terça-feira, 13 de novembro de 2012

Vídeo de sexo entre professor e aluna vai parar na internet

Um vídeo caseiro, com conteúdo sexual, no qual aparecem um professor de 25 anos e uma aluna adolescente de uma escola de Vitorino Freire (a 327 quilômetros de São Luís) foi parar na internet.
Postadas nas redes sociais, as imagens – gravadas em julho passado – também foram reproduzidas em celulares e se espalharam pela cidade, o que fez a polícia iniciar uma investigação.
Somente neste mês, o Conselho Tutelar do Município tomou conhecimento do caso, que envolve o filho de uma vereadora de Vitorino Freire. O professor dava aulas no Centro de Ensino Médio Aparício Bandeira, onde a aluna, de 17 anos, estuda.
'Nós imediatamente comunicamos à autoridade policial e acompanhamos o depoimento da adolescente. Estamos acompanhando o desenrolar dos acontecimentos', disse a conselheira tutelar Maricélia da Silva Rocha.
Segundo a adolescente filmada, o vídeo teria sido postado na internet por uma prima dela, por vingança. A aluna, a prima e o professor já foram ouvidos pela polícia.
O promotor Paulo José Miranda afirmou que este não é o primeiro caso de vídeo caseiro com conteúdo sexual envolvendo adolescentes. 'Se for comprovada a culpabilidade do professor, pois também existe a possibilidade de a adolescente ter concorrido para a prática do ato infracional, ele deverá responder na Justiça pela divulgação de imagens do ato', disse Miranda.
O padrasto do professor informou que no momento o acusado está em São Luís, onde faz um curso. Ele foi afastado das duas escolas de Vitorino Freire nas quais dava aulas.

Proposta ação de improbidade contra ex-prefeito de São João do Caru

Edinaldo Prado Nascimento causou dano de quase R$ 3 milhões ao erário por irregularidades na arrecadação de tributos e por deixar de praticar atos de ofício
O Ministério Público Federal no Maranhão (MPF/MA) propôs ação de improbidade administrativa contra o ex-prefeito de São João do Caru, Edinaldo Prado Nascimento, por não repassar ao Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) as contribuições descontadas de seus empregados e por omitir ao INSS informações quanto às remunerações pagas aos seus segurados.
A Câmara Municipal de São João do Caru representou contra o ex-prefeito Edinaldo Prado Nascimento pela aplicação irregular de recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef), no exercício do ano de 2006.
Após a representação, uma Ação Fiscal realizada na prefeitura do município pela Delegacia da Receita Federal do Brasil em São Luís identificou irregularidades cometidas sob a gestão do ex-prefeito, no período de janeiro de 2005 a dezembro de 2006.
O procedimento fiscal verificou que Edinaldo Prado Nascimento não repassou ao INSS as contribuições sociais descontadas da remuneração de seus empregados. Como consequência, o município deixou de arrecadar R$ 462.563,41, entre janeiro de 2005 e dezembro de 2006.
Além disso, foi constatado que, no mesmo período, o ex-prefeito efetuou o pagamento de segurados, empregados e contribuintes que não constavam nas Guias de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), deixando de prestar informações ao INSS. Em virtude disso, o município deixou de arrecadar R$ 2.226.879,47, sendo o dano total de R$ 2.689.442,88.
Na ação de improbidade, o MPF requer a condenação de Edinaldo Prado Nascimento por negligência na arrecadação de tributo e por deixar de praticar, indevidamente, ato de ofício (condutas previstas na Lei 8.429/92).

Acidente deixa quatro pessoas feridas em Imperatriz

m acidente, na madrugada desta terça-feira (13), assustou os moradores da rua Simplício Moreira, no bairro Bacuri, em Imperatriz.
O motorista de um veículo perdeu o controle do carro e acabou destruindo a frente de uma residência.
Foto: Antonio José Pinheiro
Quatro pessoas ficaram feridas no acidente
Além do motorista, estavam no veículo mais três pessoas. Um dos passageiros foi hospitalizado em estado grave.
Ainda não há informações sobre o estado de saúde das outras vítimas.

Ordem de serviço para obras no Italuís será assinada às 17h

Para a realização da obra, o Governo conseguiu investimentos de R$ 106.887.593,62.
SÃO LUÍS - A governadora Roseana Sarney assinará, às 17h, desta terça-feira (13), em seu gabinete, no Palácio dos Leões, ordem de serviço para o início das obras de substituição dos 19 quilômetros da adutora do Sistema Produtor Italuís, localizada no Campo de Perizes. Participarão do ato, o secretário de Estado de Saúde, Ricardo Murad, e o presidente da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema), João Reis Moreira Lima.

Para a realização da obra, o Governo do Estado, por meio da Caema, conseguiu junto ao Governo Federal, investimentos de R$ 106.887.593,62, sendo R$ 96.920.077,15 do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), com a contrapartida de R$ 9.967.516,45 do Governo do Maranhão. A obra tem conclusão prevista para novembro de 2013.

De acordo com o projeto executivo elaborado pela empresa Esse Engenharia e Consultoria Ltda, serão substituídos 19 quilômetros de tubos de ferro dúctil DN 1200 mm, por tubos de aço de 1400 mm de diâmetro. Válvulas, ventosas, aterros, estacas, aço e concreto serão usados na obra, que contempla também uma ponte de treliça sobre a qual a adutora atravessará o Estreito dos Mosquitos.

Para o presidente da Caema, João Reis Moreira Lima, com a instalação dos tubos em aço patinável (mais resistentes à corrosão), espessura de chapa 12,7mm com costura helicoidal, revestida interna e externamente, haverá significativa melhoria no sistema. “Teremos um ganho de vazão da ordem de 300 litros por segundo, o que irá melhorar o abastecimento de água na capital maranhense, além de proporcionar maior segurança e confiabilidade na operação”, disse o presidente, destacando que a nova adutora será instalada sobre pilotis, paralela à BR 135 e após as torres de alta tensão da Eletronorte.

O Sistema Produtor Italuís é responsável pelo abastecimento de 60% dos bairros da capital maranhense e tem sofrido, nos últimos anos, constantes rompimentos, ocasionados pelo alto teor de corrosão grafítica na tubulação da adutora. A expectativa é que após a conclusão da obra, terminem as interrupções no abastecimento de água em toda São Luís, o que vinha causando vários transtornos à população.

Além da substituição da adutora, a Companhia vai instalar 130 mil hidrômetros nas residências da capital, visando diminuir os vazamentos e as perdas de água contabilizadas atualmente. “Com a instalação dos novos hidrômetros, teremos condições de fazer um melhor controle da distribuição de água dos sistemas e também do desperdício, melhorando a qualidade dos serviços prestados”, afirmou o engenheiro Ignácio Álvares Oliveira, responsável pelo Setor do Controle Operacional da Caema.

Corpo de maranhense é velado em Cururupu

O corpo será enterrado por volta das 16h, no Cemitério Municipal São Pedro, em Cururupu.
 
SÃO LUÍS - O corpo do jovem maranhense Renato Silva Ferraz, de 22 anos, morto por um policial militar, na sexta-feira (9), em São Paulo, chegou ao município de Cururupu, sua cidade natal, via ferry boat, por volta das meia-noite dessa segunda-feira (12). O corpo chegou à São Luís em um voo da Gol, no Aeroporto Marechal Hugo da Cunha Machado. Na manhã desta terça-feira (13), os familiares e amigos estão velando o corpo na residência dos pais de Renato Silva Ferraz. Às 15h, será a celebração de missa de corpo presente, na Igreja São Jorge de Areia Branca. O corpo será enterrado por volta das 16h, no Cemitério Municipal São Pedro, no município de Cururupu.

Renato Silva Ferraz nasceu em Cururupu, a 465 km da capital maranhense, e trabalhava com entregas há alguns anos com o cunhado, Jeferson de Oliveira. Os dois estavam em um veículo Fiorino, de cor branca, quando foram mortos por um policial militar. O caso aconteceu na última semana, em um cruzamento em São Mateus, Zona Leste da capital paulistana.

Um primo da vítima, o secretário de Esporte de Cururupu, Aldo Ferraz, explicou que já na capital, o corpo seguirá para o ferry-boat e embarcará no início da noite. “Já temos passagem comprada para às 19h20, mas se der, embarcaremos por volta das 17h. Se só conseguirmos embarcar às 19h20, o corpo chegará em Cururupu por volta das 23h”, afirmou.

