quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Proposta oficial por Love será de R$ 14 mi

Diretoria, que está otimista com a contratação do jogador, tenta última investido


Vipcomm

Serão R$ 14 milhões e não 21 como havia informado um site russo na última terça-feira. Essa é a verdadeira proposta do Flamengo para tentar repatriar o atacante Vagner Love, jogador que está passando férias no Brasil e não irá continuar a defender o CSKA Moscou, da Rússia.
A proposta será enviada oficialmente aos russos e, na Gávea, o clima é de que a negociação dará certo. Dinheiro, apesar dos altos números impostos pelo CSKA, parece não ser o maior problema, visto que Love já sacramentou a vontade de atuar em campos brasileiros na temporada 2012.
Além disso, a diretoria rubro-negra já havia demonstrado interesse em contar com a volta do atleta no meio do ano, quando o negócio não se concretizou. Em sua passagem pelo Fla, Vagner Love marcou 23 gols em 27 partidas e editou uma das duplas de ataque mais polêmicas dos últimos anos, ao lado do Imperador Adriano.

Estações do trem beneficiam pessoas com deficiência


As estações do Trem de Passageiros da Estrada de Ferro Carajás (EFC) estão sendo adaptadas para permitir o acesso de pessoas com deficiência.
As estações do Trem de Passageiros da Estrada de Ferro Carajás (EFC) estão sendo adaptadas para permitir o acesso de pessoas com deficiência.
As estações do Trem de Passageiros da Estrada de Ferro Carajás (EFC) estão sendo adaptadas para permitir o acesso de pessoas com deficiência. No Maranhão, foram realizadas obras nas estações de São Luís, Santa Inês e Açailândia. No Pará, foi reformada a estação de Marabá e, em breve, será concluída a obra da estação de Parauapebas. Nos pontos de parada do trem onde não existem estações, como é o caso, entre outros, de Vitória do Mearim, São Pedro da Água Branca e Itainópolis (PA), os acessos para embarque e desembarque também estão sendo reformados e adaptados para pessoas com deficiência. Em Nova Vida, no Maranhão, a obra já foi concluída.

Na estação de São Luís as adaptações compreendem a instalação de piso podotatil (utilizados em espaços públicos para que deficientes visuais possam se locomover com segurança e autonomia), rampas com corrimão e guichê de atendimento preferencial para atender cadeirantes. Ainda como parte das mudanças, a equipe de encarregados e supervisores do trem recebeu treinamento para aprender a Língua Brasileira de Sinais (Libras), utilizada por pessoas com deficiência auditiva.

Por dia, cerca de 1.300 pessoas viajam no Trem de Passageiros que completou em março último 25 anos de serviços, e percorre 25 localidades no Maranhão e no Pará. O trem parte de São Luís (MA) com destino a Parauapebas, no sudeste do Pará, sempre às segundas, quintas-feiras, e sábados. Às terças, sextas-feiras, e aos domingos, o trem faz o percurso de volta. Só não há viagem às quartas-feiras, quando é realizada a manutenção dos carros e locomotivas.

Por conta das comemorações em torno dos 25 anos do trem foram realizadas, durante as viagens, mais de 20 oficinas de artesanato nas quais o público alvo eram os passageiros. Cerca de 1.500 pessoas participaram das ações realizadas ao longo deste segundo semestre e tinham como foco a reciclagem de material, visando a preservação do meio ambiente e também a geração de renda. As oficinas aconteciam em horários diversos de acordo com o fluxo de embarque e desembarque dos passageiros.

O Trem de Passageiros possui classes econômica e executiva, além de um carro-lanchonete. Em 2010, foram transportados 341.521 passageiros. O valor do bilhete varia de acordo com a classe e o trecho escolhido. O passageiro que escolher a classe econômica pagará entre R$ 7 e R$ 41; já o bilhete da classe executiva custa entre R$ 20 e R$ 92. Todos os carros são equipados com monitores de TV que exibem filmes, além da programação do Canal Futura.

Campanha do desarmamento vai continuar até o fim de 2012

Brasília – A Campanha Nacional do Desarmamento vai continuar até o fim de 2012. O Ministério da Justiça e o Banco do Brasil renovaram hoje (27) a parceria para o pagamento das indenizações por armas recolhidas durante a campanha. Em vigor desde maio, a Campanha Nacional do Desarmamento recolheu 36,8 mil armas de fogo no país.

