sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Homem é atingido com vários tiros no meio da rua no Bairro da Camboa

Dois homens, armados com pistolas, em um veículo Corsa Classic, de cor verde, e placas NXM-1373, disparam vários tiros contra Sebastião de Jesus Cutrim, de 35 anos, conhecido como "Cupim", residente na Rua Nova, bairro Camboa.

O crime ocorreu por volta das 8h da manhã desta quinta-feira (13), em plena avenida da Camboa. A vítima estava nas proximidades de um mercadinho quando os acusados encostaram o carro e passaram a disparar contra Cupim.

Após os disparos, os acusados fugiram em alta velocidade e Sebastião ainda foi socorrido e encaminhado para o hospital Djalma Marques (Socorrão), onde foi atendido pelos médicos e continua internado.

A polícia suspeita que o atentado contra Sebastião esteja relacionado com a morte do traficante Magno Benedito Oliveira Furtado, conhecido como "Bibi" executado a tiros na Camboa no início desta semana.

PM prende cinco pessoas que tentavam vender ingressos do jogo do Sampaio


 (SILVAN ALVES/O IMP/D.A PRESS)
Policiais do Serviço de Inteligência da Polícia Militar prenderam no entorno do Estádio Castelão, os cambistas Luis Carlos Monteiro Serra, José Ribamar Melo Paixão, José de Ribamar Pessoa, Luis Henrique Azevedo e Eldson de Sousa Costa.

Ele foram presos com dinheiro e vários ingresso do jogo entre Sampaio Correa e Vilhena que ocorreu na noite desta quarta-feira (12). Segundo o major Jessé, a polícia montou um esquema utilizando os policiais do Serviço de Inteligência para conter a ação dos cambistas na área do Castelão.

Os policiais se infiltraram em meio aos torcedores e não tiveram dificuldades para flagrar os cambistas. Depois de presos, os cinco acusados foram encaminhados para o Plantão Central da Rffsa.

Policial militar tenta impedir assalto e acaba baleado




Jocimar Ribeiro levou um tiro na nuca e está internado no hospital (SILVAN ALVES/O IMP/D.A PRESS)
Jocimar Ribeiro levou um tiro na nuca e está internado no hospital
O policial militar Jocimar Ribeiro Oliveira, de 40 anos, foi atingido com um tiro na nunca ao tentar evitar um assalto na saída de uma festa na cidade de Imperatriz.

De acordo com as informações, o militar estava saindo de uma festa quando se deparou com um homem sendo assaltado.

No momento em que o policial tentou intervir na situação, surgiu outro homem que sacou uma arma e atirou contra Jocimar. Em seguida os dois bandidos fugiram e o militar foi socorrido e encaminhado para um hospital da cidade.

O policial foi submetido a uma cirurgia e continua internado em observação. Os autores do crime ainda não foram identificados pela polica.

Agente penitenciário é assassinado a tiros na Janaína

SÃO LUÍS - No início da noite de ontem (13), no bairro Janaína, o agente penitenciário Valter Sidnei Salgado Sá, foi assassinado com três tiros, dois na cabeça e um no abdômen. Os tiros foram disparados por uma pistola ponto 40.

A polícia está investigando o caso e suspeita de vingança, pois a vítima há alguns anos, executou um jovem dentro da delegacia da Cidade Operária. Por outro lado, Valter Sidnei, também, era informante da polícia e participava das prisões de quem ele denunciava. A polícia investiga o caso para ver se há ligação do crime com o trabalho do agente penitenciário.

Detento é assassinado na Penitenciária de Pedrinhas

A autoria e motivação do crime já estão sendo investigadas pela Sejap.
 
SÃO LUÍS - O detento Marcos Vinícius Rodrigues Nascimento foi assassinado nesta quinta-feira (13), no Centro de Detenção Provisória (CDP), no Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

A Secretaria de Estado de Justiça e Administração Penitenciária (Sejap) informa que o corpo do detento Marcos Vinicius Rodrigues Nascimento, o “Marquinhos Capeta”, de 23 anos, interno do Centro de Detenção Provisória de Pedrinhas (CDP - Pedrinhas), estava enrolado em um lençol, próximo a cela três, local onde estava preso com outros 13 detentos.

O detento estava na unidade há cinco dias e veio transferido do Centro de Custódia de Presos de Justiça de Pedrinhas (CCPJ/Pedrinhas). Morador da Rua Macaúba s/n Maiobinha na cidade de São José de Ribamar, ele foi preso por tráfico de drogas e porte ilegal de armas e já era sua terceira passagem pelo sistema prisional do estado.

Ainda não foi identificado o autor do crime e as primeiras informações dão conta de que a vítima teria sido morta por chuçadas.

O superintendente de Execuções Penais da Sejap, Fredson Maciel, afirmou que todos os procedimentos foram efetuados imediatamente após a descoberta do crime. De acordo com ele, a perícia está sendo aguardada no local e um inquérito será aberto para apurar a causa da morte. “Tomamos todas as medidas necessárias, a pericia foi chamada e o delegado do 12º Distrito Policial vai ajudar nas investigações”, informou.

Radialista é assaltado dentro de banco no São Francisco

assaltante Thiago, vulgo ‘Orelha’, estava armado com um facão.
 
SÃO LUÍS – Na manhã desta sexta-feira (14), por volta das 7h, o radialista Domingos Ribeiro da Silva foi assaltado dentro da agência do Banco do Brasil no bairro do São Francisco, na área do caixa eletrônico, quando realizava uma operação.

O assaltante, munido de um ‘facão’, levou um telefone celular e um tablet da vítima. O assaltante foi visto cruzando a Avenida Ana Jansen, e fugindo pela Rua 2 do São Francisco.

Ação da Polícia Militar

A polícia militar foi comunicada e, 40 minutos após o assalto, conseguiram recuperar o telefone celular. Segundo informações da polícia, o assaltante Thiago, conhecido como ‘Orelha’, realiza diversos assaltos pela região.

Ex-vereador de Paço do Lumiar, Júnior do Mojó, já está em São Luís

Ele desembarcou na madrugada desta sexta-feira (14), no aeroporto da capital.
 
Foto: Arquivo
SÃO LUÍS – O ex-vereador de Paço do Lumiar, Edson Arouche Júnior, o "Júnior do Mojó", suspeito de ser o mandante do assassinato empresário Marggion Andrade, desembarcou na madrugada desta sexta-feira (14), no aeroporto de São Luís. Ele se encontrava refugiado em São Paulo, onde foi detido e transferido por policiais federais. Júnior do Mojó chegou a São Luís às 3h em um voo comercial e desembarcou pela porta da trás do avião.

O local onde a aeronave estava é uma área restrita. Júnior do Mojó entrou direto num dos carros da Polícia Federal (PF), que o aguardava na pista do aeroporto. O preso foi levado até a sede da PF na avenida Daniel de La Touche. Depois de 60 dias de investigação, a policia havia recebido informações que o suspeito estaria morando no Rio de Janeiro, mas conseguiu prendê-lo em São Paulo, na semana passada.

Outro suspeito de ter mandado matar o empresário é o corretor de imóveis Elias Orlando Nunes Filho, que continua foragido.