Caso aconteceu em cruzamento na Zona Leste de São Paulo. Foto: Reprodução/TV Globo.


O policial militar afirmou que seguia, com a esposa e filho, de carro quando percebeu que estava sendo seguido por uma moto. Na sequência, foi fechado pela Fiorino de Jeferson e Renato. Ao se assustar, ele teria pensando que era mais um ataque e atirou de dentro do carro contra os dois ocupantes do veículo. A versão de uma testemunha, entretanto, confronta as informações repassadas pelo policial. O policial militar foi preso em flagrante. O caso foi destaque na edição desse sábado (10) do Jornal Nacional, da TV Globo.
/lib/imgBinary.asp?path=\fotos_mat\chegada131112inter1.jpg&width=460&height=345&interpolation=1&sharpen=0&sharpenvalue=&rotate=0/lib/imgBinary.asp?path=\fotos_mat\chegada131112inter2.jpg&width=460&height=345&interpolation=1&sharpen=0&sharpenvalue=&rotate=0/lib/imgBinary.asp?path=\fotos_mat\chegada131112inter4.jpg&width=460&height=345&interpolation=1&sharpen=0&sharpenvalue=&rotate=0/lib/imgBinary.asp?path=\fotos_mat\chegada131112capa.jpg&width=460&height=345&interpolation=1&sharpen=0&sharpenvalue=&rotate=0/lib/imgBinary.asp?path=\fotos_mat\chagada131112inter5.jpg&width=460&height=345&interpolation=1&sharpen=0&sharpenvalue=&rotate=0
 

Idoso é preso suspeito de estuprar enteada de 12 anos

O crime foi descoberto pela avó da menina. A mãe da criança conversou com o repórter Domingos Ribeiro, da Mirante AM, sobre o caso.
 

O crime foi descoberto pela avó da menina. A mãe da criança conversou com o repórter Domingos Ribeiro, da Mirante AM, sobre o caso."Toda vez que ele queria fazer sexo com a menor ele espancava ela. Ele a obrigava a assistir filmes pornográficos e a tomar injeção (anticoncepcional)", desabafou a mãe da vítima.

Getúlio Soares foi preso encaminhado ao 18º DP (Cidade Olímpica), onde foram tomados os devidos procedimentos legais.

Presidente Dutra

Outro caso de violência sexual contra criança foi registrado na cidade de Presidente Dutra, no Maranhão. Um homem identificado com Daniel Bernardo Ferreira Silva, 46 anos, foi preso na manhã desta terça-feira suspeito de estupro de vulnerável contra a enteada de 12 anos.


Segundo a polícia, a menina vinha sendo violentada desde os 8 anos de idade. O crime foi descoberto pelo irmão da vítima, que é esquisofrenico. Ele viu o padastro abusando da menor e chamou a mãe. Ao entrar na sala, a mãe da vítima presenciou a ação. Daniel Bernardo foi preso em flagrante.




Carutapera

Em Carutapera, um vídeo com imagens de abuso sexual, foi postado na internet nesta semana. Nas imagens um menino de 12 anos, com distúbios mentais, praticava sexo oral com outro menino. Segundo a polícia, o vídeo foi produzido em uma área de prática esportiva. O professor da disciplica está sendo investigado.

Eclipse total do Sol ocorre nesta terça-feira



Nesta terça-feira (13), um eclipse total do Sol poderá ser observado na Austrália, partes do Pacífico e Chile. O fenômeno astronômico, caracterizado pelo posicionamento da Lua entre a Terra e o Sol, terá duração de três horas. Este é o segundo eclipse solar do ano. Em maio, partes da Ásia, o pacífico e a América do Norte observaram um eclipse do tipo anelar, ou seja, quando um anel é visto ao redor da Lua – saiba mais sobre o eclipse de hoje na página eletrônica da agência espacial americana (Nasa).
O evento começa às 18h45, no horário de Brasília, quando inicia o amanhecer australiano do dia 14 de novembro. A expectativa é de que durem dois minutos em que o Sol, oculto pela Lua, se reduzirá a um disco negro.
O fenômeno não poderá ser observado pelos brasileiros, mas, pela internet, sitesespecializados farão a transmissão, ao vivo, do eclipse solar desta terça-feira. No Brasil, o próximo eclipse, do tipo anelar, poderá ser observado em 2023 nos Estados do Norte e do Nordeste do pais. O próximo eclipse total do Sol, no Brasil, ocorrerá em 2045.
Fotos: Reprodução/Internet e Nasa.