De acordo com o secretário executivo da pasta, Luiz Paulo Barreto, a expectativa do governo foi atendida. “Faremos uma nova campanha, talvez aperfeiçoando alguns pontos, mas mantendo o anonimato, a capilaridade, a agilidade do pagamento e a inutilização das armas. Precisamos e queremos ampliar o número de postos de arrecadação”.

O balanço da campanha divulgado hoje mostra que os revólveres são a maior parte das armas entregues, 18 mil. Também foram recolhidas 7,6 mil armas de grande porte, sendo 5 mil espingardas, 500 rifles, 95 fuzis, cinco metralhadoras, entre outras.

As armas de grande porte representam 20% do total de armas recolhidas. “O anonimato provocou a devolução de armas de grande porte, o que é inédito. Muitas vezes o cidadão comprava de maneira clandestina e, por medo da origem da arma, não fazia a devolução”, disse Barreto.

De acordo com o Ministério da Justiça, foram pagos R$ 3,5 milhões em indenizações pelos armamentos. A entrega pode resultar em indenizações entre R$ 100 e R$ 300 dependendo do tipo da arma. O orçamento da campanha deste ano foi R$ 9 milhões. Segundo Barreto, a mesma quantia deve ser destinada a campanha em 2012.

“O ministro resolveu colocar um aporte de recursos grande. Não poderíamos deixar faltar recursos em nenhum momento da campanha. Colocamos um valor superestimado porque se tivéssemos maior adesão da população, esses recursos não faltariam”.

A campanha pelo desarmamento está presente em 25 estados, onde existem 1,9 mil postos de coleta de armas. Ao entregá-las, o cidadão não precisa declarar a origem, e depois recebe remuneração, conforme o tipo da arma.

Estão em funcionamento nos estados 1.886 postos de entrega de armas, cadastrados pela Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, pelo Corpo de Bombeiros e pela Guarda Municipal. Para isso, o cidadão precisa pedir à Polícia Federal uma guia de trânsito para conduzir o armamento e não é exigida a comprovação da origem da arma.

Ladrões arrombam loja do Paraíba no Calçadão e roubam mais de 70 celulares

Uma loja do Armazém Paraíba, localizada no primeiro calçadão da Avenida Getúlio Vargas, Centro de Imperatriz, voltou a ser alvo de assaltantes.

A ação criminosa aconteceu na madrugada do dia 24 de dezembro, véspera de Natal, mas apenas divulgada nesta terça-feira (27).

Ao contrário do último roubo, ocorrido no mês de outubro, em que seis homens renderam os vigilantes, entraram na loja e roubaram grande quantidade de mercadorias. Desta vez os bandidos arrombaram a loja e entraram sem ser vistos pelos vigias.

Nesta ação criminosa, os bandidos furtaram 75 aparelhos de telefone móvel (celulares) e um notebook. De acordo com levantamentos feitos, o valor em dinheiro dos equipamentos furtados chega ao montante de R$ 22.379.85.

Da vez anterior, as investigações da Polícia Civil chegaram a um bando e alguns componentes foram presos. Mas todos já se encontram em liberdade.

O caso foi registrado na Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), onde está sendo investigado.

Homem é morto e moto dele é encontrada em garagem de policial militar


 (O PROGRESSO)

A motocicleta Honda Fan CG 150, cor amarela, placa NNA-8585, de Senador La Rocque, foi encontrada. Ela é do mototaxista Oeuton Santos Barbosa, 31 anos, encontrado morto em uma fazenda localizada próximo ao povoado Centro do Toinho, em Senador La Rocque.

A mototáxi se encontrava em uma garagem de venda de veículos localizada na Avenida Babaçulândia, Vila Lobão, que é de propriedade do Sargento da Polícia Militar, Francisco da Silva Sousa. O veículo foi localizado pelo Subtenente Abreu. Ele comunicou o fato ao delegado regional interino, Josenildo José Ferreira, que determinou que a motocicleta fosse levada para a Delegacia de João Lisboa.

O Sargento Da Silva prestou depoimento na manhã dessa terça-feira (27). Ele disse que o mototaxista Oeuton Santos Barbosa costumava pegar motos na sua garagem e levava para vender e ganhar a comissão. Como garantia, ele deixava a sua moto na garagem. Em função disso é que o veículo foi encontrado no local.

