segunda-feira, 1 de abril de 2013

'Que ele pague', diz mãe de menina de 16 anos morta por ciúme no litoral

Suspeito atropelou a vítima várias vezes em São Vicente, SP, e fugiu.
Andressa tentou salvar a amiga que estava sendo espancada pelo ex.



         
Velório de Andressa Nayara, que foi morreu atropelada depois de se meter em briga de namorados (Foto: Mariane Rossi/G1)Velório de Andressa Nayara, que morreu atropelada depois de interferir em briga (Foto: Mariane Rossi/G1)
O velório de Andressa Nayara da Silva, a jovem de 16 anos que defendeu a amiga agredida pelo ex-namorado, mas acabou sendo assassinada por ele, aconteceu na manhã desta segunda-feira (1) em São Vicente, no litoral de São Paulo. No velório do Hospital São José, os parentes de Nayara não se conformavam com a morte da jovem e pediam Justiça. Segundo Danielle Moraes de Castro, que estava sendo espancada, o ex-namorado tinha muito ciúmes de Andressa.
Andressa tinha apenas 16 anos (Foto: Reprodução/TV Tribuna)Andressa Nayara tinha apenas 16 anos
(Foto: Reprodução/TV Tribuna)
Marlene Dolores da Silva, mãe de Nayara (Foto: Mariane Rossi/G1)Marlene Dolores da Silva, mãe de Nayara
(Foto: Mariane Rossi/G1)
Marlene Dolores da Silva, mãe de Nayara, conta que a menina queria estudar para ser advogada. Danielle e Nayara eram amigas desde a infância. Marlene conta que elas cresceram juntas porque moravam na mesma rua, mas não sabia do lado agressivo do namorado de Danielle. Para a doméstica, tudo aconteceu muito de repente. “Eu só fiquei sabendo quando aconteceu isso com a Nayara. Quero Justiça, que ele pague pelo que ele fez. Só quero isso, mais nada. Ela tinha 16 anos, já foi e não volta mais”, afirma Marlene.
O motorista Manuel Vieira da Rocha, pai de Nayara, conta que a jovem foi adotada com poucos meses de vida. A mãe biológica da menina era amiga da família e dependente química e, por isso, não tinha condições de cuidar da filha. Rocha falou que acompanhou a infância da jovem mas, nos últimos anos, depois que ele se separou da mãe adotiva dela, acabou ficando mais distante. “A Nayara era muito inteligente. Tudo o que a gente ensinava ela pegava. Ela nunca deu problema”, disse ele, muito emocionado, durante o velório da filha.

Amiga da família, a inspetora de alunos Maria Darlene dos Santos diz que todos estão abalados. “Ela era uma garota cheia de vida, não fazia mal a ninguém. Sempre com um astral para cima”, disse Maria, que também quer que o suspeito seja preso o quanto antes.  As investigações sobre o caso estão em andamento no 1° Distrito de São Vicente. O suspeito continua foragido.
Jovem foi espancada por ex-namorado (Foto: Reprodução/TV Tribuna)Jovem foi espancada por ex-namorado
(Foto: Reprodução/TV Tribuna)
O caso
O crime ocorreu na Rua Libânia de Lima Crock, no bairro Vila Margarida, por volta das 5h30. Danielle Moraes de Castro, de 18 anos, terminou o namoro com Natailson José Ribeiro, de 30 anos, na quinta-feira (28), por estar cansada de apanhar dele. Inconformado, ele foi até a casa da ex-namorada e começou a bater nela, em frente à sua residência.
Uma amiga de Danielle, Andressa Nayara da Silva, de 16 anos, passou pelo local e resolveu intervir, discutindo com Natailson. Nesse momento, a ex-namorada entrou e pediu ajuda para o pai, um servente de 39 anos. O rapaz saiu de carro mas voltou em seguida, em alta velocidade, e atropelou Andressa. Ele chegou a dar ré e passar várias vezes com o veículo sobre a vítima. O ex-sogro ainda tentou socorrer a colega de sua filha, mas também foi atingido pelo automóvel. O suspeito fugiu em seguida.
Andressa não resistiu e morreu a caminho do hospital. O pedreiro e sua filha foram socorridos no Hospital Municipal de São Vicente e não correm risco de morte. Natailson continua foragido, mas o carro utilizado no crime foi localizado pela polícia na Rua Eduardo Dias Coelho, no bairro Esplanada dos Barreiros. No pneu do veículo foram encontrados vestígios de pele e cabelo. Em um dos bancos havia restos do buquê de flores que o rapaz levou para a ex-namorada. O caso foi registrado no 1° Distrito de São Vicente.
Rapaz levou flores e disse que era para o velório da ex-namorada (Foto: Reprodução/TV Tribuna)Rapaz levou flores e disse que era para o velório da ex-namorada (Foto: Reprodução/TV Tribuna)

Homem confessa estupro de turista em van no Rio

Crime foi cometido por Jonathan Foudakis, Wallace Aparecido e um terceiro.
Identificado apenas como Thiago, terceiro suspeito está foragido.