MPF propõe ação de improbidade contra ex-prefeito de São João do Caru

O MPF requer a condenação de Edinaldo Prado por negligência na arrecadação de tributo.

SÃO JOÃO DO CARU - O Ministério Público Federal no Maranhão (MPF/MA) propôs ação de improbidade administrativa contra o ex-prefeito de São João do Caru, Edinaldo Prado Nascimento, por não repassar ao Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) as contribuições descontadas de seus empregados e por omitir ao INSS informações quanto às remunerações pagas aos seus segurados.
A Câmara Municipal de São João do Caru representou contra o ex-prefeito Edinaldo Prado Nascimento pela aplicação irregular de recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef), no exercício do ano de 2006.
Após a representação, uma Ação Fiscal realizada na prefeitura do município pela Delegacia da Receita Federal do Brasil em São Luís identificou irregularidades cometidas sob a gestão do ex-prefeito, no período de janeiro de 2005 a dezembro de 2006.
O procedimento fiscal verificou que Edinaldo Prado Nascimento não repassou ao INSS as contribuições sociais descontadas da remuneração de seus empregados. Como consequência, o município deixou de arrecadar R$ 462.563,41, entre janeiro de 2005 e dezembro de 2006.
Além disso, foi constatado que, no mesmo período, o ex-prefeito efetuou o pagamento de segurados, empregados e contribuintes que não constavam nas Guias de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), deixando de prestar informações ao INSS. Em virtude disso, o município deixou de arrecadar R$ 2.226.879,47, sendo o dano total de R$ 2.689.442,88.
Na ação de improbidade, o MPF requer a condenação de Edinaldo Prado Nascimento por negligência na arrecadação de tributo e por deixar de praticar, indevidamente, ato de ofício (condutas previstas na Lei 8.429/92).

BR-135: Dnit anuncia pagamento de indenizações

Os procedimentos de pagamento das indenizações iniciam-se amanhã.
A Superintendência do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit/MA) informou que serão iniciados amanhã, sob a responsabilidade da empresa pernambucana Maia Melo Engenharia Ltda, os procedimentos de pagamento das indenizações necessários para a continuidade das obras de duplicação da BR-135. Nessa fase preliminar, serão catalogadas informações sobre as famílias e donos de empreendimentos localizados nas proximidades da rodovia que terão direito ao benefício. Esse ato representará a fase de conclusão da primeira etapa dos serviços, que inclui a terraplanagem e desmatamento da área do entorno da BR.
O consórcio Serveng/Aterpa, responsável pela duplicação na principal rodovia do Estado, anunciou, ainda, que o prazo de dois anos pré-estabelecido para a execução do lote I das obras da BR-135, referente ao trecho de 27,3 km entre Estiva e Bacabeira, poderá ser reduzido. O Dnit no Maranhão informou, também, que a empresa paulista Equipav Engenharia Ltda., postulante à realização da ampliação da BR-135 e que teve, na semana passada, a liminar em medida cautelar impetrada pelo Tribunal de Contas da União (TCU) negada, recorrerá novamente em instância superior da Justiça Federal, em Brasília. Ainda segundo o Dnit, as chances de êxito da empresa paulista na Justiça são mínimas, já que a decisão recente do TCU não é favorável à Equipav. Mesmo diante desse embaraço jurídico, os serviços na BR-135 seguem conforme o planejamento elaborado pelo consórcio.

