sexta-feira, 15 de junho de 2012

Caseiro morre atingido por hélice de helicóptero em Paço do Lumiar

Um rapaz identificado como Fábio de Jesus Pinto, 23 anos, foi atingido por uma hélice de um helicóptero e morreu de forma trágica no final da tarde desta quinta-feira (14) em um heliponto em Paço do Lumiar.

Chácara onde aconteceu o acidente. (Foto: Reprodução/GI)
O helicóptero de prefixo PTX -CN estava na Chacára Flamboyant, localizada próximo ao Aeroporto do município de Paço do Lumiar, na região metropolitana de São Luís.
De acordo com populares e parentes de Fábio, que residia na localidade Nova Jerusalém, Paço do Lumiar, ele trabalhava há poucos dias como caseiro da Chácara, onde ocorreu o acidente que resultou na sua morte.

De acordo com as primeiras informações, o rapaz teria recebido ordens para limpar a aeronave que acabará de pousar.

Mas, sem experiência, ao se aproximar da parte traseira do helicóptero foi atingido pela hélice responsável por manter o equilibrio da aeronave, que ainda estava em movimento.
O rapaz morreu quase que instantaneamente, após ser atingido na cabeça. Parte do seu rosto ficou desfigurado. Os peritos do Icrim (Instituto de Criminalística do Maranhão), foram acionados para realizarem os levantamentos e apurar as circunstancia em que ocorreu o suposto acidente.

Os removedores do IML (Instituto Médico Legal) também foram chamados, para conduzir o corpo até a sede do órgão na área Itaqui-Bacanga.

Deferido no TRE pedido de envio de tropa federal a São Mateus durante as Eleições

Se autorizado pelo Tribunal Superior Eleitoral, a cidade de São Mateus (84ª Zona Eleitoral) contará com força federal para que seja garantida a segurança e a ordem das Eleições 2012, onde aconteceram fatos violentos em 2008. Tal pedido, feito pelo juiz Marco Aurélio Barreto Marques (titular da Comarca) foi deferido por maioria dos membros em sessão administrativa do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão realizada na última terça-feira, 12 de junho.
“O Regional julga primeiramente a necessidade ou não de força federal nos municípios de sua jurisdição. Deferido o pedido, cabe então encaminhá-lo ao TSE para autorização, já que os custos do envio de força federal são bastantes elevados e há resolução que regulamenta esta questão”, explicou a presidente do TRE-MA, desembargadora Anildes Cruz.
Marco Aurélio justificou que a necessidade do envio se dá porque “nas últimas eleições houve depredação do prédio onde funcionava a Prefeitura, além de incêndio criminoso da Câmara de Vereadores, bem como tentativa de invasão do Fórum”.
Em seu voto, o relator do processo, juiz José Jorge Figueiredo dos Anjos, seguiu a manifestação do Ministério Público pelo deferimento, destacando: “Esta Corte Eleitoral não vai admitir que tais abusos voltem a se repetir. Todo um trabalho de planejamento e inteligência está sendo elaborado com bastante antecedência, de forma a garantir que as próximas eleições municipais sejam lembradas, não pelos fatos gravíssimos do passado, mas como as mais tranquilas e seguras já realizadas neste estado”.

Resolução - De acordo com a Resolução n.º 21.843/2004 (que dispõe sobre o procedimento para a requisição de Força Federal, previsto no art. 23, inciso XIV, do Código Eleitoral), o TSE requisitará força federal necessária ao cumprimento da lei ou das decisões da Justiça Eleitoral, visando garantir o livre exercício do voto, a normalidade da votação e da apuração dos resultados, após os TREs encaminharem a relação das localidades onde se faz necessária a presença de força federal.

Bandidos voltam a invadir casa em bairro nobre de São Luís

Na noite desta quinta-feira (14) mais uma residência situada em bairro nobre de São Luís foi alvo de bandidos. A polícia acredita que essa quadrilha é a mesma que vem aterrorizando moradores da área nas últimas semanas.
Por volta das 11h, três elementos fortemente armados, seguiram o empresário Mateus Campos, que saía de uma academia em direção a sua casa no bairro do Olho D´Água.
O empresário foi abordado pelo trio que invadiu a casa de onde levaram pertences e dinheiro, além do veículo Ford Focus. No local, eles deixaram um carro que também era roubado, um Siena de cor prata.
Ninguém foi preso até o momento

