terça-feira, 24 de abril de 2012

Filho do sertanejo Leonardo apresenta melhora

Após ter um parada cardíaca na madrugada desta segunda, Pedro Leonardo Dantas da Costa, 24, filho do cantor sertanejo Leonardo, teve uma "pequena melhora", de acordo com boletim médico divulgado na tarde desta segunda.

Segundo boletim, a pressão intracraniana está no limite considerável aceitável. Entretanto, houve uma piora da funções renais, o que fará com que ele passe por hemodiálise.

Ele permanece na UTI (Unidade de Terapia intensiva) do IOG (Instituto Ortopédico de Goiânia) desde a sexta-feira (20), quando sofreu um acidente de carro.

Pedro teve uma parada cardíaca de seis minutos por volta das 4h desta segunda. À tarde, a febre cedeu e a pressão arterial foi controlada. Apesar da melhora, ele continua em coma induzido e respira com a ajuda de aparelhos.

A assessoria do cantor disse que objetivo é que ele seja transferido para São Paulo.

No fim de semana, os médicos constataram que Pedro está com pneumonia, o que é comum de acontecer em pacientes que ficam entubados. Além disso, exames de tomografia e ressonância magnética confirmaram um edema cerebral no rapaz.

Ele passou por uma cirurgia, na sexta, logo após o acidente --que aconteceu na madrugada de sexta próximo à cidade de Itumbiara (GO).

Ele, que é membro da dupla Pedro e Thiago, havia feito um show em Uberlândia (MG) e dirigia sozinho em direção à cidade de Goiânia, quando seu carro capotou. Nenhum outro veículo se envolveu na batida. As circunstâncias do acidente ainda serão investigadas.
Pedro (esq.), da dupla Pedro e Thiago, sofreu acidente de carro na madrugada de sexta em Goiás
Pedro (esq.), da dupla Pedro e Thiago, sofreu acidente de carro na madrugada de sexta em Goiás

Gestores têm contas desaprovadas pelo TCE

O Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE/MA) desaprovou, em Sessão Plenária realizada nesta quarta-feira, 18/04, as prestações de contas apresentadas à instituição pelos seguintes gestores: Ednaura Pereira da Silva (Jatobá/2008), com débito de R$ 10.048,00 e multas de R$ 17.009,00; Ivaldo Almeida Ferreira (Mirinzal/2007), com débitos de R$ 416.986,00 e multas de R$ 113.397,00 e João Batista Santos (Poção de Pedras/2007), com débito de R$ 7.000.000,00 e multas de R$ 15.000,00.

Entre as Câmaras Municipais, foram julgadas irregulares as contas apresentadas por José Plácido de Freitas (Graça Aranha/2007), com débito de R$ 1.346,78 e multas de R$ 6.164,67; Lael Silva Bezerra (Poção de Pedras/2006), com multa de R$ 3.000,00; Leôncio Antunes de Souza (São Pedro da Água Branca/2008), com multas de R$ 17.272,00; Luis Lima Domingos (São Raimundo do Doca Bezerra/2008), com débito de R$ 14.647,00 e multas de R$ 21.006,00 e Valter Costa (Central do Maranhão/2006), com débito de R$ 5.991,36 e multas de R$ 21.865,00

Delegado diz que morte de jornalista pode ter sido 'encomendada'

Jornalista Décio Sá é assassinado em São Luís (Foto: Clarissa Carramilo/G1)
Jornalista Décio Sá foi executado com seis tiros
em São Luís (Foto: Clarissa Carramilo/G1)
O delegado Gutemberg Carvalho Rêgo, que investiga o assassinato do jornalista e blogueiro, Décio Sá, 42 anos, ocorrido na noite desta segunda-feira (23), em um bar localizado no início da Avenida Litorânea, afirmou que a polícia acredita que o caso se trate de crime por encomenda.