Uma motocicleta Honda FAN GG-150, cor vinho, sem placa, que foi encontrada pela polícia próximo ao local onde o corpo de Oeuton Santos Barbosa estava. Segundo o Sargento Da Silva, é justamente a que ele havia levado para vender. Essa motocicleta também se encontra na Delegacia de João Lisboa.

O delegado Nivaldo de Jesus Fagundes Furtado, que está respondendo pela Delegacia de João Lisboa, disse que vai solicitar ao Sargento Da Silva que apresente testemunhas do que ele afirmou em seu depoimento.

O policial afirmou também que tinha viajado para a fazenda de um parente e agora é que soube da morte de Oeuton. A investigação para elucidar o crime - que tinha duas versões, sendo a primeira de que Oeuton Santos Barbosa teria ido fazer uma cobrança no Assentamento Cickel e a outra de que teria saído de Senador La Rocque com um passageiro - volta à estaca zero. Isso porque nada foi roubado da vítima, inclusive a motocicleta que foi encontrada na mesma área onde o cadáver foi encontrado por populares.

O crime se torna um mistério e o delegado Jarbas Marinho, titular da delegacia de João Lisboa, quando retornar das férias, vai ter de montar um quebra-cabeças para chegar a uma conclusão

Quem quer ser rico: Mega Sena da virada deve pagar mais de R$ 170 mi

Para quem sonha em se tornar um milionário os sorteios da Mega da virada acontecem até o dia 31. As apostas podem ser feitas até às 13h de sábado.
 (KARLOS GEROMY/OIMP/D.A PRESS

)
Ser o ganhador da Mega Sena da virada é o desejo de muita gente. Por esse motivo os maranhenses estão correndo para as loterias de todo o Estado em busca do sonho de se tornarem milionários.

Desde o dia 28 de novembro estão abertas as apostas para a Mega Sena da virada, o prêmio neste ano é estimado em mais de 170 milhões de reais e pode chegar a quase 200 milhões como foi no ano de 2010 para 2011.

È uma grande oportunidade que ninguém que perder, o ganhador poderá ter carros de luxo, a sua casa dos sonhos, realizar viagens para diversos lugares no mundo e ainda terá dinheiro de sobra para fazer o que quiser. Em entrevista ao O Imparcial, alguns apostadores disserem o que fariam se ganhassem o prêmio. "Vou rir muito. Ficar muito feliz. Se eu ganhar primeiro vou dar meu dizimo e em seguida vou comprar uma mansão", disse a promotora de vendas, Juciaria Nascimento, que estava apostando pela primeira vez.

O engenheiro Gilson Caldas, que já faz apostas na Mega Sena há 30 anos, disse que se ganhar o prêmio fará uma boa ação neste começo de ano. "Vou doar 10% do dinheiro para instituições filantrópicas e depois vou criar uma instituição para cuidar de meninos de rua", revelou.

Já o comerciante Edison Soares, que aposta somente no período da virada, pretende, se ganhar, colocar todo o dinheiro no banco. "Vou colocar para render e gastar só os juros, eu posso investir em algo e não dar certo. Assim fico mais seguro", afirmou.

A Mega Sena é um dos sorteios mais famosos no Brasil e tem dois sorteios semanais nos quais são sorteados seis números. Em 2008, a Caixa Econômica Federal, responsável pelo jogo, lançou mais uma versão, a Mega Sena da Virada, que obedece a seguinte regra para a distribuição da premiação: 62% - primeira faixa - seis acertos (sena), 19% - segunda faixa - cinco acertos (quina) e 19% - terceira faixa - quatro acertos (quadra).

As apostas podem ser feitas em qualquer uma das 11 mil casas lotéricas do país até às 14h do dia 31, o sorteio acontecerá às 20h deste dia, com transmissão ao vivo feita pelos principais canais da televisão aberta. O valor da aposta é R$ 2. Nesta semana, não haverá sorteios da Mega-Sena, apenas da Mega da Virada.

Curiosidade

Ao longo dos concursos, os números mais sorteados foram 04, 05, 33, 41, 43, 51 e 53. As dezenas menos sorteadas foram 09, 21, 22, 26, 46 e 45.

O segundo maior prêmio da história também foi pago pela Mega da Virada. Em 2009, dois apostadores ganharam R$ 144,9 milhões. O maior prêmio deste ano, no valor de R$ 73,4 milhões, foi pago em junho a um acertador de Santo André (SP).