Presa quadrilha que arrombava caixas eletrônicos no MA

Seis pessoas foram presas até o momento em virtude de uma operação da Polícia Civil do Maranhão, acusadas de formarem uma quadrilha que arrombava caixas eletrônicos no Estado.
Três deles foram presos na quinta-feira da semana passada, mas foram mantidos em sigilo para que os demais membros da quadrilha fossem capturados.
Durante esta semana, os demais foram encontrados, dentre eles, o chefe da quadrilha encontrado na cidade de Pedreiras, considerado altamente perigoso.
Eles confessaram arrombamentos a caixas eletrônicos nos municípios de Penalva, Pedreiras e Bom Jardim.
Todos estão sendo apresentados na capital.

Dez pessoas são presas por tráfico em Santa Rita

Policiais do município de Santa Rita prenderam nesta quinta-feira (14) durante uma operação, cerca de dez pessoas por tráfico de drogas na região.
Com a quadrilha, a polícia apreendeu 200 cabeças de crack.

Acidente na BR-316 deixa uma pessoa morta e outras duas gravemente feridas

Por volta das 4h da manha desta sexta-feira, 15, uma van se chocou contra a traseira de um caminhão carregado de madeira, na BR - 316, próximo ao povoado Incruso. O motorista da Van, identificado até o momento apenas pelo apelido de “Pichuta” faleceu no local. Outras duas pessoas gravemente feridas estão sendo encaminhadas para hospitais de São Luis.

Ainda não há informação sobre o numero de passageiros que estava na van e nem sobre os motivos do acidente.

Jagunços invadem ocupação no Araçagi e queimam casebres

Ocupantes de terreno localizado no Parque do Araçagy acordam com disparo de tiros de revólver e têm suas casas derrubadas. O mandante é um suposto proprietário do local.
No local, o cenário era de desolação. Tratores derrubaram os casebres. Moradores exigem documento que prove a propriedade do terreno (Thiago Veloso/OImp/D.A.Press)
No local, o cenário era de desolação. Tratores derrubaram os casebres. Moradores exigem documento que prove a propriedade do terreno
Mais uma vez em menos de uma semana, o bairro do Araçagy é palco de conflito agrário. Esta região já serviu de cenário para a morte do empresário Marggion Andrade, assassinado em outubro do ano passado, tendo como mandantes o corretor de imóveis Elias Orlando Filho e o vereador Júnior do Mojó. Também é espaço de investigação pela polícia por prática de grilagem de terra desde a década de 80. No momento, é uma das áreas mais caras da Grande Ilha, segundo os corretores, os preços de lotes de terreno medindo 15m por 50m variam em torno de R$ 30 a 150 mil.

No começo da manhã desta quinta-feira (14), mais de mil famílias que estavam ocupando um terreno há mais de dois meses, localizado às margens da Avenida São Paulo, no Parque Araçagy, nas proximidades do Rio da Prata, acordaram ao disparo de arma de fogo e com tratores derrubando os casebres.

Segundo uma das ocupantes, Jocilene Costa, de 32 anos, vieram mais de 20 homens armados com revólver e facão fazendo a segurança de um senhor, que afirmava ser o dono das terras, mas, não apresentou nenhum documento e muitos menos uma decisão judicial. "Estamos na terra, porém, não somos leigos. Para haver um despejo precisa da justiça", frisou.

Ainda relatou que os homens não chegaram a conversar com nenhum morador. Foram derrubando os casebres e colocando fogo no local e ainda dispararam vários tiros em direção aos moradores. Francisco Brasileiro de Sousa, de 26 anos, foi atingindo com um tiro na perna esquerda, mas, nenhum morador souber informar o autor do disparo.

A esposa dele, Helinilde Rodrigues, de 29 anos, disse que está morando no local há mais de dois meses e não tem para onde ir. Antes o casal alugava um quarto no Turu e pagava um valor de R$ 270. No momento, o esposo dela, portador de hanseníase está fazendo tratamento médico e por isso está desempregado.

A idosa Alailde Sousa, de 70 anos, também foi pega de surpresa. Ela falou que morava na cidade de Guimarães e veio para São Luís morar com a filha, Valdinete, de 50 anos. "Tenho problema na visão e quando chegaram disseram para eu deixar o meu casebre e seguir o meu destino".

Outro ocupante, identificado como Raimundo Veloso, de 35 anos, disse que há mais de mil familias no terreno, sendo cada uma ocupando um lote 6m por 13m. Ele relatou que caso o verdadeiro dono se interesse pelo local, estão aptos a fazer um acordo, mas, mediante a apresentação da verdadeira documentação.

