quinta-feira, 29 de março de 2012

Treze presos, que participaram de rebelião em Pedrinhas, retornam a São Luís

Eles estavam em um penitenciária federal de segurança máxima em Mato Grosso.


SÃO LUÍS - Treze presos, que participaram da rebelião no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em novembro de 2010, estão de volta a capital maranhense. Eles chegaram nesta quinta-feira (29), do Estado do Mato Grosso, onde em estavam em uma penitenciária federal de segurança máxima.
Os presos serão realocados em várias unidades prisionais da capital, inclusive no Quartel da Polícia Militar de São Luís, localizado no Calhau. A Secretaria de Administração Penitenciária não informou os nomes dos presos que retornaram a São Luís.
Os 13 detentos foram os líderes do motim que durou mais de 24h e teve como saldo negativo 18 pessoas mortas, sendo que três destes foram decapitados e as cabeças jogadas no pátio do Presídio São Luís.

João Castelo dá entrada no Hospital UDI nesta quinta-feira

O prefeito de São Luís, João Castelo (PSDB), deu entrada, no fim da noite desta quarta-feira (28), no Hospital UDI. De acordo com as primeiras informações ele teria passado mal por volta das 21h15 e levado às pressas para a casa de saúde.

Uma paciente, que não quis se identificar, estava no salão principal do hospital e revelou que João Castelo entrou na UDI por volta das 21h30. "Ele estava normal e entrou andando", disse.

O secretário municipal de Saúde, Gutemberg Araújo, estava acompanhando o prefeito de São Luís no momento que chegou.

Informações de pessoas próximas ao político, João Castelo estaria desidratado e teria contraído uma virose. As informações seriam de resultados de exames feitos nesta quinta-feira (29).

Nossa reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa do Hospital UDI, por meio de Aidê Pacheco. O órgão confirmou que João Castelo está na casa de saúde e recebe tratamento.

"Ele está no hospital, mas não posso passar mais nenhum informação, pois estamos decidindo quem é que vai sepronunciar sobre o caso, se é a UDI ou a assessoria da Prefeitura", disse.

Traficantes são presos em ação da Polícia Civil de Vitorino Freire

Investigações realizadas pela equipe da Polícia Civil de Vitorino Freire resultaram na prisão de Laeldo Alves Oliveira, 25 anos, e Romário Guimarães Silva, 23 anos. Ambos são acusados de encabeçar a distribuição maciça de drogas na região de Vitorino.

Segundo informou a polícia, Laeldo é muito conhecido por fornecer grandes quantidades de drogas para pequenos vendedores. Com base nos monitoramentos, a Polícia Civil comprovou que ele movimentava cerca de 400 cabeças de crack.

No momento da prisão foram apreendidos com a dupla 12 papelotes de crack, um revólver calibre 38, além de vários aparelhos eletrônicos, dentre celulares e notebooks.

Segundo informações, os aparelhos eram utilizados como moeda de troca pelas drogas. No local também foi apreendido um adolescente de 15 anos, que seria usado como entregador dos entorpecentes.

A polícia informou ainda que, com base nos monitoramentos, Laeldo enterrava a maior parte da droga em pontos distintos para dificultar as investigações.

Na Delegacia da cidade, eles foram autuados por tráfico de drogas, associação para o tráfico, porte ilegal de arma de fogo e, ainda, corrupção de menores.

Taxista morre carbonizado em acidente grave na BR-010

 (O PROGRESSO)

Na tarde da última quarta-feira (28), houve mais um acidente nas rodovias que corta o estado do Maranhão. Entre a BR-010, que Liga o Maranhão ao Tocantins, e a ponte Dom Felippe Gregory, um acidente grave deixou uma pessoa morta e cinco feridas.

Luis Neto Carvalho, de 48 anos, dirigia um táxi, um Gol placa NMX-2490 - Imperatriz, em direção à cidade de São Miguel do Tocantins, quando um Celta branco, de placa MWK - 6692 -Sítio Novo do Tocantins, que vinha no sentido contrário se chocou de frente com o o táxi, que começou a pegar fogo.
No táxi haviam outras três pessoas que tinham alugado o carro, mas conseguiram sair a tempo do veículo com lesões leves pelo corpo, com exceção de Luis Neto que não conseguiu sair a tempo e morreu carbonizado.

Claudemir Sousa Silva, de 23 anos, que estava no Celta, fraturou o fêmur da perna esquerda e sua irmã Claudiane Sousa Silva conseguiu sair ilesa. A Polícia Militar do Tocantins e do Maranhão foram até o local junto a Polícia Civil e a perícia.

Todas as vítimas foram levadas para o Hospital Municipal e não correm risco de morte, e o corpo carbonizado foi removido para o Instituto Médico ( IML) para necrópsia e depois entregue aos familiares. O laudo com as causas do acidente deverá ser divulgado em até 15 dias.

Presos rapazes acusados de jogar jovem de carro em movimento

SÃO LUÍS – Na tarde desta quinta-feira (29), a polícia prendeu quatro rapazes acusados de jogarem uma jovem de um automóvel em andamento no bairro Alto da Vitória, na área do Itaqui-Bacanga.
De acordo com informações da Rádio Mirante AM, os rapazes estavam em um Gol vermelho em companhia da moça. Ainda não há informações sobre os motivos que os levaram a jogar a jovem do veículo.
Populares que presenciaram o fato acionaram a polícia que conseguiu prender todos os integrantes do Gol. Eles foram conduzidos à delegacia para prestarem esclarecimentos.

Identificado corpo de mulher encontrado em Paço do Lumiar

Josenilda Morais da Silva, de 19 anos, foi vítima de estragulamento. A autoria e motivação do crime ainda não foram esclarecidas.

SÃO LUÍS - Identificado o corpo da mulher encontrado no início da manhã de ontem (28), às margens de uma estrada que dá acesso ao aeroporto do município de Paço do Lumiar. Trata-se de Josenilda Morais da Silva, de 19 anos, natural do município de Raposa. A afirmação foi feita no Instituto Médico Legal (IML) pela irmã da vítima, que não teve a identidade revelada. O perito do IML confirmou que a jovem foi estrangulada.
Até o momento, a Polícia não encontrou pistas que pudessem levar à autoria do homicídio e a motivação do crime.

Polícia prende quatro jovens que jogaram garota de um carro em movimento

Foram presos quatro jovens que são acusados de cometer um crime brutal em São Luís. Nesta quinta-feira (29), os rapazes jogaram uma jovem de um carro - um veículo Gol, de cor vermelha e placas NMS-6643.

De acordo com informações, os quatro estavam transitando em uma via da área Itaqui/Bacanga, e quando passavam pelo Alto da Vitória abriram uma das portas do carro e jogaram uma jovem.

A garota, não identificada, caiu no asfalto e ficou bastante ferida. Ela foi socorrida por vários populares que presenciaram a violência. A polícia foi acionada, colheu informações sobre as acarcterísticas do veículo e iniciou as buscas.

No início da tarde eles foram presos e levado para o 5º Distrito Policial, localizado no Anjo da Guarda, onde vão prestar esclarecimentos sobre o crime.

ÁGUA PARA TODOS

MATÕES DO NORTE ESTÁ DE PARABENS POR SER O MUNICIPIO PILOTO, DO PROGRAMA  ÁGUA PARA TODOS,DO ESTADO DO MARANHÃO .
O Programa Água para Todos, que integra o Plano Brasil Sem Miséria, foi concebido pelo Governo Federal a partir da necessidade de se universalizar o acesso e uso de água pelas populações carentes, residentes em comunidades rurais não atendidas por este serviço público essencial, atendidas por sistemas de abastecimento deficitários ou, ainda, que recebam abastecimento difuso,O MUNICIPIO DE MATÕES DO NORTE FOI COMTENPLADO COM  105 CISTERNAS,NA PRIMEIRA ETAPA.
O programa tem como objetivo garantir o amplo acesso à água para as populações rurais dispersas e em situação de extrema pobreza, seja para o consumo próprio ou para a produção de alimentos e a criação de animais, possibilitando a geração de excedentes comercializáveis para a ampliação da renda familiar dos produtores rurais.
ESTAR DE PARABENS O GOVERNO FEDERAL,ESTADUAL  E MUNICIPAL.E A CODEVASF.

Animais soltos causam transtornos em avenidas da capital

Na Av dos Africanos, é comum observar bois, cachorros andando entre os carros e aumentando o risco de acidentes.
Foto: De Jesus
SÃO LUÍS - Animais soltos em várias avenidas de São Luís representam risco a motoristas e pedestres. Na manhã de ontem, O Estado percorreu algumas vias de grande fluxo de veículos e flagrou animais de grande e médio porte andando livremente entre carros e motocicletas, muitas vezes dificultando o trânsito.
Na Avenida dos Africanos, é comum observar bois, cavalos, jumentos e cachorros andando entre os carros e aumentando o risco de acidentes. "Todos os dias vejo animais andando aqui, os donos não prendem os bichos direito e eles acabam fugindo", disse Valdir Abreu, proprietário de uma borracharia nas margens da avenida.
Ele afirmou ainda que a maioria dos animais que andam pela Africanos pertence a criadores que moram nos bairros Coroadinho, Coroado e Parque Pindorama, que os soltam para pastar e voltam para buscá-los no fim da tarde.
Os animais causam transtornos a motoristas e pedestres, pois, ao desviarem deles, os motoristas podem atropelar pedestres que transitam no local, como é o caso da dona de casa Daiana Cristina Silva, que diariamente vai andando para o trabalho pela via.
"Morro de medo de ser atropela aqui por causa desses bichos. Outro dia um ônibus desviou de um jumento e quase invadiu a calçada em que eu estava", frisou.
Perigo
Nas avenidas Senador Vitorino Freire, Beira-Mar, Kennedy, Ana Jansen e Ferreira Gullar, principalmente jumentos e grupos formados por pelo menos cinco cachorros também podem ser vistos quase diariamente dificultando o trânsito, latindo e ameaçando morder a todos que passassem por perto.
"Já vi todo tipo de animais em várias avenidas da cidade. Os que mais me incomodam são os cachorros, que ficam latindo e às vezes até me perseguem tentando morder minha perna", reclamou o motociclista Carlos Alberto Ribeiro.
Entre maio e julho do ano passado, a Coordenação de Apreensão de Animais, departamento da Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh), apreendeu 245 animais em avenidas da capital.
Passado quase um ano, não aconteceu nenhuma fiscalização da Semurh para impedir que os donos soltem seus animais em vias públicas. O Estado entrou em contato com a Prefeitura para pedir esclarecimentos, mas até o fechamento desta edição não recebemos resposta.

Jovem encontrada morta em Paço do Lumiar pode ter sido estrangulada

No local, nenhum morador reconheceu a mulher, e a perícia não encontrou pistas da autoria do crime.
 
 
SÃO LUÍS - O corpo de uma mulher foi encontrado com sinais de estrangulamento no início da manhã de ontem, às margens de uma estrada que dá acesso ao aeroporto do município de Paço do Lumiar. De pele clara, a vítima aparentava ter cerca de 20 anos de idade e vestia um short jeans azul-escuro e uma blusa branca com estampa florida. Até o fechamento desta edição, ela ainda não havia sido identificada no Instituto Médico Legal (IML).
No local do achado, nenhum morador reconheceu a mulher, e a perícia não encontrou pistas que pudessem levar à autoria do homicídio, senão as marcas no pescoço. Este foi o segundo corpo desovado naquele município em menos de 72 horas e o quarto na Região Metropolitana de São Luís em menos de uma semana. Os dois outros registros ocorreram na localidade Recanto Verde, área do bairro Vila Itamar, onde dois homens foram encontrados enrolados em uma rede.
Na noite de segunda-feira, 26, por volta das 20h, moradores do Mojó, em Paço do Lumiar, encontraram o corpo de Ronaldo Araújo de Sousa, em estado avançado de putrefação, em um matagal, na Rua da Montanha Russa, com perfurações de faca nas costas, peito e braço esquerdo. Os dois casos são investigados na Delegacia de Paço do Lumiar, onde algumas pessoas já foram ouvidas.
Rede
O primeiro corpo desovado na Vila Itamar foi encontrado na manhã de quinta-feira, 22. Jhekson Silva Sousa, de 22 anos, que morava na Avenida 3, no bairro Vila Itamar, e segundo informou o IML, foi morto com mais de 30 perfurações de faca. A vítima estava enrolada em uma rede e, segundo familiares, tinha envolvimento com o tráfico de drogas, o que levou a polícia a acreditar que se tratava de um acerto de contas.
Na terça-feira, 27, foi a vez de Erick Maia Lindoso, de 20 anos, morador do bairro Cidade Olímpica, ser encontrado morto envolto em uma rede, às margens de uma estrada de piçarra que dá acesso à Reserva do Batatã.

Empresa culpa Infraero pelo atraso na obra do aeroporto

Em oitiva realizada na Assembleia, a empresa apresentou documentos aos deputados.
 
 
SÃO LUÍS - Uma oitiva realizada, nessa terça-feira (27), na Assembleia Legislativa, com representantes da empresa que está responsável pelo andamento das obras do aeroporto Marechal Cunha Machado, permitiu concluir que a não finalização das obras foi causada pelo atraso na entrega de documentos por parte da Infraero. “Ouvimos os representantes da empresa. Eles apresentaram a documentação com os prazos e explicaram que, dentre outros problemas, a ausência de um projeto executivo culminou no atraso das obras”, relatou o deputado Eduardo Braide (PMN), em entrevista ao Imirante.
Vale ressaltar que, na semana passada, os deputados aprovaram um requerimento, de autoria do deputado Tatá Milhomem (PSD), que pede que seja realizada uma auditoria nas obras do aeroporto. “Encaminhamos o pedido à Controladoria Geral da União (CGU), pois como a obra é federal, só eles poderão fazer a fiscalização”, disse o deputado Eduardo Braide (PMN).
A visita que seria realizada pelos deputados ao canteiro de obras, nessa terça-feira (27), foi suspensa para que a documentação entregue pela empresa responsável pela obra seja analisada. “Eles entregaram várias páginas que levarão um tempo para serem analisadas. Por isso, suspendemos a visita, mas, após a análise da documentação, voltaremos a marcar. A visita deverá ser feita na próxima semana”, planejou o deputado.
A assessoria de comunicação da Infraero informou que, ainda, não recebeu notificação sobre a auditoria.
Saiba mais
Obras no aeroporto
Em obras desde setembro do ano passado, aconclusão das obras do Aeroporto Hugo da Cunha Machado, em São Luís, estámarcada para o dia 27 de maio deste ano. Esse prazo para conclusão da obra jáfoi adiado várias vezes por problemas técnicos. A última alteração foi emdezembro do ano passado, quando a Infraero estendeu a finalização da reforma. Antes, a entrega estava prevista para 31 de janeiro deste ano.
Além do atraso, o valor estipulado das obras passou de R$ 10,4 milhões para R$ 12,7 milhões, de acordo com a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).
Reforma
O terminal de passageiros será climatizado e terá uma cobertura completa para embarque e desembarque de passageiros. Outra modificação diz respeito ao número de posições de check-in, que passará de 24 para 30 posições. Ainda haverá uma ampliação do espaço físico da sala de embarque, de 350 m² para 500 m², além da instalação de um novo espaço comercial.
Depois da entrega das obras, segundo a Infraero, o desembarque provisório no antigo terminal de cargas da Vasp (que está sendo utilizado como terminal de passageiros) continuará sendo utilizado para embarque remoto de voos domésticos em decorrência da crescente demanda de usuários.
Entenda o caso
9 de março – primeira interdição parcial do terminal de passageiros do Aeroporto Marechal Hugo da Cunha Machado.
24 de março – paralisação total dos serviços no terminal de passageiros
Abril – Início da recuperação do terminal.
Junho – Obras foram paralisadas devido à cobrança de laudo técnico sobre as alterações na estrutura do terminal de passageiros.
Agosto – Ordem de serviço para retomada das obras foi assinada. Em visita a São Luís, o presidente da Infraero, Gustavo do Vale, confirmou o empenho da empresa em acelerar a entrega da recuperação.

Maranhão terá mais 23 mil cisternas do Água para Todos

Municípios das bacias dos rios Mearim, Parnaíba e Itapecuru vão ser beneficiados.
 
Foto: Divulgação
SÃO LUÍS - O presidente da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Guilherme Almeida, em reunião nesta quarta-feira (28) com o secretário de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima), Cláudio Azevedo, confirmou a instalação de mais 23 mil cisternas para o Programa Água para Todos no Maranhão. Almeida afirmou ainda que está prevista para o mês de junho a instalação da 8ª Superintendência da Codevasf no estado.
A reunião aconteceu no gabinete da presidência da Codevasf, em Brasília. Também participaram do encontro o coordenador nacional do Programa Água para Todos, Carlos Hermínio de Aguiar Oliveira, e o superintendente de Promoção e Desenvolvimento da Pesca e Aquicultura da Sagrima, José de Ribamar Rodrigues Pereira.
Cláudio Azevedo, que também é coordenador estadual do Programa Água para Todos no Maranhão, informou que com a liberação de mais 23 mil, ao todo já estão garantidas 27.402 cisternas de polietileno, com capacidade para armazenar 16 mil litros de água captadas das chuvas. “Nós viemos a Brasília discutir com a Codevasf a execução do Programa Água para Todos, que além das cisternas, prevê também a construção de pequenas barragens, kits de irrigação e outras ações voltadas para a produção agrícola”, explicou Cláudio Azevedo.
A Codevasf, em parceria com o governo estadual, deu início à instalação das 4.302 cisternas no dia 1º de março, quando foi instalada a primeira do programa, no município de Matões do Norte. A ação será executada nos 149 municípios que estão na área de abrangência das bacias hidrográficas dos rios Mearim, Parnaíba e Itapecuru-Mirim, localidades de atuação da Codevasf.
Estão sendo beneficiadas as famílias que se encontram em situação de pobreza extrema e que fazem parte do Cadastro Único do governo federal, o Cadun. Numa primeira etapa o programa instala cisternas para o consumo humano, com água armazenada das chuvas, permitindo às famílias mais tranquilidade no período da seca com a utilização da água para higiene pessoal e preparo dos alimentos. A segunda etapa prevê o armazenamento da água para a produção de alimentos.
Durante a reunião, o coordenador nacional do programa, Carlos Hermínio de Moraes, elogiou a atuação do governo estadual na implantação do Água para Todos no Maranhão. “Em Matões do Norte, percebemos que houve um envolvimento da sociedade e da Prefeitura, com a Sagrima capitaneando a implantação do programa e é uma experiência que deve ser levada para todos os municípios”, afirmou Carlos Hermínio.
Os municípios maranhenses que não estão na área de atuação da Codevasf serão atendidos pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), que firmou convênio com o Ministério do Desenvolvimento Social, órgão que também executa as ações do Programa Água para Todos.
Codevasf
Guilherme Almeida informou ao secretário Cláudio Azevedo que o prédio do antigo Instituo Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama), localizado no Parque do Bom Menino, já está sendo reformado para sediar a 8ª Superintendência da Codevasf no Maranhão. “O número de funcionários vai depender da demanda das ações, mas será em torno de 80 pessoas”, afirmou o presidente do órgão.
Cláudio Azevedo ressaltou que a instalação da Codevasf vai contribuir muito para o fortalecimento do setor agropecuário. Atualmente, a Codevasf possui superintendências nos estados de Minas Gerais, Piauí, Pernambuco, Sergipe, Alagoas e Bahia - onde possui duas superintendências