Cem mil infrações em 2011 para motoristas que dirigem com excesso de velocidade

As estatísticas do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) mostram que, em 2011, barreiras eletrônicas e radares registraram mais de 100 mil infrações, em São Luís, por excesso de velocidade. Já 25.885 multas foram aplicadas para quem avançou o sinal vermelho (veja quadro). Segundo a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes de São Luís (SMTT), existem hoje, na capital, 46 fotosensores (nove estão em fase de teste), 15 barreiras eletrônicas (40km/h) e cinco radares (60km/h), totalizando 66 aparelhos de fiscalização de velocidade. Desde o último dia 22, os órgãos de trânsito não são mais obrigados a sinalizar a existência de fiscalização eletrônica nas ruas e rodovias. Por meio da Resolução nº 396, de 13 de dezembro de 2011, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran), apresentou novas medidas que visam diminuir os riscos de acidentes por excesso de velocidade.

Segundo o Detran, a medida é válida e deve ser acatada pelos órgãos de trânsito de todo o país. Pela nova resolução do Contran, cabe ao poder público sinalizar a velocidade permitida nas vias, não sendo necessária a sinalização de alerta quanto à presença de aparelhos de fiscalização eletrônica (radar, fotosensor e barreira eletrônica). Os equipamentos eletrônicos não podem ficar escondidos, mas para evitar a multa o condutor deve estar atento ao limite de velocidade durante todo o percurso. O mesmo vale para as rodovias, e onde não houver, nesses trechos, sinalização regulamentando a velocidade, o condutor deve respeitar o limite previsto no artigo 61 do Código de Trânsito Brasileiro.

Segundo a Educadora do Trânsito do Detran, Adriane Pinheiro, a resolução reforça o que já está no Código de Trânsito Brasileiro (CTB). "O motorista aprende desde a auto-escola a forma como deve conduzir o veículo. Com essa nova medida, esperamos que haja mais consciência e educação do motorista para dirigir da forma que aprendeu", relatou a educadora. Adriane Pinheiro disse ainda que a retirada das placas de sinalização de fiscalização eletrônica contribui para que os condutores abandonem o comodismo. "As vias devem ter placas falando qual a velocidade máxima. Sem a placa para lembrar a presença do aparelho de fiscalização, o motorista terá que trafegar atento à velocidade durante todo o tempo", complementou.




Rodovias federais

Em relação às rodovias federais, Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Denit) informou em nota que fará uma revisão da malha viária do país a fim de identificar falhas na sinalização referente à velocidade máxima permitida nos trechos rodoviários, e que vai dispensar a instalação de placas indicativas de fiscalização de velocidade, como orienta a resolução do Contran.
Apesar da nova medida, alguns lugares, como a cidade de São Paulo e o Distrito Federal (DF), pretendem manter a sinalização de alerta. No DF, todas as placas já existentes serão mantidas, e os locais onde serão instalados novos radares também serão sinalizados pelo Departamento de Estradas de Rodagem. O argumento é de que as placas dos novos aparelhos já estão prontas, por isso não serão desperdiçadas. Já na cidade de São Paulo, a Secretaria Municipal de Transportes ainda não decidiu sobre a sinalização de novos aparelhos, mas vai manter a sinalização já existente.



Infrações

Trafegar até 20% acima do limite máximo de velocidade é infração média, punida com multa de R$ 85,12 e quatro pontos na carteira. Se o equipamento acusar velocidade entre 20% e 50% acima da permitida, a infração é grave, a multa é de R$ 127 e rende cinco pontos na carteira. Quando a velocidade acusada é 50% acima da permitida, a infração é considerada gravíssima. Rende multa de R$ 574,62 (três vezes), suspensão imediata do direito de dirigir e apreensão do documento de habilitação.

Dois novos presídios serão construídos no Maranhão

O secretário de Justiça e Administração Penitenciária, Sérgio Tamer, e o superintendente regional da Caixa Econômica Federal, Valdemilson Nascimento, assinaram na tarde desta terça-feira (27) convênio na ordem de R$ 24 milhões para construção de dois novos presídios no interior do estado, em Santa Inês e Pinheiro. As unidades prisionais vão abrir mais 504 vagas no sistema carcerário maranhense, o que significa dizer uma melhoria no tratamento dos apenados.

