segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Manifestantes interditaram BR-135 na manhã desta segunda

Moradores protestaram por melhorias no transporte público.
Manifestação na BR-135
SÃO LUÍS - Moradores da Vila Damara, Coqueiro, Piçarreira e outras comunidades da Zona Rural interditaram a BR135, no KM22, na manhã desta segunda-feira (12).
Segundo informações, um grupo de 50 pessoas se reuniu no local, protestando por melhorias no transporte público. Ainda, de acordo com informações, o trânsito ficou lento pela área, com fumaça na estrada vinda de pneus queimados por moradores do Coqueiro.
Ainda, segundo informações do repórter Jorge Martins, o posto de saúde da Vila Coqueiro foi fechado e o ano letivo na escola do bairro ainda não começou. O protesto, iniciado às 6h30, só terminou por volta das 11h30 após diálogo entre os manifestantes e agentes da Secretaria Municipal de Transportes (SMTT), com o intermédio da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Manifestação na BR-135

Justiça suspende audiência do advogado Ronaldo Ribeiro

Audiência sobre morte do jornalista Décio Sá foi remarcada para o dia 9 de setembro.
Advogado Ronaldo Ribeiro
SÃO LUÍS - O juiz Osmar Gomes, da 1ª Vara do Tribunal do Júri, decidiu pela suspensão da audiência do advogado Ronaldo Ribeiro, marcada para essa segunda-feira (12). O magistrado esclareceu que a suspensão foi baseada em decisão da Justiça do Maranhão em favor a defesa tenha acesso aos laudos do processo (mídias operadoras de telefonia celular, além de pen drives e HDS, que estão no Instituto de Criminalística - Icrim) contra o advogado Ronaldo Ribeiro. A audiência foi remarcada para o dia 9 de setembro deste ano.
De acordo com o Ministério Público, o advogado responde por formação de quadrilha e homicídio do jornalista e blogueiro Décio Sá, ocorrido no dia 23 de abril de 2012, na avenida Litorânea.
Ronaldo Ribeiro foi advogado de Gláucio Alencar.

Aumento da violência é culpa dos adolescentes, aponta Aluísio Mendes

Secretário da SSP-MA, Aluísio Mendes, revela que Conselho de Segurança Pública do Nordeste também que a mudança no Estatuto com a redução da maioridade penal


Depois de 23 anos em vigor, as inovações do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) não levaram a resultados práticos na redução da criminalidade envolvendo menores de 18 anos. De acordo com dados da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão, cerca de 75% dos assaltos a coletivos na “Grande Ilha” são ocasionados por adolescentes, enquanto, os homicídios chegam a 36% e os envolvimento com o tráfico de drogas, a porcentagem é de 60% das ocorrências.

“É unânime o pensamento do Conselho de Segurança Pública do Nordeste de que é necessária uma mudança urgente no Estatuto, principalmente, no que tange a maioridade penal”, afirmou o secretário da SSP-MA, Aluísio Mendes. Para ele, a maioria dos adolescentes se aproveita dos direitos que o ECA os concede para praticar as ações criminosas.

Os gestores de segurança pública estão elaborando um documento com informações condizentes sobre a ocorrência de atos criminosos praticados por menores e vai ser apresentado ao Colégio Nacional dos Secretários de Segurança Pública (Consesp), previsto para ocorrer entre os dias 18 e 20 de agosto, no Rio de Janeiro.

Aluísio Mendes também informou que esse documento depois de ser aprovado pela cúpula de segurança do país será encaminhado ao Congresso Nacional, em Brasília. “Muitos projetos estão nas mãos dos parlamentares da capital sobre a redução da maioridade, mas estão engavetados, no entanto, é necessário que tenha uma determinada pressão para que possam voltar a ser discutido no Congresso”, frisou.

