terça-feira, 22 de maio de 2012

Agente da Polícia Federal é preso sob acusação de sequestro de menor de idade

O policial Erison Luis Fiorin foi detido em flagrante ao tentar colocar uma adolescente de 15 anos à força em um táxi
Em uma ação conjunta das Polícias Civil e Militar da cidade de Carolina, a 220 km de Imperatriz, foi preso neste domingo (20) o agente da Polícia Federal Erison Luis Fiorin, 34 anos, acusado de sequestro de uma adolescente de 15 anos.

O homem foi preso em flagrante quando tentava colocar à força em um táxi a jovem,que estava com as mãos e os pés amarrados.

Em depoimento prestado ao delegado Sidney de Oliveira, Erison Luis Fiorin, que é lotado na Delegacia de Polícia Federal (DPF) em Imperatriz, informou que tinha conhecido a jovem no mês de março, com quem teria iniciado um romance.

Segundo ele, os dois jamais mantiveram relações sexuais. O policial disse ainda que a adolescente era usuária de droga e que ele estava levando-a para uma clínica de recuperação em Açailândia.

Em seu depoimento, a garota afirmou que há cerca de 70 dias tinha conhecido Erison e que tinha com ele um relacionamento de apenas amizade. Sempre o acompanhava em festas e jantares na cidade de Carolina e até já tinha viajado com ele para Imperatriz.

No último domingo, conta a jovem, ela foi até a casa de Erison para buscar peças de roupas que tinha deixado lá, pois viajaria nessa segunda-feira com a mãe para Imperatriz.

Ao chegar na residência do policial, este teria passado a hostilizá-la, jogando suas roupas ao chão e agredindo-a com socos nas costas e tapas no rosto. Em seguida, amarrou-a nas mãos e pés, pegou-a no colo e colocou-a em um táxi.

O taxista, identificado por Benevaldo da Silva Barbosa e conhecido por “Brigadeiro”, em vez de seguir com a jovem para Açailândia, levou-a para o Quartel da Polícia Militar, onde contou o que havia ocorrido.

Os policiais militares foram até a casa do agente da PF, onde deram-lhe voz de prisão e o levaram para a Delegacia de Polícia. Ele, então, foi autuado por crime de sequestro pelo delegado Sidney Oliveira.

