quarta-feira, 6 de março de 2013

MP-MA pede a interdição da delegacia de Penalva

 
PENALVA - Devido às péssimas condições estruturais da Delegacia de Polícia de Penalva (a 255km de São Luís), o Ministério Público do Maranhão (MP-MA) requereu, em 5 de março de 2013, a interdição do local. A ação foi proposta pela promotora de justiça Karina Freitas Chaves. Também foi solicitada a retirada dos presos que lá se encontram cumprindo pena.

Em inspeção realizada no dia 5 de fevereiro, a promotora constatou que as celas não possuem iluminação natural. Duas das três celas possuem instalações elétricas improvisadas e uma não possui luz. Outro problema é a falta de higiene, dejetos de morcegos estão espalhados pelo forro do prédio, causando mau cheiro e podendo proliferar doenças entre presos e servidores. Além disso, a fossa do local fica constantemente entupida.

A delegacia, também, é insegura, porque não possui agentes penitenciários com treinamento para a função, além de haver um quadro reduzido de investigadores.

Karina Chaves explicou, na ação, que as informações sobre os problemas na delegacia foram encaminhadas para a Secretaria de Estado da Justiça e da Administração Penitenciária (Sejap), mas apesar das promessas de reforma, nada foi feito. "Não há qualquer possibilidade de funcionamento daquela delegacia, sendo necessária a adoção de medida extrema, para impedir que os apenados sejam submetidos a tratamento desumano ou degradante", completou a promotora de justiça.

Homem esfaqueia esposa e aparece morto em seguida

 Arari - Uma mulher de 50 anos foi morta a facadas, por volta das 10h, desta quarta-feira (6), no município de Arari, distante 162 km de São Luís. De acordo com informações de populares, o principal suspeito de ter cometido o crime é o companheiro dela, um homem de 70 anos.

Segundo testemunhas, os dois moravam juntos há três meses e, no momento do crime, eles estavam em casa quando iniciaram uma discussão e, em seguida, o Ivan Rodrigues teria esfaqueado Ana Maria até a morte. O corpo da mulher foi encontrado dentro de casa, com o corpo de Ivan Rodrigues.

A suspeita é de que, após o crime, o agressor teria atentado contra a própria vida. Ele chegou a ser socorrido e encaminhado para um hospital de Arari, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

A polícia está trabalhando no caso.

Bacabeira e Rosário são incluídas na região metropolitana de São Luís

A medida foi aprovada por unanimidade pelos deputados estaduais na sessão desta quarta-feira (6) da Assembleia Legislativa.
 
SÃO LUÍS - A região metropolitana de São Luís passará a contar com mais dois municípios: Rosário e Bacabeira. A medida foi aprovada por unanimidade pelos deputados estaduais na sessão desta quarta-feira (6) da Assembleia Legislativa. Com a alteração da Lei Complementar, a região, também, conhecida como Grande São Luís, agora será oficialmente formada por Alcântara, Bacabeira, Rosário, Paço do Lumiar, Raposa, São José de Ribamar e a capital, São Luís.
O objetivo da proposta é desenvolver políticas públicas em comum para uma área de 3.509,008 km², segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Ainda de acordo com IBGE, com base no Censo Populacional de 2010, a população residente da área passará a ser maior que 1.320.994 habitantes, com um Produto Interno Bruto (PIB) maior que R$ 16,33 bi.
Autor da alteração à Lei Complementar, o deputado Jota Pinto (PEN) disse que a medida será benéfica e pretende, nos próximos dias, articular um entendimento maior entre os gestores da área. “Isso dependerá de esforços gigantescos dos prefeitos e presidentes de câmaras municipais. Para isso, precisamos realizar nesta Casa uma grande audiência pública com a presença de todos os atores envolvidos neste processo, promovendo uma total integração”, disse.
Atualmente no Brasil há 56 regiões metropolitanas, distribuídas por todas as grandes regiões do país, e definidas por leis federais ou estaduais. No entanto, elas não possuem personalidade jurídica própria, nem os cidadãos elegem representantes para a gestão metropolitana.
Segundo dados do IBGE, as 12 maiores regiões metropolitanas do país são as de: Belém, Belo Horizonte, Curitiba, Fortaleza, Goiânia, Manaus, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.

CONVITE

                                             

PARTICIPE DO FESTEJO DO GLORIOSO SÃO JOSÉ , DE 10 A 19 DE MARÇO EM MATÕES DO NORTE.TODAS AS NOITES TEM ORAÇÕES E MISSA AS 19:30 DESENOVE HORAS E TRINTA MINUTOS. TEM AINDA ANIMAÇÃO CULTURAIS  E OS MELHORES LANCHES DOCES E SALGADOS NO LARGO DA IGREJA, ENCERRAMENTO COM PROCISSÃO E MISSA APARTIR DAS 17:00 HORAS DO DIA 19.VOCÊ É O NOSSO CONVIDADO A PARTICIPAR DO FESTEJO DO PADROEIRO DA NOSSA CIDADE E RECEBER BÊNÇÃOS E MILAGRES DE DEUS.

      AGRADECE PADRE DOMINGOS COSTA E COORDENAÇÃO DO EVENTO

Caso Eliza Samudio: "testemunha surpresa" aparece e causa alvoroço em fórum

O objetivo do advogado é reforçar a tese de que Bruno seria articulador do crime e teria mandado assassinar Eliza

   
Grande alvoroço se formou na porta do Fórum de Contagem, na tarde desta terça-feira (5/3), com a chegada de uma nova testemunha trazida pela acusação. Acompanhada do assistente de acusação, José Arteiro, a ex-mulher de Luiz Henrique Romão, o Macarrão, Andrea Rodrigues, falou sobre a morte de Eliza Samudio.

A mulher reforçou que o amigo de Bruno era um empregado e obedecia às ordens do goleiro. Com isso, o objetivo do advogado é reforçar a tese de que Bruno seria articulador do crime e teria mandado assassinar Eliza. Já Macarrão seria "apenas" o executor da trama criminosa. "Ele não podia fazer nada sem o consentimento do Bruno", disse a mulher

Andrea confirmou que Macarrão não gostava de Eliza Samudio e contou que viu o goleiro no sítio em Esmeraldas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A testemunha negou o cárcere da ex-amante de Bruno.

Anamara é a 9ª eliminada do Big Brother Brasil 13

Após sair da casa, a baiana se disse feliz por ficar livre de Kamilla e Fernanda.
E a 9ª eliminada da casa mais vigiada do Brasil foi a veterana Anama. No discurso de eliminação, Pedro Bial disse que todos que entram no BBB entram pra perder, só um ganha.

E o apresentador ainda resaltou que, quem entra pela segunda vez no Big Brother Brasil 13 sabe que tem tudo a perder, mas não se pode perder o humor. "Todos entram aí para perder. Só um ganha. Mas uma coisa não se pode perder, e isso qualquer novato aprende rapidinho. Não dá pra perder o senso de humor. Nos momentos mais escabrosos, no fundo do poço de nossos piores medos, no fim do caminho, quando tudo, tudo parece perdido, só há uma saída do labirinto: a luz calorosa do humor." E sentenciou: “Os veteranos aprendem perdendo. Perdeu, você sabe que perdeu, Anamara”.

Após sair da casa, com 48% dos votos, a baiana e disse feliz por ficar livre da falsidade de Kamilla e Fernanda. Anamara foi para o paredão com Nasser, que recebeu 6% dos votos e Fani, que ficou com 16% na votação.

Bandidos explodem caixa eletrônico do Bradesco, em Santo Antonio dos Lopes

Os criminosos fugiram em uma Pick Up, cor prata, com placas de Pernambuco.
 

Em nota encaminhada à imprensa, a Polícia Civil informou que “já deu início às investigações para identificar os integrantes da quadrilha responsável pela explosão do caixa eletrônico do Banco do Bradesco na cidade de Santo Antonio dos Lopes”.

De acordo com informações policiais, uma testemunha que teria presenciado o fato, disse à polícia que teria visto seis homens armados praticando a ação. As investigações já descobriram que um veículo Fiat Strada, de cor prata, com placas PEK 1426- Lajedo (PE) teria sido utilizado pelo bando para fugir. A quantia subtraída do caixa eletrônico não foi relevada. As equipes policiais localizaram o veículo abandonado entre os municípios de Dom Pedro e Santo Antonio dos Lopes.

Peritos do Instituto de Criminalística do Maranhão (Icrim) de São Luís foram enviados para o local. A delegada Silvana Carvalho Prazeres, titular da delegacia de Santo Antônio dos Lopes, disse que a agência não possuía câmeras de circuito interno, nem vigia noturno.

Participaram policiais da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic) e Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI), com o apoio da 13ª Delegacia Regional e de militares da 11ª Companhia Independente de Presidente Dutra.

Vocalista do Charlie Brown Jr. é encontrado morto em SP

A causa da morte de Chorão ainda não foi divulgada. Músico morreu aos 42 anos.
Morreu, na madrugada desta quarta-feira (6), o vocalista da banda Charlie Brown Jr., Chorão, aos 42 anos. Segundo informações, o músico foi encontrado morto pelo seu motorista, que o encontrou desacordado e acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

O vocalista do Charlie Brown Jr. foi atendido já sem vida. Ainda não foi divulgado a causa da morte do músico.

Chorão liderava a banda paulista desde os anos 90, tendo ganhado vários prêmios com o grupo, inclusive o Grammy Latino. Nascido em 9 de abril de 1970, o músico sempre demonstrou, ao longo da carreira, sua paixão por três coisas: skate, música e Santos.

Com a banda paulista, o cantor emplacou diversos hits, como ‘Lugar Ao Sol’, ‘Só Os Loucos Sabem’, ‘Tamo Aí Na Atividade’ e ‘Papo Reto’.

Morre o presidente da Venezuela Hugo Chávez aos 58 anos

 
 
  O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, morreu na nesta terça-feira (5), aos 58 anos. Nicolás Maduro, vice-presidente, foi quem anunciou, em rede de rádio e televisão, a morte do presidente Hugo Chávez.

No pronunciamento, Maduro disse que, nas próximas horas, o governo vai informar onde será velado o corpo de Chávez e dará detalhes sobre o sepultamento. Maduro pediu que o povo venezuelano enfrente este momento "com o amor que Chávez ensinou". O vice-presidente encerrou a fala com a frase: "Viva Hugo Chávez! Viva para Sempre".

Hugo Chávez assumiu o poder há pouco mais de uma década e sinalizou que pretendia se manter à frente do governo por tempo indeterminado. Em outubro de 2012, foi reeleito e, pela primeira vez, venceu com pequena diferença de votos: obteve 54%, enquanto o adversário Henrique Capriles, 44%. Como paraquedista militar, Chávez sempre se orgulhou da disposição física. Era praticante de beisebol e fazia caminhadas diárias. Porém, no ano passado, admitiu estar com câncer.

Chávez foi internado em Havana, Cuba, para três cirurgias de urgência. Em uma delas, o presidente informou ter retirado um tumor da região pélvica. Dias depois confirmou que estava com câncer. Informações atribuídas a assessores indicaram duas suspeitas para o tumor de Chávez: no cólon ou na próstata. Porém, não houve detalhamento oficial.

Em dezembro de 2012, Chávez retornou a Cuba para mais uma cirurgia. Antes de deixar a Venezuela, pediu à população para que, na eventualidade da sua ausência, apoiasse o vice-presidente, Nicolás Maduro. A reação de Chávez surpreendeu e foi interpretada como a antecipação da transmissão do cargo de presidente. Imediatamente à partida de Chávez, foi aberta uma disputa política interna no país entre governistas e oposicionistas.

Chávez ficou mais de dois meses em Cuba. Depois, retornou à Venezuela. No comando do governo durante 12 anos, a palavra de ordem de Chávez foi a Revolução Bolivariana em defesa da unidade latino-americana e da melhoria da condição de vida dos mais pobres. Definindo-se como socialista, o presidente era um crítico do neoliberalismo, da globalização e da política norte-americana. Também se dizia defensor do nacionalismo adotando medidas estatizantes e causando temores em investidores externos, segundo especialistas.

Desde 2000, Chávez promoveu a nacionalização de vários setores da economia do país. Inicialmente, estatizou a siderúrgica Sidor – responsável por 85% da produção de aço no país – no mesmo período, ele começou o processo de nacionalização da empresa Petróleos de Venezuela (PDVSA), ação concluída em 2007.

No ano passado, o presidente da Venezuela anunciou a nacionalização de 11 plataformas de petróleo norte-americanas vinculadas à empresa Helmerich & Payne. Anteriormente, foi anunciada a estatização de fábricas do México, da França e da Suíça.

Na sua gestão, o venezuelano adotou como base as ações que se destinam à política assistencial envolvendo campanhas de alfabetização, de combate à desnutrição e à pobreza. Ao mesmo tempo, ele instaurou um regime militar rigoroso no país, modificou a Constituição – permitindo a reeleição sucessivas vezes – e alterou o sistema de funcionalismo público.

O estilo Chávez de conduzir a política interna e se manifestar sobre as questões externas dividia opiniões. Amigo de Fidel Castro, ex-presidente de Cuba, Muammar Khadafi, então líder da Líbia, e Mahmoud Ahmadinejad, presidente do Irã, entre outras autoridades, o venezuelano não se esquivava de defender as pessoas próximas a ele. Em 2005 e 2006, ele foi incluído entre as 100 pessoas mais influentes do mundo, segundo a revista britânica The Time.

Em 2004, um grupo de manifestantes foi às ruas de Caracas pedir a saída de Chávez. Os protestos foram contidos pelas forças de segurança e, desde então, a relação do presidente venezuelano com a imprensa estrangeira passou a ser tensa. Segundo Chávez, a imprensa incitava o povo ao ódio, um dos alvos dele era a emissora de televisão Globovisión, que teve a concessão cancelada.

Bem-humorado, Chávez fez várias viagens ao Brasil. Em junho, quando fez a primeira visita oficial na gestão da presidenta Dilma Rousseff, ele usou muletas, pois alegou dores no joelho esquerdo. Anteriormente, havia desmarcado uma viagem também se queixando de dores no mesmo joelho. Porém, durante a vista a Brasília, brincou que seu mal era a idade. Em julho, ele compareceu à cerimônia de adesão da Venezuela ao Mercosul e indicou estar recuperado do câncer.

No entanto, em dezembro, quando houve a Cúpula dos Chefes de Estado do Mercosul, na qual estava marcada uma cerimônia em homenagem à Venezuela, Chávez não participou. Em Cuba para tratamento de saúde, o presidente enviou uma delegação para as reuniões.

Começam os preparativos para o Rally dos Sertões

A capital maranhense sediará a largada da competição Off Road no dia 25 de julho.
 
SÃO LUÍS - No dia 25 de julho, São Luís será palco da abertura do Rally dos Sertões. É a terceira vez que a capital maranhense entra no circuito de um dos maiores eventos off Road do planeta. Em 2003 a cidade recebeu a chegada do evento e em 2012, foi a sede de comemoração dos 20 anos do rally.
Em entrevista ao Imirante, Luís Sobral, diretor financeiro da Dunas Race, organizadora do evento, falou um pouco sobre as expectativas, os impactos e tudo que envolve a organização da corrida. Ele disse que a escolha de São Luís tem relação com uma reciprocidade entre a cidade e a organização do evento. “O evento em 2012 foi um grande sucesso para São Luís. Todos gostaram muito. Temos a intenção de manter os parceiros que investiram no projeto. Os parceiros acreditaram e isso agradou a todo mundo”, afirmou.

Luís destacou, também, a interferência do aspecto geográfico para a escolha da cidade como largada da corrida. “São Luís está no topo do Brasil. Você tem mil possibilidades roteiros a percorrer a partir da cidade. Além disso, você faz a largada de um dos lugares mais bonitos do Brasil e, ainda passa pelos lençóis maranhenses, que é um cenário belíssimo, além de ser um terreno duríssimo de percorrer”, acrescentou.

Desde essa segunda-feira (4), a organização do rally está realizando um levantamento aéreo de todo a região envolvida no evento. O objetivo é definir as regiões pelas quais passarão os pilotos. “Primeiramente, o levantamento é feito pelo Google Earth. Agora, estamos realizando a segunda etapa do levantamento, feito por meio de um pequeno avião, sobrevoando todo o possível roteiro”, revelou Luís Sobral.


Luís Sobral, diretor financeiro da Dunas Race, organizadora do evento, fala sobre a importância do Rally dos Sertões. (Foto:Fernando Oliveira/Imirante Esporte)


Caráter sócio-ambiental e turístico do rally

Paralelo ao Rally dos sertões, a organização promove uma ação sócio-ambiental, nas comunidades que fazem parte do caminho da corrida. Elas são envolvidas em um trabalho de mobilização, que vai desde de ações sustentáveis, como coleta de lixo produzida pelo rally, até atividades culturais e ações na área de saúde e educação. Além disso, algumas cidades que fazem parte desse trabalho social também servem de hospedagem para os pilotos.
Luís Sobral ressaltou a importância dessas ações como forma de agregar valor e de concretizar a importância do circuito. “Sempre que houver parceiros interessados, nós agregamos isso ao nosso trabalho. Isso sempre vai estar atrelado à história do rally. A organização sempre fez muita questão que isso existisse e que fizéssemos muita diferença onde agente passasse”, enfatizou.


Kits educativos distribuidos pela organização do Rally dos Sertões a crianças de escolas públicas. (Foto:Divulgação)


Outro grande diferencial do Rally dos Sertões é o a diversidade dos cenários naturais. De acordo com Luís Sobral, esse é o ganho que o evento em relação a outras corridas tradicionais, como o Rally Dacar. “O Rally Dacar tem sempre a mesma paisagem, que é o deserto. O Rally dos sertões tem um ganho que é a diversidade ambiental, os vários cenários que compõem a corrida”, acrescentou.

Um ganho importante, a partir dessa diversidade, segundo Luís, é a divulgação turística destinos turísticos do Brasil. “O Rally dos Sertões ajuda a divulgar a imagem do Brasil e da cultura brasileira para o exterior e internamente”, afirmou.


O Rally dos Sertões tem, no seu circuito, localidades com belas paisagens, que ajudam na divulgação do turismo. (Foto: Divulgação)


Organização do Rally dos Sertões
O evento deste ano tem largada prevista para o dia 25 de julho, em São Luís e a chegada deve acontecer no dia 4 de agosto, em Goiânia. O evento voltará a fazer parte do calendário da Federação Internacional de Motociclismo (FIM) do ranking internacional, com peso 2, ou seja, a participação do rally equivalerá à participação em duas provas da modalidade.
5 categorias de veículos participam do rally: Motos, quadriciclos, UTV’s, carros e caminhões. A previsão é a de que 250 pilotos, entre nacionais e internacionais, participem da competição.