                 

Jonathan Foudakis de Souza, de 20 anos, confessou ter estuprado uma turista dentro de uma van em movimento no sábado (30) no Rio e na Região Metropolitana. Segundo Jonathan, Wallace Aparecido Souza Silva, de 22 anos, também preso, e um terceiro identificado apenas como Thiago, que está foragido, também participaram do crime, conforme mostrou o RJTV (veja vídeo ao lado). A polícia procura pelo terceiro suspeito.

Imagens
Foram divulgadas imagens dos suspeitos abastecendo o veículo em um posto de gasolina de São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio, na madrugada de sábado (30). De acordo com policiais, a turista e o namorado estavam sob poder dos criminosos no momento que as imagens foram gravadas, como mostrou o Fantástico deste domingo (veja o vídeo ao lado).

O namorado da vítima, também estrangeiro, estava no veículo, foi algemado, espancado com uma barra de ferro e roubado, assim como a mulher. Os dois foram liberados pelos criminosos em Itaboraí, na Região Metropolitana, após passarem cerca de seis horas em poder dos bandidos, da 0h às 6h. A identidade das vítimas não foi divulgada pela polícia.
“Eles se revezavam no motorista, na condução do veículo enquanto os outros dois atrás praticavam o crime de estupro e a violência contra o namorado da vítima com o veículo em movimento”, conta o delegado assistente da Delegacia Especial de Apoio ao Turista (Deat), Rodrigo Brant.
Outra vítima
Segundo o delegado Alexandre Braga,  titular da Deat, uma outra jovem reconheceu os suspeitos ao ver a reportagem no G1 publicada na noite de sábado. Segundo a mulher, que é brasileira, a mesma situação aconteceu com ela uma semana antes, no sábado (23). Os policiais a pegaram em casa e ela fez o reconhecimento oficial dos dois na delegacia.
Wallace, de camisa azul, e Jonathan foram presos na noite deste sábado (Foto: Lívia Torres/G1)Wallace, à esquerda, e Jonathan foram presos
na noite deste sábado (Foto: Lívia Torres/G1)
"Ela deu detalhes muito precisos do físico dos dois, como tatuagens, corte de cabelo, cor e altura. Eles também passaram basicamente pelos mesmos lugares. Ela também pegou a van em Copacabana, ia para o Centro do Rio, quando os suspeitos anunciaram um assalto, mandaram todos os passageiros descer e roubaram e estupraram a vítima, que foi abandonada em Niterói.  Um dos suspeitos confessou os crimes e falou da participação dos outros dois suspeitos. O outro preso negou a violência sexual. Estamos obtendo informações para tentar identificar o terceiro suspeito do caso, que está foragido", contou o delegado.
O delegado disse não ter dúvidas quanto a participação dos três suspeitos nos casos de violência sexual contra a brasileira e os estrangeiros. Segundo Braga, eles vão responder pelos crimes de estupro, roubo com três causas de aumento de pena — utilização de arma (eles usaram uma barra de ferro para espancar o rapaz), concurso de pessoas (quando há mais de uma pessoa praticando um crime) e privação de liberdade das vítimas por período relevante de tempo — e corrupção de menores. Segundo as vítimas, um menor de idade, que desceu no meio do caminho, trabalhava como cobrador da van. As penas somadas podem chegar a 29 anos de prisão.
Van utilizada pelos criminosos para estuprar a estrangeira neste sábado (Foto: Lívia Torres/G1)Van utilizada pelos suspeitos de estuprar turista
(Foto: Lívia Torres/G1)
O caso da brasileira foi registrado na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Niterói, na Região Metropolitana, onde a vítima foi abandonada pelos suspeitos. Agora, os dois casos serão investigados pela Deat.
Os dois suspeitos são moradores de São Gonçalo e foram presos por policiais da Deat. Um terceiro suspeito, cuja identidade não foi revelada, está foragido. Nenhum dos três tinha antecedentes criminais, segundo a Polícia Civil. À polícia, Jonathan disse que o terceiro suspeito, que está foragido, cometeu o crime contra a estrangeira. Ainda não foi divulgado se eles já têm advogado para representá-los.

Mãe da manicure suspeita de matar criança leva plano de resgate à polícia

Em carta, Susana detalha plano de resgate de R$ 300 mil.
Segundo delegado, pena mínima para sequestro com morte é maior.



                          
         
Susana teria escrito em folhas de caderno o plano do sequestro (Foto: Cristiane Cardoso/G1)Susana teria escrito em folhas de caderno o plano do sequestro (Foto: Cristiane Cardoso/G1)
Mãe de manicure presta depoimento na manhã desta segunda-feira (1°) (Foto: Cristiane Cardoso/G1)Mãe de manicure prestou depoimento neste
segunda-feira (30) (Foto: Cristiane Cardoso/G1)
João Felipe (Foto: Reprodução/GloboNews)João tinha 6 anos (Foto: Reprodução/GloboNews)
saiba mais
Simone de Oliveira, mãe da manicure Susana do Carmo Figueiredo, suspeita de ter matado o menino João Felipe Bichara, de 6 anos, em Barra do Piraí, no Sul Fluminense, no dia 25 de março, apresentou ao delegado José Mario Omena, na manhã desta segunda-feira (1°), uma carta detalhada em que a manicure revela o plano de sequestrar uma criança e pedir R$ 300 mil de resgate.
"Pelo contexto, só pode ser do João", afirmou Omena.
Segundo o delegado, na carta feita em duas folhas de caderno, a manicure descreveu o plano, detalhando que ligaria para escola, pegaria a vítima e reservaria o quarto de hotel. Durante a descrição da contabilidade, em momento algum, segundo Omena, Susana menciona pagamento a terceiros, reforçando a tese de que ela agiu sozinha. "Se ela ia pedir resgate depois, a gente não deu tempo para isso, pois ela ia pedir com a  criança morta mesmo", disse.
No dia do crime, Susana ligou para a escola onde João estudava se passando pela mãe dele, pediu que a criança fosse liberado da aula e o levou de táxi até um hotel, onde teria asfixiado o menino. O corpo foi achado em uma mala, na casa da manicure. O motivo ainda não ficou claro para a polícia, já que a manicure contou versões variadas da história.
A carta feita em duas folhas de papel foi encontrada na casa da manicure, mas, para o delegado, mesmo com os detalhes do plano de sequestro, Susana não tinha intenção de devolver o menino. “Em momento algum ela pensou em devolver a criança para a família. Uma coisa que me causou estranheza foi ela escrever para si mesma", disse Omena, ressaltando que vai analisar as ligações feitas e recebidas no celular da manicure.
A pena para sequestro com morte é maior do que homicídio qualificado, segundo o delegado. "Extorsão mediante sequestro com morte é a maior pena mínima, 24 a 30 anos", afirmou ele, acrescentando que para homicídio a pena mínima é de 12 anos e máxima 30 anos.
Mãe de manicure presta depoimento na manhã desta segunda-feira (1°) (Foto: Cristiane Cardoso/G1)Mãe de manicure prestou depoimento na manhã
desta segunda (1°) (Foto: Cristiane Cardoso/G1)
Manicure Susana do Carmo está em Bangu (Foto: Divulgação / Seap)Susana está em Bangu (Foto: Divulgação / Seap)
Pai de João Felipe deve ser ouvido
Além da mãe da manicure, também são esperados para prestar depoimento o pai do menino, Heraldo Bichara Jr, a camareira do Hotel São Luís, onde Susana disse ter matado João Felipe, e um amigo do taxista Rafael Fernandes, que entregou a suspeita à polícia.
Segundo Omena, o depoimento da mãe de Susana será importante para traçar o perfil psicológico da manicure. Sobre o depoimento do pai do menino, Heraldo Bichara Jr., o delegado espera esclarecer outras questões. "Vai ser uma peça fundamental. Vou ter que analisar o depoimento dele para concluir se ele era o alvo da conquista ou se pode ter descartado a Susana", afirmou.
Omena informou ainda que o depoimento de Aline Bichara narrou as inúmeras ligações que a suspeita fez para a mãe da vítima no dia do crime. "Ela ficou ligando insistentemente a chamando para ir para Volta Redonda. Ou ela estava monitorando a família ou a mãe era o alvo", concluiu.
Mapa e cronologia do crime em Barra do Piraí (Foto: Editoria de Arte/G1)
Imagens de câmeras de segurança
Imagens de câmeras de segurança do Hotel São Luís, em Barra do Piraí, no Sul Fluminense, mostram os momentos em que a manicure entra com o menino andando e sai com o corpo dele no colo. O vídeo foi exibido no Fantástico deste domingo, 31.
Segundo o delegado, a mãe de João era amiga de Susana havia três anos, quando começou a fazer as unhas com ela. À polícia, Aline Bechara disse que vinha sendo procurada pela manicure para que viajassem juntas, o que não aconteceu. "Então ela foi pro plano B. Então ela investiu contra a criança", explicou Omena. "Quem mata o filho de um casal que conhece já sabe de antemão que vai atingir gravemente esse casal (...) Só se mata uma criança ou por vingança ou qualquer tipo de ira, né?"
O delegado informou ainda que em depoimento, Aline afirmou que não tinha informações sobre relacionamento do marido fora do casamento e que nucna passou por sua cabeça algum envolvimento com Susana. "Para a Aline, a Susana estava acima de qualquer possibilidade. A Aline considerava a Susana uma amiga", informou.

