segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Maranhense de Itapecuru afirma ser filha de Sarney

Processo de investigação de paternidade foi aberto na 2ª Vara da Família, de Brasília, pela servidora federal Silene Araujo
Advogado de José Sarney pediu a suspensão do processo e não fala sobre o caso, alegando segredo de Justiça


Há quase 10 meses, tramita sob sigilo no Tribunal de Justiça do Distrito Federal (TJ-DF) um processo de Ação de Investigação de Paternidade (AIP) envolvendo o ex-presidente da República e do Senado Federal José Sarney (PMDB-AP), 82 anos.
O processo foi aberto em 4 de maio de 2012, na 2ª Vara de Família, em Brasília, sob o número 2012.01.1.063782-8. Na inicial do processo, documento ao qual o Jornal Pequeno teve acesso, a servidora federal Silene do Socorro Nogueira Araujo, de 54 anos, nascida no município maranhense de Itapecuru-Mirim (a 120 quilômetros de São Luís), afirma, por meio de seus advogados, ser filha biológica de Sarney e pede a realização de um exame de DNA.
No documento, os advogados da proponente, Helbert Maciel e Leonardo Augusto Raulino Pereira – com escritório em Teresina (Piauí) –, relatam que José Sarney teve um envolvimento com a mãe de Silene, Izaura Nogueira Araujo, em Itapecuru, 'nos idos de 1957', sendo que, como fruto desse relacionamento, segundo a inicial do processo, nasceu Silene, em 18 de maio de 1958.
Diz a inicial:
'O vistoso jovem de Pinheiro (MA), radicado em São Luís, aos 27 anos já titular da cadeira 22 da Academia Maranhense de Letras e promissor deputado federal pela UDN, além de advogado de escol, se encanta com a linda morena que conhecera por essas viagens políticas.
Em outubro de 1958, haveria eleições para a Câmara dos Deputados, e ele tentaria obter o primeiro mandato próprio, não mais suplente como então.
Católico fervoroso, inteligente, culto, sagaz no trato político, não foi difícil ao jovem deputado conquistar o coração de Izaura, quiçá 'Saraminda'.
José Sarney passou a visitar com frequência, não apenas por interesses políticos-eleitorais, Itapecuru-Mirim. Izaura, por vezes, em períodos de eleições, oportunidades para encontros, ia de avião a comícios em cidades próximas, muito embora fato incomum, mormente naquela época, a pessoas de poucas posses'.
Hoje divorciada, Silene Nogueira Araujo tem duas filhas – uma de 33, outra de 34 anos –, e mora atualmente num bairro de classe média de Recife (Pernambuco).
De férias em São Luís (onde tem parentes), Silene aceitou falar ao JP:
'Minha mãe, até sua morte, em 2003, aos 72 anos, guardou segredo sobre quem era meu pai. Ela nunca me falou nada. Mas eu cresci ouvindo as pessoas que conviviam com ela sempre mencionando seu relacionamento com o Sarney, que ele a levava nas campanhas políticas, até de avião. Também falam até hoje da minha semelhança física com Roseana [Sarney, filha do senador, atual governadora do Maranhão]. Minha infância e adolescência foram normais. Só achava estranho minha mãe nunca me falar nada sobre meu pai. Cresci sem essa referência da figura paterna, mas sempre fui tratada como uma princesa. Nunca me faltou nada, embora minha mãe fosse muito pobre. Tanto que aos 15 anos pude sair de Itapecuru para frequentar o Liceu Maranhense, em São Luís, onde terminei o Segundo Grau'.
Silene fez questão de enfatizar ao JP que seu maior interesse com o processo para investigação de paternidade 'não é financeiro e sim para esclarecer a verdade'.
Também afirmou que só está quebrando o segredo de Justiça – que ela mesma pediu – porque 'o senador Sarney está tentando obstaculizar o processo de todo jeito, usando de todo o seu poder para que ele não vá adiante'.
O JP apurou que José Sarney, por meio de seu advogado, Eduardo Antônio Lucho Ferrão, já comunicou à Justiça que não aceita fazer o exame de DNA voluntariamente, e entrou, em setembro, com um agravo regimental para interromper a tramitação do processo. Os advogados de Silene recorreram e ambas as partes aguardam a decisão judicial sobre o agravo.
Outro lado – Contatado pelo JP, o advogado Eduardo Ferrão respondeu, por e-mail enviado no início da tarde de sexta-feira (22):
'É regra legal inafastável que o advogado não pode comentar quaisquer processos por ele patrocinados e que tramitam sob segredo de Justiça'.
Silene encontrou Sarney numa igreja, em São Luís, e lhe disse: 'Sou tua filha'
Num trecho da inicial do processo de investigação de paternidade envolvendo José Sarney, os advogados da proponente, Silene do Socorro Nogueira Araujo, relatam um encontro que ela teve com o senador, na Igreja de São Luís Rei de França, no Calhau, em 2011. Veja:
'Igreja de São Luís Rei de França, Calhau, São Luís, 4 de junho de 2011. Missa comemorativa dos 100 anos [que teria, caso viva] de dona Kyola, mãe do senador José Sarney.