De acordo com Sérgio Tamer, essas novas unidades estão dentro do projeto de aproximar mais ainda os presos de suas famílias. Hoje, dos cerca de 4 mil apenados que se encontram em Pedrinhas, 2 mil são do interior do estado, estando longe das famílias, muitos deles até mesmo com os processos esquecidos nas gavetas dos juizados de suas comarcas. “Por mais que a Defensoria Pública faça, não consegue acompanhar esses casos, o que acaba se transformando numa situação injusta para muitos prisioneiros”, frisou o secretário.

A unidade de Santa Inês terá capacidade para receber 384 pessoas, enquanto a de Pinheiro 120. Com estas, passam a ser 15 as unidades prisionais no interior do estado, sendo que os municípios onde o sistema penitenciário já está presente são Timon, Imperatriz, Davinópolis, Caxias, Pedreiras, Santa Inês e outros.

Pedrinhas
O secretário Sérgio Tamer disse que a concentração de presos em Pedrinhas cria problemas de toda ordem. Além da superlotação, no entorno da penitenciária está se formando uma cidade, já que muitas famílias resolvem se transferir para São Luís, a fim de acompanharem melhor o processo prisional do parente. Para ele, o ideal seria a municipalização do sistema prisional.

A licitação para construção desses novos presídios será aberta em janeiro e a previsão que as construções sejam iniciadas ainda em 2012. O dinheiro é do Ministério da Justiça, devendo o governo do estado entrar com uma contrapartida de 15%.

63% dos novos empregados do Brasil são de baixa renda, diz pesquisa

 
A maior parte dos postos de trabalho gerados pelo crescimento da economia brasileira na última década foi preenchida por trabalhadores de baixa renda e com pouca qualificação. A maioria das vagas criadas desde 2000 foi ocupada por trabalhadores com remuneração de até dois salários mínimos, o equivalente a R$ 1.244 a partir de janeiro.

Segundo dados preliminares do Censo divulgados pelo IBGE recentemente, a proporção de trabalhadores dessa faixa de remuneração na força de trabalho foi de 49% em 2000 para 63% em 2010.

Números do Ministério do Trabalho mostram que essa tendência continua em 2011. Até outubro, só houve geração de vagas com carteira assinada para quem aceitasse ganhar até dois mínimos.

Os trabalhadores desse grupo param menos tempo no emprego do que os de outros estratos de renda, de acordo com levantamento realizado pela SAE (Secretaria de Assuntos Estratégicos) da Presidência da República.

Em 2010, de cada dez trabalhadores desligados de seus empregos, oito recebiam até dois mínimos e saíram da empresa porque foram mandados embora ou porque decidiram pedir demissão.

"A economia brasileira foi capaz de gerar empregos para pessoas de baixa qualificação e por isso reduzimos tanto a pobreza e a desigualdade", diz o economista Ricardo de Barros, da SAE. "Mas a alta rotatividade é ruim."

Novo ponto eletrônico é adiado pela quinta vez

Controle da jornada emite recibo quando empregado bate ponto.

SÃO PAULO - O Ministério do Trabalho publicou, por meio da portaria nº 2.686, no Diário Oficial da União desta quarta-feira (28), o adiamento da implementação do novo ponto eletrônico por meio de datas diferenciadas, de acordo com os setores e tamanho das empresas. A justificativa dada na portaria para o adiamento é “devido a dificuldades operacionais ainda não superadas em alguns segmentos da economia para implementação do Sistema de Registro Eletrônico de Ponto”.

É a quinta vez que a adoção do novo ponto eletrônico é adiada. A última portaria determinava que o sistema fosse adotado a partir de 1º de janeiro de 2012. O sistema deve ser instalado em todas as empresas com mais de 10 empregados que já usam equipamento eletrônico para o registro da jornada de trabalho. As empresas que mantém controle mecânico ou manual do ponto não precisam mudar o sistema. Atualmente, 5% das companhias no Brasil utilizam o sistema, ou seja, das cerca de 7,5 milhões de empresas, em torno de 450 mil utilizam o ponto eletrônico.