Susana, que está presa em penitenciária em Bangu, Zona Oeste do Rio, contou que queria apenas dar um "susto" na família. "Eu não queria fazer isso com a criança. Eu ia dar um susto. Só que acabou, as coisas acabaram acontecendo desse jeito. Eu tinha os motivos. Eu já falei pra eles o motivo que eu tinha", acrescentou, sem citar as razões.
Liberação da escola
Devido à amizade, a manicure conhecia a rotina da família, fato que facilitou a liberação de João do colégio, e não fez com que ele questionasse ser buscado por Susana, com quem foi brincando no táxi, segundo o motorista Rafael Fernandes. Por telefone, ela simulou para uma funcionária do colégio ser a mãe do menino e disse que a babá teria se enganado ao mandá-lo para a escola, e que iria pedir para alguém buscá-lo para uma consulta médica.
"Estava de cabelo escovado, estava maquiada, estava com uma bolsa bonita, de óculos escuro", descreveu o taxista.
Rafael foi o responsável por entregar Susana à polícia. A notícia do desaparecimento do menino rapidamente rodou a cidade depois que a mãe chegou para buscar João e foi informada de que alguém havia o levado antes. Eneas, taxista que pegou manicure e a criança no hotel e as levou para a casa dela, passou o endereço para os policiais. Rafael, que tinha os números da mulher no celular, marcou um encontro.
"Ela não queria entrar. Aí eu falei: 'Entra aqui que a gente só vai conversar'. Aí ela falou: 'Tá bom, vou confiar em você'. Foi na hora que ela entrou, eu travei a porta e fui embora", contou, lembrando que a manicure ficou muito nervosa e pediu que a soltasse.
Colégio instala câmeras
João Felipe tinha entrado no Colégio Medianeira em fevereiro. Junto com outras 27 crianças, cursava o 1º ano, no início da alfabetização. Segundo os professores, era uma criança alegre e inteligente e um dos primeiros a terminar as tarefas em sala de aula. Agora, o desafio dos funcionários e dos quase 600 alunos é tentar retomar a rotina a partir desta segunda.
"Tomaram-se algumas medidas. Houve instalação de monitoramento de câmeras, na entrada, externa, interna, nos corredores. Vai ser feito um trabalho com os pais, vai ser feito uma reunião com os pais, assim na retomada das aulas", disse a advogado da escola, Tânia Maria Moraes.
Os alunos terão ajuda de um psicólogo e de um padre e a  turma de João Felipe vai estudar em uma nova sala. "Que isso, de certa forma, sirva de exemplo pra criar normas rígidas de conferência. Ah, a mãe ligou... Não pede telefone a quem ligou, não. Vai ligar para os telefones que estiverem constando na ficha. Se não atender, nada feito", disse Omena.
'Ambiciosa', diz parente
Uma parente de Susana, que não quer ser identificada, disse que a manicure era ambiciosa. "Fazia unha, tudo bem, mas pra ela era pouco. Gostava de se envolver com pessoas de dinheiro, essas coisas."
Crimes semelhantes
Coincidências ligam este crime a dois outros. Para matar Taninha em 1960, Neyde Maria Lopes fingiu ser a mãe da criança pra pedir que a menina saísse mais cedo da escola. Neyde, que ficou conhecida como "Fera da Penha", bairro do Rio onde aconteceu o caso, tinha a mesma idade de Susana quando cometeu o crime: 22 anos.
Em 2011, Luciene Reis Santana matou uma menina de 6 anos, mesma idade de João Felipe. O crime também foi cometido em um quarto de hotel, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. As duas mulheres tinham sido amantes dos pais das vítimas.

Receita oferece aplicativo para preencher IR via tablet e celular

Programa está disponível para aparelhos com sistemas iOs e Android.
Aplicativo pode ser baixado a partir desta segunda (1º)     

Tela do aplicativo da Receita (Foto: Reprodução)Tela do aplicativo da Receita (Foto: Reprodução)
A Secretaria da Receita Federal anunciou nesta segunda-feira (1º) a liberação de preenchimento e entrega da declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) por meio de tablets e smartphones.
O aplicativo da Receita está disponível apenas para aparelhos com sistema operacional Android e iOS (Apple) e já pode ser baixado nas lojas virtuais google.play e App Store, respectivamente.
Para os usuários de iPhone e iPad o programa, por enquanto, está disponível apenas na seção da loja da Apple que trata de aplicativos para celular. Ali, basta fazer uma busca por “Receita Federal” e clicar no aplicativo “Pessoa Física”. Para fazer a declaração, clique, dentro do aplicativo, no ícone "m-IRPF".
Ao entrar na opção “m-IRPF” do aplicativo da Receita Federal – a única que permite fazer a declaração do Imposto de Renda –, o usuário é levado para o navegador do smartphone, onde é aberta uma página da Receita para iniciar o preenchimento da declaração.
Nela, o usuário deve colocar seu CPF e um código exibido na página. Na sequência, ele pode inserir seus dados, como fonte pagadora e dependentes.
A Receita estima que cerca de 5 milhões de contribuintes vão poder usar o aplicativo para fazer a declaração neste ano.
Restrições
De acordo com a Receita Federal, não é qualquer tipo de contribuinte que vai poder declarar o imposto de renda por meio de um aparelho móvel. O programa tem algumas restrições que impedem o seu uso, por exemplo, por quem teve rendimento no exterior ou ganho com ações.