Força tarefa
Na última quarta-feira (7), Aluísio Mendes esteve reunido com a delegada geral da Polícia Civil, Cristina Meneses; sub-delegado geral da PC, Marcos Afonso; o superintendente da Seic, Augusto Barros; os delegados Carlos Damasceno e Roberto Larret como ainda o secretário de Justiça e de Administração Penitenciária, Sebastião Uchoa, na sede da secretaria de Segurança Pública, na Vila Palmeira. Durante esse encontro foi planejado uma força-tarefa para investigar a participação de agentes penitenciários e de funcionários terceirizados em fugas e crimes ocorridos nestes últimos meses dentro do sistema prisional do estado. “Todo esse trabalho será feito de forma sigilosa pela Polícia Civil e pelo serviço de inteligência e caso seja confirmado os acusados serão penalizados”, afirmou o secretário de segurança.

De com dados da Sejap, atualmente, são 4.698 detentos cumpridos penas nos presídios do estado onde a capacidade é de apenas 2.200. Somente este ano, ocorreram 62 fugas e um total de 21 mortes, sendo que em 2012, o registro foi de apenas 11. Ainda na última terça-feira (6), o juiz titular da Vara de Execuções Penais e Criminais Alternativas, Carlos Roberto de Oliveira, visitou as instalações da Casa de Detenção (Cadet), em Pedrinhas, onde constatou a superlotação desse presídio, pois, a capacidade é 400 internos, no entanto, há mais de 700. Também informou que essa situação vai encaminhada ainda esta semana ao Ministério Público Estadual para tomar as devidas providências.

Governo Itinerante chega à 11º etapa com hospital em Matinha

A equipe de governo também levarão ações para Olinda Nova do Maranhão, Pinheiro e Pedro do Rosário.
 
A governadora Roseana Sarney (PMDB) dará início amanhã, 13, a 11º etapa do Governo Itinerante no município de Matinha, com a inauguração de um hospital regional de 20 leitos, construído por meio do Programa Saúde é Vida. Em seguida, toda a equipe de governo segue para o município de Olinda Nova do Maranhão, onde será realizado um mutirão de serviços voltados à ação social e na área da saúde. Lá, a governadora também colherá as demandas dos municípios junto às administrações, para que sejam liberados investimentos em obras e serviços públicos. Na quarta-feira o Itinerante segue para o município de Pinheiro, onde será realizada uma vistoria nas obras do Hospital Macrorregional, de 100 leitos, e para o município de Pedro do Rosário.
O secretário de estado de Programas Especiais, Clodomir Paz, coordenador das ações do Governo Itinerante - que ocorre esta semana na Região da Baixada -, garantiu que o ‘carro-chefe’ da nova etapa de ações será a inauguração do hospital em Matinha.
A unidade de saúde, que adiciona à rede estadual novos 20 leitos, funcionará diariamente com atendimento em clínica médica, pediatria e obstetrícia, além de pronto-atendimento, ultrassonografia e Raio-X. Haverá também serviços de apoio e a realização de exames preventivos.

Mulher grávida é assassinada no Centro de São Luís

A vítima foi atingida por cinco tiros por volta das 9h30 deste domingo (11).
 
SÃO LUÍS - Por volta das 9h30 deste domingo (11), uma mulher foi assassinada na rua São Pantaleão, no Centro da capital maranhense. A vítima estava grávida e acompanhada da filha de 2 anos de idade no momento do homicídio.
Segundo informações, a mulher, identificada apenas como Leidiane, foi atingida por cinco tiros. O autor do crime é um homem que havia estacionado o carro na Praça da Misericórdia e, em seguida, caminhado até o edifício Tomé, onde a vítima morava.
Chegando ao prédio, ele teria telefonado para Leidiane, que apareceu na sacada do apartamento, acenou e desceu para abrir a porta. Ao chegar no térreo com a filha de dois anos, o homem teria efetuado os disparos contra a gestante. A filha da vítima não foi atingida.
Até o fim da manhã de hoje (11), o corpo da gestante ainda se encontrava no chão do edifício, pois a perícia ainda não havia chegado ao local. A polícia ainda está em busca do suspeito.

