quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Voz do Brasil passa a ser transmitido em vídeo pela internet

Programa especial, que inaugura o início das transmissões em vídeo, começa às 19h.
Programa especial, que inaugura o início das transmissões em vídeo, começa às 19h tendo o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, e a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, como entrevistados
Lançado há mais de 70 anos, o programa radiofônico traz notícias sobre os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, além de informações produzidas pelo Tribunal de Contas da União. O programa vai ao ar de segunda à sexta, às 19h.
Popular por falar diretamente ao cidadão brasileiro e pelas vozes graves de seus locutores, o programa desta quarta-feira (1º) com os dois ministros abordará o aumento da distribuição de remédios gratuitos pelo
Sistema Único de Saúde (SUS) e a ampliação do número de vagas em creches para as crianças atendidas pelo Plano Brasil Sem Miséria.
Como preparação para o programa inaugural, a equipe de produção do informativo convidou internautas para fazerem perguntas aos entrevistados e para gravarem participações. A interação com o público começou na segunda-feira (30/07) por meio do perfil do programa no Twitter: @avozdobrasil. Nesta primeira etapa de transmissão pela internet, apenas os 25 primeiros minutos do editorial, que abordam as notícias do Poder Executivo e são veiculadas pela Empresa Brasil de Comunicação (EBC), serão transmitidas em vídeo.
O Programa
A Voz do Brasil começou a ser transmitido em 22 de julho de 1935, durante o governo de Getúlio Vargas, com o nome de Programa Nacional. De 1934 a 1962, foi levado ao ar com o nome de Hora do Brasil e em 1938, ainda com o nome de Hora do Brasil, o programa passou a ter veiculação obrigatória, com a divulgação dos atos do Poder Executivo, sempre das 7 às 8 horas da noite, horário de Brasília.
Em 1962, a partir da entrada em vigor do Código Brasileiro de Telecomunicações, o Poder Legislativo passou a ocupar a segunda meia hora do noticiário. Em 1971, por determinação do presidente Médici, o nome "Hora do Brasil" muda para "A Voz do Brasil" e, mais tarde, o Poder Judiciário passou a ocupar os últimos cinco dos trinta minutos iniciais e o Tribunal de Contas da União, o minuto final do programa obrigatório.
Em 1995, a Voz do Brasil entrou para o Guiness Book como o programa de rádio mais antigo do Brasil. O noticiário também é o mais antigo programa de rádio do Hemisfério Sul.
Ouça programa que conta a história do A Voz do Brasil e lista as músicas e vinhetas tradicionais do noticiário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário