-8071-MG, que havia sido furtada na cidade de Marabá (PA), na última sexta-feira (19), foi recuperada pela Polícia Militar, no início da noite deste domingo (21), em um galpão localizado na margem direita da rodovia Pedro Neiva sentido Imperatriz e João Lisboa. No local, os policiais encontraram ainda uma pick up tipo Saveiro Cross, com placa do Pará e carcaças de dois Corollas e de uma caminhonete D-20, o que, segundo a polícia, confirma o local como um desmanche de carros.

Uma das carcarças encontradas pela polícia durante operação. (Foto: João Rodrigues/Imirante Imperatriz)

O capitão PM Lima, que comandou a operação, disse que o 3º Batalhão foi informado por uma empresa de monitoramento sobre a localização via satélite em um galpão em Imperatriz, da caminhonete furtada no Pará. Diante das informações, os policiais da Força Tática e grupo de inteligência agiram rápido em um cerco ao prédio. Não havia ninguém no local.
“Não deu para identificar quase nada porque eles queimaram tanto os números dos chassi como as placas, mas podemos dizer que esses dois Corolas, que viraram carcaças, eram zero quilômetro” disse o capitão.
Polícia fecha desmanche de carros em Imperatriz. (Foto: João Rodrigues/Imirante Imperatriz)

O militar disse ainda que a caminhonete já estava sem alguns componentes internos, o que, segundo ele, significa que ela estava em processo de desmanche. A pick up Saveiro estava intacta. De acordo com o policial, a proprietária do imóvel contou que havia alugado o galpão para um homem identificado como Adriano Ferreira da Silva, havia dois meses
“Tudo caracteriza que seja um desmanche. O local está alugado para um rapaz e a gente vai verificar a questão da documentação e dar maiores esclarecimentos posteriormente”, finalizou o capitão Lima.
Local utilizado para realizar os desmanches dos veículos. (Foto: João Rodrigues/Imirante Imperatriz)

A caminhonete Hilux e a Saveiro foram levadas do galpão, que seria uma oficina apenas de fachada, para o Plantão Central da Delegacia Regional de Segurança
Na última segunda-feira (16), uma ação conjunta das policias Rodoviária Federal e Militar resultou na localização e recuperação, em Imperatriz, de um caminhão frigorífico que havia sito tomado de assalto no Estado Tocantins na madrugada de sábado. No local, uma casa no bairro Jardim Morada do Sol, os policiais encontraram ainda três armas, várias munições, placas de carros, vários talões de cheque e mais dois veículos, o que reforça o local como um ponto de apoio de quadrilhas de assaltantes interestaduais.

Maranhão perdeu mais de 70% de mata nativa com desmatamento

Amarante do Maranhão é o município mais devastado.
Informação é do o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais.


   
Dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) apontam o desmatamento de 71,28% da floresta original no Maranhão, percentual equivalente a 105.195 quilômetros quadrados. Do restante das terras, correspondentes a 42.390 quilômetros quadrados, 52% dessas reservas naturais estão destinadas aos índios que, por lei, têm a posse integral do espaço.

Ainda segundo o Inpe, 13% das áreas indígenas do Estado foram retiradas por ação do homem. O município de Amarante do Maranhão, a 679km de São Luís, é um dos que se destacam negativamente nos índices de desmatamento do Estado.

O Ministério Público Estadual (MPE), um dos responsáveis pela investigação sobre o desmatamento ilegal no Maranhão, informou que, além de Amarante do Maranhão, os municípios de Centro do Guilherme, Itinga do Maranhão, Grajaú, Barra do Corda, Jenipapo dos Vieiras, Buriticupu, Arame, Bom Jesus das Selvas, Centro Novo do Maranhão, Zé Doca e Santa Inês apresentam altos índices de devastação das reservas naturais.

A devastação da mata nativa também prejudica as populações indígenas que vivem nessas áreas. De acordo com a conselheira Rosana de Jesus Diniz, que integra o Conselho Indigenista Missionário no Maranhão (Cimi), o aumento dos índices de desmatamento em Amarante e em outros 11 municípios maranhenses ocorre devido à propagação do mercado madeireiro e da exploração dos índios que vivem nas reservas de onde são retiradas as madeiras, apesar da expansão na região da atividade pecuarista.

Segundo a pesquisa Produção da Extração Vegetal e da Silvicultura do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o município maranhense de Grajaú obteve a maior produção de carvão do país, em 2011. Ainda segundo o levantamento, na lista dos 20 principais produtores de carvão do país estão: Barra do Corda (320km de São Luís ) e Centro Novo do Maranhão (208km da capital).

Homem é encontrado morto dentro de um veículo, no bairro da Cohama

Vítima estava enrolada em um lençol, bastante ensanguentado.
Junto ao corpo havia um carnê de pagamento.