Empresário acusado de cometer cerca de cinco homicídios no MA é preso no Pará

Investigadores da Delegacia Geral, da Polícia Civil do Maranhão, com apoio de policiais da cidade de Pacajá, no Pará, prenderam o empresário Edilson Alves Rocha, de 48 anos, natural da cidade de Nova Venécia, no Espírito Santo. Ele foi apresentado na tarde de ontem (21), na Superintendência de Polícia Civil do Interior, por ser acusado de, pelo menos, cinco assassinatos.
Segundo a delegada do Departamento de Missões Especiais, da Delegacia Geral, Nilmar da Gama Rocha, o caso está sendo investigado desde janeiro de 2010, quando uma caminhonete Blazer, pertencente a três caminhoneiros encontrados mortos em São Raimundo das Mangabeiras, foi achada na empresa Alto Maq, de propriedade de Edilson Rocha, localizada em Açailândia.
Foto: Alessandro Silva
Edilson teria cometido homicídios para ficar com veículos das vítimas
De acordo com a polícia, Edilson foi preso no último sábado (19), em uma área de difícil aceso, em Pacajá, onde montou uma madeireira, após sair do Maranhão às pressas, quando percebeu que estava sendo investigado. Ele foi trazido para a capital maranhense em um helicóptero do Grupo Tático Aéreo (GTA). “Quando estávamos viajando para São Luís, ele chegou a dizer que ficaria feliz se o helicóptero caísse naquele momento para que nós dois fôssemos para o inferno”, revelou a delegada que comandou a operação.
Acusações – De acordo com a delegada Nilmar da Gama, no dia 17 de setembro de 2006, o corpo dos caminhoneiros Carlos Wilson da Silva, natural de Campina Verde (MG); José Caudy Gomes da Rocha, natural de Taguarana (AL); e Adão Pedro Soares da Rocha, de Coração de Jesus (MG), foram encontrados na cidade de São Raimundo das Mangabeiras. Eles estavam morando no estado de Goiás, foram mortos e tiveram roubados uma Blazer, um trator e um caminhão, que estavam em poder do empresário.
Em janeiro de 2010, a Blazer, que havia sido roubada dos caminhoneiros, foi encontrada no pátio da empresa de propriedade de Edilson, em Açailândia, quando tiveram início as investigações. Logo depois, segundo informou a polícia, ele foi flagrado com um caminhão que teria sido roubado e foi rastreado até o seu estabelecimento comercial.
Na ocasião, percebendo que o cerco estava se fechando, ele resolveu se apresentar na delegacia e informou que havia comprado o veículo de José Martins Lima, o “Zequinha Alejado”, muito conhecido na região Tocantina pela compra e venda de veículos suspeitos. Na época, Edilson teria conseguido convencer o delegado de que era vítima e que ajudaria na prisão de Zequinha.
Entretanto, segundo informou a delegada Nilmar, nesse mesmo dia o acusado teria entrado em contato com Zequinha e combinado com ele um encontro para efetuar o restante do pagamento do caminhão. No dia seguinte “Zequinha Alejado” e o motorista dele Claudisley Pires Cavalcante, foram encontrados mortos. “Eles foram torturados e, depois de executados, enterrados acorrentados”, revelou à delegada.
Edilson teria confirmado à polícia que, de fato, ligou para Zequinha, no entanto para atraí-lo até sua residência, conforme combinado com o delegado. Em depoimento, a mulher da vítima afirmou à polícia que o marido havia saído de casa, em Imperatriz, para se encontrar com Edilson. Um cheque do vereador de Açailândia Sininger Oliveira Júnior foi entregue à polícia pela mulher Zequinha, que afirmou que o cheque foi usado como parte do pagamento de Edilson para seu marido.
Em outubro do ano passado, a polícia conseguiu obter da Justiça um mandado de prisão temporária contra Edilson, que sumiu de Açailândia, voltando para o Pará. Lá, segundo a polícia, ele também teria sido preso depois de ser encontrado com um caminhão roubado, placas e documentos de vários veículos de procedência duvidosa.
Na tarde de ontem, ao ser apresentado na SPCI, Edilson se declarou inocente, afirmando que estava sendo vítima de uma perseguição. “Acho que estou sendo perseguido. Tenho endereço fixo e não reagir à prisão. Não aguento mais trabalhar sob pressão. Gostaria que me deixassem em paz. Já fui embora do Maranhão porque não aguentava mais isso”, declarou o acusado.

IML registra seis homicídios no final de semana em SL

Durante o final de semana passado, entre a noite de sexta-feira e a de domingo (20), o Instituto Médico Legal (IML) registrou a ocorrência de seis homicídios na região metropolitana de São Luís. Todos os crimes foram cometidos com uso de arma de fogo, tendo uma das vítimas sido um idoso de 73 anos.
O primeiro corpo a ser levado para o IML foi o de Welder Filipe Xavier
Foto: G. Ferreira
Buiu foi uma das vítimas da violência no final de semana
Araújo, de 23 anos, morto na noite de sexta-feira (18), no Conjunto do São Raimundo. Na manhã de sábado (20), Fábio Henrique Silva Alves, o “Buiu”, de 32 anos, foi morto a tiros no interior da feira do Anjo da Guarda.
O corpo de Aldo Moreno Silva, de 20 anos, foi levado do Hospital Municipal Djalma Marques (Socorrão 1) para o IML, depois de não ter resistido a um tiro que atingiu o pescoço dele, no Bairro da Liberdade. Na madrugada de domingo (20), foi registrada a morte de Jean Jeferson Veras Portela, 45, vítima de arma de fogo, no Bairro do Barreto. Ele também foi levado para o Socorrão 1, mas não resistiu aos ferimentos.
Na tarde de domingo, o IML recebeu o corpo de Hilton Barbosa Silva, de 23 anos, morto na Rua 1, do Bairro da Cidade Olímpica. O último corpo a ser levado para o IML, por volta das 23h de domingo, foi o de José Deusdeth Pereira Santos, 73, vítima de arma de fogo, no Recanto Verde – área da Vila Itamar.

