sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Queda de energia apaga Maranhão, outros estados do Nordeste e parte do Norte

Um apagão escureceu todo o Maranhão na madrugada desta sexta-feira. Simultaneamente, apagaram-se todas as cidades do Nordeste, Belém e Tocantins e também o sul do Brasil.

O diretor de comunicação da Cemar, do Maranhão, afirmou que "uma falha no Sistema Interligado Nacional, de responsabilidade do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS)" causou a falta de energia. Estima-se que, pelo menos, 6 milhões de pessoas ficaram às escuras. A queda levou o blecaute parcialmente no Norte, Sul e totamente na região Nordeste.

Em São Luís, nos bairros do Calhau, Cohama, Ponta D´Areia, Olho D'água, Renascença, Altos do Calhau, Shalon, Cohajap moradores também relataram a falta de energia.

Em Fortaleza, moradores dos bairros, Messejana, Benfica, Jardim Iracema, Barra do Ceará, Fátima, Aldeota, Meireles já relataram a queda de energia, além de moradores de outras cidades do estado como Crato, Juazeiro do Norte, Sobral e Maracanaú.

É a segunda vez nos últimos 35 dias que ocorre um apagão na região Nordeste. Em 22 de setembro, segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), órgão responsável por administrar o Sistema Interligado Nacional um problema nas interligações Sudeste - Norte e Sudeste - Nordeste, atingiu o fornecimento de energia elétrica em parte da região Nordeste do país.

Mulher é esfaqueada pelo marido em Chapadinha

A dona de casa, Josielma Almeida da Silva, morreu agora a pouco no Hospital Antonio Pontes de Aguiar, vítima das facadas deferidas pelo próprio marido na manhã de desta sexta-feira (26) no bairro da Cruz em Chapadinha. Segundo populares, o homem conhecido como André estaria tentando reatar o seu relacionamento com a esposa (Josielma). Inconformado com a negativa da mulher, André num ataque de fúria, desferiu diversas facadas na vítima.

Após cometer o crime, o acusado pediu uma carona para uma rapaz que passava de moto, em certo ponto, André rendeu o motociclista e fugiu na moto em direção ao povoado laranjeiras.

Mais informações sobre o estado de saúde da mulher esfaqueada pelo ex-marido, que ao contrário do que foi informadao felizmente não faleceu



De acordo com o boletim emitido pelo Hospital Regional Antonio Pontes de Aguiar o estado de saúde da vítima, Josielma Almeida da Silva, de 21 anos de idade, é considerado estável.

Segundo o médico plantonista, a paciente está consciente, mas será encaminhada a São Luís,dentro de instantes.

As perfurações à faca foram desferidas contra a vítima nas regiões do pescoço, mão, adbômene perna, na manhã desta sexta-feira (26), pelo ex-marido, conhecido apenas como André.

A tentativa de homicídio ocorreu próximo ao Mercado Público Municipal.

Filho é suspeito de agredir a mãe em Barra do Corda

Policiais civis do 1º Distrito Policial de Barra do Corda efetuaram, nesta terça-feira (23), a prisão em flagrante delito de Miguel Correia Lima de Oliveira Júnior, de 23 anos, pelo crime de agressão à própria mãe.

Segundo informações, ele foi preso pelos agentes policiais em sua residência, localizada na Rua Almir Silva, Bairro Altamira, na cidade de Barra do Corda, após ter invadido a casa da mãe, identificada como Maria das Graças de Araújo.

Miguel Correia foi denunciado por populares que informaram a polícia de que ele teria invadido a casa e quebrado vários objetos no interior da residência, e que estava fazendo ameaças de atear fogo no local.

Miguel Correia Lima de Oliveira Júnior foi autuado nos Artigos 147 e 163 do Código Penal Brasileiro pelos crimes de ameaça e danos materiais. Ele permanecerá custodiado na carceragem da Delegacia Regional à disposição da Justiça.

Incêndio em equipamento provocou blecaute no Norte e Nordeste do país

O problema ocorreu justamente na interligação entre os sistemas Norte-Nordeste e Sul-Sudeste.

RIO DE JANEIRO – O incêndio em um equipamento entre as subestações de Colinas (TO) e Imperatriz (MA) foi a causa do desabastecimento de energia ocorrido na Região Nordeste e em parte do Norte do país, na madrugada de hoje (26). O problema ocorreu justamente na interligação entre os sistemas Norte-Nordeste e Sul-Sudeste.
A linha de transmissão é operada pela empresa Taesa. Segundo informação da assessoria de imprensa do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), o problema ocorreu pouco depois da meia-noite e demorou pouco mais de uma hora para ser resolvido. Portanto, por volta da 1h30, a energia na linha principal já tinha sido restabelecida. No entanto, as distribuidoras de energia levaram mais tempo para restaurar a energia nas linhas secundárias.
Uma reunião de técnicos às 14h de hoje, na sede do ONS, no Rio, vai analisar mais profundamente o problema. Pela manhã, o assunto deve ser discutido em uma reunião do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico, em Brasília.

Apagão deixa os nove Estados do Nordeste às escuras

Por volta das 23h14, faltou energia em toda a região Nordeste. Apagão durou mais de duas horas.

Foto: Mauricio Araya / Imirante
SÃO LUÍS – Na noite de quinta-feira (25), por volta das 23h14, todos os Estados do Nordeste (Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Alagoas, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe), além de parte do Pará, Tocantins e Distrito Federal, ficaram sem energia. Segundo informações do executivo de imprensa da Companhia Energética do Maranhão (Cemar), Luiz Carlos Cardoso, o apagão ocorreu devido à interrupção do fornecimento de energia da operadora nacional de fornecimento, a Eletronorte. Por volta das 1h30 desta sexta-feira (26), após mais de duas horas de apagão, a energia foi reestabelecida em São Luís.
O último apagão com essa dimensão foi no dia 22 de setembro. Uma queima do transformador teria sido a responsável pela interrupção no fornecimento de eletricidade em 11 Estados, nas regiões Norte e Nordeste, incluindo o Maranhão.
De acordo com informações do Operador Nacional de Sistemas (ONS) a causa da queda de energia ainda não foi identificada. A ONS é responsável pela coordenação e controle da operação das instalações de geração e transmissão de energia elétrica no Sistema Interligado Nacional (SIN), sob a fiscalização e regulação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).
Na Bahia, a energia elétrica só foi reestabelecida três horas após o início do apagão. Na capital cearense, Fortaleza, a energia foi reestabelecida após quatro horas. Esse foi o quarto apagão registrado somente em 2012 em todo o país.