Feriado é marcado por 17 acidentes no trânsito

           



A volta para casa após o feriado da Semana da Santa foi complicada para quem trafegou pela BR-135, no final da tarde de ontem. Acidentes em vários pontos da BR deixaram o tráfego lento, atrasando quem tentava chegar a São Luís. No km 38 do Campo de Perizes, o rompimento de uma adutora do Sistema Italuís também causou lentidão no trânsito.

Em Santa Rita, um engavetamento entre quatro veículos causou transtornos. Muitos motoristas usaram o acostamento da BR-135 para fugir da lentidão. Não houve feridos, apenas danos materiais. Nas proximidades do município de Bacabeira, um outro acidente deixou parado o trânsito, mas sem vítimas.
Mas no início da manhã, o retorno de quem saiu da capital para aproveitar o feriado nos municípios maranhenses foi marcada por tranqüilidade nas estradas federais Segundo um balanço parcial da Polícia Rodoviária Federal (PRF), nos três primeiros dias, 17 acidentes foram registrados.

Cinco pessoas ficaram feridas em dois acidentes na manhã do último sábado (30) em rodovias federais do estado. No quilômetro 13 da BR-135, em São Luís, uma van lotada bateu na traseira de um caminhão parado de forma irregular. Quatro passageiros ficaram feridos. De acordo com a PRF, eles estavam sem o cinto de segurança. O motorista do caminhão, que foi autuado pela polícia, diz que parou na pista para dar uma carona.

Na BR-402, que liga a cidade de Rosário a Barreirinhas, uma pick-up capotou e foi parar a quase 30 metros da pista. O carro está em nome de uma locadora de veículos. O condutor, que não foi identificado, foi levado para um hospital da região.

No posto da PRF, duas pessoas foram presas. Uma por suspeita de receptação de produto roubado. A outra prisão aconteceu em uma das barreiras da PRF, um motorista foi levado para a delegacia por dirigir sob efeito de bebida alcoólica.

Em Açailândia, um motociclista também foi preso por dirigir após ingerir álcool. Na Operação Semana Santa do ano passado, a polícia contabilizou 38 acidentes, com 28 feridos e três mortes.
 
(O Imparcial)

Pai é morto a facada pela própria filha em Caxias

SÃO LUÍS - José Ribamar Carvalho, de 58 anos, foi assassinado assassinado a facadas na noite de sábado (30), na cidade de Caxias, distante 361 km de São Luís. Após o crime, Virginia da Silva Carvalho, de 22 anos, foi detida por populares que acionaram a Polícia Militar.

Segundo informações de populares, Virginia da Silva é usuária de drogas. A faca utilizada no crime foi apreendida

Filho do deputado Raimundo Cutrim é encontrado morto no Vinhais

Henrique Cutrim, foi encontrado morto, no início da tarde desta segunda-feira (1º) no Vinhais, em SL
SÃO LUÍS - O filho do deputado estadual Raimundo Cutrim (DEM), Henrique Cutrim, de 27 anos, foi encontrado morto, no início da tarde desta segunda-feira (1º) em uma casa, localizada no bairro do Vinhais, em São Luís. De acordo com as primeiras informações, o corpo foi encontrado pela empregada e, ao lado dele havia um cinto. Ele morava sozinho. A polícia já está no local.

Assim que soube do ocorrido, o deputado Raimundo Cutrim se dirigiu a casa onde ocorreu a tragédia. Ainda não se sabe a causa da morte.

Henrique Cutrim foi candidato a vereador da capital nas eleições do ano passado, com o nome de Cutrim Filho, mas não conseguiu eleger-se. Ele era um dos caçulas do deputado e tinha um irmão gêmeo.

*Com informações da Mirante AM

Aguarde, mais informações em breve.

182 presos são liberados no feriado em São Luís

A agraciados pela LEP (Lei das Execuções Penais), 182 detentos do Sistema Prisional em São Luis, foram liberados para passarem o feriado da Sema Santa, em casa.

Eles terão que retornar às suas unidades prisionais na próxima segunda-feira (1º) de abril, “dia da mentira”.

A concessão foi autorizada pelo juiz da 1ª Vara de Execuções Penais, Jamil Aguiar. Apenas os presos com bom comportamento, e critérios estabelecidos na Lei de Execuções Penais.

O objetivo da lei é contribuir na Ressocialização dos presos. O problema do beneficio, não é a lei, e muito menos a quantidade de presos liberados, é eficienc retorno ao presídio.

Flamengo perde para o Audax, e se complica mais

O Flamengo entrou precisando vencer o Audax de qualquer maneira. Com a vitória de Fluminense e Resende, o Rubro-Negro se distanciava das semifinais e só os 3 pontos interessavam.