TRT declara ilegalidade da greve dos rodoviários

O MPT pediu que as empresas fossem autorizadas a contratar trabalhadores substitutos.

SÃO LUÍS - A presidente do Tribunal Regional do Trabalho do Maranhão (TRT-MA), desembargadora Ilka Esdra Silva Araújo, declarou, nesta segunda-feira (21), a ilegalidade e abusividade da greve dos trabalhadores do transporte rodoviário de São Luís, iniciada a zero hora desta segunda-feira (21), em razão de descumprimento da decisão de antecipação de tutela requerida pelo Ministério Público do Trabalho (MPT). Também determinou a aplicação de multa diária de R$ 40 mil contra o sindicato da categoria e autorizou os empresários a demitirem os grevistas por justa causa e contratarem outros trabalhadores para os postos de trabalho.
A desembargadora afirmou que a decisão visa garantir o interesse da sociedade maranhense, tendo em vista que o cidadão está sendo cerceado em seu direito constitucional de ir e vir. Ao manter a paralisação, os rodoviários extrapolaram o direito de greve que possuem.
Além da multa diária de R$ 40 mil, a presidente do TRT-MA aplicou multa de R$ 10 mil contra o Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário do Maranhão pela paralisação da última sexta-feira (18), ocorrida, segundo informações da Secretaria Municipal de Trânsito de Transportes (SMTT), das 9h às 12h. A desembargadora decidiu pela execução imediata dos valores, determinando que todas as empresas de transporte urbano da capital façam a retenção de quaisquer valores a serem repassados ao sindicato dos trabalhadores, bem como o bloqueio de recursos por meio de instrumentos coercitivos disponíveis como Bacen-Jud, Renajud e outros permitidos em lei.
Na mesma decisão, a desembargadora Ilka Esdra Silva Araújo mandou expedir ofício à Superintendência da Polícia Federal requisitando a instauração de inquérito para apuração do crime de desobediência à ordem judicial e perturbação da ordem pública em face de todos os membros da Diretoria do Sindicato dos Trabalhadores. Também encaminhou ofício ao Ministério Público Federal (MPF) para conhecimento e providências que entender necessárias e à Polícia Militar, solicitando a disponibilização de efetivo em todas as garagens para garantir o direito dos trabalhadores que desejem exercer suas atividades durante a paralisação.
Nesta segunda-feira (21), a SMTT, o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de São Luís (SET) e o MPT comunicaram ao TRT-MA a completa paralisação do sistema de transporte de São Luís, por conta da greve dos trabalhadores. O MPT pediu a declaração de abusividade da greve, a aplicação imediata da multa por descumprimento da decisão judicial, que as empresas fossem autorizadas a contratar trabalhadores substitutos, além de medidas necessárias à apuração da configuração de crime de desobediência à ordem judicial.
Na última quinta-feira (17), a presidente do TRT-MA concedeu, em sede de antecipação de tutela, reajuste salarial linear de 7% aos rodoviários e determinou a suspensão imediata da greve que havia sido iniciada pela categoria na terça-feira (15). Também determinou aplicação de multa em caso de descumprimento da decisão judicial por parte do Sindicato dos Trabalhadores, a configuração do crime de desobediência à ordem judicial, conforme previsto no artigo 330 do Código Penal e perturbação da ordem pública. O descumprimento da decisão por parte SET acarretaria aplicação de multa diária de R$ 50 mil e as mesmas medidas aplicadas ao sindicato dos trabalhadores. Até o momento não há informação de descumprimento da decisão por parte do Sindicato das Empresas.
Conforme a presidente, embora o percentual deferido não seja o pretendido pelos rodoviários (que pleiteava 16% de reajuste), corresponde racionalmente ao resultado da análise dos documentos juntados e argumentos suscitados pelas partes

Governadora leva obras e serviços a municípios do Sul do Maranhão

SÃO LUÍS - A governadora Roseana Sarney inicia, nesta terça-feira (22), mais uma viagem à Região Sul do Maranhão, onde visita oito municípios. A agenda, que prossegue até a quinta-feira (24), começa em Carolina e inclui São Félix de Balsas, Balsas, Loreto, São Raimundo das Mangabeiras, Fortaleza dos Nogueiras, Nova Colinas e Riachão. Entre os compromissos, ela entrega obras, vistoria ações e a assina convênios.
“Estamos levando um pacote de obras e serviços nas áreas de saúde, infraestrutura, educação, abastecimento de água, ensino profissionalizante e cidadania, para que os maranhenses de todas as regiões tenham acesso às ações do governo”, declarou. Roseana Sarney, também, destacou a relevância da região para o desenvolvimento do estado. “O sul do Maranhão tem um grande potencial e sempre se destacou pelo trabalho de sua gente, por isso o governo sempre trabalhou para valorizar esse esforço com ações em áreas prioritárias”, ressaltou Roseana Sarney, que viajará acompanhada de comitiva de secretários de Estado.
A primeira cidade a ser visitada, nesta terça-feira (22), será Carolina, onde a governadora faz a entrega oficial do Centro de Capacitação Tecnológica do Maranhão (Cetecma). No local, dois cursos de qualificação profissional já estão sendo oferecidos dentro do Programa Maranhão Profissional: um de Informática (para 480 alunos, com aulas de segunda a sexta-feira, nos três turnos) e o outro de Auxiliar Administrativo (para 300 alunos, às terças e quintas-feiras, nos três turnos).
Em seguida, a comitiva vai a São Félix de Balsas, na área da Chapada das Mangabeiras. Na cidade, a governadora inaugura hospital de 20 leitos. Será a 19ª unidade entregue dentro do Programa Saúde é Vida, desenvolvido pela Secretaria de Estado de Saúde (SES).
Com área construída de 1.342 m2, o hospital funcionará com Serviço de Pronto Atendimento (SPA) 24 horas, internações clínica, médica e pediátrica, atendimento básico e serviços de apoio e diagnóstico (laboratório e Raio-X). Vai oferecer também exames, tratamentos de doenças sexualmente transmissíveis (DST), preventivo de câncer, entre outros serviços ambulatoriais. Na cidade, a governadora também visita as obras do sistema de abastecimento de água. Em fase de execução, o serviço está orçado em R$ 1,8 milhão.
No município de Balsas, Roseana Sarney participa da abertura da Feira Agroindústria de Balsas (Agrobalsas), a maior feira do agronegócio da região. Este ano, a previsão dos organizadores é que o volume de negócios durante a feira deverá superar R$ 100 milhões. Com o tema "Agricultura Inteligente”, a feira se estende até domingo (27), no campo experimental da Fazenda Sol Nascente, zona rural do município.
Quarta
Na manhã da quarta-feira (23), a agenda da governadora Roseana continua no município de Balsas. Ela vai vistoriar obra do Hospital Geral de Balsas, que está sendo construído pelo governo do Estado, dentro do Programa Saúde é Vida. A unidade terá 50 leitos e oferecerá atendimento especializado aos balsenses. Depois, ela faz a entrega do Viva Cidadão, que iniciará funcionamento efetivo na cidade, após período experimental.
Ainda na manhã de quarta (23), Roseana Sarney seguirá para Loreto, onde inaugura a pavimentação de ruas e avenidas, serviço executado em parceria pelo Governo do Estado (90% dos recursos) e Prefeitura Municipal (10%). Na cidade, a governadora também assina convênio para serviços de asfaltamento de outras vias.
Em São Raimundo das Mangabeiras, Roseana Sarney vai vistoriar os serviços de construção de uma praça e as obras do hospital que está sendo edificado pelo governo federal e será todo equipado pelo governo estadual. Ela também vai visitar as instalações do Instituto Federal do Maranhão (Ifma).
À tarde, a governadora Roseana retorna a Balsas. Ela vai inspecionar serviços que estão sendo realizados na Ponte da Trizidela e na rodoviária do município, além de conferir pavimentação de ruas. Em seguida, ela assina o Termo de Cooperação para municipalização da gestão do ensino fundamental com os prefeitos das cidades que compõem as Regionais de Balsas e São João dos Patos, com quem também firma convênio para melhoria do transporte escolar.
Quinta
No último dia de visitas, na quinta-feira (23), a governadora Roseana inaugura a obra de pavimentação da MA-132, trecho de 19 km, que ligará os municípios de Fortaleza dos Nogueiras e Nova Colinas, com atos nas duas cidades. Na passagem pela primeira cidade, ela também assina ordem de serviço para início imediato dos serviços de construção do Farol da Educação.
O roteiro da viagem será fechado em Riachão, onde Roseana assina convênio para obras de infraestrutura e para a reforma da Escola Artur Lemos. A previsão é que a governadora Roseana retorne a São Luís no mesmo dia.