De acordo com o delegado Joviano Furtado, integrante da Comissão de Inquérito a Grilagem de Terras na Grande Ilha, algumas deverão ser tomadas acerca do episódio.

"Como o terreno é próximo ao Rio da Prata, então, a ocupação deve obedecer a uma distância de 30 metros longe do rio. Em relação ao morador baleado, ele foi levado à Unidade de Pronto Atendimento do Araçagy e não corre risco de morte. O fato foi registrado no 7º Distrito Policial, no Turu, mas, será investigado pela Delegacia de Paço do Lumiar que vai identificar o autor do disparo", explicou.

Bandidos perseguem e assaltam empresário no bairro do Olho d'Água

No início da manhã desta sexta-feira (15), bandidos seguiram um empresário da academia Gym, localizada na Avenida São Luís Rei de França, até a casa dele, localizada no bairro do Olho d'Água.

Os bandidos estavam em um carro de marca Fiat, modelo Siena. Quando chegaram na casa do empresário, entraram e rederem todos.

Os criminosos começaram a roubar tudo de valor dentro da casa. Após o crime ser concluído, eles deixaram o veículo na porta da residência do empresário e fugiram em Ford Focus de propriedade de um familar do dono da residência.

Até o momento os bandidos não foram localizados.

Homem é atingido na cabeça por hélice de helicóptero e acaba morrendo

Em Paço do Lumiar, em um local conhecido como Flamboyant, um funcionário de 23 anos acabou sendo atingido na cabeça mesmo após a aeronave pousar.


No início da noite desta quinta-feira (14), no município de Paço do Lumiar, um homem de 23 anos morreu após ser atingido na cabeça pelas hélices de um helicóptero de prefixo PTX-CN, quando a aeronave fazia os procedimentos de pouso, em um local chamado Flamboyant, utilizado para serviços de pouso e decolagens de aeronaves.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que o homem trabalhava no setor de manutenção das aeronaves e acabou sendo atingido, mesmo com o helicóptero já finalizando o pouso. Ele estaria ainda de boné, o que teria dificultado a visualização das hélices e levando o jovem à óbito.

Ainda segundo informações da SSP, a aeronave prestou serviços de táxi aéreo e foi periciada pelo Grupo Tático Aéreo, GTA. A SSP informou também que um inquérito será aberto pela Polícia Civil e Aeronáutica para apurar o caso.

Envolvidos no assassinato de Décio Sá passam mal e são atendidos por médicos

 (HONÓRIO MOREIRA/OIMP/D.A PRESS)
Dois dos suspeitos de envolvimento na morte do jornalista Décio Sá passaram mal e tiveram que ser atendidos com urgência em unidades de saúde da capital.

De acordo com informações o capitão da Polícia Militar Fábio Saraiva e o empresário Raimundo Sales Júnior, o Júnior Bolinha, teria sentido problemas de hipertensão.

O primeiro, o PM, teria tido uma crise de pressão alta no dia da apresentação dos envolvidos e foi encaminhado para a UPA do Vinhais, na tarde de quarta-feira (13).

Já Júnior Bolinha alegou uma crise de hipertensão na unidade prisional que está detido. Ele começou a passar mal após tomar um suco que teria sido servido junto com a refeição.

Segundo informações ele não comia nada desde o dia que foi preso.

Uma ambulância da SAMU foi chamada com urgência para realizar o atendimento a Júnior Bolinha. Para que ele fosse retirado da carceragem e atendido pelos socorristas, vários policiais da Superitendencia Estadual de Investigações Criminais (Seic) foram acionados.

Homem é preso por fumar dentro do banheiro de avião

A Polícia Federal prendeu em flagrante na noite de terça-feira (12), em Natal, no Rio Grande do Norte, um homem acusado de fumar escondido dentro de um dos banheiros de uma aeronave da TAM e provocar tumulto durante um voo entre Rio de Janeiro e Belém, na segunda-feira.
O homem, um empresário natalense, do ramo de alimentos, de 37 anos, residente no Distrito Federal, foi preso no Aeroporto Internacional Augusto Severo, em Parnamirim, na região metropolitana de Natal, na noite da terça-feira. Os agentes da polícia foram avisados pela companhia aérea que um dos passageiros havia desrespeitado as normas de segurança e a proibição de não fumar, o que gerou bate-boca e um princípio de tumulto com outros viajantes, indignados com a atitude do homem.

Acusado de matar ex-esposa é condenado a 14 anos de prisão em Mirador

A juíza Carolina de Sousa Castro, titular da comarca de Mirador, presidiu nesta quarta-feira, 13, uma sessão do Tribunal do Júri. O julgamento, inclusive, inaugurou o salão do júri do novo fórum. No banco dos réus, Ademir Alves da Silva, ele era acusado de matar a ex-esposa, Naísa Gomes da Silva. Ademir foi condenado a 14 anos de reclusão, pena a ser cumprida inicialmente em regime fechado, na Penitenciária de Pedrinhas, em São Luis.

Fórum de Mirador realizou júri
De acordo com o processo, Ademir teria assassinado Naisa quando ela retornava para casa, após deixar uma neta no Jardim de Infância. O crime ocorreu no município de Mirador. Além da juíza, atuaram no julgamento o promotor Juarez Medeiros Filho e o defensor nomeado, advogado Marcos Fábio Moreira dos Reis.

Novo Fórum

O novo fórum da Comarca foi inaugurado no dia 13 de dezembro de 2011, contando com um amplo Salão do Júri com capacidade para cerca de 100 pessoas, além disso, a obra, recém-inaugurada, possui estrutura para o funcionamento de duas varas, embora até o presente momento a Comarca seja de Vara Única, contando com mobília e equipamentos novos.

A magistrada ressalta a importância da nova obra do Poder Judiciário na cidade para uma melhor e mais eficiente prestação jurisdicional à população miradorense.

“Com a mudança para as novas instalações do Fórum, a capacidade de desempenho das atividades do juiz e dos servidores aumenta, uma vez que dispomos de um local de trabalho planejado e estruturado para o funcionamento das atividades judicantes, além de oferecermos condições melhores para as partes e advogados”, finalizou Carolina Castro.

Tribunal de Justiça recebe denúncia contra o prefeito de Viana

A 2ª Câmara Criminal recebeu denúncia do Ministério Público para instauração de ação penal contra o prefeito do município de Viana, Rivalmar Luís Gonçalves Moraes, supostamente por não ter encaminhado à Câmara Municipal, dentro do prazo, cópia integral das prestações de contas referentes aos exercícios financeiros de 2005 a 2007, ao contrário do que teria declarado nas mensagens apresentadas ao Tribunal de Contas do Estado (TCE/MA).
Raimundo Nonato (relator) votou pelo recebimento da denúncia contra o prefeito Rivalmar Luís Gonçalves Moraes
Os desembargadores Raimundo Nonato de Souza (relator) e José Luiz Almeida, em sessão nesta quinta-feira (14), votaram pelo recebimento, contra o voto do desembargador Bernardo Rodrigues, pela rejeição da denúncia.
O prefeito do município de Buritirana, José William de Almeida, também responderá a ação penal. O Ministério Público apresentou denúncia contra o prefeito, por ter verificado que relatórios do TCE não aprovaram as contas da gestão do município referentes ao exercício financeiro de 2006, ante a suposta existência de várias irregularidades na documentação, incluindo ausência de procedimentos licitatórios e de justificativas para dispensa de licitação.
A denúncia relatada pelo desembargador José Luís Almeida foi recebida por unanimidade.
Absolvição – Na mesma sessão, o atual prefeito do município de São Domingos do Azeitão, Sebastião Fernandes Barros, e o ex-prefeito José Cardoso da Silva foram absolvidos da acusação de descumprimento de ordem judicial, em ação penal de autoria do Ministério Público estadual (MPE). A decisão unânime foi da 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), em sessão nesta quinta-feira (14).
O Ministério Público acusava o atual e o ex-gestor de terem descumprido acordo para realização de concurso público, para preenchimento de vagas e cargos existentes no município, além da retirada de todos os contratados irregulares.
O desembargador Bernardo Rodrigues (relator) considerou que o acordo foi cumprido com a realização de dois concursos públicos, embora fora dos prazos. Observou que o município apresentou justificativas para a demora, dentre elas o recesso da Câmara Municipal em 2008, e da retirada de todos os contratados em situação irregular.
Os desembargadores José Luiz Almeida (revisor) e Raimundo Nonato de Souza acompanharam o voto do relator, contra o parecer da Procuradoria Geral de Justiça, que pedia a condenação dos acusados.
O relator entendeu não ter sido verificada conduta dos réus no sentido de se recusarem a cumprir o acordo judicial. Disse que, para se caracterizar o delito, seria necessária a demonstração de dolo: vontade deliberada de descumprir a lei ou a ordem judicial. Quando inexistente o dolo na conduta do agente – completou – implica improcedência do pedido de condenação.

Polícia Civil prende foragido da Justiça do Distrito Federal

Um trabalho de investigação realizado pela Coordenação de Homicídios do Distrito Federal, em conjunto com a Delegacia Geral de Polícia Civil do Maranhão e o 10º Distrito Policial do Bairro do Bom Jesus, em São Luís, culminou, na manhã desta quinta feira (14), na localização e captura do técnico em Eletrônica, José Augusto Souza Pinheiro, 39 anos.
Ele é natural do município de Viana e atualmente reside na Rua Nossa Senhora da Guia, nº 43, Bairro do Coroadinho, em São Luís.
Foto: Mauro Wagner
José Augusto Souza Pinheiro, acusado de homicídio, é preso em São Luís
“Augusto” como é conhecido, foi capturado em decorrência de um homicídio, ocorrido em 2007, na cidade de Itapoã, região administrativa do Distrito Federal.
Segundo a Polícia, a motivação do crime teria sido provocada por uma briga de bar onde o acusado teria desferido uma facada no abdômen da vítima identificada como Luís Carlos.
Conforme explicou a delegada Suzana Depennaforte da Coordenação de Crimes de Homicídio do Distrito Federal, nas primeiras investigações obtidas pela Polícia local, seria de que José Augusto teria uma rixa com a vítima, e na ocasião ele aproveitou a oportunidade para consumar o crime.
“Havíamos levantado várias provas no sentido de desarticular o crime e prender o envolvido. Com base em informações obtemos êxito na captura do indiciado, sendo que foi extremamente importante o apoio e dedicação dos policiais civis do Maranhão”, frisou a delegada.
De acordo com levantamentos da Polícia, as provas e os indícios do crime, apontaram a autoria como sendo de José Augusto.
Com base no inquérito da Polícia, o juiz Domingos Sávio Reis de Araújo, do Tribunal de Justiça do Distrito Federal, expediu um mandado de prisão preventiva em desfavor de José Augusto, pelo referido crime de homicídio ocorrido em 2007.
O homicida foi apresentado na sede da Secretaria de Segurança Publica nas dependências da Delegacia Geral da Polícia Civil em São Luís. Depois da apresentação, o indiciado foi recambiado para a cidade de Itapoã no Distrito Federal, onde cumprirá a pena pelo crime de homicídio.

Coronel Franklin fala sobre participação de policial no caso Décio

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Franklin Pacheco, falou sobre a participação do policial militar Fábio Aurélio Saraiva Silva, que era subcomandante do Batalhão de Choque da Polícia Militar de São Luís e que, segundo a polícia, teria emprestado a arma que matou o jornalista Décio Sá. Fábio está preso no Comando Geral da Polícia Militar, no bairro do Calhau, em São Luís.
Foto: Divulgação
Capitão Fábio Saraiva é suspeito de fornecer arma para execução de Décio
Em entrevista na manhã desta quinta-feira (14), o coronel confirmou que o policial está preso no Comando Geral da Polícia Militar. "Ele está preso no Comando geral, em uma cela especial porque a Lei determina, com vigilância na porta", afirmou.
Sobre o envolvimento do policial com a quadrilha que mandou matar o jornalista Décio Sá, o coronel Franklin Pacheco falou que o policial nega participação no assassinato. "Ele nega participação no assassinato, mas não nega amizade com o Júnior Bolinha, desde a infância eles seriam amigos, por isso o grande número de ligações para o Bolinha, ele diz. Ele não falou a respeito do Jonathan e do nosso conhecimento é apenas isso", finalizou o coronel.