"Acreditamos que tenha sido crime por encomenda, até pelo próprio calibre da arma, que é calibre 40, privativo da polícia. O fato de a pessoa ter agido com o apoio de outra, ter entrado até o fundo do bar, ido ao banheiro, esperado ele retornar e disparar contra a vítima seis tiros, sem dar chance dele escapar, tudo isso indica de que o crime tenha sido premeditado", afirmou o delegado do Plantão Central.
Sobre o andamento das investigações, Gutemberg disse também que o blog do qual o jornalista era autor pode conter alguma pista. "O blog pode ser uma boa pista. Temos o celular da vítima também. Vamos analisar tudo com calma para chegarmos aos autores do assassinato", adiantou.
Segundo o perito criminal, Jucy Ericeira, que realizou a perícia no corpo do jornalista no local do crime, seis projéteis foram encontrados, sendo dois tiros nas costas e quatro na cabeça. "Somente com o resultado da necrópsia é que teremos certeza de todas as lesões e de quantos tiros, na verdade, atingiram o jornalista", informou.
Jornalista Décio Sá (Foto: Divulgação)Foto do perfil do blog do jornalista Décio Sá
(Foto: Divulgação)
Fatos
De acordo com informações de testemunhas, Décio Sá teria entrado no bar e pedido caranguejo. Pouco depois, seu celular tocou e ele saiu para atender.
Na volta, foi surpreendido por um homem de grande porte, que teria disparado os tiros contra a vítima. O suspeito teria corrido para o morro e passado por um grupo de pessoas, que realizava um culto evangélico, antes de sumir.
No morro, a polícia encontrou o carregador de uma pistola que seria compatível com os projéteis retirados pela perícia do corpo do jornalista. O 8º Batalhão da Polícia Militar respondeu ao chamado entre 22h15 e 22h20.
Jornalista
Décio Sá tinha 42 anos e há 17 trabalhava como jornalista na editoria de política no jornal O Estado, do Sistema Mirante de Comunicação. Era autor do Blog do Décio, um dos mais acessados do Maranhão. O velório do jornalista está previsto para esta terça-feira (24), na Central de Velórios da Pax União, Centro de São Luís.

Polícia identifica em São João dos Patos mais duas vítimas de estuprador preso em Colinas

A Polícia Civil localizou, em São João dos Patos, mais duas pessoas que teriam sido violentadas sexualmente pelo estuprador Valmir Alves da Silva, o “Maníaco de Colinas”, de 35 anos. Ele foi preso na madrugada do dia 12 deste mês.

Conforme a Regional de São João dos Patos, o reconhecimento das vítimas faz parte de um trabalho de investigação da Polícia Civil, devido ao número de estupros que ocorreram nos municípios de Buriti Bravo e Colinas.

A polícia informou que Valmir é suspeito de outros estupros na região, e o reconhecimento por parte das demais vítimas será feito em etapas.
Crime

Com base nas informações do Delegado Armando Pacheco, o acusado cometia os crimes sempre de uma maneira bastante característica. “Valmir invadia as casas durante a madrugada, geralmente entre 2h e 3h, rendia as vítimas com uma faca, apenas mulheres, adentrava nos quartos e as estuprava na frente das outras pessoas que estavam no local”, relatou.

“Ele cobria a cabeça com uma camisa e chegava a usar preservativo com algumas delas. Além do estupro, o maníaco ainda subtraia objetos da residência, como aparelhos celulares e o que tivesse valor e fosse de pequeno porte”, detalhou o delegado.

Com relação às investigações levantadas pelo Delegado Armando Pacheco, titular da Delegacia de Colinas, há mais de 12 casos de estupro nas cidades de Buriti Bravo e Colinas. Ainda com relação aos levantamentos, só no município de Buriti Bravo ainda há várias mulheres que foram vítimas de estupro nos últimos meses com as mesmas características dos praticados por Valmir.

Rodoviários fazem paralisação de advertência hoje, até as 9h

Intenção é pressionar o sindicato patronal a aceitar as reivindicações da categoria, principalmente o aumento de 16% nos salários de motoristas.

São Luís amanhece hoje sem coletivos circulando por ruas e avenidas. Os rodoviários decidiram na semana passada paralisar atividades hoje terça-feira, de 0h às 9h por causa da falta de acordo com a classe patronal, principalmente sobre reajuste salarial de 16% reivindicado pela categoria. Os motoristas, fiscais e cobradores prometem fazer duas novas paralisações nesta semana, caso suas exigências não sejam atendidas.

Presos suspeitos de furtar trilhos da Estrada de Ferro Carajás

Trilhos seriam trazidos para São Luís e revendidos a lojas de sucata.
 