Mesmo sob multa de R$ 40 mil, rodoviários continuam em greve

SÃO LUÍS - Os motoristas e cobradores de ônibus de São Luís continuarão com os braços cruzados nesta terça-feira (22), mesmo depois da decisão do Tribunal Regional do Trabalho do Maranhão (TRT-MA), que julgou a greve ilegal e abusiva. O TRT, também, determinou a aplicação de multa diária de R$ 40 mil contra o sindicato da categoria e autorizou os empresários a demitirem os grevistas por justa causa e contratarem outros trabalhadores para os postos de trabalho.
Além da multa diária de R$ 40 mil, a presidente do TRT-MA aplicou multa de R$ 10 mil contra o Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário do Maranhão pela paralisação da última sexta-feira.
Segundo a presidente do Tribunal Regional do Trabalho do Maranhão (TRT), a desembargadora Ilka Esdra Silva Araújo, a decisão visa garantir o interesse da população da cidade e direito constitucional de ir e vir. “Ao manter a paralisação, os rodoviários extrapolaram o direito de greve que têm. A continuação da greve é uma forma de sociedade. Por isso o tribunal tomou esta decisão”, pontuou a presidente do TRT.
Os rodoviários reivindicam um reajuste salarial de 16%, tíquete-alimentação de R$ 450 e inclusão de mais um dependente nos planos de saúde e odontológico.
Inquérito e demissão
A presidente do TRT expediu um ofício para a Superintendência Regional da Polícia Federal (PF), requisitando a instauração de inquérito para apuração crime de desobediência à ordem judicial e perturbação da ordem pública, e outros ofícios ao Ministério Público Federal (MPF) e ao Comando Geral da Polícia Militar, solicitando reforço policial nas garagens de ônibus.
Ilka Araújo afirmou que os rodoviários que insistirem em manter a greve correm o risco de ser demitidos por justa causa. “A partir do momento que a greve foi considerada ilegal e abusiva, as empresas de transporte coletivo podem demitir por justa causa e contratar novos funcionários para garantir o direito da população de São Luís de ir e vir”, disse.
Ela não descartou a possibilidade de ser feita nova audiênciade conciliação entre patrões e empregados. “O TRT nunca fechou as portas para a conciliação. A qualquer tempo as partes poderão fazer uma composição e o Tribunal os receberá e designará a audiência com essa finalidade”, frisou.
De acordo com o presidente do STTREMA, Dorival Sousa, a aplicação das multas não enfraqueceráo movimento. “Toda a categoria está mobilizada e a aplicaçãodas multas não vai enfraquecer a greve”, disse Sousa.

Municípios decretam estado de emergência por causa da estiagem

Falta de chuva prejudica abastecimento d’água, turismo e a agricultura familiar.

 
SÃO LUÍS – Onze municípios maranhenses já decretaram estado de emergência por causa da estiagem, ou seja, pela falta de chuva: é o que alerta a Secretaria de Estado de Agricultura, Pe-cuária e Pesca (Sagrima) .São os municípios: Afonso Cunha, Amarante do Maranhão, Bacuri, Governador Archer, Guimarães, Humberto de Campos, Magalhães de Almeida, Mirinzal, Paraibano, Paulino Neves e Santa Helena. De acordo com a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil do Maranhão, outros dois municípios sofrem com a estiagem: Parnarama e Tuntum.
O baixo índice pluviométrico em regiões reflete no tempo seco. Nas últimas 24h, por exemplo, segundo observações do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), os menores índices de umidade relativa do ar foram registrados nos municípios de Zé Doca (38%), Caxias (67%) e São Luís (69%). Ambos os municípios registram umidade relativa do ar acima do aceitável. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), índices de umidade relativa do ar entre 20% e 30% caracterizam estado de atenção; quando a umidade está entre 12 e 20%, é considerado estado de alerta; e o estado de emergência é caracterizado por índices de umidade relativa do ar inferior aos 12%.
O secretário-executivo da Defesa Civil, coronel Carlos Robério dos Santos, esclarece que algumas medidas já foram tomadas pelo órgão. "Nós temos municípios em que 80% da lavoura foi perdida. Nós estamos com nossos técnicos na área, fazendo total levantamento e as informações estão sendo processadas. Alguns prefeitos já decretaram a situação de emergência para que as medidas emergenciais possam ser tomadas", afirmou em entrevista ao Imirante na manhã desta terça-feira.
"O prefeito determina que a coordenadoria municipal faça o levantamento, o estudo e faça um relatório. Esse relatório dá fundamentação para que o prefeito possa decretar a situação de emergência", explica.
Poucas chuvas
O chefe do Laboratório de Meteorologia (Labmet) da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), meteorologista Gunter de Azevedo Reschke explica que o baixo índice pluviométrico foi causado pelo posicionamento da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) – área de ventos convergentes nos hemisférios Norte e Sul, geralmente, localizada a 10 graus entre o norte e o sul da linha do Equador, que favorece a formação de chuvas na região centro-norte do Estado no primeiro semestre. Segundo o Labmet, de janeiro a maio, os índices de chuva nessa região ficaram, aproximadamente, 54% abaixo do que era esperado para o período.
"É um índice muito alto, uma deficiência muito significativa. Agora, tudo favorece a perda d’água, por meio da evaporação e transpiração (como é chamada a evaporação do corpo d’água nas plantas). Isso prejudica o turismo no Estado, como é o caso dos Lençóis Maranhenses. Outro fator é a questão dos focos de queimadas, que deverão se espalhar com maior facilidade. A Baixada Maranhense , também, será prejudicada, podendo haver perda de rebanhos, de búfalo e gado. E a própria capital, por causa do abastecimento d’água. Para a agricultura familiar, o momento está sendo péssimo", disse.
Aliado à estiagem, o período chuvoso, também, favorece, por enquanto, a formação de chuvas rápidas e de forte intensidade. "Nós ainda estamos no período chuvoso. Agora, vai haver maior influência de um sistema chamado ‘Ondas de Leste’, um distúrbio que vem desde a África, provocando perturbações atmosféricas e favorece a convecção e as chuvas de pancadas, típicas daqui, de formação rápida, descargas atmosféricas e chuvas fortes. O que contribui muito pouco", esclarece.
O posicionamento, segundo o meteorologista, pode ter contribuído para a cheia do Rio Negro, na região Amazônica, que alcançou, neste mês, o maior nível já registrado na história: 29,79 metros. Mais de 40 municípios do Estado do Amazonas estão em situação de emergência.
"Operação Carro Pipa"
Neste ano, 476 municípios do Nordeste receberam água de cerca de 2.600 caminhões-pipa por meio da "Operação Carro-Pipa", uma ação dos ministérios da Integração Nacional e da Defesa que conta com recursos de R$ 164 milhões para levar água para o semiárido da região.
Segundo o secretário-executivo da Defesa Civil, no Maranhão, a operação se restringe, ainda, à capital. Conforme as prefeituras solicitem, a operação pode ser estendida a outras regiões do Estado.
Orientações e cuidados necessários
Segundo o Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura (Cepagri), da Universidade de Campinas (Unicamp), no período de tempo seco, a população deve seguir as seguintes recomendações:
No estado de atenção – umidade relativa do ar entre 20% e 30%
– Evitar exercícios físicos ao ar livre entre 11h e 15h;
– Umidificar o ambiente através de vaporizadores, toalhas molhadas, recipientes com água, molhamento de jardins, etc.;
– Sempre que possível permanecer em locais protegidos do sol, em áreas vegetadas, etc.;
– Consumir água à vontade.
Estado de alerta – umidade relativa do ar entre 12% e 20%
– Observar as recomendações do estado de atenção;
– Suprimir exercícios físicos e trabalhos ao ar livre entre 10h e 16h;
– Evitar aglomerações em ambientes fechados;
– Usar soro fisiológico para olhos e narinas.
Estado de emergência – unidade relativa do ar abaixo de 12%
– Observar as recomendações para os estados de atenção e de alerta;
– Determinar a interrupção de qualquer atividade ao ar livre entre 10h e 16h, como aulas de educação física, coleta de lixo, entrega de correspondência, etc.;
– Determinar a suspensão de atividades que exijam aglomerações de pessoas em recintos fechados como aulas, cinemas, etc., entre 10h e 16h;
– Durante as tardes, manter com umidade os ambientes internos, principalmente quarto de crianças, hospitais, etc.