A implementação do novo ponto eletrônico deverá ser a partir de 2 de abril de 2012 para as empresas que exploram atividades na indústria, no comércio em geral, no setor de serviços, incluindo, entre outros, os setores financeiro, de transportes, de construção, de comunicações, de energia, de saúde e de educação; a partir de 1º de junho de 2012, para as empresas que exploram atividade agroeconômica nos termos da Lei n.º 5.889, de 8 de julho de 1973; e a partir de 3 de setembro de 2012 para as microempresas e empresas de pequeno porte, definidas na forma da Lei Complementar nº 126/2006.

Primeiro, a obrigatoriedade de ação do sistema estava prevista para setembro do ano passado. Depois, para março e então setembro deste ano. Entidades como a Força Sindical, a Confederação Nacional da Indústria (CNI), a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e a Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH), haviam pedido ao governo mudanças nas novas regras.

O Ministério do Trabalho e Emprego e o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) firmaram acordo de cooperação técnica para que o instituto participe do processo de certificação do equipamento Registrador Eletrônico de Ponto (REP). Além de planejar, desenvolver e implementar o programa de avaliação do REP com o Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade, o Inmetro irá fiscalizar a produção, importação e comercialização dos equipamentos.

Venda de aparelhos

De acordo com a Associação Brasileira das Empresas Fabricantes de Equipamentos de Registro Eletrônico de Ponto (Abrep), até o momento foram vendidos 300 mil equipamentos desde que a portaria 1.510 foi lançada, em 2009. Foram lançados mais de 120 produtos, utilizando tecnologias diversas como RFID, biometria e código de barras.

Dimas de Melo Pimenta III, presidente da Abrep e vice-presidente da Dimep, fabricante de aparelhos de ponto eletrônico, informa que a procura no mês de agosto, quando o novo ponto estava previsto para entrar em vigor em 1º de setembro, aumentou em 50% em comparação com os meses anteriores. Já em setembro, o aumento foi de 20% na procura em relação aos demais meses. Segundo Dimas, a procura tem sido maior por pequenas e médias empresas.

Dimas diz que, por causa da competitividade e da evolução dos próprios equipamentos, os valores dos aparelhos caíram a ponto de custarem o mesmo que os relógios usados antes do lançamento da portaria 1.510.

“Os aparelhos tiveram preço reduzido desde os primeiros meses de comercialização para cá. Os mais simples para as pequenas e médias empresas têm valor médio de R$ 1,7 mil. Já os mais caros custam cerca de R$ 3,8 mil”, diz.

Segundo Dimas, o tempo médio entre a implementação e o funcionamento do aparelho é de cerca de três semanas para pequenas e médias empresas (que tenham entre 50 e 100 funcionários). “Tem que cadastrar funcionários, criar regras, treinar os empregados e fazer ajustes de procedimento interno da empresa”, diz. De acordo com ele, é comum as empresas colocarem um relógio por departamento para ter uma medição mais precisa do horário dos empregados.

"Quanto mais próximo (o ponto eletrônico) do funcionário, melhor para medir o horário e sai mais barato ter perto do departamento do que pagar hora extra. Hoje a tendência é usar equipamentos menores e mais pulverizados", afirma Dimas.

As empresas que optarem por usar o novo ponto eletrônico devem preencher o cadastro dos equipamentos no site do Ministério do Trabalho e Emprego, por meio do endereço eletrônico portal.mte.gov.br/pontoeletronico. O cadastro é para que os empregadores se protejam contra eventuais fraudes. No site do Ministério do Trabalho existe uma lista das empresas e aparelhos homologados. São 29 empresas e mais de 120 modelos de relógios homologados.

Como é o novo ponto

O ponto eletrônico está programado para emitir um comprovante a cada vez que o empregado bater o ponto, além de o relógio não poder ser bloqueado nem ter os dados editados.

Ouvidas pelo G1 em junho de 2010, as entidades criticavam, entre outros aspectos, a obrigação de impressão do comprovante, o custo para adquirir os novos relógios e a possibilidade de demora e geração de filas enquanto os trabalhadores aguardassem para a emissão do papel. Em julho, o ministério divulgou comunicado dizendo que o processo seria rápido e não provocaria filas.

A portaria diz que nos primeiros 90 dias após a entrada em vigor da obrigatoriedade, a fiscalização terá caráter de orientação. Nas duas primeiras visitas à empresa, o auditor-fiscal do trabalho dará prazo de 30 a 90 dias para as empresas se adaptarem. A partir da terceira visita é que começa a ação repressiva, segundo o ministro Lupi.