Como já havia acontecido na partida da última quarta-feira, contra o Bangu, o Flamengo sofreu o primeiro gol logo aos dois minutos de jogo. Após cruzamento para a área, a bola sobrou para André Castro, sozinho, dominar e bater cruzado.
Tendo mais uma vez que correr atrás do placar, o time de Jorginho chegou a ter quase 70% de posse de bola, rondou a área do Audax durante toda a primeira etapa, mas pouco criou.
Até que, aos 8 minutos, Rafinha carregou e rolou para Gabriel limpar a jogada e bater forte no canto para empatar o jogo. Tentando desesperadamente um segundo gol, o Flamengo dava espaço para os contra-ataques do adversário.
Após bolas na trave dos dois lados e um jogo aberto, Carlos Eduardo, aos 47 minutos, perde a bola e, no contra-ataque, Yuri toca no canto do Felipe e define a vitória no finalzinho para o Audax.
Com a derrota, o Flamengo fica a 6 pontos do Fluminense e está em uma situação delicadíssima no campeonato.

Homem mata a própria esposa com 15 facadas

Amaro Alves Gama, 59 anos, assassinou com 15 facadas sua companheira Indiana Gomes, 30 anos.



O crime bárbaro ocorreu no inicio da manhã desta sexta-feira (29), na Rua Acre, Vila Mariana, em Ribamar Fiquene.

De acordo com as primeiras informações, o casal tinha dois filhos e viviam brigando. No final do ano de 2012, Amaro havia ficado preso por um mês, por ter dado uma surra na vitima.

Ela ainda tentou fugir, quando começou a ser esfaqueada dentro da residência. Ela foi encontrada morta na porta de casa onde caiu já sem forças para se livrar do assassino.

Segundo vizinhos do casal, após matar a esposa o autor do crime foi visto correndo na rua furando o próprio corpo. Eles tinham dois filhos.

Amaro que foi levado para o hospital do município com três perfurações na barriga, disse a policia que matou a esposa por que foi surpreendido pela vitima, enquanto dormia, ela o esfaqueando, foi quando ele tomou a arma e a matou.

Morte de cantor brega em Maracaçumé ainda é um mistério

Após ser acionada por vizinhos, a polícia encontrou na manhã deste domingo (30), o corpo do cantor de brega Evaldo Cardoso dentro da sua residencia.

De acordo com as primeiras informações, o cantor havia realizado um show em Turiaçú recentemente, e retornado para sua casa em Maracaçumé, desde então não foi mais visto.

O cantor estava praticamente nu, e alguns pertences sumidos, o que leva a conclusão que havia mais alguém com ele. O corpo já exalava mau cheiro.

Há duas possibilidades para morte de Evaldo Cardoso, o latrocínio (roubo seguido de morte), e coma alcoólico, já que ele bebia muito.



A noticia da morte de Evaldo Cardoso se espalhou rápido, atraindo muitas pessoas para cidade. Ele será sepultado na manhã desta segunda-feira (1º), no cemitério da cidade.

15º BPM prende suspeito de atropelamento na região de Bacabal

BOM LUGAR - Policiais do Destacamento de Bom Lugar, pertencente ao 15º Batalhão da PM, prendeu, em flagrante, Domingos Narcisio Santos, 55 anos, residente no povoado Aldeia, do município de Bacabal. Segundo relatos, o suspeito, por volta das 17h30 dessa sexta-feira (29), dirigindo um Fiat Uno de cor azul, de placas HQB-3432 e em visível estado de embriaguez alcoólica, atropelou Francisco Paulino, 34 anos, de Bacabal; e Raimundo Paulino Junior, 31 anos, residente no povoado Igarapé Dantas, município de Bom Lugar, quando estes estavam parados em uma motocicleta Fan 125 de cor preta, placa NHR-9747 às margens da MA-245, no povoado Fazenda São João. As vítimas tiveram morte no local.

O acusado foi detido por populares, que pretendiam linchá-lo, uma vez que o acidente aconteceu próximo à residência de parentes das vítimas. Domingos foi conduzido para a Delegacia de Polícia Civil.

Tentativa de furto de veículo

Ainda na última sexta-feira (29), uma equipe do 15ºBPM efetuou a prisão de Berto da Silva Rocha, o“Bertim”, 22 anos, que morava na Rua 7 de Setembro, em Bacabal. Ele é suspeito de ter tentado furtar um veículo de propriedade de Antonio Pereira, residente na Rua Rui Barbosa, Centro de Bacabal. O acusado já estava no interior da garagem onde estava o carro da vítima, que ouviu o barulho e acionou a polícia. Bertim pulou o muro e, na fuga, feriu uma das mãos deixando marcas de sangue.

De posse das informações, a guarnição PM se dirigiu ao pronto-socorro de Bacabal, onde encontrou o mesmo sendo medicado. Berto recebeu voz de prisão, sendo, em seguida, conduzido até o 1º Distrito Policial.

Ele já tinha sido preso no dia 5 deste mês por suspeita de ter arrombado uma residência na Rua Maranhão Sobrinho, Centro de Bacabal, de onde teria levado a importância de R$ 1 mil. Segundo a PM, Bertim está envolvido em outros atos ilícitos naquela região.

Muro desaba e atinge três casas no Túnel do Sacavém

Queda do muro foi causada pela forte chuva na madrugada deste domingo (31).
SÃO LUÍS – Segundo informações do Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops) do Corpo de Bombeiros, o desabamento do muro de um condomínio que atingiu casas no bairro do Túnel do Sacavém, deixou moradores assustados.

O muro do Condomínio Arco Verde, que fica no Filipinho, ao lado do Colégio Máster, já havia sido isolado pelo Corpo de Bombeiros e por agentes da Defesa Civil, mas com a forte chuva na madrugada deste domingo (31), o muro despencou.



Ao portal Imirante.com, um dos moradores, Josenildo, afirmou que o muro atingiu três casas, que fica próxima ao condomínio, tendo, inclusive, acertado a dele. Ainda, segundo o morador, uma casa já caiu e alguns moradores já perderam vários eletrodomésticos.

Uma moradora do condomínio Arco Verde, que não quis se identificar, informou ao Imirante que no bloco três do condomínio, há quase um ano os moradores têm sofrido com infiltrações. “As casas tem sérios problemas de infiltrações. A situação já foi informada aos responsáveis pelo condomínio, mas até o momento nada foi feito para solucionar o problema. Aqui parece um local abandonado. Se o muro desabou, pode acontecer com as casas também”, relata a moradora.

Agentes da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros isolaram as casas que ficam próximas ao muro e, de acordo com informações, algumas casas foram condenadas, impendindo que alguns moradores retornem à elas, pois elas correm risco de desabamento.

Segundo informações da Rádio Mirante AM, uma obra estava sendo realizada próxima ao muro, tendo acumulado entulho. O entulho teria 'empurrado' o muro, tendo atingido, também, as casas.

Acidente

Ainda, segundo o Ciops, um carro teria caído em uma cratera, na Avenida Colares Moreira, em frente ao Armazém Paraíba. Segundo informações, a condutora do veiculo foi resgatada e passa bem.

Muro de Academia

Uma academia, também localizada no Túnel do Sacavém, teve seu muro caído, resultado da forte chuva na manhã deste domingo. A parede caiu e, segundo informações da dona do estabelecimento à Rádio Mirante AM, o funcionamento da academia será interrompido.

Nível da chuva

De acordo com o Centro de Meteorologia da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), da meia noite até às 6h da manhã deste domingo (31), a chuva que caiu em São Luís foi de 66 milímetros. Essa quantidade foi quase a metade da chuva que atingiu a capital durante todo o mês de março, que foi de 150 ml.

55 homicídios ocorreram em março na Região Metropolitana

De acordo com dados da Secretaria de Segurança Pública, total foi 25% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado.
 
A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP) informou que 55 homicídios foram registrados na Região Metropolitana (São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa) no mês de março deste ano. Ainda segundo a SSP, o total é 25 % maior do que o registrado no mesmo período do ano passado e 34% superior ao índice de homicídios ocorridos no último mês de fevereiro.
Entre os crimes registrados em março deste ano, 74,5% aconteceram por arma de fogo, 23,6% por arma branca e 1,9% foi efetuado por outros meios. Dos 55 homicídios nos quatro municípios da Grande Ilha, em março deste ano, 40 (72,7%) ocorreram na capital maranhense, cinco (14,5%) aconteceram em São José de Ribamar, três (10,9%) foram registrados em Paço do Lumiar e apenas um (1,9%) ocorreu em Raposa.
De acordo com a SSP, duas pessoas foram vítimas de latrocínio (roubo seguido de morte). O primeiro caso aconteceu por volta das 4h do dia
2 de março. A vítima, Antonio Carvalho da Silva, de 60 anos, era proprietário de um bar nas proximidades da Estrada do Araçagi quando foi abordado no estabelecimento comercial por quatro homens, enquanto atendia a alguns clientes.
Os bandidos, ainda não identificados pela polícia, abordaram a vítima por meio de arma branca. A vítima reagiu à abordagem e foi atingida por duas facadas, sendo uma no tórax e outra na face. O dono do estabelecimento ainda chegou a ser encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), no entanto, não resistiu aos ferimentos. O caso está no momento sob a responsabilidade do Plantão do Cohatrac.
O segundo caso de latrocínio aconteceu no dia 6 de março e foi registrado na Rua Gonçalves Dias, Recanto dos Poetas, Raposa. Dois indivíduos não identificados abordaram a vítima, identificada por Márcio Moraes Ferreira Lopes, de 23 anos, que residia na Rua Gonçalves Dias, quadra 6, casa 60, Recanto dos Poetas, Pirâmide. A vítima estava em companhia do seu irmão, nas proximidades do bairro onde residia, quando dois homens se aproximaram, com armas de fogo, e anunciaram o assalto. Após levarem alguns pertences, os assaltantes efetuaram vários disparos contra Márcio Moraes, que foi atingido na região do tórax. Ele ainda chegou a ser levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Araçagi, no entanto, morreu horas depois de dar entrada na unidade de saúde.

Leia mais na edição on line de O Estado.

Paralisação no Sistema Italuís deixa bairros sem água

Em nota, a Caema afirmou que a normalização do abastecimento acontecerá em até 72 horas.
Foto: Douglas Pinto/TV Mirante
SÃO LUÍS - A Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) informou, em nota, que houve uma paralisação do Sistema Produtor Italuís, ocorrida na madrugada deste domingo (31), com o rompimento da adutora, no Km 38, no Campo de Perizes.

Engenheiros e técnicos da Caema estão no local avaliando a causa da parada e trabalhando para regularizar o abastecimento de água o mais rápido possível.

Ainda, segundo a nota, a Caema afirma que a normalização do abastecimento acontecerá em até 72 horas. Com o rompimento, vários bairros serão atingindo pelo problema. Confira a lista abaixo:

Bairros englobados:

Zona 01

Centro, São Pantaleão, Madre Deus, Goiabal, Codozinho, Vila Bessa, Belira, Lira, Areinha (parte), Macaúba, Apicum, Camboa, Vila Bangu, Diamante, Vila Passos, Coréia de Baixo, Coréia de Cima, Sítio do Meio, Alto da Boa Vista, Retiro Natal, Liberdade, Tomé de Sousa, Fé em Deus, Floresta e Monte Castelo (parte).

Zona 04

Jardim São Cristóvão, Tirirical, Solar das Mangueiras, São Bernardo, Vila Brasil, Cohapam, Parque Universitário, João de Deus, Sítio Pirapora, Estação Rodoviária, Vila Itamar I e II, Parque Jaguarema, Conjunto Cial, Alameda dos Sonhos.

Zona 05

São Francisco, Ilhinha, Morrinho, Jaracati, Ponta d’Areia, Ponta do Farol, São Marcos, Calhau, Renascença I e II, Residencial Novo Tempo II, La Ravardiere, Alto do Calhau, Recanto dos Nobres, Cohafuma, Av. Litorânea, Solar dos Lusíadas, Solar dos Lusitanos, Conjunto Turu I II e III, Jardim Eldorado, Loteamento Brasil, Divinéia, Olho d’Água, Sol e Mar, Vila Luisão, Santa Rosa, Turu Velho, Matões, Parque Vitória, Vivendas do Turu, Vila São José, Canudos, Terra Livre.

Zona 06

Vila Bacanga, Ufma, Sá Viana Novo, Sá Viana Velho, Jambeiro, Vila Dom Luís, Vila Isabel, Vila Embratel, Vila São Benedito, Vila Resende, Vila Primavera, Anjo da Guarda, Fumacê, Vila Mauro Fecury I e II, Vila São Luís, Vila Nova, Bonfim, Vila Ariri, Vila Sete de Setembro, São Raimundo, Vila Alto da Esperança, Gancharia, Vila Itaqui, Porto do Itaqui.

Reforma sobre a Ponte do Rio Itapecuru Irrira motorista na volta do Feriadão prolongado!



Com o fim do feriado prolongado na Semana Santa, o fluxo de veículos nas estradas em direção ao interior do estado aumentou consideravelmente causando filas quilométricas que irritaram quem precisou usar as rodovias.


Em Itapecuru Mirim, a 115 km da capital, São Luís, alguns motoristas que trafegavam em direção às cidades de Vargem Grande, Presidente Vargas, Nina Rodrigues, Chapadinha, Brejo, Anapurus e outras chegaram a ficaram irritados, diante da situação vivenciadas por eles.


Tudo por conta das obras de recuperação da ponte sobre o rio Itapecuru, um trecho da BR-222, que iniciou no final do ano passado e que a conclusão prevista é para o mês de Setembro de 2013. Apesar de não causar transtornos de grandes proporções, a obra acaba irritando boa parte dos condutores que precisam trafegar, sem contar com a espera da liberação de passagem nos dois sentidos de quem vai e de quem vem.


E que a demora e de cerca de 20min contando espera de passagem para as duas vias. Neste domingo (31) a expectativa é de que o inconveniente aconteça mais uma vez por conta do retorno à capital daqueles que resolveram aproveitar o feriadão no interior.A Policia Rodovia Federal (PRF) recomendam cautela e atenção redobrada na volta para casa.


Da Redação

CANTOR EVALDO CARDOSO ENCONTRADO MORTO NESTE DOMINGO

Policiais militares encontraram na manhã deste domingo (31), o corpo do cantor Evaldo Cardoso. A policia foi acionada por vizinhos do cantor para averiguar os motivos de um mau cheiro que exalava da residência do cantor. Ao entrar na residência, na cidade Maracaçumé os policiais encontraram o corpo do cantor.



Devido às condições que o corpo foi encontrado a policia suspeita que a morte aconteceu há vários dias. Segundo informações existe a suspeita de havia outras pessoas com o cantor e que a causa da morte seja coma alcoólica.



O Cantor Evaldo Cardoso era muito era muito conhecido e querido em todo o Brasil, a morte de Evaldo Cardoso causou muita comoção na cidade de Maracaçumé e em toda a região.



Abimael costa