terça-feira, 21 de maio de 2013

Em Rosário, homens baleiam irmã de prefeita e levam R$ 100 mil

Ação aconteceu nesta segunda (20), após vítima sair de agência bancária.
Segundo a SSP, até o momento nenhum suspeito do assalto foi preso.

         
Uma empresária foi baleada e assaltada, na tarde desta segunda-feira (20), em Rosário, município localizado a 75 quilômetros da capital maranhense. Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP), os assaltantes levaram aproximadamente R$ 100 mil da vítima, que seria irmã da prefeita da cidade, Irlahi Moraes.
A ação teria acontecido logo após a empresária sair de uma agência bancária da cidade. Dois homens, utilizando uma motocicleta, a balearam na perna, pegaram a quantia e em seguida fugiram. De acordo com a SSP, até o momento nenhum suspeito do assalto foi preso.
A empresária foi encaminhada para atendimento médico em São Luís. Ela não corre risco de morte.

Falta de sinalização deixa trânsito confuso na BR-010, em Imperatriz

Em horários de pico, estrutura no perímetro urbano não comporta fluxo.
Falta de sinalização e de acostamento pioram a situação.     

A falta de sinalização, infraestrutura e a impaciência dos motoristas deixam o trânsito mais perigoso no perímetro urbano da BR-010, em Imperatriz. Em horários de pico, a estrutura no perímetro urbano de Imperatriz, praticamente, não comporta mais o fluxo de veículos que dobrou nos últimos anos. Para complicar a situação, falta sinalização e também de acostamento em muitos trechos da rodovia, o que deixa as manobras ainda mais arriscadas.
Nos 220 quilômetros entre as cidades maranhenses de Estreito e Açailândia, o asfalto é de boa qualidade na rodovia Belém-Brasília. Praticamente não existe buraco. Uma tranquilidade para os motoristas. Em compensação, o trecho é mal sinalizado e o mato toma conta do acostamento. Em dias de chuva, por exemplo, dirigir, principalmente a noite é um risco.
Um dos pontos mais críticos da rodovia Belém-Brasília é o do perímetro urbano de Imperatriz. Uma mistura de buracos, falta de sinalização e muita confusão no trânsito. O perímetro urbano é um local de manobras arriscadas. O local tem muitos buracos e sinalização deficiente. Um risco constante para quem utiliza o trecho.
Nas duas BR's que passam por Açailândia, os motoristas precisam tomar muito cuidado para não se envolver em acidentes. Apesar de muitos trechos em bom estado, algumas verdadeiras crateras, ainda ameaçam o trânsito.
Motoristas que trafegam pela BR-316 reclamam dos problemas encontrados ao longo da estrada como falta de acostamento, animais na pista e fumaça provocada pelas caeiras .Além do problema da falta de acostamento, a presença de animais no trecho  da rodovia é constante.

Os motoristas precisam redobrar a atenção ao passar pelo local. Outro problema para os motoristas, na altura do quilômetro 341, entre os povoados Vila Nova e Alto Alegre, são as caeiras normalmente feitas bem próximas à pista. As caeiras são feitas pelos moradores para fazer. O problema é que a fumaça vai longe, invade a pista e em alguns momentos dificulta a visibilidade dos motoristas.

Preso professor suspeito de assediar alunas

Ele é suspeito de assediar e abusar sexualmente de alunas de 12 anos de idade.
GRAJAÚ - O Ministério Público do Maranhão (MP-MA) pediu à Justiça, na sexta-feira (17), as prisões preventivas de um policial e um professor, tendo os pedidos sido acolhidos pelo juiz Fernando Jorge Pereira. Além das solicitações de prisão, o MP requisitou ao delegado de polícia a imediata instauração de inquérito para apuração dos fatos. Os requerimentos foram feitos pelo promotor de justiça Rodrigo de Vasconcelos Ferro.
No primeiro caso, foi efetuada a prisão de um policial militar da cidade de Grajaú, na sexta-feira (17), acusado de agredir e ameaçar a ex-companheira e o filho dela, menor de 18 anos.
No outro, um professor foi preso na cidade de Formosa da Serra Negra, termo judiciário da comarca, na tarde de sábado, 18, no Dia Nacional de Luta contra o Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Ele é suspeito de assediar e abusar sexualmente de alunas de 12 anos de idade, na escola onde ministrava aulas.
Os dois casos foram denunciados diretamente na Promotoria de Justiça de Grajaú, onde as vítimas relataram os crimes aos promotores Rodrigo de Vasconcelos Ferro e Carlos Róstão Martins Freitas.
Se confirmadas as acusações, o policial pode ser condenado a até três anos e meio de prisão pelos crimes dos Arts. 129 e 147 do Código Penal, enquanto o professor acusado de pedofilia poderá ser condenado a até 15 anos de reclusão pela prática do crime do Art. 217-A do Código Penal.

Durante operação, 81 motocicletas são apreendidas

Os trabalhos foram realizados nas cidades de Santa Quitéria e Brejo.
SÃO LUÍS - No intuito de inibir o tráfico e uso de drogas e o alto índice de acidentes de trânsito devido o número de condutores inabilitados, a 4ª Companhia Independente de Chapadinha, deflagrou, no fim de semana, a Operação Impacto. Os trabalhos foram realizados nas cidades de Santa Quitéria e Brejo e resultaram na apreensão de 81 motocicletas, sendo 15 frutos de roubo.
Além das motos, foram apreendidas, ainda, duas espingardas cartucheiras de fabricação artesanal, três cartuchos de calibres 28 e 12, dois kg de maconha e a quantia de R$ 1.565 em notas falsas de cinco reais. Na ação, oito pessoas foram presas, suspeitas de envolvimento com o tráfico de drogas.
Estão detidos, Pedro Rodrigues Pimentel; Bernardo Sousa de Oliveira; Francisco José Castro Linhares; Daniel Viana Silva; Antônio José de Sousa Vieira; Ismael Pereira da Silva; Tiago Nascimento Linhares e Selma Fernandes Castro Linhares. Todos estavam no interior de uma residência no Povoado Buriti Seco, em Santa Quitéria.
“Nossas ações foram concentradas no combate a diversas práticas criminosas, entre elas, arrombamento e assaltos a agências e correspondentes bancários. Vamos intensificar também as abordagens em todos os pontos das duas cidades. Não vamos permitir que quem não possui CNH conduza algum veículo”, afirmou o major Edvaldo Mesquita, comandante da 4ª C.I.
A quadrilha foi autuada por tráfico de drogas, falsificação de dinheiro, formação de quadrilha e posse ilegal de arma e ficarão aguardando a decisão da Justiça na Delegacia de Santa Quitéria.