PRF: cinco feridos e dois mortos nas últimas horas

No total, foram registrados 12 acidentes.
SÃO LUÍS - As últimas horas não foram nada tranquilas nas estradas federais que cortam o Estado. Segundo relatório da Polícia Rodoviária Federal (PRF) foram registrados 12 acidentes, sendo sete com danos materiais, quatro com feridos e um com mortos. No total, cinco ficaram feridos e dois morreram.
A ocorrência mais grave foi no município de Peritoró, no Km 249, da BR-135, onde um acidente, tipo saída de pista, deixou duas pessoas mortas e uma ferida.
Prisões
Nas últimas horas, foram registradas, também, duas prisões. Ambas, no município de Imperatriz, na BR-010. Carlos Augusto Araújo Silva e José de Ribamar Silva Albuquerque foram presos por conduzirem seus veículos sob efeito de álcool. Eles foram encaminhados a Delegacias de Polícia Civil locais.

O buraco, feito por detentos do bloco B, resultaria na fuga de 11 internos.

Túnel cavado por detendo da CCPJ de Caxias
CAXIAS – Um túnel de 1,5 metros foi descoberto pelo Serviço de Inteligência da Secretaria de Estado de Justiça e Administração Penitenciária (Sejap), na Central de Custódia Preso de Justiça (CCPJ) do município de Caxias. O plano de fuga foi descoberto na madrugada de segunda-feira (29). O buraco, feito por detentos da cela dois (bloco B) resultaria na fuga de todos os 11 internos.
O túnel, que daria acesso para a parte externa do estabelecimento prisional, foi descoberto durante ação preventiva e corretiva da unidade. O diretor da CCPJ de Caxias, Joaquim Benedito da Silva, disse que a tentativa de fuga dos internos só foi frustrada devido às rondas noturnas realizadas no local. “Os agentes faziam a ronda, perceberam um barulho estranho vindo do bloco B e foram averiguar e descobriram a tentativa de fuga”.
Após a descoberta do túnel, os presos foram retirados da cela e a Polícia Militar foi acionada para dar apoio externo. Na ocasião, foi realizada uma revista onde foram encontrados materiais usados para a escavação, pedaços de ferros e colheres cheias de terra.
  1. Com um total de 179 presos, a unidade possui 14 celas, sendo sete no bloco A e sete no B. O Serviço de Inteligência da Sejap planeja todas as ações de segurança preventiva e ostensiva do órgão. Para reforçar a política de segurança, a Sejap criou o grupo de Rondas Ostensivas Penitenciárias (Rope).

Denúncia: bebê nasce em calçada de maternidade em SL

O caso aconteceu no mês de junho, mas só foi denunciado pela família dois meses depois.
matéria.
Em junho, criança nasceu na porta da maternidade.
SÃO LUÍS - Uma adolescente de 16 anos pariu na calçada depois de ter o atendimento negado na Maternidade Marly Sarney. O caso aconteceu no mês de junho, mas só foi denunciado pela família dois meses depois. A saída da ambulância e o parto foram filmados por um parente da mãe e mostrados no JM TV 2ª edição desse sábado (10).
O momento que deveria ser de maior felicidade na vida de uma adolescente, por muito pouco, não se tornou uma tragédia. Grávida e entrando em trabalho de parto, a jovem não pôde ser atendida na Maternidade Marly Sarney e, quando estava a caminho da Maternidade Maria do Amparo, no Anil, pariu ainda na calçada. Com os portões fechados, o vigia teria ido em busca de enfermeiros, mas, no momento em que os profissionais chegaram, a criança já havia nascido e estava sendo segurada por outra enfermeira, que foi ao encontro da ambulância que trazia a mãe.
O pai da criança, William Barbosa, criticou o tratamento e comparou o atendimento médico ao dispensado a um animal. “Nem com meus cachorros eu fazia isso”, reclamou.
O diretor da Maternidade Marly Sarney, Frederico Barroso, informou à equipe de reportagem que a jovem não pôde ser atendida naquela unidade por causa da superlotação. O médico considerou o fato normal, tendo em vista o grande número de casos semelhantes que ocorrem constantemente. Já o diretor-clínico da maternidade Luís Eduardo Ribeiro, disse que a técnica em enfermagem foi buscar a jovem na ambulância e quando chegou à porta da maternidade, o vigia havia ido chamar outro funcionários.
Veja o vídeo feito pela irmã da adolescente a seguir: