sexta-feira, 9 de março de 2012

Polícia Militar prende mulher com 10 kg de maconha em Turilândia

Droga, celulares e dinheiro encontrados com a acusada
Droga, celulares e dinheiro encontrados com a acusada
Policiais do 10º Batalhão de Polícia Militar de Pinheiro apreenderam, a quantia de 10 quilos de maconha em poder de Adriana Rodrigues Machado, 19 anos. A droga foi apreendida na residência da acusada, na cidade de Turilândia, a 48 km de Pinheiro.

Com base em denúncias anônimas, os policiais militares iniciaram diligências na residência da Adriana, no Centro de Turilândia. Além dos 10 quilos de maconha, foram apreendidos dois aparelhos celulares, um carregador de celular, dois relógios e a quantia de R$ 34,00, dentre cédulas e moedas.

Segundo a polícia, no momento da apreensão, o companheiro da acusada, identificado por Ubiranildo Pereira Barbosa, conseguiu fugir pelos fundos da casa. A polícia continuará buscas para localizá-lo.

Adriana foi encaminhada à Delegacia de Santa Helena e autuada pelo delegado Marcio Fabilio Portela por tráfico de entorpecentes.

Imesc registra variação de 1,9% na cesta básica em fevereiro

O feijão (17,2%), a manteiga (13,4%), a farinha (9,2%) foram os que mais aumentaram (Ovídio Carvalho/ON/D.A Press )
O feijão (17,2%), a manteiga (13,4%), a farinha (9,2%) foram os que mais aumentaram
A Cesta Básica em São Luís no mês de fevereiro atingiu o valor de R$ 196,30, segundo cálculos do Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (Imesc). Se comparada ao mês de janeiro deste ano, o conjunto de gêneros alimentícios essenciais apresentou um aumento de R$ 3,63, ou seja, uma variação de 1,9%.

Segundo o presidente do Imesc, Fernando Barreto, dos 12 produtos que compõem a cesta básica, sete impulsionaram a alta em fevereiro: o feijão (17,2%), a manteiga (13,4%), a farinha (9,2%), a carne (2,9%), o óleo (1,6%), o café (1,3%) e a banana (0,6%) . Cinco itens sofreram queda: o tomate (-6,0%), o arroz (-2,9%), o pão (-2,1%), o leite (-2,0%) e o açúcar (-1,7%).

Ainda de acordo com a pesquisa do Imesc - órgão da estrutura da Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplan), o trabalhador que ganha até um salário mínimo comprometeu 31,6% da sua renda na aquisição dos produros que compõem a cesta básica restando, portanto, 68,4% do salário para outras despesas como, habitação, vestuário, transporte, higiene, lazer.

Fernando Barreto contabilizou ainda que se comparada com fevereiro de 2011, oito produtos sofreram elevação: a manteiga (26,2%), o feijão (25,9%), a farinha (20,5%), o café (18,3%), o pão (5,3%), a carne (4,2%), o leite (4,2%), e arroz (1,2%) e quatro sofreram redução, a banana (-15,8%), o tomate (-14,9%), o açúcar (-11,1%) e o óleo (-0,2%). Assim, a variação anual ficou em 2,2%.

Diretor da Caema critica mídia sarneysista

Em entrevista concedida à reportagem do Jornal Pequeno na manhã de ontem (8), o diretor de Operações, Manutenção e Atendimento ao Cliente da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema), Cristovam Dervalmar Rodrigues Teixeira Filho, deu esclarecimentos sobre a ação da companhia no combate ao furto de água no estado.
Ele também criticou a politização do assunto por parte de alguns veículos de imprensa, que deram ênfase ao corte de água em órgãos da Prefeitura de São Luís inadimplentes com a Caema – como a Secretaria de Esportes (responsável pelo estádio Nhozinho Santos) e a Secretaria de Trânsito e Transportes (terminais de ônibus da Praia Grande e da Cohama). Tanto no estádio como nos terminais, o fornecimento de água foi cortado pela Caema, o que foi destaque nos meios de comunicação da família Sarney, adversária do prefeito de São Luís, João Castelo (PSDB).
Foto: G. Ferreira
Cristovam Rodrigues lamentou distorções e conotação política de ações da Caema contra fraudes
“Várias distorções têm acontecido na imprensa. As coisas foram colocadas com conotação política. Porém, o posicionamento da Caema em relação ao assunto é exclusivamente técnico. Questões políticas, como andam colocando na mídia, nunca foram o nosso objetivo. Estamos realizando ações pontuais, com a polícia, no sentido de fiscalizar ligações cortadas e identificar se aconteceram autorreligações”, disse Cristovam, que revelou que órgãos estaduais também devem à Caema.
A ação, informou o diretor, é realizada em conjunto com o Departamento de Defesa de Serviços Públicos Delegados (DDSD), comandado pelo delegado Paulo Roberto Medeiros de Carvalho, e visa, nesse primeiro momento, coibir os consumidores de pequeno, médio e grande porte que praticaram, de forma ilegal, a autorreligação, após o corte feito pela companhia.
Segundo Cristovam Rodrigues, há, em todo o estado do Maranhão, 180 mil ligações cortadas. Um total de 80 mil delas se refere a São Luís, número que representa um prejuízo de R$ 180 milhões só na capital maranhense.
Por conta desse prejuízo e da falta de receita – e em vista da ineficiência das cobranças convencionais –, a Caema decidiu, há aproximadamente seis meses, procurar o Departamento de Defesa de Serviços Públicos Delegados, a fim de mapear as autorreligações e punir os pequenos e grandes consumidores que estão recorrendo a esse expediente.
Vazamento de informações – “É necessário que se entenda que nesse processo existem vários tipos de fraudes. No entanto, nesse primeiro momento estamos identificando as autorreligações, ou seja, o furto de água. Infelizmente aconteceu isso com a Prefeitura de São Luís, é fato, e o débito chega à casa dos R$ 20 milhões. Porém, nunca foi nossa intenção divulgar essa situação, mas houve um vazamento de informações, cuja origem não sabemos, que pode inclusive prejudicar as investigações”, afirmou Cristovam Rodrigues.
“Devemos ressaltar que esse não é um problema só da Prefeitura de São Luís. Outras prefeituras do interior, bem como outros grandes e pequenos consumidores também incidiram na mesma prática”, declarou.
O diretor da Caema, disse, ainda, que órgãos da esfera estadual e federal também devem à companhia, porém todos os débitos foram negociados, e não houve a prática da autorreligação.
O delegado Paulo Roberto Medeiros de Carvalho, do DDSD, explicou que a Caema o procurou há cerca de seis meses por conta do alto índice de fraudes.
“Em um mapeamento macro, 60% da água fornecida no estado é furtada. A Caema tentou agir administrativamente, sem êxito, e agora vamos praticar ações mais contundentes. Infelizmente, não podemos divulgar a lista de clientes incluídos nesta situação de fraude para não eliminar o efeito surpresa da ação. Porém, podemos afirmar que existem órgãos públicos das esferas estaduais e municipais, além da área portuária – que concentra uma grande quantidade de poços”, explicou o delegado Paulo Roberto.
Desobediência judicial – A Procuradoria Geral do Município anunciou, ontem, que, a despeito de a Caema ter efetuado o corte do fornecimento de água em órgãos municipais, alegando falta de pagamento, vai informar a desobediência judicial da empresa em relação a uma decisão proferida pelo Tribunal de Justiça do Maranhão, que proibiu a companhia de suspender o fornecimento de água em qualquer órgão público municipal. O crime de desobediência é previsto no artigo 330 do Código Penal Brasileiro.
Em 2011, duas decisões do judiciário maranhense foram favoráveis ao Município. A primeira foi em abril, quando o juiz Megbel Abdala, da 4ª Vara da Fazenda Pública, deferiu liminar proibindo a Caema de efetuar a suspensão do fornecimento de água de órgãos públicos municipais. A outra foi proferida em novembro de 2011, quando o mesmo juiz rejeitou dois recursos de embargos de declaração, interpostos pela Caema em duas ações distintas, movidas contra a Prefeitura de São Luís.
O juiz Megbel Abdala levou em consideração entendimento do TJ-MA, que já pacificou a questão, de que, mesmo que haja a possibilidade de corte de fornecimento de energia e água das pessoas jurídicas de direito público, em caso de inadimplência, tal não pode se dar nos casos em que implique prejuízo ou interrupção de serviços essenciais à Administração Pública e aos administrados.

Fla sua para vencer Emelec em jogo com vaias a Ronaldinho

 SÃO PAULO - Foi no sufoco, mas o Flamengo virou líder do Grupo 2 da Libertadores ao superar o Emelec por 1 a 0, na noite desta quinta-feira, no Engenhão. Com um gol de Vagner Love no início do segundo tempo, a equipe deixou os seis desfalques para trás e somou três pontos. Mas Ronaldinho Gaúcho não escapou das vaias, apesar de uma atuação razoável. O torcedor, que compareceu em grande número (31.859 presentes) não gostou nada do desempenho irregular do time, que teve um jogador a mais em campo por 45 minutos e viu o rival ser perigoso.
Com o resultado, o Rubro-Negro chega a quatro pontos e assume a ponta de sua chave, deixando Olímpia-PAR - que bateu o Lanús-ARG - e o próprio Emelec para trás, com três. Na próxima rodada, o clube carioca recebe o vice-líder, enquanto os equatorianos medem forças com o lanterna Lanús, fora de casa.
Sem a maioria de suas peças titulares no meio de campo, o Flamengo tentou se impor, mas teve dificuldades desde o início diante da postura do Emelec, que se armou para sair nos contra-ataques, especialmente nas costas de Léo Moura. Como o esquema com três zagueiros foi improvisado para suprir as ausências, o time carioca demorou a se acertar na compactação entre os setores. Os espaços facilitavam a chegada de Valencia, Mondaini e Figueroa.
O cartão de visitas dos equatorianos foi entregue logo aos três minutos. Lançado no mano a mano com Welinton, Figueroa chutou para a defesa com o pé do goleiro Paulo Victor. No rebote, de Marlon de Jesús desperdiçou. Além do susto, o então líder do Grupo 2 não inventava no toque de bola. De pé em pé, se aproximou até de dividir a posse de bola com o Rubro-Negro.
Mais na base da vontade do que da organização, o Fla criava suas chances apoiado na velocidade e sempre pelo lado direito, com Léo Moura, Bottinelli e Ronaldinho. Por duas vezes, pelo menos um sobrou em boas condições de finalizar, mas a pontaria não estava afiada. Ainda assim, Love sentia a falta de alguém para tabelar e ficou apagado. Tanto que nenhum chute foi desferido de dentro da área no primeiro tempo. Já R10, de falta, esteve perto de inaugurar o placar.
O terço final da etapa teve queda de ritmo, com mais faltas e catimba. Uma baixa importante, aliás, fez com que Joel Santana precisasse mexer: Léo Moura sentiu lesão muscular na coxa direita e, aos 30 minutos, foi substituído por Negueba, que ocuparia, portanto, a ala direita com obrigações um pouco defensivas. A torcida, ressabiada, vaiou a decisão. Logo depois, o zagueirão Jose Quiñonez também saiu de cena, com problema parecido.
Quando tudo caminhava para um intervalo de pura apreensão, o atacante Marlon de Jesús deu uma cotovelada em Welinton no meio de campo e foi expulso, já nos acréscimos. A vantagem numérica incendiou a torcida imediatamente e trouxe um fôlego maior para superar o bloqueio estrangeiro nos 45 minutos finais. Na volta, o Emelec veio com um volante no lugar de um meia, se resguardando, e o Fla, com Deivid no de Welinton. Indicação de pressão no Engenhão.
Não deu outra. Empurrado pelos gritos da arquibancada, o time rubro-negro partiu para cima e, em ágil tabela com Ronaldinho Gaúcho, Vagner Love teve sua primeira chance clara na partida e não perdoou: chute certeiro de pé esquerdo no canto cruzado do goleiro, aos três. Pouco depois, aproveitando a desestruturação do rival, não deixou barato e quase ampliou. Com uma avenida à frente, Deivid arriscou uma bomba, Dreer espalmou para frente e Negueba chutou por cima.
O Emelec sentiu o golpe e só foi se recuperar após os 15 minutos, quando teve a coragem de adiantar sua marcação, complicando novamente a saída de bola do mandante. Aos 22, como prova de que a paciência não é uma virtude da relação, R10 tentou um lance de futevôlei, estragou um cruzamento e passou a ser muito vaiado por quase todo o estádio.
A instabilidade do Flamengo equilibrou o duelo outra vez, apesar do homem a mais. Com medo de ser surpreendido, Joel era a imagem do nervosismo e chegou a esbravejar que "não aguentava mais". Ainda assim, eram seus comandados que criavam as melhores chances. Negueba e David Braz, em bolas de Junior Cesar, erravam o alvo, de cabeça.
O jogo ficou nervoso nos minutos finais, já bem fraco tecnicamente, com erros de lado a lado, exibindo o cansaço dos times. Até o fim, os equatorianos não chegaram a pressionar, o que não trouxe uma dose a mais de drama. Um chute de Gaibor foi o único momento de silêncio no Engenhão. Negueba também perdeu mais uma, já sem goleiro.

Mulheres têm até esta sexta-feira para requerer CPF gratuito

Ação está sendo realizada em todas as agências da Caixa Econômica Federal.
 
SÃO LUÍS - Para homenagear o público feminino, a Caixa Econômica Federal oferece, até esta sexta-feira (9), a inscrição, a regularização e a consulta gratuitas de CPF para as mulheres. A ação está sendo realizada em todas as agências do país, de acordo com horário de atendimento bancário. Atualmente, a emissão do documento custa R$ 5,70 e pode ser feita nas agências da Caixa, do Banco do Brasil e da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT).
As mulheres maiores de 18 anos devem levar um documento de identificação, que contenha a filiação e data de nascimento, além do título de eleitor ou documento de justificativa eleitoral. Quem ainda não tiver 18 anos pode ser representada por um dos pais ou responsável. Nesse caso, o representante deve portar certidão de nascimento ou documento que contenha filiação e data de nascimento da criança ou adolescente, além de documento de identificação e CPF próprios e, se for o caso, documento que comprove a tutela, curatela, guarda ou procuração.
As mulheres que tiverem entre 16 e 18 anos e possuem documento de identificação que contenha filiação e data de nascimento podem solicitar a emissão ou regularização do CPF sem a presença de um responsável.

FESTEJO SE SÃO JOSÉ EM MATÕES DO NORTE-MA

           Participe do Festejo de São José,de 10 a 19 de Março. Dia 10 as 5:30hs concentração no posto de saúde,enseguida paseeata pelas ruas da cidade,encerrando na casa paroquial com café comunitário.A noite missa de abertura do festejo.todas as noites tem serviços de barracas com lanches,doces e salgados.Dia 19  procissão e missa de encerramento do festejo. Não deixe de participar deste momento de fé e alegria.

Assassino mostrado no programa Linha Direta foi condenado na Comarca de Arari

Em sessão realizada nesta quinta-feira (8), o Tribunal do Júri da comarca de Arari condenou a 9 anos e cinco meses de prisão o assassino Antonio George, que matou, em 2003, com uma facada no pescoço, o jovem Luis Carlos Pereira. A sessão foi presidida pelo juiz titular da comarca, Gladiston Cutrim.

Funcionaram pelo Ministério Público os promotores de Justiça, Silvia Menezes de Miranda e Carlos Róstão Martins Freitas e na defesa do acusado o advogado Valdeci Ferreira de Lima Após a leitura da sentença o condenado foi devidamente recolhido à delegacia local onde posteriormente será transferido para São Luis.

O crime aconteceu no município de Arari. Segundo informações do processo, Antonio George e Luís Carlos tinham uma rixa desde a infância, alimentada nas partidas de futebol que os dois disputavam nos finais de semana, nos quais Luís Carlos, sendo melhor jogador do que Antonio George.

Os desentendimentos entre os dois teriam aumentado, até que em 24 de março de 2003, os dois voltaram a discutir e Antonio Jorge aplicou um golpe de faca em Luís Carlos, que teve morte instantânea na praça pública em Arari.

Após o crime, o acusado fugiu para o estado de São Paulo, onde foi preso na madrugada do dia 08 de julho de 2005, em Guarulhos (Região Metropolitana de São Paulo), depois de ser mostrado no programa “Linha Direta”, exibido pela Rede Globo na quinta-feira, 07 de julho de 2005. Ele trabalhava em Guarulhos como perueiro.

Cresce número de casos de câncer de mama no MA

O câncer de mama e de colo de útero são os de maior incidência nas mulheres maranhenses. Segundo estimativas do Ministério da Saúde, devem surgir, somente em 2012, mais de 52 mil casos da doença em todo o país.

Acidente grave em avenida de SL deixa condutor preso nas ferragens

No início da noite desta quinta-feira (8), na Av. Jerônimo de Albuquerque no bairro do Angelim. O condutor, não identificado, de um automóvel Gol, placa HYD-3958, perdeu o controle do carro, no viaduto Cohama/Angelim, batendo no poste de alta tensão do canteiro central e ferindo gravemente vários ocupantes, não identificados.
As vítimas que estavam no veículo foram imediatamente conduzidas para o hospital. Bombeiros usaram alicates de pressão e equipamento de última geração para retirar as vítimas das ferragens. A retirada do motorista do carro foi a mais demorada e difícil devido gravidade e a posição em que ele se encontrava.
 
 

Clientes da Vivo no Maranhão receberão mensagem de combate à dengue

Para reforçar o combate à dengue no Maranhão, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) e a Telefônica Vivo firmaram uma parceria, na manhã desta quinta-feira (8). Na ocasião, o subsecretário estadual de Saúde, José Márcio Leite, e o gerente regional da Vivo no Maranhão, Rodrigo Júnior, assinaram um termo de cooperação e adesão ao projeto de incentivo à prevenção da dengue, denominado "Vivo Sem Dengue".
(Foto: Divulgação)
O projeto prevê o envio de 50 mil SMS aos clientes da Vivo no Maranhão, com o texto "Dica Vivo. Combata a dengue. Não deixe água acumulada. Receba bem o agente de saúde, desde que esteja identificado. E o lançamento de cartões de recarga temáticos com frases de orientação à população sobre formas de prevenção dos criadouros do mosquito Aedes aegypti. E não há qualquer custo para os cofres públicos.
"Precisamos, e muito, ter educação em saúde, pois não se combate a dengue sem a colaboração da população. Com esse trabalho, a Vivo alcançará o cidadão em momentos que ele até esquece que o mosquito existe. Portanto, agradecemos por essa parceria, porque é muito bom contar com o apoio da iniciativa privada para dar assistência à saúde dos maranhenses", declarou o subsecretário José Márcio Leite, durante o lançamento da campanha da Vivo que contou também com a participação do secretário-adjunto de Vigilância em Saúde, Alberto Carneiro. Ele destacou que essa é a primeira parceria público-privada na área da saúde, no Maranhão.
Os torpedos serão enviados para os DDDs 98 e 99, no dia 15 de março, com o texto: "Dica Vivo. Combata a dengue. Não deixe água acumulada. Receba bem o agente de saúde, desde que esteja identificado."
Além disso, quem efetuar recargas através dos cartões, nos valores de R$ 3,00 e R$ 25,00, poderão conferir a frase da campanha, sendo mais uma de orientar a população para o combate à doença: "Ajude a combater a dengue. Remova, todos os dias, a água acumulada em vasilhas, garrafas, pneus e vasos de planta". São mais de 60 mil cartões distribuídos em aproximadamente 8.200 mil pontos de recarga da operadora no estado. Durante o lançamento da campanha, um exemplar ampliado do cartão de recarga foi entregue a José Márcio Leite pelo gerente Rodrigo Júnior.
"A Vivo tem um comprometimento com o social, estamos sempre buscando levar ações de interesse geral. Já tivemos a campanha que ajudava as vítimas das enchentes no Maranhão e agora é a vez de combater a dengue. A Vivo está sempre disponível para apoiar essas e outras ações na área da saúde", declarou o gerente regional da Vivo.
Os torpedos enviados na campanha fazem parte do SMS Social, projeto desenvolvido pela Diretoria de Promoção à Saúde da Vivo. O objetivo é a divulgação de temas de interesse público que auxiliem os usuários a se conscientizar socialmente. Em todo o Brasil, o SMS Social já distribuiu milhões de torpedos no combate à dengue, vacinação contra a rubéola e a hanseníase, incentivo à doação de sangue e ainda mensagens de ajuda às vítimas das recentes tragédias naturais.

Irmão de ex-vereador de Timon é executado a 200 metros do distrito

O irmão de um ex-vereador do município de Timon,  foi executado no início da noite desta quinta-feira (8). Carlos Augusto Soares, 44 anos, era conhecido como Carlão e foi assassinado com cinco tiros em um bar, distante cerca de 200 metros do 3º Distrito Policial.
 
 
Carlão é irmão de Zé Filho, ex-vereador do município maranhense. Segundo testemunhas, dois homens em uma moto pararam o veículo em frente ao bar, na avenida Francisco Carlos Jansen, a principal de Timon. Um deles disparou cinco tiros.
 
A vítima foi atingida pelos disparos na cabeça e na barriga e morreu no local. Ainda não se sabe o que motivou o crime.
 
Policiais militares que acompanharam a ocorrência não quiseram comentar o caso.

Assassino mostrado no programa Linha Direta é condenado em Arari

 
Em sessão realizada nesta quinta-feira (8), o Tribunal do Júri da comarca de Arari condenou a 9 anos e cinco meses de prisão o assassino Antonio George, que matou, em 2003, com uma facada no pescoço, o jovem Luis Carlos Pereira. A sessão foi presidida pelo juiz titular da comarca, Gladiston Cutrim.
 
Funcionaram pelo Ministério Público os promotores de Justiça, Silvia Menezes de Miranda e Carlos Róstão Martins Freitas e na defesa do acusado o advogado Valdeci Ferreira de Lima Após a leitura da sentença o condenado foi devidamente recolhido à delegacia local onde posteriormente será transferido para São Luis.
 
O crime aconteceu no município de Arari. Segundo informações do processo, Antonio George e Luís Carlos tinham uma rixa desde a infância, alimentada nas partidas de futebol que os dois disputavam nos finais de semana, nos quais Luís Carlos, sendo melhor jogador do que Antonio George.
 
Os desentendimentos entre os dois teriam aumentado, até que em 24 de março de 2003, os dois voltaram a discutir e Antonio Jorge aplicou um golpe de faca em Luís Carlos, que teve morte instantânea na praça pública em Arari.
 
Após o crime, o acusado fugiu para o estado de São Paulo, onde foi preso na madrugada do dia 08 de julho de 2005, em Guarulhos (Região Metropolitana de São Paulo), depois de ser mostrado no programa “Linha Direta”, exibido pela Rede Globo na quinta-feira, 07 de julho de 2005. Ele trabalhava em Guarulhos como perueiro.
Com informações da CGJ

IML registra a entrada de cinco vítimas de acidentes de trânsito de todo o Maranhão

Nas últimas 24 horas, cinco corpos deram entrada no Instituto Médico Legal (IML) de São Luís vítimas de acidentes de trânsito em todo o Maranhão.
Por volta das 6h da manhã desta sexta-feira (09) deu entrada o corpo da jovem Raimunda de Menezes de Sousa de apenas 15 anos. A vítima estava internada no hospital Socorrão I e veio da cidade de Santa Inês.
Também procedente do Socorrão I, deu entrada o corpo de Dilma de Fátima Cantanhêde de 27 anos. O acidente aconteceu no último sábado na cidade de São Bento quando ela e mais cinco jovens estavam em duas motos e todos se envolveram em um grave acidente. Uma pessoa morreu no local e outras ficaram gravemente feridas.
Do Socorrão II, deu entrada a vítima Joel Pereira Silva de 24 anos também vítima de acidente de trânsito.
Ainda nas estatísticas das vítimas de trânsito, deu entrada no IML o corpo de Tarcisio Henrique Costa, 22 anos que residia no bairro do Renascença I, e Expedito Alves de 41 anos procedente do município de Santa Luzia do Paruá.
HOMICÍDIO
A única vítima de homicídio nas últimas horas foi Tatiane Castelo Branco Santos, 28 anos que residia no bairro Filipinho em São Luís. Tatiane foi esfaqueada durante uma briga.
 

Processo que pede a cassação de Roseana Sarney pode ser julgado em maio

O deputado Rubens Pereira Junior (PCdoB) conversou nesta quinta-feira (08) com a reportagem da Central de Noticias para falar sobre o processo de cassação da governadora Roseana Sarney (PMDB), no qual ele é um dos advogados do ex- governador José Reinaldo Tavares (PSB) que pede a cassação de Roseana.
(Foto: Arquivo/Reprodução)
Rubens Junior informou que faltam apenas duas testemunhas a serem ouvidas, nesta primeira fase do processo. “Realizamos nesta semana as oitivas das testemunhas de defesa da governadora Roseana Sarney e do vice- governador Washington Oliveira. Tem apenas duas testemunhas que é, o secretario da saúde Ricardo Murad, que tem até o dia 10 de março para marcar a data e o deputado Chiquinho Escórcio que tem até o dia 15 de março para marcar a ser ouvido”.
Rubens afirma que a governadora e seu vice, com manobras, tentaram prorrogar o processo. “Os recorridos tinham dez testemunhas e apresentaram apenas duas, isso comprova que todas aquelas tentativas de adiamentos tinham apenas esse caráter para prorrogar o julgamento do processo”.
O advogado disse ainda que o processo se baseia em abuso de poder político e econômico na eleição de 2010. “O processo se baseia no abuso de poder político e econômico ocorrido na eleição especialmente no valor do montante absurdo realizado as vésperas das convenções eleitorais que tinha como objetivo não fazer uma descentralização administrativa, mas sim cooptar lideranças políticas, presidente de associação, prefeitos, vereadores e deputados. Só para termos uma noção no mês de junho de 2010 foram feitos 979 convênios no valor de mais de 400 milhões de reais, com todos os tipos de entidades até associação espírita, associação de beach soccer, todos os tipos de prefeituras. Então isso desequilibrou o processo eleitoral”.
Rubens lembra o processo que cassou o ex-governador Jackson Lago a pedido da governadora Roseana Sarney. “Quem aceitou essa jurisprudência foi o próprio TSE quando julgou o processo do ex-governador Jackson Lago. Nós queremos é que julguem. O próximo passo após ouvirmos as testemunhas será as alegações finais em três dias e depois o Ministério Público tem que dar o parecer em cinco dias. Em tese, já em maio o Ministro Arnaldo Versiani pode pedi pauta e colocar em julgamento”.
Os advogados do ex-governador José Reinaldo Tavares estão otimistas. Para eles, a governadora será cassada. “O processo corre todo em Brasília no TSE. Veio para o Maranhão apenas para serem ouvidas as testemunhas. Nós estamos extremamente otimistas de que o abuso que foi cometido em dois mil e dez será julgado pelo TSE e certamente a governadora Roseana será cassada”.

