sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Aeroporto de São Luís será reinaugurado na próxima semana


O Aeroporto Internacional Marechal Hugo da Cunha Machado, já possui data marcada para começar a operar em pleno vapor. Segundo a assessoria de imprensa da Infraero, a inauguração deve acontecer nesta segunda-feira (27).

A obra encontra-se em estágio final, restando apenas detalhes de acabamentos que serão finalizados nos próximos dois dias.

A reforma contempla a ampliação de diversas áreas físicas para oferecer mais conforto e segurança ao usuário. Vale destacar que ocorreram diversas mudanças, como por exemplo, a sala de embarque passou de 465 m2 para 956 m2; a sala de desembarque de 604 m2 para 722 m2; o número de balcões de atendimento aumentou de 22 para 27; a fachada do terminal que dá acesso à área externa possuía 1125 m2 e foi ampliada para 3240 m2.

Inicialmente, o orçamento previsto para a reforma e ampliação do aeroporto era de R$ 10,4 milhões, mas devido a alguns problemas de ordem técnica, as obras custaram aos cofres um investimento de R$ 10,4 milhões.

Viatura da PM atropela dois motoqueiros no Cruzeiro de Sta. Bárbara

Segundo testemunhas, a moto estava em baixa velocidade quando a viatura bateu na moto.

Uma viatura da Polícia Militar atropelou dois motoqueiros no Cruzeiro de Santa Bárbara, próximo ao Parque Independência. Segundo testemunhas, o motorista reduziu a velocidade para a viatura, mas não houve como desviar do carro, que já estava em cima da moto.

José Augusto e Walison foram atropelados e um deles teve a perna quebrada. Os policiais que estavam na viatura ligaram para o SAMU e ainda se encontram no local do acidente, esperando a ambulância.

Nossa equipe tentou entrar em contato com a Polícia Militar, mas não tivemos resposta sobre o acidente.

Jovem é assassinado com mais de 10 tiros na Santa EfigêniaJovem é assassinado com mais de 10 tiros na Santa Efigênia

Um jovem identificado como Diego Saga, de aproximadamente 19 anos, foi executado com pelos menos 12 tiros de pistola calibre ponto 40, ontem à tarde, no bairro Santa Efigênia (área da Cidade Operária).
O crime, segundo testemunhas, ocorreu na Rua Sarney Filho, onde a vítima estava sentada em uma calçada, em companhia de mais dois amigos, e foi surpreendida por três adolescentes, cada um com uma arma, que dispararam pelo menos 40 vezes contra ela.
O corpo da vítima permaneceu poucos minutos no local, que fica ao lado de um templo da Igreja Assembleia de Deus, já que seus familiares resolveram removê-lo dali e levá-lo para o Hospital Municipal Clementino Moura (Socorrão II).

Polícia Militar apreende 39 veículos em ações em Timon

SÃO LUÍS - Como parte do plano de combate a irregularidades no trânsito e das ações para diminuir os índices de criminalidade nas principais vias da cidade de Timon, o 11º Batalhão da Polícia Militar (PM), com o apoio do Departamento Municipal de Trânsito daquela cidade, realizou um trabalho de coibição e repressão que apreendeu 39 veículos, com vários tipos de irregularidades, além de notificar condutores que não estavam portando a Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Ao todo, só nas operações ocorridas em agosto deste ano, foram apreendidos 40 veículos, entre motocicletas e automóveis. Conforme dados da PM, o trabalho tem sido relevante para o melhor convívio social e para a baixa nos índices de acidentes e de condutores que atuam de forma irregular e perigosa.

O comandante do 11º Batalhão da Polícia Militar, major Juarez Medeiros Sobrinho, explicou que, apesar de não terem sido presos todas as pessoas envolvidas diretamente no crime, a detenção de algumas delas e a grande apreensão que vem sendo realizadas durante esse período, já mostra o imenso serviço prestado pelas forças policiais para coibir irregularidades no trânsito.

"Com a intensificação das blitz e diversas operações que ainda vão ser realizadas, esperamos diminuir o número de mortes e acidentes no trânsito, além de recuperar motocicletas e veículos roubados. As operações irão continuar sendo feitas pela PM em vários pontos da cidade", explicou o major Juarez Medeiros, ressaltando o trabalho integrado do 11º BPM de Timon.


Operações

Em uma das operações, realizada em um fim de semana, quando a movimentação é maior, oito veículos que circularam de forma irregular foram apreendidos. Nos finais de semana, são colocados diversas equipes nos pontos mais estratégicos e de bastante movimentação.

Na quarta-feira (22), na entrada do bairro Parque Alvorada, uma blitz, da PM, com o apoio do Departamento Municipal de Trânsito, apreendeu 31 veículos, sendo quatro carros e 27 motocicletas, desta apreensão, 90% não possuíam a Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

No total, contabilizando todas as operações, com o apoio do Grupo de Operações Especiais (GOE), e da Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) foram apreendidos 33 motocicletas, entre vários tipos de irregularidades e de crimes e seis automóveis, que foram roubados ou não apresentavam carteira do CNH.