Presos dois jovens suspeitos de terem matado o próprio tio no Tibiri, em SL

O professor José de Ribamar Cantanhede Pereira, de 72 anos, foi vítima de latrocínio – roubo seguido de morte – na própria casa.
.
SÃO LUÍS – Na tarde desta segunda-feira (12), por volta das 16hrs, foram presos dois jovens suspeitos de terem assassinado o próprio tio, o professor José de Ribamar Cantanhede Pereira, de 72 anos, na sua própria casa. A operação de prisão dos suspeitos foi comandada pelo Serviço de Inteligência do 6º Batalhão e do Grupo Tático Aéreo (GTA).
Segundo informações do Serviço de Inteligência do 6º Batalhão, os jovens, identificados como Rafael Santos Pereira, de 18 anos, e Ruan Pablo Santos Pereira, de 20 anos, que são irmãos, foram presos em uma invasão na Vila Funil. Com eles, ainda foram apreendidas três facas, sendo que, uma delas, teria sido usada na morte do professor.
Ainda segundo informações, os jovens confirmam a morte por latrocínio – roubo seguido de morte – mas divergem sobre quem desferiu os golpes no tio, acusando um ao outro.
Os jovens serão encaminhados, nesta terça-feira (12), ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís. As facas serão encaminhadas para o Instituto de Criminalística do Maranhão (ICRIM) para exame.
Velório
O corpo do professor, conhecido como "Pelado", de 72 anos, foi velado durante a manhã deste domingo (11), na escola Juvêncio Matos, onde atuou por vários anos.

PRF faz balanço da Lei Seca no Maranhão

Trezentos condutores foram autuados nas sete rodovias federais que cortam o estado.
.
Foto: Flora Dolores / O Estado
SÃO LUÍS - De janeiro a outubro deste ano, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) autuou 300 condutores por dirigirem sob o efeito de bebida alcoólica nas sete rodoviárias federais que cortam o estado. O número já é superior ao registrado no mesmo período do ano passado. Somente no último fim de semana, quatro pessoas foram autuadas por desrespeitar a Lei Seca, uma delas na BR-135, em São Luís. Dirigir sob a influência de álcool é considerada infração gravíssima, segundo o Código de Trânsito Brasileiro (CTB).
Ontem, por volta das 16h20, um homem foi preso e encaminhado ao Plantão Central da Vila Embratel por conduzir uma motocicleta após ter consumido bebida alcoólica. A prisão aconteceu no KM 6, da BR-135, que corta São Luís. O teste do bafômetro constatou que o condutor estava com 0,86 miligramas de álcool por litro de sangue (mg/l), o equivalente a três latas de cerveja.
Além dele, outras quatro pessoas foram autuadas nas rodovias federais no interior do estado, ontem. Na BR-010, no trecho de Imperatriz, a 556 quilômetros da capital, foram duas autuações no KM 255. A primeira ocorreu às 17h30 quando o condutor de uma motocicleta foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil local por conduzir o veículo com 0,54 mg/l, quantidade equivalente ao consumo de três taças de vinho. Por volta das 18h41 foi preso o motorista de outra motocicleta que dirigia pela rodovia com 0,37 mg/l, o equivalente a uma dose de uísque. Ele também foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil do município. Em Açailândia, a 600 quilômetros de São Luís, no KM 670 da BR-222, às 18h41, o condutor de uma motocicleta foi autuado e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil da cidade após o teste do bafômetro constatar que ele estava conduzindo o veículo com 0,65 mg/l, o mesmo que três latas de cerveja.
Autuação
Segundo levantamento da PRF, de janeiro a outubro deste ano, 300 condutores já foram autuados por desrespeitarem a Lei Seca. O número é superior ao registrado no mesmo período do ano passado, quando 288 motoristas foram flagrados dirigindo sob o efeito de álcool. Por causa dos números do último fim de semana, a corporação espera que 2012 encerre com alta de até 10% no total de prisões por esse tipo de infração, apesar de toda a fiscalização e campanhas educativas realizadas ao longo das rodovias federais do estado.
Quem é flagrado sob efeito de 0,1mg a 0,29 mg de álcool por litro de ar expelido é enquadrado no artigo 165 do CTB, cometendo infração gravíssima, perdendo 7 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH), com multa de até cinco vezes o valor de R$ 957,70 e suspensão do direito de dirigir por um ano. O veículo ainda fica retido até que outro condutor habilitado e em condições de dirigir se apresente. Porém, aquele condutor que atingir o limite de 0,30 mg de álcool comete também crime de trânsito, pelo artigo 306 do CTB, que prevê penas de detenção, de seis meses a três anos, multa e suspensão ou proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor.