quinta-feira, 16 de maio de 2013

Flamengo confirma favoritismo e vence o Campinense

 
JUIZ DE FORA - O Flamengo confirmou o favoritismo e venceu por 2 a 1 o Campinense, nesta quarta-feira, em Juiz de Fora. Com o resultado, os cariocas avançam para a terceira fase da Copa do Brasil e enfrentam o ASA-AL.

A equipe do técnico Jorginho repetiu o placar do duelo de ida, na Paraíba, e segue com uma sequência de bons resultados que vem desde o Campeonato Carioca.

Os donos da casa abriram o placar com um gol contra de Roberto Dias em lance confuso. O Campinense chegou ao empate no minuto seguinte, com Bismarck. A partir dai, o jogo caiu de rendimento até a parte final da etapa final, quando Elias marcou o segundo do Flamengo para consolidar a classificação dos cariocas.

O jogo

A partida começou em ritmo acelerado. Tanto que, com seis minutos, o confronto estava empatado em 1 a 1. O Flamengo abriu o placar aos cinco, quando Léo Moura cruzou pela direita, Wellington tentou cortar, mas a bola bateu nos zagueiros Roberto Dias e Edvânio antes de ir para a rede, mas o árbitro deu gol contra de Roberto Dias. No entanto, o Campinense deu o troco no minuto seguinte. Jefferson Maranhense chutou, a bola bateu na zaga e sobrou para Bismarck só tocar para o gol.

Após o início movimentado, o jogo caiu de nível. O Flamengo buscava o ataque, mas errava muito no setor ofensivo. O Campinense esperava os cariocas e aproveitavam os espaços para avançar nos contra-ataques. Os donos da casa pararam de chegar com perigo ao gol de Pantera. Até o intervalo, os paraibanos estiveram mais perto de virar a partida. Aos 39 minutos, Alberto cobrou falta, a bola passou por Hernane e quase enganou Felipe. O goleiro conseguiu espalmar e a zaga afastou o perigo.

No segundo tempo, o panorama da partida seguiu o mesmo. Os flamenguistas seguiram tendo mais posse de bola, mas erravam muito no setor ofensivo. Desta vez, os cariocas não deixavam espaços para o Campinense avançar com perigo. Assim, as chances de gol não existiam. Somente aos 17 minutos os donos da casa criaram boa jogada. Rafinha tocou para Elias, mas o volante finalizou para fora.

O Flamengo conseguiu fazer o segundo para dar tranquilidade na partida aos 32 minutos. Elias tocou para Hernane, que tentou devolver. No entanto, o estreante Paulinho deu belo passe para o volante finalizar de primeira, sem chance para Pantera.

Depois do revés, o Campinense buscou o ataque tentando o empate. Os paraibanos tiveram boa chance aos 39 minutos em cobrança de falta de Panda que Felipe fez boa defesa. O Flamengo diminuiu o ritmo e se limitou a marcar o adversário. Os cariocas administraram o resultado até o apito final do árbitro.

Dos 19 detentos que fugiram nesta terça, apenas três foram recapturados

egundo o Secretário de Administração Penitenciária, as buscas são intensas na expectativa de recapturar os 16 detentos que ainda estão foragidos.
 
SÃO LUÍS – Dos 19 Detentos que fugiram na madrugada desta quarta-feira, (15), do “bloco D” do Centro de Detenção Provisória- CDP, apenas três já foram recapturados. De acordo com informações do Secretário de Administração penitenciária, Sebastião Uchôa, a polícia ainda esta fazendo buscas intensivas na tentativa de recapturar os outros 16 que ainda estão foragidos.

Ainda segundo Uchôa, nesta primeira fuga do mês de maio, pode ter havido uma falha nas vistorias, pois acontecem revistas constantemente em todos os blocos e por conta das visitas, o bloco D não foi vistoriado. Ele acredita ainda, que o tumulto que aconteceu na terça-feira (14), pode ter sido organizado afim para desviar a atenção dos agentes penitenciários.

A fuga aconteceu através de um túnel de 1,5 m de profundidade e 15 m de extensão, cavado pelos detentos.