Inscrições de concurso público em Pirapemas vão até dia 8 de janeiro

São 99 vagas para professor. Salários são de R$ 1.150. Taxa de inscrição custa R$ 60.
Inscrições de concurso público em Pirapemas vão até dia 8 de janeiro
SÃO LUÍS - Vão até o dia 8 de janeiro de 2012 as inscrições para o concurso público realizado pela Prefeitura Municipal de Pirapemas para preenchimento de 99 vagas para professor.

As vagas vão para professor de Língua Portuguesa para ensino fundamental, professor de Matemática para ensino fundamental e professor de educação infantil e ensino fundamental. Os salários são de R$ 1.150 para todos os cargos.

A taxa de inscrição custa R$ 60. As inscrições podem ser feitas na página eletrônica da Fundação Sousândrade. A prova de conhecimentos está prevista para ocorrer no dia 21 ou 22 de janeiro de 2012.

Correios querem porta giratórias para evitar assaltos a agências

Foram registrados 65 assaltos a agência dos Correios, em 44 cidades paraibanas este ano.

JOÃO PESSOA - As agências das Empresas Brasileiras de Correios e Telégrafos sofreram pelo menos 65 assaltos em 44 cidades na Paraíba este ano. O número é 22% maior em relação à quantidade de ações criminosas registradas no ano passado, um total de 53. Conforme levantamento baseado em notícias publicadas pelo G1, os alvos preferenciais foram estabelecimentos localizados na região Agreste. Segundo o gerente dos Correios em Campina Grande, José Leite, os pontos mais vulneráveis estão localizados em cidades de pequeno porte e que movimentam grandes quantias de dinheiro.

Apesar do número de assaltos deste ano ter superado a quantidade registrada em 2010, o diretor regional dos Correios na Paraíba, José Antônio Trajano, descartou o fechamento de unidades. Em vez de sucumbir à pressão dos criminosos, ele informou que a empresa vai fortalecer sua atuação no estado e já definiu os municípios que ganharão mais pontos de atendimento.

Em novembro, a empresa divulgou que fez um estudo sobre os pontos de maior risco entre as 236 agências em funcionamento no estado. A partir da análise, foi traçado um plano de segurança a ser colocado em ação a partir de janeiro de 2012, quando os Correios atuarão como correspondentes do Banco do Brasil.

Proprietários com dificuldades para regularizar veículos

Os problemas estão relacionados à burocracia enfrentada na Secretaria da Fazenda.

IMPERATRIZ - Proprietários de veículos enfrentam problemas para regularizar a documentação dos carros em Imperatriz. problemas estão relacionados à burocracia enfrentada na na Secretaria de Estado da Fazenda. Mudanças no sistema de registro do licenciamento também estariam provocando atraso na entrega do documento. Assista à reportagem de Breno Franco, da TV Mirante.

Polícia Militar prende homem no momento em que ele atirava

Para a polícia, Antônio Damasceno Brandão confessou que atirou contra alguns inimigos.

CODÓ - A Polícia Militar prendeu um homem no momento em que ele atirava na periferia de Codó. Para a polícia, Antônio Damasceno Brandão confessou que atirou contra alguns inimigos. Um acerto de dívidas relacionado com o tráfico de drogas.

Veja, ao lado, na reportagem de Acélio Trindade e Candido Sousa.

Antônio Damasceno Brandão foi preso por um policial militar que passava no exato momento em que o detido atirava contra inimigos seus na periferia de Codó.

Com ele a polícia apreendeu este revólver calibre 38. Para o tenente, Damasceno confessou que a arma foi usada num assassinato ocorrido na noite de 24 de dezembro. O dono seria um homem chamado Chocolate, para a polícia o autor do assassinato.

O motivo das desavenças que culminaram com a prisão de Antônio Damasceno, para a polícia, é acerto de dívidas por causa do comércio de drogas. Mas neste primeiro momento, ele poderá responder apenas pelo porte ilegal de arma de fogo.

Vereadores brigam em plenário e imagens vão parar na internet

Enquanto vereador fazia discurso no plenário, outro se levantou e agrediu parlamentar.

Vereadores brigam em plenário e imagens vão parar na internet
SÃO LUÍS – Vereadores de Chapadinha, a 245 km de São Luís, trocaram acusações e socos durante uma sessão na Câmara Municipal. Enquanto um dos vereadores fazia um discurso no plenário, o outro se levantou e agrediu o parlamentar. As imagens foram parar na internet, e já foram vistas por mais de 4.600 internautas.

