quarta-feira, 1 de agosto de 2012

MP investigará flagrante de Neto Evangelista

Provocado por denúncia de O Estado, o Ministério Público Eleitoral (MPE) vai investigar o flagrante de Neto Evangelista (PSDB), candidato a vice-prefeito na chapa de João Castelo (PSDB) pela coligação “Pra Fazer Muito Mais”, de ato de campanha no bairro Ilhinha em um ponto que recebia obra de pavimentação da Prefeitura de São Luís. Na ocasião, Evangelista estava acompanhado do candidato a vereador Osmar Filho (PMDB).
De acordo com o promotor de Justiça Cláudio Cabral, que atua na Comissão de Pesquisa e Propaganda Eleitoral do MPE, o caso deverá ser distribuído para a Comissão de Registro de Candidatura do MPE, para que seja iniciada a investigação. Integram a Comissão de Registro, os promotores Orlando Pacheco Filho, Justino da Silva Guimarães, Sirlei Castro Rodrigues e Paulo Avelar. “O material já foi colhido e a partir de agora um dos promotores que fazem parte da comissão será sorteado para analisá-lo. O Ministério Público vai sim investigar o caso”, garantiu

Nenhum comentário:

Postar um comentário