Agiotas têm proteção política, diz Aluísio

O secretário de Segurança Pública do Maranhão, Aluísio Mendes deu outros detalhes da Operação "Detonando", que culminou na prisão de sete envolvidos na morte do jornalista Décio Sá. Em entrevista ao Bom Dia Mirante desta quinta-feira (14), Aluísio afirmou que a quadrilha envolvida no assassinato agia há muito tempo, e não descartou que a quadrilha tivesse proteção política.
"Desde que assumimos essa investigação nós nos respaldamos na legalidade. Não podemos fazer nenhum tipo de colocação nesse sentido sem ter provas concretas de qualquer tipo de participação desse núcleo da quadrilha. É claro que uma quadrilha dessa não atua de maneira impune, durante tanto tempo, sem uma proteção maior, mas tudo isso está sendo investigado", afirmou.
Foto: Reprodução
Aluísio Mendes, secretário de Segurança Pública do Maranhão
A quadrilha que planejou e executou a morte do jornalista Décio Sá também é responsável por outros assassinatos. Aluísio Mendes explicou como serão as ações da equipe de investigação após a elucidação do caso Décio.
"A partir desse caso, foi decoberto que essa quadrilha tinha outras ações e que se sentia protegida de alguma forma. Agora, temos a responsabilidade de desvendar o restante desse crime. Nosso foco inicial era a investigação do homicídio do jornalista Décio Sá, e no andamento das investigações essa comissão de delegados se deparou com uma grande sorte de crimes de todas as naturezas. Ficou muito claro que a quadrilha tinha uma proteção para cometer esses crimes sem serem penalizados, e agora essa comissão vai se debruçar sobre essa investigação", esclareceu o secretário.
Aluísio Mendes agradeceu a participação da Polícia Federal, do Ministério Público, do Judiciário e do Disque-Denúncia na elucidação do crime. "Diversas instituições ajudaram a elucidar o crime. Agradeço publicamente à Polícia Federal, na perícia técnica, e ao Ministério Público e Judiciário que foram fundamentais. A compreensão do Judiciário da importância dessa investigação e essa parceria forma fundamentais na elucidação em tempo muito rápido. O Disque-Denúncia foi muito importante, essa é, sem dúvida nenhuma, uma ferramenta importantíssima. Nós devemos estimular a população a usar essa ferramenta", disse.
Sobre o assassinato de Valdênio da Silva, que supostamente teria ajudado na fuga do assassino de Décio Sá, o secretário afirmou que a morte pode ter sido uma ação de queima de arquivo feita pelos integrantes da quadrilha. " Ele era parte dessa quadrilha, era muito violento, tinha um histórico de crimes comprovados. Não conseguimos provas concretas da participação dele no assassinato de Décio Sá, mas ele era integrante da quadrilha. A soltura foi uma estratégia nossa, mas ele não aceitou a proteção policial porque a proteção iria acabar com a atividade criminosa dele. Essa morte precipitou a deflagração da nossa operação. Antecipamos a operação após essa ação violenta que pode ter sido praticada pela quadrilha no sentido de queima de arquivo", afirmou.
Sobre quanto teria sido pago para executar o jornalista Décio Sá, Aluísio esclareceu que o executor não recebeu toda a quantia prometida pelos mandantes. "O crime custou 100 mil reais. Desse valor, foram efetivamente pagos 20 mil, o restante não foi pago. Havia uma outra lista de pessoas para serem executadas. O Bolinha não repassou o dinheiro e seria morto pelo Jonathan", finalizou.

Deferido no TRE pedido de envio de tropa federal a São Mateus durante as Eleições

Se autorizado pelo Tribunal Superior Eleitoral, a cidade de São Mateus (84ª Zona Eleitoral) contará com força federal para que seja garantida a segurança e a ordem das Eleições 2012, onde aconteceram fatos violentos em 2008. Tal pedido, feito pelo juiz Marco Aurélio Barreto Marques (titular da Comarca) foi deferido por maioria dos membros em sessão administrativa do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão realizada na última terça-feira, 12 de junho.
Foto: De Jesus
Prédios públicos foram destruídos nas eleições de 2008, em São Mateus
“O Regional julga primeiramente a necessidade ou não de força federal nos municípios de sua jurisdição. Deferido o pedido, cabe então encaminhá-lo ao TSE para autorização, já que os custos do envio de força federal são bastantes elevados e há resolução que regulamenta esta questão”, explicou a presidente do TRE-MA, desembargadora Anildes Cruz.
Marco Aurélio justificou que a necessidade do envio se dá porque “nas últimas eleições houve depredação do prédio onde funcionava a Prefeitura, além de incêndio criminoso da Câmara de Vereadores, bem como tentativa de invasão do Fórum”.
Em seu voto, o relator do processo, juiz José Jorge Figueiredo dos Anjos, seguiu a manifestação do Ministério Público pelo deferimento, destacando: “Esta Corte Eleitoral não vai admitir que tais abusos voltem a se repetir. Todo um trabalho de planejamento e inteligência está sendo elaborado com bastante antecedência, de forma a garantir que as próximas eleições municipais sejam lembradas, não pelos fatos gravíssimos do passado, mas como as mais tranquilas e seguras já realizadas neste estado”.
Resolução - De acordo com a Resolução n.º 21.843/2004 (que dispõe sobre o procedimento para a requisição de Força Federal, previsto no art. 23, inciso XIV, do Código Eleitoral), o TSE requisitará força federal necessária ao cumprimento da lei ou das decisões da Justiça Eleitoral, visando garantir o livre exercício do voto, a normalidade da votação e da apuração dos resultados, após os TREs encaminharem a relação das localidades onde se faz necessária a presença de força federal.

Confira como foi a prisão de Fábio Aurélio, o Bochecha

A prisão do integrante da quadrilha foi realizada na Chácara Brasil, no bairro do Turu, em São Luís.

Civil entra na casa de Fábio Aurélio do Lago e Silva, de 32 anos, o Bochecha, que estava envolvido no assassinato do jornalista e blogueiro Décio Sá. A prisão foi realizada na Chácara Brasil, no bairro do Turu.

Ops! Este vídeo não está mais disponível.Desculpe-nos

Morros, Maioba e Nina Rodrigues animam a primeira noite na Vila Junina

SÃO LUÍS - Começa nesta, sexta-feira (15), o Arraial da Vila Junina, no São Luís Shopping. Entre as atrações, estão brincadeiras que valorizam os sotaques de orquestra, da baixada e de matraca, além de cantores, grupos de dança portuguesa, bandas e quadrilhas organizadas em vários pontos da cidade.
Folias Juninas começam animando a noite. Em seguida, o tambor de crioula Unidos de Santa Fé, antecedendo ao show da banda Gargamel. A partir das 22h, começarão, a passar pelo palco, os grupos de bumba-bois. Quem irá abrir o desfile de ritmos será o boi do sotaque de orquestra da cidade de Nina Rodrigues. Depois, será a vez do sotaque da baixada do Boi da Floresta de Apolônio. Para fechar a primeira noite, entrarão no palco os Bois da Maioba (sotaque matraca) e de Morros (sotaque orquestra).
Veja, abaixo, a programação completa do arraial
Sexta-feira- 15/6
19h - Folias Juninas
20h - Tambor de Crioula Unidos de Santa Fé
21h - Show de Mano Borges
22h - Boi de Nina Rodrigues
23h - Boi da Floresta de Apolônio
0h - Boi da Maioba
1h - Boi de Morros
Sábado - 16/6
19h - Tambor de Crioula Arte Nossa
20h - Coco Branco
21h - Boi da Lua
22h - Show de Gargamel
23h - Cacuriá de D. Teté
0h - Boi Barrica
1h - Boi de Maracanã
Domingo - 17/6
19h - Barriquinha
20h - Cacuriá da Vila Goreth
21h - Boi de Cofo
22h - Show de Gerude
23h - Boi de Axixá
0h - Boi Oriente
Segunda-feira - 18/6
19h-Cacuriá Libertos da Noite
20h - Dança do Boiadeiro da Cidade Operária
21h - Boi Encanto do São Cristóvão
22h - Show de Ronald Pinheiro
23h - Dança Indígena Cararás de Monção
0h - Boi Mirantes da Ilha
Terça-feira - 19/6
19h - Dança Portuguesa Realeza de Portugal
20h - Boi Barbosa de Rosário
21h - Show de Gabriel Melônio
22h - Boi de São Simão
23h -Boi Pirilampo
0h - Boi União da Baixada
Quarta-feira - 20/6
19h - Grupo Piaçaba
20h - Show de Soraya Alhadef
21h - Boi Brilho da Ilha
22h - Boi Unidos Venceremos
23h - Boi de Pindaré
0h - Boi Humberto de Campos
Quinta-feira - 21/6
19h - Cacuriá Letrado
20h - Tambor de Crioula Catarina Mina
21h - Boi Novilho Branco
22h - Show de João Marcus
23h - Boi de Axixá
0h - Boi de Nina Rodrigues
1h - Boi de Ribamar
Sexta-feira - 22/6
19h - Boi de Mirinzal
20h - Dança Portuguesa Império de Lisboa
21h - Show Bumbauê
22h - Cacuriá de D. Teté
23h - Boi de Morros
0h - Boi da Maioba
0h - Boi de Rosário
Sábado - 23/6
19h - Boi da Juventude de Miranda do Norte
20h - Dança Sertaneja Estrela de Prata
21h - Cacuriá do Jhon
22h - Show de Papete
23h - Boi Barrica
0h - Boi Brilho da Ilha
1h - Boi Unidos de Santa Fé
Domingo - 24/6
19h - Quadrilha Nova Esperança
20h - Barriquinha
21h - Boi da Rama Santa
22h - Show de Rosa Reis
23h - Boi da Lua
0h - Boi Pirilampo
Segunda-feira - 25/6
19h - Cacuriá Estrela do São Francisco
20h - Quadrilha Flor do Sertão do Monte Castelo
21h - Baile de Caixa
22h - Boi Novilho Branco
23h - Boi Brilho da Terra
0h - Boi de Ribamar
Terça-feira - 26/6
19h - Quadrilha Flor do Amor
20h - Cacuriá Assa Cana
21h - Boi Brilho de Areia Branca
22h - Show de Zé Lopes
23h - Boi da Floresta de Apolônio
0h - Boi de Presidente Juscelino
Quarta-feira - 27/6
19h - Quadrilha Asa Branca
20h - Coco Pirinã
21h - Boi Mimoso de São Bento
22h - Boi de Pindaré
23h - Boi Brilho da Ilha
0h - Boi da Pindoba
Quinta-feira - 28/6
19h - Dança Portuguesa Arte e Beleza de Portugal
20h - Barriquinha
21h - Show de Betto Pereira
22h - Boi de Leonardo
23h - Boi de Axixá
0h - Boi de Nina Rodrigues
1h - Boi da Maioba
Sexta-feira - 29/6
19h - Baião de Seis (Grupo Gamar)
20h - Quadrilha Formosinha do Sertão
21h - Cacuriá de D. Teté
22h - Boi Proteção de São João
23h - Boi de Morros
0h - Boi Unidos de Santa Fé
1h - Boi Barrica

Moto que transportou assassino de Décio Sá está na Seic

Moto que transportou assassino de Décio foi apreendida pela polícia e levada à Seic; condutor continua foragido
A motocicleta que transportou o pistoleiro Jhonatan de Sousa Silva ao bar da Avenida Litorânea onde o mesmo assassinou o jornalista Décio Sá, em 23 de abril, foi apreendida pela polícia e encontra-se estacionada no pátio da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), no Bairro de Fátima. A moto, uma Honda Fan 150, de cor vermelha, de placa NNH-7680, é uma das peças mais valiosas do inquérito que será remetido à Justiça, com detalhes da trama que resultou na morte do profissional de imprensa.
Em levantamento feito no site do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), o blog constatou que o veículo possui três multas, que totalizam R$ 510,75.
Das oito pessoas que tiveram a prisão decretada por envolvimento no assassinato de Décio Sá, o único que permanece foragido é justamente o condutor da moto, que, segundo informações, mantinha longa parceria com Jhonatan em crimes de pistolagem. Sua captura com certeza dará ainda mais clareza à investigação da execução covarde de Décio Sá.
Motocicleta tem três multas, que somam R$ 510,75, como atesta o site do Detran.

Jonathan será transferido para penitenciária Rio Grande do Norte

O suspeito será transferido para a Penitenciária Federal de Mossoró.
SÃO LUÍS - Jonathan Sousa Silva, de 24 anos, o suspeito de ter assassinado o jornalista de O Estado do Maranhão e blogueiro Décio Sá, será transferido para a Penitenciária Federal de Mossoró, no Estado do Rio Grande do Norte, segundo informações da rádio Mirante AM.
Jhonatan não foi levado para Penitenciária de Pedrinhas para que não fosse assassinado dentro da cadeia. “Para evitar proximidades com outros presos, preferimos manter ele em uma cela isolada. Temíamos que ele pudesse ser assassinado tendo em vista que essa quadrilha é muito perigosa”, explicou o delegado Marcos Afonso Júnior, em entrevista à rádio Mirante AM.
Segundo a polícia, Jhonatan Sousa Silva cobrou R$ 100 mil para matar o jornalista, mas desse valor só teria recebido R$ 20 mil, motivo pelo qual o executor teria voltado a São Luís para tentar receber o restante do dinheiro. A motivação do crime teria sido uma postagem no blog do jornalista sobre o assassinato do empresário Fábio Brasil, ocorrida em Teresina, no Piauí.