SÃO LUÍS - Uma ação conjunta das polícias Civil e Militar resultou na prisão, no sábado (21), de uma quadrilha especializada em furtar trilhos da Vale, em Miranda do Norte. A prisão dos suspeitos ocorreu no momento em que o bando retirava os trilhos. As equipes policiais chegaram até os criminosos após o vigia do local, suspeitando da atitude do grupo, denunciar a retirada dos trilhos no trajeto que passa pelo município.
Durante a ação foram detidos os maranhenses Fernando Queiroz da Silva, 35 anos, auxiliar de muque, o motorista Sebastião Tavares da Silva, 65 e ainda José Vicente Oliveira de Lima, agenciador de cargas, 53 anos, todos moradores de São Luís. Foram presos também o paulista, Gilberto da Silva Salvadego, motorista, 53 anos e o pernambucano José Vicente Oliveira de Lima, 65 anos, natural de Vitória de Santo Antão.
De acordo com o delegado Odilardo Luis Lima, titular do 1º DP, ao ser indagado sobre o motivo da retirada, o grupo apresentou um documento que supostamente teria sido emitido pela prefeitura autorizando a ação. “Quando o vigia perguntou quem tinha autorizado a retirada dos trilhos, o bando entregou uma declaração no qual dizia que a Prefeitura tinha permitido a retirada e que os trilhos seriam utilizados na construção de uma ponte”, detalhou o delegado.
De posse do documento, o vigia se deslocou até a delegacia, onde mostrou a documentação e, imediatamente, o delegado solicitou a um vereador que reconhecesse a assinatura do prefeito. Após comprovar que a mesma era falsa, o delegado deslocou uma equipe até o local e deu voz de prisão a quadrilha.
Em poder do grupo foi encontrado cerca de 50 trilhos de 12 metros cada e dois caminhões, um tipo Scania e um com um ‘braço’ mecânico.
A polícia já tem informações de que os trilhos seriam enviados para São Luís e revendidos a lojas de sucata. “As investigações irão mostrar quem são esses receptadores na capital”, ressaltou Odilardo Lima.
Após ser detido em flagrante, o bando foi encaminhado à delegacia de Miranda do Norte. No distrito policial, todos foram autuados por furto qualificado, previsto no artigo 155, parágrafo 4º inciso IV, do Código Penal Brasileiro.

Jornalista Décio Sá é assassinado com seis tiros na Av. Litorânea

Ele foi alvejado com seis tiros por um motoqueiro, no bar Estrela do Mar.
Foto: Paulo Soares
SÃO LUÍS - O jornalista e blogueiro Décio Sá foi assassinado com seis tiros nessa segunda-feira (23), no bar Estrela do Mar, na Avenida Litorânea.
Segundo informações preliminares, um homem desceu de uma motocicleta, atravessou a rua e foi até o bar Estrela do Mar, onde o jornalista estava. Para certificar de que era mesmo o jornalista, o assassino foi até o banheiro, próximo da mesa onde Décio se encontrava. Ao sair, atirou seis vezes com uma pistola ponto 40, arma de uso restrito da polícia. Dois disparos atingiram as costas e quatro a cabeça do jornalista. Logo em seguida, o assassino fugiu do local do crime e voltou para a avenida, onde outro homem o aguardava em uma moto.
"Por ser uma arma de uso restrito da polícia, pode ser um pistoleiro ou mesmo um policial. O homem que atirou nele era moreno de cabelo liso. O bar estava lotado de turistas. Foi um crime muito audacioso. Ainda não temos informações sobre a motivação, mas o blog dele pode ser uma pista", explicou o delegado Gutemberg Rego.
O superintendente da Polícia Civil da capital, Sebastião Uchôa, informou que o Secretário de Segurança Pública Aluísio Mendes e os delegados Maymone Barros e Jeffrey Furtado estão no local do ocorrido. "Garanto que vamos descobrir quem cometeu esse crime cruel e quem foi o mandante", afirmou Sebastião Uchôa.
Décio Sá era jornalista em O Estado do Maranhão e escrevia também no Blog do Décio, que em cinco anos se tornou um dos mais lidos em todo o Maranhão. Ele deixa um esposa e filha de oito anos.
Nota da Secretaria de Comunicação do Estado:
"O Governo do Estado lamenta o ocorrido e repudia a ação bárbara e cruel, tendo tomado todas as providências para a prisão dos assassinos. Peritos do Instituto Médico Legal (IML) estão no local. Homens da Superintendência de Investigações Criminais e da Delegacia de Homicídios já iniciaram as averiguações para prender os criminosos".

Barreiras eletrônicas serão fiscalizadas nesta terça

Objetivo é verificar se barreiras estão em conformidade com os padrões exigidos por lei.

Foto: Foto: Arquivo/O Estado
SÃO LUÍS - Com o objetivo de verificar se os instrumentos de medição de velocidade dos veículos estão em conformidade com os padrões exigidos por lei, o Instituto de Metrologia e Qualidade Industrial do Maranhão (Inmeq) realizará nesta terça-feira (24), a partir das 9h, a fiscalização de barreiras eletrônicas em São Luís.
O órgão é uma autarquia pública estadual, vinculada à Secretária de Estado de Indústria e Comércio (Sedinc), dotada de personalidade jurídica própria, autônoma administrativa e financeiramente, com patrimônio e receita próprias.
Exerce no Maranhão, por delegação do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), a fiscalização de instrumentos de medição (e medidas materializadas), produtos pré-medidos, produtos têxteis, produtos com certificação compulsória, veículos transportadores de produtos perigosos, e veículos transportadores de GLP fracionado.
O Inmeq funciona na Avenida São Luís Rei de França, n° 100, bairro Olho d'Água