Um homem foi encontrado morto dentro de um Corsa Classic de cor prata, de placas HPF 9754, na Rua do Aririzal, no bairro da Cohama.  Ele teria sido assassinado com arma branca.

De acordo com informações da Delegacia de Polícia Civil da Cidade Operária (Decop), a vítima se chamava Raimundo Nonato Mendonça Frazão, e tinha 48 anos. O corpo foi encontrado enrolado em um lençol, bastante ensanguentado. Junto, havia um carnê de pagamento, no interior do carro e próximo ao corpo.

O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal.

Detento é assassinado no Complexo Penitenciário de Pedrinhas

Esta foi a nona morte no presídio, segundo a Secretaria de Segurança.
Homem cumpria pena por homicídio.                                  

Mais um assassinato foi registrado no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, ontem (21) à noite. Foi o nono assassinato neste mês de abril, segundo informações da Secretaria de Segurança Pública.
O homem identificado como Paulo Sérgio Nascimento, de 26 anos, cumpria pena por homicídio no CDP. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal. A polícia investiga para saber se a morte tem relação com o plano de fuga descoberto há dez dias. O caso deve ser investigado, também, pela Polícia Civil.

José Sarney revela que continuará trabalhando até os últimos dias de sua vida

     



Como o próprio intitula ‘o político com a carreira mais longeva da história da República’, um dos mais ilustres maranhenses, concedeu entrevista exclusiva a O Imparcial para falar sobre os 28 anos do processo de consolidação da redemocratização brasileira, mas foi além falou de planos para o futuro, recordou feitos e ainda falou sobre o que mais gosta de fazer, se dedicar a literatura. Nas próximas linhas, José Sarney fala sobre um pouco da sua vida nas últimas décadas que marcaram a transformação da vida política e social do país.

-->
-->-->-->
O Imparcial: Que avaliação o senhor faz da sua carreira política 28 anos após assumir a Presidência da República do Brasil?
José Sarney: A vida e o destino foram extremamente generosos comigo: fizeram-me o político de carreira mais longeva da História da República, aquele que teve o maior número de mandatos no Senado Federal e o que pôde subir todos os degraus da política, de deputado federal a presidente da República, além de presidente do Senado Federal por oito anos.
 
Na Presidência da República, tive a difícil missão de comandar a saída do País de um regime autoritário e a instauração da democracia.
Tivemos poucas Constituições na História da República. A que mais profundamente modificou a sociedade brasileira foi feita durante meu Governo.
 
Eu, quando convoquei a Constituinte, tive oportunidade de dizer que precisávamos avançar nos direitos sociais, correspondendo a minha Presidência ao período em que o Brasil colocou o social entre as suas prioridades e como uma das razões da ação do Estado.
 
Após 28 anos de ter assumido a Presidência da República, confortam-me os resultados que obtivemos: a instauração de uma das maiores e mais poderosas democracias, o maior clima de liberdades que já teve este País, os melhores avanços na área dos direitos individuais e civis, bem como a implantação de direitos sociais que até então não existiam e passaram a ser o carro-chefe das preocupações dos Governos seguintes.
 
Tudo isso foi possível porque a transição democrática foi feita com a implantação de instituições duradouras e seguras.
Os estudiosos da história recente da democracia no mundo ressaltam que a mudança mais profunda feita no Brasil foi a realizada durante o meu Governo. E também que a nossa Constituição é a que mais tempo passou sem ruptura na História da República.
 
Relembrando o episódio da posse na Presidência do País recém-saído de uma ditadura militar e a morte de Tancredo Neves, foi um momento pessoal muito difícil?
Foi um momento pessoal muito difícil. Não há palavras na Língua Portuguesa que possam explicar o meu sentimento naquela noite. Além da perplexidade, da solidão, da tristeza e do temor pelo desconhecido, havia o peso imenso da responsabilidade que, naquele momento, recaía sobre meus ombros.
 
Quais contribuições do seu Governo na Presidência da República têm grandes reflexos ainda hoje, 28 anos depois?
Esse período foi de absoluta tranquilidade institucional, o que possibilitou que o Brasil passasse a ser a sexta economia mundial e fizesse uma melhor distribuição de renda, tornando o País mais justo.
Recordo que todas essas conquistas começaram durante o meu Governo.
 
Para citar algumas delas, recordo a maior de todas: a universalização da saúde. No Brasil, apenas trabalhadores com carteira assinada tinham direito ao benefício da assistência à saúde, custeado pelo Estado. Hoje, depois do meu Governo, todos os brasileiros passaram a ter direito a esse benefício, uma conquista coberta do nascimento até a morte.
A taxa de desemprego que deixei foi de 3%, até hoje não repetida, ou seja, continua inédita na História da República.
 
Instalei também o Conselho da Mulher, e hoje temos uma mulher Presidente da República.
Cito ainda a defesa do consumidor, o vale-alimentação, o vale-transporte, a impenhorabilidade da casa própria, o 13º salário para o funcionalismo público, civil e militar, e também uma política de valorização do salário-mínimo, que passou a ser também uma maneira de melhor distribuição de renda. Isso começou com o Plano Cruzado e até hoje não foi superado.
 
Todo esse legado tem a base e o princípio do Governo da transição democrática presidido por mim.
Esta é a principal avaliação que posso fazer dos anos que se passaram após a minha saída da Presidência.
Para citar Rui Barbosa: “Tenho a consciência, como estadista, de que não plantei couve, mas sim carvalho.”
 
O que aprendeu com os aliados ao longo da sua carreira política e o que só aprendeu com a Oposição?
Ninguém faz política sem aliados, e eu sempre a compreendi como a arte de harmonizar conflitos numa sociedade plural, democrática e controversa. Nunca aceitei a definição de Lenine de que a política deve ser uma guerra e que os adversários devem ser considerados inimigos que devemos exterminar.
 
Foi minha prática constante, ao longo de toda minha carreira, o exercício da arte do diálogo para compreender a posição e o pensamento dos outros. Dentro desse quadro, penso que a Oposição é necessária e contribui para que cada um prove que a democracia é um estado de espírito.
 
Qual legado fica para os filhos? Era seu desejo que seguissem o caminho da política?
Meu testamento para eles é o de pregar a fidelidade aos valores morais, o amor ao próximo, a capacidade de perdoar e a gratidão pela graça da vida, que começa na família.
Cada tempo é seu tempo, e o mundo
 
vive em constante mutação. Hoje, estamos, em relação ao tempo em que entrei na política, num mundo transformado. E vivemos também num mundo em transformação, na passagem da sociedade industrial para a sociedade de comunicação.
Se eu nascesse hoje, não entraria na política, mas não posso dizer aos meus filhos, que nasceram nesse tempo, que não o façam.  
 
A política nos proporciona o pensar coletivamente, com a possibilidade de melhorar a sorte das pessoas da sua cidade, do seu Município, do seu Estado, do seu País e da própria humanidade. Só se faz política com espírito público, com devoção, com fé, como se fosse uma religião. Para isso, são necessários sacrifício, paciência e dedicação.
 
Quais os planos para o futuro? Aposentadoria? Literatura?
 Aos 80 anos, o futuro, como dizia Eliot, é o presente e, dentro do presente, estão o futuro e o passado.
Não penso em me aposentar nunca. Até o fim da minha vida, trabalharei todos os dias nas duas vertentes que constituí na minha vida: a política e a literatura.
 
Biografia, ficção e jornalismo – o senhor pretende dedicar-se mais a um ou a outro desses segmentos da escrita?
Estou com meu livro de memórias concluído. Devo entregá-lo dentro de alguns meses aos editores. Espero que, até o fim do ano, esteja publicado. Ele sairá, ao mesmo tempo, em português e espanhol.
Não abandonarei a poesia, a ficção e o jornalismo. Tenho verdadeira fascinação pelo jornal. Não sei como viveria se não escrevesse quase semanalmente. O jornal e o livro, para mim, são as maiores invenções da humanidade.
 
O senhor voltaria atrás em algo na carreira? Talvez dedicar-se somente ao jornalismo ou à literatura, por exemplo?
Se pudéssemos viver a mesma vida duas, três ou muitas vezes, em cada uma delas, mudaria muitos dos erros que cometi, corrigiria muitas das minhas falhas. Talvez me dedicasse somente ao jornalismo ou à literatura, por exemplo. Se eu tivesse que repetir, como disse, muitas vezes, a mesma vida, sem dúvida alguma, em uma dessas vezes, ficaria somente com o jornalismo ou com a literatura; em outra, somente com a política. Quem sabe, até entraria para um convento!
 

Acidente na MA-230 deixa um morto e dois feridos neste domingo (21)

Vítima foi atropelada duas vezes, após sair de um bar.
Condutores foram levados à Delegacia de Chapadinha, onde estão detidos.

Fabrício Bruno Costa era natural de Minas Gerais (Foto: Alexandre Cunha)
Fabrício Bruno Costa era natural de Minas Gerais
(Foto: Alexandre Cunha)

Um acidente por volta das 5h deste domingo deixou uma pessoa morta e duas feridas na MA-230, próximo ao município de Anapurus (a 183 km de São Luís). O homem identificado como Fabrício Bruno Costa, de 33 anos, servidor do INSS e natural do estado de Minas Gerais, foi atropelado por duas picapes Saveiro, ambas de Chapadinha.
De acordo com testemunhas, ele e um grupo de amigos estavam em um bar na via, após saírem de uma festa. Ao atravessar a rodovia, foi colhido por um veículo conduzido por um morador de Chapadinha. Em seguida, outro veículo, conduzido por um vendedor de verduras, que trazia um carregamento de hortaliças, acabou passando por cima de Fabrício.
Muitos curiosos foram observar o ocorrido após o acidente (Foto: Alexandre Cunha)
Muitos curiosos foram observar o ocorrido após o acidente (Foto: Alexandre Cunha)

Um colega de trabalho de Fabrício Bruno sofreu luxação no quadril e foi encaminhado para São Luís. A terceira vítima, ainda não identificada, sofreu ferimentos leves e recebeu alta logo após atendimento.
Os dois motoristas não se evadiram do local e foram encaminhados à Delegacia de Chapadinha, onde ficaram detidos e estão sendo ouvidos pelo delegado Jairon Timbó.
BR-135
Uma tentativa de homicídio foi registrada pela Polícia Rodoviária Federal neste domingo (21). Um homem que vinha como garupa em uma motocicleta atirou nas costas do condutor, por volta das 9h30, no Km 9. O motociclista foi socorrido por uma ambulância da Samu e não corre risco de morte. Já o autor do disparo conseguiu fugir.
 

Motorista não consegue fazer curva e cai sobre residência no Sacavém

Medo. Muito medo. Foi isso que a dona de casa Ana Cristina Costa, 43 anos, sentiu ontem de madrugada quando ele ouviu um grande barulho de veículo batendo na grade de proteção que fica alguns metros acima de sua casa, localizada no bairro do Sacavém. Por volta de 1h, o motorista de um Corsa Classic não conseguiu fazer a curva acentuada da Rua São Luís e acabou despencando em cima da casa de Ana Costa, que fica próxima a um barranco. O carro ficou de ponta-cabeça e o motorista deixou o local sem ser identificado, mas há a suspeita de estivesse embriagado.

No momento do acidente, Ana Costa estava sozinha e afirma que foi um milagre escapar. "Eu levantei porque estava com uma dor de estômago. Era 1h da madrugada. Quando eu ouvi o barulho dele batendo na proteção eu já saí correndo. Deus me ajudou. Eu quero que ele reforme minha a casa porque eu sou uma pessoa humilde", disse.

Os moradores afirmam que não é a primeira vez que ocorre um acidente no local. No ano passado, um motoqueiro caiu na mesma casa, não resistiu aos ferimentos e morreu.

Mustafá infarta após descobrir o segredo da esposa

O turco não aguenta saber o que Berna fez de terrível no passado.
Cada vez mais perto do seu final emocionante, ´Salve Jorge´ começa a mostrar que vários personagens terão um rumo mais dramático nos próximo capítulos. E este é o caso de Mustafá que irá enfartar após descobrir o segredo de sua esposa, Berna.

De acordo com o jornal ´Extra´, o turco passa mal depois de saber que a mulher ajudou Wanda a roubar Aisha da mãe biológica. Quem fará a revelação é Stênio. O advogado marca uma reunião com o comerciante, mas faz vários rodeios antes de dizer a verdade, irritando-o.
"Tem uma coisa pesada no ar, eu sinto! Mas ninguém fala! O que foi que ela fez? Seja claro!", pede Mustafá assustado antes de descobrir toda a verdade.

Homem morre em acidente na MA-230, próximo à cidade de Anapurus

Vítima estava em um bar quando foi atropelada por uma Saveiro por volta das 5h de domingo.
ANAPURUS - Um acidente na MA-230, próximo à entrada dos municípios de Anapurus (MA) e Mata Roma (MA), resultou em uma morte e duas pessoas feridas por volta das 5h deste domingo (21). As vítimas estavam com um grupo de amigos em um bar localizado ao lado da rodovia, quando foram atropelados por uma Saveiro. Um dos homens atingidos, que já estaria morto, chegou a ser atropelado uma segunda vez por outro veículo.

Fabrício Bruno Costa, de 33 anos, faleceu no local do acidente. Ele estava acompanhado do colega de trabalho Josemar Pereira de Vasconcelos, de 27 anos, que também foi atingido pelo veículo e sofreu luxação posterior do quadril. Uma terceira vítima, de nome não identificado, sofreu ferimentos leves e já recebeu alta.

O motorista do carro que atropelou primeiro, Elton Jhonny Rodrigues da Costa, de 24 anos, estava no mesmo bar onde as vítimas se encontravam e tinha acabado de sair, quando os atropelou. O condutor do segundo carro, o vendedor de verduras Bernardo Alves Sousa, passava pelo local com um carregamento de hortaliças e acabou atingindo novamente Fabrício Bruno Costa, que já estaria morto na rodovia.

Os dois motoristas foram conduzidos a Chapadinha para serem ouvidos pelo delegado de plantão Jayron Timbó.