quarta-feira, 3 de julho de 2013

PM prende, em ITZ, integrante mais perigoso de quadrilha

Leonardo Fontenele foi preso, na Vila Fiquene, logo depois de praticar mais um assalto.
IMPERATRIZ – A Polícia Militar (PM) prendeu, no fim da manhã de hoje (3), Leonardo Fontenele Fernandes (19) após assalto realizado em empresa de crédito no Centro de Imperatriz. De acordo com comandante da PM, tenente-coronel Edeílson Carvalho, Leonardo é o assaltante mais perigoso da quadrilha que vinha praticando assalto em vários estabelecimentos da cidade. A polícia, ainda, tentou prender outro integrante da quadrilha que conseguiu fugir.
“Nós envolvemos várias viaturas, o Grupo de Operações Especiais (GOE), a Força Tática e o Serviço de Inteligência nessa operação, mas um deles ainda conseguiu fugir. Mas nós conseguimos prender esse que é o mais perigoso da quadrilha”, afirmou o tenente-coronel Edeílson.
Leonardo foi preso em motocicleta e com um revólver calibre 38 que, segundo o comandante, era comumente utilizado nos assaltos. A PM foi na residência do proprietário da moto, mas ele conseguiu fugir.
Há cerca de 30 dias a PM desarticulou a quadrilha com a prisão de sete integrantes do grupo, que foram presos com quatro armas. Na ação, Leonardo conseguiu escapar do cerco montado pela polícia. A operação aconteceu no bairro Parque Sanharol no início de junho.

Preso homem que estuprou a filha de dois anos

Cledimar foi preso ainda nas proximidades do hospital onde foi autuado em flagrante.
SÃO LUÍS - Na tarde dessa terça-feira (2), por volta das 19h, Cledimar Marcos dos Santos, de 28 anos, foi preso em Santa Rita por estuprar sua filha de apenas dois anos de idade.
A mãe da criança, Maria dos Remédios Carvalho, questionou o marido sobre o sangramento da filha e obteve como resposta que a bebê havia se ferido na mola do colchão. Desconfiada, Maria dos Remédios levou a filha até o hospital, juntamente com Cledimar, onde foi comprovado que a criança havia sido violentada.
A Delegacia de Santa Rita foi informada, e Cledimar, que é, também, usuário de crack, foi preso ainda nas proximidades do hospital e está sendo autuado pelo crime de estupro de vulnerável praticado por ascendente.
A criança passou por um procedimento cirúrgico e permanece internada sob os cuidados médicos. Após a prisão de Cledimar, o Conselho Tutelar da Criança e Adolescente recebeu denúncias relatando que a outra filha, de apenas sete anos de idade, do preso também teria sido violentada. A denúncia está sendo investigada pela polícia.

Tentativa de fuga abortada na delegacia de João Lisboa

Segundo os policiais, essa foi a segunda tentativa de fuga na delegacia de João Lisboa.
Armas caseiras que seriam utilizadas para a fuga foram encontradas nas celas
 
IMPERATRIZ – Presos da delegacia de polícia do município de João Lisboa, distante 9 km de Imperatriz, tentaram fazer refém o monitor da delegacia no horário do café. O monitor, percebendo a ação dos presos, conseguiu escapar e comunicar os policiais.
O delegado regional Assis Ramos, pediu ajuda da Polícia Militar que enviou uma equipe do Grupo de Operações Especiais (GOE) para controlar os internos. Os 18 presos foram retirados das celas e os policiais fizeram uma revista. Durante a vistoria foram encontrados algumas armas caseiras produzidas pelos presos, conhecidas como “xuxos”.
“Diante da gravidade da situação e do histórico de fugas na delegacia que já resultou em morte de detentos, nós solicitamos o apoio da PM para que nós pudéssemos fazer uma revista geral nas celas para tentar acha os materiais que ajudariam nessa fuga”, disse o delegado regional.
Ainda segundo o delegado, essa é situação vivenciada pelas delegacias da região, além do pouco efetivo. Em João Lisboa são apenas o delegado, dois policiais e uma escrivã e que tomam conta de 18 presos em três celas.
“Podemos considerar uma situação de superlotação, pois são pequenos espaços, cubículos na verdade”, afirmou o delegado.