"Vamos colocar uma guarnição de prontidão na região que liga a cidade de Timon a Teresina”, frisou o major. Ele disse ainda, que a estratégia pensada pelos policiais faz parte de um intenso trabalho que há muito tempo vem sendo planejado. "Com essas ações podemos coibir diversos acidentes e evitar dezenas de mortes", completou.

Preso bando que confessa participação em morte de candidato a vereador

Quatro jovens, entre os quais dois adolescentes, chegaram a ser presos por envolvimento no caso.
SÃO LUÍS - Mais três jovens suspeitos de participação na morte do candidato a vereador pelo PDT, em São Luís, Allisson Rhobert Silveira dos Santos, de 33 anos – crime ocorrido na noite do dia 14 de agosto, na rua São Pantaleão, Centro –, foram presos na manhã desta quinta-feira ( pelo Serviço de Inteligência da Polícia Militar. Os conduzidos foram localizados na área Itaqui-Bacanga com um veículo que haviam roubado durante a madrugada, no bairro Cohatrac. Eles confessaram envolvimento no latrocínio (roubo seguido de morte) do candidato a vereador do PDT.

Antônio Rodrigues do Carmo Filho, conhecido como Totonho, de 22 anos; José Eduardo Oliveira Ferraz, o Dudu, de 19 anos, ambos moradores da Vila São Luís, e John Souza dos Santos, o Jhony, de 20 anos, residente na Vila Ariri, segundo a PM foram flagrados em um Renault Logan cinza, com placas de Belo Horizonte-MG (HHI-7363).

- O veículo foi roubado de uma mulher no Cohatrac pelos suspeitos, acompanhados de outros dois cúmplices, e usamos no dia do assalto ao candidato a vereador - relataram.

O local da prisão dos suspeitos foi a Estrada do Alto da Vitória, em uma localidade conhecida como Ilha dos Pretos. Monitorados pelos militares desde o dia do assassinato do militante pedetista, Totonho, Dudu e Jhony confessaram que participaram do assalto que resultou na morte de Allisson Rhobert dos Santos. Porém, negaram a autoria do disparo que acertou a cabeça da vítima. Segundo eles, o tiro teria sido efetuado por um dos cúmplices ainda foragidos, também conhecido como Dudu 157.

Todos foram conduzidos para a Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos (DRFV), na Vila Palmeira, e apresentados ao delegado Paulo Hertel. Antes de prestar depoimento formal, os suspeitos também confessaram ter tomado de assalto o veículo Space Fox prata (NHS-6567), no Cohatrac III, e praticado vários roubos pela cidade no dia em que o candidato a vereador foi morto.

Latrocínio

O candidato a vereador Allisson Rhobert Silveira dos Santos, foi morto com um tiro na cabeça, por volta das 22h do dia 14, na Rua São Pantaleão, Centro, quando deixava em sua casa a namorada Eva de Barros Brito, de 39 anos. Segundo informou a companheira do pedetista, a vítima teve o veículo Corsa Classic preto (NWZ-1259) cercado por um grupo de bandidos armados de revólveres, que anunciaram o assalto e exigiram os seus pertences, inclusive as chaves do automóvel.

Para não ter o veículo roubado pelos criminosos Allisson Rhobert dos Santos decidiu jogar as chaves do carro para dentro do terraço da casa da namorada, atitude esta que irritou um dos assaltantes, que por sua vez resolveu atirar contra ele. Por determinação da própria Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC), o caso passou a ser investigado pela DRFV, e também pela Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) de São Luís. Dois suspeitos de participação no crime já haviam sido presos.

Os primeiros detidos, também na área Itaqui-Bacanga, na Rua Nicarágua, bairro Anjo da Guarda, e apresentados na DRFV, foram Jhonatan Ribeiro, de 18 anos, e Ezaú Jonata Pacheco, de 21 anos. Em companhia deles estavam ainda dois adolescentes.

Assassino de Décio Sá será transferido para presídio federal neste sábado

Jhonatan de Sousa Silva, de 24 anos, deverá ser transferido para o Mato Grosso do Sul. O pistoleiro assumiu a execução de pelo menos 30 pessoas.
 

A transferência do matador, contratado por uma rede de agiotas para matar o blogueiro, foi confirmada ontem (23), pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Maranhão e deve acontecer no período da manhã, sob coordenação de agentes federais do Departamento Penitenciário Nacional (Depen).

Segundo o secretário-adjunto de Inteligência e Assuntos Estratégicos da SSP, Laércio Costa, Jhonatan Silva viajará escoltado em um voo comercial.