Segundo testemunhas e pelo que mostram as imagens, a discussão foi iniciada por questões pessoais. Ainda segundo informações de testemunhas, nenhum dos parlamentares ficou ferido após a briga.

Prefeitura de Ribamar efetua pagamento de servidores nesta sexta-feira

As parcelas do 13º salário foram pagas de duas vezes, ou seja, junho e no dia 16 de dezembro.

SÃO LUÍS - A Prefeitura deSão José de Ribamar efetua, nesta sexta-feira (30), o pagamento dos salários dos funcionários públicos do município, referente a este mês de dezembro. A data está contida no calendário anual de pagamento, lançado pelo prefeito Gil Cutrim (PMDB) em janeiro e que tem como objetivos valorizar os funcionários municipais, auxiliá-los em suas programações financeiras e contribuir também com a movimentação da economia da cidade.

Além dos dias exatos de cada mês nos quais os funcionários tiveram os seus vencimentos depositados em suas respectivas contas bancárias, no calendário também constam os dias e os meses nos quais foram pagas as parcelas do 13º salário –a primeira foi paga no mês de junho e a segunda no último dia 16.

O pagamento em dia, e dentro do mês vigente, dos vencimentos dos servidores da Prefeitura de São José de Ribamar faz parte da política de valorização do funcionalismo executada, desde o início do ano, pelo prefeito Gil Cutrim.

Ainda com referência à política de valorização do funcionalismo público de São José de Ribamar, o prefeito Gil Cutrim, recentemente, concedeu uma série de importantes benefícios para os servidores.

Ele homologou o concurso público realizado, este ano, para o preenchimento de400 novas vagas na estrutura administrativa da prefeitura (a primeira fase da convocação dos aprovados terá prosseguimento até o dia 2 de janeiro; implantou reajuste salarial (ou reposicionamento) para os servidores efetivos, de acordo com o tempo de serviço prestado; assinou mensagem governamental instituindo o novo Estatuto do Servidor Público de São José de Ribamar; instalou a Junta Médica dos servidores municipais; e lançou o Portal do Servido(www.saojosederibamar.ma.gov.br/servidor); implantou o Plano de Carreiras, Cargos e Remuneração; concedeu reajuste salarial para os diretores e professores das Escolas Municipais; dentre outras.

Calendário de pagamento dos servidores municipais de São José de Ribamar para o ano de 2011

Janeiro – dia 29 (pago)
Fevereiro – dia 28 (pago)
Março – dia 31 (pago)
Abril – dia 29 (pago)
Maio – dia 31 (pago)
1ª parcela do 13º salário – dia 17 de junho (pago)
Junho – dia 30 (pago)
Julho – dia 29 (pago)
Agosto – dia 31 (pago)
Setembro – dia 30 (pago)
Outubro – dia 31 (pago)
Novembro – dia 30 (pago)
2ª parcela do 13º salário (pago)
Dezembro – será pago nesta sexta-feira 30

Buracos em trecho da BR-222 preocupam motoristas

Em alguns pontos da estrada, o asfalto deu lugar a crateras e o risco de acidentes é constante.

IGARAPÉ DO MEIO - No trecho da BR-222 que passa na Região Central do Estado, os buracos começam a aparecer e preocupam os motoristas. Em alguns pontos da estrada, o asfalto deu lugar a crateras e o risco de acidentes é constante. Assista à reportagem de Janiélio Santos, da TV Mirante.

Vizinhos de mãe que abandonou criança especial relatam maus-tratos

Polícia foi até a casa da mãe e não encontrou fraldas nem sequer leite para alimentar criança.

SÃO LUÍS - Em São Luís, vizinhos da mãe que abandonou uma criança especial de três anos, relataram em depoimento na delegacia que o menino sofria maus-tratos. A polícia foi até a casa da mulher, que está presa, e lá não encontrou fraldas nem sequer leite para a criança se alimentar.

Veja, ao lado, na rteportagem de Dalva Rêgo e Marcelo Nazaré.

Maria Luzia continua presa, no Centro de Detenção, em Pedrinhas. Para denunciar maus-tratos contra crianças é só ligar para o Disque 100. Sobre o assunto, o Bom Dia Mirante conversou com a delegada-geral da Polícia Civil, Cristina Meneses.