Objetos encontrados por policiais durante revista em delegacia após tentativa de fuga na delegacia de João Lisboa.

Brasil e Ucrânia negociam acordo para lançar foguete a partir do Maranhão

A parceria existe desde 2003, quando a Ucrânia e o Brasil investiram no projeto.
BRASÍLIA – Os governos do Brasil e da Ucrânia negociam um acordo para reforçar a parceria na empresa binacional Alcântara Cyclone Space para o lançamento do primeiro foguete, o Cyclone-4, a partir do Centro de Lançamento de Alcântara 2, da Base de Alcântara (Maranhão), planejado para o final de 2014. A parceria existe desde 2003, quando a Ucrânia e o Brasil investiram no projeto. Pelas previsões da Agência Espacial Brasileira, o foguete ucraniano Cyclone-4 será o primeiro a ser lançado na base.
Paralelamente, os ucranianos indicam interesse em ampliar a cooperação em aviação e na importação de carne suína brasileira – atualmente, o país é um dos maiores importadores do produto. Esses são alguns temas em discussão durante a primeira visita oficial de um ministro das Relações Exteriores do Brasil a Kiev, na Ucrânia. O chanceler Antonio Patriota passa o dia na capital ucraniana para reuniões com o ministro das Relações Exteriores, Leonid Kozhara.
As viagens anteriores de chanceleres brasileiros ao país foram para acompanhar presidentes da República. Patriota e Kozhara também avaliam a possibilidade de aprofundar acordos em educação e energia. Eles analisam ainda as questões relativas aos conflitos armados, como a proteção de civis em situações de conflito e o processo de paz no Oriente Médio.
Na primeira etapa das reuniões, predominou a questão da empresa binacional Alcântara Cyclone Space. O Brasil e a Ucrânia querem fazer parte do restrito mercado de lançamento de satélites, no qual atualmente destacam-se a França, o Japão, os Estados Unidos, a China e Rússia. De 2004 a 2012, foram investidos pouco mais de R$ 582 milhões em infraestrutura e sistemas para o Centro de Lançamento de Alcântara. Nos próximos dois anos, a previsão do Programa Nacional de Atividades Espaciais é que R$ 176 milhões sejam empregados.
A Ucrânia é responsável por desenvolver e fabricar os equipamentos do foguete. Ao Brasil cabe a construção da infraestrutura física e de comunicações do Centro de Alcântara. Ainda não há data marcada para o lançamento do foguete, mas a intenção é que isso ocorra em 2014.
Os ucranianos também querem ampliar a compra de aviões da Empresa Brasileira de Aeronáutica. O país já comprou 13 aviões da empresa, mas tem interesse em aumentar o volume. Em 2012, as relações comerciais entre o Brasil e a Ucrânia superaram US$ 1 bilhão, com superávit brasileiro de US$ 235,6 milhões. Desde 2001, os dois países mantêm reuniões regulares da Comissão Intergovernamental de Cooperação Econômico-Comercial, mecanismo que elabora recomendações para o desenvolvimento das relações econômicas.

Encontrado corpo de mulher que teve a cabeça decapitada em Tuntum

A vítima também já foi identificada. Trata-se de Suzana Lima Ferreira, 30 anos, de Barra do Corda.
SÃO LUÍS - O corpo da mulher, que teve a cabeça decapitada e encontrada em um saco plástico, na avenida Seabra de Carvalho, na Vila Luisão, no município de Tuntum, distante 382 Km da capital maranhense, foi encontrado na noite desta terça-feira, dia 2. A vítima também já foi identificada. Trata-se de Suzana Lima Ferreira, de 30 anos, natural de Barra do Corda. Segundo informações, ela era deficiente mental e sempre se deslocava de Barra do Corda para Tuntum. O autor do crime macabro não foi localizado.
Um inquérito foi instaurado na delegacia do município. De acordo com a polícia, Suzana foi assassinada na noite de segunda-feira (1º).