- A direção do Depen deve nos confirmar ainda hoje [ontem] a chegada de quatro agentes penitenciários federais amanhã [hoje] a São Luís e no sábado [amanhã] retornarão com o assassino do jornalista ao estado do Mato Grosso do Sul, onde ele ficará à disposição da Justiça - disse Laércio Costa, que não quis dar detalhes sobre a transferência.

O presídio Federal de Campo Grande é dotada de infraestrutura especializada e equipamentos de segurança de última geração, como aparelhos de raio-x, coleta de impressão digital e detectores de metal de alta sensibilidade. Além disso, a unidade prisional é monitorada 24 horas por cerca de 200 câmeras de vídeo, parte delas instalada em locais secretos. A exemplo dos demais presídios de segurança máxima do país, tem 208 celas individuais e 12 de isolamento, totalizando 12.700 m² de área construída.

Foi para unidades prisionais como esta que a Polícia Civil do Maranhão solicitou a transferência de presos de alta periculosidade. Em um dos casos mais recentes, destacou-se a remoção dos 23 detentos que participaram diretamente da sangrenta rebelião do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em novembro de 2010, que durou 48 horas e teve um saldo de 18 presos assassinados, quatro deles decapitados. A permanência de um detento em um presídio federal, no entanto, é de um ano, prorrogável por mais um.

Profissão

Jhonatan de Sousa Silva é natural da cidade de Xinguara, no estado do Pará. Ele assume ter executado pelo menos 30 pessoas por encomenda nessa região. O pistoleiro paraense, que se considera abertamente um “matador profissional”, foi preso como traficante de drogas no dia 5 de junho, em uma chácara no bairro Miritiua, município de São José de Ribamar, em companhia de um primo, portando 10 kg de crack; uma escopeta calibre 12 e uma pistola ponto 40, semelhante à que usou para matar Décio Sá.

A prisão de Jhonatan Silva foi feita pela Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic) e ocorreu 43 dias após o assassinato do repórter da editoria de Política de O Estado. Identificado pela Polícia Civil do Maranhão como o matador do jornalista, o paraense contribuiu com o trabalho de investigação e ajudou a polícia maranhense a desbaratar uma rede de agiotagem que havia encomendado a morte do blogueiro pelo fato de ele vir publicando informações que estariam prejudicando o bando.

Em seus depoimentos à polícia maranhense, Jhonatan Silva afirmou que os agiotas lhe ofereceram R$ 100 mil para matar Décio Sá. Na madrugada do dia 13 daquele mês, a Polícia Civil realizou a Operação Detonando e prendeu outras seis pessoas por determinação da Justiça, suspeitas de integrar a rede de agiotagem responsável por financiar o crime. Os primeiros a serem localizados na ação policial foram os empresários Gláucio Alencar Pontes Carvalho, de 34 anos, e seu pai, José de Alencar Miranda Carvalho, de 72 anos.

Consórcio

Para viabilizar a morte de Décio Sá, os líderes da quadrilha acionaram o que a polícia classificou de seus “assessores”. São eles os empresários José Raimundo Sales Chaves Júnior, o Júnior Bolinha, de 38 anos; Fábio Aurélio do Lago e Silva, o Buchecha, de 32 anos, apontados como intermediadores do crime, presos na Operação Detonando, e Shirliano Graciano de Oliveira, conhecido como Balão, de 27 anos, que trabalha no ramo de venda de bebidas, mas que não foi encontrado em seu endereço, na cidade de Santa Inês.

Além deste, continuam foragidos Elker Farias Veloso, o Diego, de 26 anos, identificado como o piloto de fuga do assassino, e um homem identificado apenas como Neguinho, que teria apresentado o matador ao restante do bando. O último a ser preso na ação policial, também por ordem judicial, foi o subcomandante do Batalhão de Choque (BPChoque) da Polícia Militar do Maranhão, Fábio Aurélio Saraiva Silva, de 36 anos, indiciado no crime por suspeita de ter fornecido a arma utilizada pelo assassino de Décio Sá.

O inquérito que investigou o assassinato do jornalista Décio Sá foi concluído e remetido à Justiça no fim da tarde do dia 17 deste mês. Formada por 1.970 páginas, distribuídas em 31 volumes, toda a documentação foi entregue na sala da 1ª Vara do Tribunal do Júri, no Fórum Desembargador Sarney Costa, no Calhau, pela comissão de delegados que trabalhou no caso durante 116 dias. Na ocasião, a delegada-geral de Polícia Civil do Maranhão, Maria Cristina Meneses, afirmou que 13 pessoas foram indiciadas pelo homicídio do blogueiro, mas não revelou os nomes dos quatro últimos indiciados, alegando necessidade de sigilo nas investigações secundárias ao homicídio, que tenta esclarecer os crimes de agiotagem no Estado.