Homem por tentativa de homicídio em Araioses

oliciais militares prenderam Luis Carlos Araújo da Silva, de 36 anos, no domingo (20), no município de Araioses. Ele foi detido sob acusação de tentativa de homicídio contra a própria companheira, Raimunda Miranda do Nascimento, 45 anos.
A ação criminosa aconteceu na própria residência do casal, no povoado Lagoa das Cafuzas, município de Araioses. Luis Carlos usou um facão para golpear a companheira. A motivação do crime ainda é desconhecida. Vizinhos acionaram a polícia.
Quando os policiais chegaram ao local, Luis Carlos reagiu à prisão e acabou sendo baleado na perna. Ele foi levado ao hospital de Parnaíba e em seguida, conduzido à delegacia de Araioses.
Raimunda Miranda está hospitalizada em estado grave no Hospital Estadual Governador Dirceu Arcoverde, em Parnaíba (PI). A delegada titular de Araioses, Ironeide Elvira de Melo, realizou o flagrante na manhã desta segunda-feira (21). Luis Carlos permanece custodiado na delegacia do município.

Polícia identifica quatro invasores da delegacia de Boa Vista do Gurupi

Até o momento quatro pessoas que teriam participado da invasão à delegacia do município de Boa Vista do Gurupi no último sábado (19) já foram identificadas pela polícia e já estão presas.
(Foto: Reprodução)
Dos quatro, um é menor de idade. Os outros três foram autuados em flagrante por dano ao patrimônio público.
No último sábado, populares revoltados com a morte de uma detenta invadiram a delegacia e atearam fogo em tudo que estava no local, inclusive em quatro motocicletas que haviam sido apreendidos e veículos.
A detenta morta, tinha 18 anos e foi espancada pelas companheiras de cela às 11h de sábado por ter ido a uma festa na noite de sexta-feira, e ter deixado os dois filhos com avós e tios e portanto denunciada por abandono de incapaz.
De acordo com o delegado regional, Luis Cláudio, a detenta ainda chegou a ser socorrida , mas chegou sem vida ao hospital.
(Foto: Reprodução)
No momento da invasão, vinte presos que estavam na delegacia, sendo 14 homens e seis mulheres, conseguiram escapar e, até o momento, apenas oito foram recapturados. Os cinco homens e as três mulheres foram levados para o município de Maracaçumé, a 53 quilômetros de Boa Vista do Gurupi.

Traficante é preso em Bacabeira

A Polícia Civil de Bacabeira desarticulou, na manhã desta segunda-feira (21), mais um ponto de drogas, localizado na Rua Márcio Roberto, em Periz de Cima. Na ação a equipe de captura prendeu um dos maiores traficantes de Bacabeira, identificado como Mauro Roberto Mendes Caires, 35 anos, natural da cidade de Rosário.
Foram apreendidos com ele 343 papelotes de maconha pronta para a venda, um saco contendo mais 700 gramas de maconha, 37 papelotes de uma substância sólida amarelada, três facas, um celular e ainda uma certa quantidade de crack pronta para ser embalada.
O acusado foi autuado em flagrante por tráfico de entorpecentes e permanece preso na Delegacia de Bacabeira à disposição da Justiça.