Presa em SL quadrilha que comercializava drogas com o mercado europeu

A Polícia Civil do Maranhão apreendeu na manhã desta quinta-feira (8) 20 quilos de cocaína que seriam destinados ao mercado europeu. Cada quilo da droga está avaliado, segundo a Polícia, em aproximadamente R$ 100 mil e todo o material em, no mínimo, R$ 2 milhões. Essa foi a maior apreensão de cocaína pura nos últimos cinco anos no Estado.
Segundo o secretário-adjunto de segurança, Laércio Costa, essa droga provavelmente seria encaminhada para a Holanda, via Porto do Itaqui, onde é frequente o trajeto Itaqui-Porto de Roterdã. A droga estava embalada em sacos plásticos, envolto a camadas de café para tentar driblar a fiscalização. A expectativa é a de que fossem gerados 100 quilos de cocaína para o consumo.
Segundo a Secretaria da Segurança Pública, o material foi apreendido durante um abordagem policial no bairro Cidade Operária, zona periférica de São Luís. Homens da Polícia Militar desconfiaram de um veículo de luxo preto na região. Durante a fiscalização, os policiais encontraram a droga e mais dois revólveres. Um calibre 42 e outro 38. Três pessoas foram presas.
(Foto: Divulgação)
Os mais de 20 quilos de cocaína pura já embalada estavam em poder de Wagner Alves Sousa, 32 anos, natural de Vitorino Freira; Edvaldo Conceição da Silva, 27, natural de Monção e; Francisco Gleydson da Silva, 24, de Camoci, no estado do Ceará.
Segundo o secretário Aluísio Mendes essa foi a maior apreensão de substâncias entorpecentes dos últimos seis anos no Maranhão. Os três foram presos em decorrência de uma ação da equipe de captura da Delegacia Especial da Cidade Operária (Decop), na Vila Kiola.
De acordo com informações, todos são traficantes de drogas e homicidas em potencial. Edvaldo da Silva cumpria pena no sistema prisional e fora solto há 11 meses por homicídio. Eles foram detidos em um Hotel, localizado no Bairro do São Cristovão.
Com eles, ainda estavam R$ 550,00 em espécie; duas armas, uma modelo calibre 38 e outra de fabricação caseira; dois aparelhos celulares e um veículo Toyota Corolla, de cor preta, placa GFC-2828 de Dourados, Mato Grosso do Sul.
Segundo a polícia, a cocaína apreendida estava em seu estado puro de concentração. Os traficantes para comercializá-las a misturam com outras substâncias químicas para aumentar a margem de lucro na comercialização. Após a mistura, um quilo da cocaína pura geraria outros cinco quilos dela heterogênea, contabilizando assim, mais de 100 quilos da droga.
De acordo com Aluísio Mendes, toda a droga seria exportada e revendida no mercado europeu. “Vamos continuar as investigações pelo Departamento de Narcóticos da Polícia Civil para identificar os responsáveis pelo fornecimento e venda dessas drogas. Essa é uma organização criminosa que trafica no âmbito internacional com passagem pelo Maranhão. Com as informações que estamos buscando será uma questão de tempo identifica-los”, disse.

Assaltantes
Outra operação policial, comandada pela Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos (DRFV), resultou na prisão de Ezequiel Ribeiro Sá, 24 anos, o “Júnior”, já com três passagens pela polícia, sendo duas por roubos a veículos e outra por tentativa de homicídio; Valbenilson Melo Oliveira, 24 e; um menor de 17 anos de idade.

Eles foram detidos na localidade Morro da Ilhinha em flagrante delito pelos policiais civis. De acordo com a polícia, os três são responsáveis por diversos assaltos na área do São Francisco, Renascença e Calhau.