Presente, a autora [Silene Araujo], que já juntara os fatos, dirigiu-se à autoridade ali posta: 'Sou tua filha, filha de Izaura!'
Um sorriso brotou no semblante firme do presidente do Senado Federal. Sorriso terno, sob o vistoso e característico bigode. Mas também sorriso intrigante, seguido por passos seguros – entre familiares, assessores e seguranças –, por cumprimentos efusivos, partidos de amigos, transeuntes e políticos.
E do sorriso restou a certeza. É a autora filha do réu!
A prova pericial científica assim esclarecerá'.
(OV)

Autor do disparo do sinalizador vai se entregar, diz Gaviões

A Gaviões da Fiel, principal torcida organizada do Corinthians, vai apresentar à polícia nesta segunda-feira um garoto de 17 anos que assumirá ser o autor do disparo do sinalizador que matou Kevin Espada, 14.

"Apresentaremos o garoto de 17 anos na segunda como o autor do disparo do sinalizador. Ele ficou assustado, queria se apresentar na Bolívia. Mas, como os Gaviões são os responsáveis por ele apesar de a mãe autorizar a viagem, esperamos a chegada ao Brasil para apresentá-lo à polícia", disse à Folha o advogado Ricardo Cabral, que representa a torcida e trabalhará para o adolescente.

O nome dele não foi revelado, mas ele em nenhum momento esteve entre os detidos pela polícia boliviana. O suposto autor chegou neste sábado ao Brasil em um dos quatro ônibus com torcedores que foram à Bolívia ver a estreia corintiana na Libertadores. A caravana tinha integrantes da Gaviões e de outras torcidas organizadas.
(UOL)

Crea/MA e Bombeiros intensificam vistorias

Ponte José será vistoriada pelo Crea/MA, mas órgão antecipa que a edifição não apresenta nenhum problema aparente 

 (ARQUIVO/OIMP/DA PRESS)
Ponte José será vistoriada pelo Crea/MA, mas órgão antecipa que a edifição não apresenta nenhum problema aparente

A semana na capital será marcada por fiscalizações, vistorias e vencimento parcial do pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). A vistoria de pontes, elevados e terminais de coletivos que serão feitas pelos técnicos do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Maranhão (Crea/MA).

Pontes, elevados e terminais de ônibus da capital serão vistoriados pelo Crea/MA. O coordenador dessa vistoria, o engenheiro civil Antônio Xavier, disse que o objetivo do trabalho é justamente evitar grandes incidentes, principalmente, durante o período chuvoso.

O trabalho de fiscalização das pontes está prevista para ocorrer esta semana, mas, adiantou que as pontes José Sarney, Bandeira Tribuzzi e do Caratatiua não apresentam nenhum tipo de anormalidade de forma aparente que proporcione algum tipo de risco para os veículos e pessoas que trafegam diariamente por esses locais. "As pontes foram vistoriadas no ano passado e não encontramos nenhum tipo de irregularidade de grande vulto. Apenas, a José Sarney apresentou desgaste nas guias de dilatação e falta de sinalização, porém, foi resolvido pelo órgão competente", explicouo engenheiro.

Os terminais de coletivos e os elevados de São Luís também serão vistoriados. Segundo Antônio Xavier, um dos pontos que serão analisados são a estrutura física, a camada de asfalto e dentre outros. "Esses locais tem uma grande concentração de pessoas. Algum tipo de ocorrência de incidente pode resultar em uma grande tragédia", frisou, Xavier.
O Crea/MA não divulgou a data da fiscalização.

Na mira do Bombeiro
O tenente-coronel do Corpo de Bombeiros, Ubirajara Figueiredo informou que esta semana o alvo das fiscalizações serão as igrejas e algumas repartições do estado e da prefeitura.

Durante o período do carnaval foram mais de 115 casas de show em todo o estado foram vistoriados. Somente, na capital, um total de 26. Em Imperatriz, oito; Santa Inês, 13; Bacabal, duas; Caxias, cinco. Ainda lembrou que no primeiro dia de trabalho mais de 22 casas noturnas foram fiscalizadas, inclusive, cera de oito interditadas.

Violência contra idosos

Eles rompem o silêncio e revelam situações de maus-tratos protagonizada por integrantes da própria família. As denúncias têm ajudado a punir os culpados e, possibilitado aos idosos, a viverem com mais dignidade, seja em asilos ou com parentes

Apesar da dor, sofrimento e tristeza por ter como protagonistas dos maus-tratos, familiaares, os idosos pedem ajudam e denunciam a violência  (HONORIO MOREIRA/OIMP/DA PRESS)
Apesar da dor, sofrimento e tristeza por ter como protagonistas dos maus-tratos, familiaares, os idosos pedem ajudam e denunciam a violência
Segundo os dados da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência, de janeiro a novembro de 2012, o Disque 100, foram registrados mais de 21 mil denúncias relacionadas aos idosos. No mesmo período de 2011, foram pouco mais de sete mil, aumento de quase 200%. Os crimes mais denunciados são: negligência e violência psicológica. Em seguida, vem abuso financeiro e econômico. A lista dos crimes mais denunciados tem ainda a violência física. Em quinto lugar na lista, seguem outros crimes, como o abandono.
A capital maranhense, São Luís, não foge a essa realidade. Segundo o levantamento feito pela Delegacia do Idoso em 2012, ameaças, maus-tratos e apropriação indébita do cartão aparecem com destaque entre as denúncias mais recorrentes de violência contra os idosos no Maranhão.
A maioria das vítimas são mulheres e, seus agressores quase sempre são aqueles que lhes deveriam dar proteção: membros da família. “Apesar de esses números mostrarem que as mulheres são as mais maltratadas a gente deve lembrar que os idosos, de forma geral, são vitimados. E isso independente dele ser homem ou mulher”, avalia a delegada Rosa Maria Castro Campos, titular da delegacia do idoso em São Luís. E acrescentou: “ Essa violência sempre é praticada por familiares ou pessoas ligadas a esses idosos”.
No ano passado, a Delegacia do Idoso abriu mais de cem inquéritos para investigar a violência doméstica. Dos 3.417 casos registrados, ameaças, maus-tratos e apropriação indébita do cartão estão no topo da lista como os crimes mais praticados.
Quando comparados com números de 2011 a delegada diz que tem um aumento significativo no número de denuncias, em relação ao ano de 2012. Fato que revela, em entre outros, uma consciência maior por parte de todos. “Esse aumento de denuncias estão ligadas, sobretudo ao fato de estarmos mais atentos a esse mal que assola a nossa sociedade. A uma maior consciência. As pessoas têm mais informações e reconhecem seus direitos e isso tem feito esses números subirem”, avalia.
Em meio às brutalidades sofridas pelos idosos a delegada Rosa Maria Castro Campos explica ainda que no caso das mulheres, elas são atendidas com base na Lei Maria da Penha. “Essa lei tem garantido maior proteção às vítimas. A Lei Maria da Penha vem reforçar a forma de se tratar a violência praticada contra as idosas”, esclarece a delegada Rosa Maria Campos.

Adolescentes são apreendidos portando pistola de brinquedo

Caso inusitado aconteceu na madrugada deste domingo no bairro do Maiobão.

SÃO LUÍS - Na madrugada deste domingo (24), durante a Operação Tornado, realizada pelo Batalhão de Choque no Bairro do Maiobão e adjacências, foram apreendidos dois adolescentes. Os jovens portavam uma pistola de brinquedo, e, ao perceberem aproximação do Batalhão, jogaram a pistola no chão e tentaram fugir, mas foram presos.
A pistola de brinquedo foi apreendida e os adolescentes foram conduzidos, sem lesão corporal, para o Plantão Central do Cohatrac. Nesta mesma madrugada, foram presos também Raimundo Gomes Tavares, 36 anos, Elismar Silva Sousa, 18 anos, e Willame Ferreira Dias, 18 anos.
Já na noite do sábado (23), por volta das 23h, também durante a Operação Tornado, comandada pelo sargento Pacheco, foi apreendido um adolescente por porte de droga - um papelote de maconha. O adolescente foi conduzido para o Plantão Central do Cohatrac.

Veículo capota na BR-135 e deixa condutor ferido

De acordo com a PRF, o motorista teve ferimentos graves, mas já foi levado pela Samu.

Um acidente foi registrado na BR-135 na tarde deste domingo, no Km 2.8 da BR-135. A vítima, Milson Carlos Costa de Souza dirigia um L200, de placa, HPC 7780, ao passar pela curva do Funil perdeu o controle do carro e acabou capotando.
De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal, o condutor do veículo teve ferimentos graves, mas já foi levado pela Samu. Nenhuma outra vítima foi registrada no acidente.

PRF registra dez acidentes em rodovias, nas últimas horas

Duas pessoas morreram e sete ficaram feridas, segundo a Central de Informações Operacionais.

SÃO LUÍS – A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou, nas últimas horas, em rodovias federais que cortam o Maranhão, dez acidentes, sendo três com danos materiais, seis com feridos e um com morte. No total, sete pessoas ficaram feridas e duas morreram. Os dados são da Central de Informações Operacionais (Ciop) da PRF.
Embriaguez
Em Açailândia/MA, no Km 677, da BR-222, uma pessoa foi presa por conduzir uma moto sob efeito de álcool e, também, por se envolver em
acidente.
Acidente
Em Santa Inês/MA, no Km 262, da BR-316, aconteceu uma colisão entre um veículo Fiat/Strada, uma moto Honda/CG 150 e um caminhão Mercedes Benz. Os condutores da moto e do Palio morreram no local.