quarta-feira, 26 de junho de 2013

Polícia não tem resposta para assassinato de menina de 11 anos no Jota Lima

Gabriele da Silva Coelho foi encontrada pelo tio, identificado por Paulo Soares da Silva, dentro de casa onde morava com ele e a mãe.
 
SÃO LUÍS - A Polícia Civil está investigando o assassinato de Gabriele da Silva Coelho, de 11 anos, ocorrido na tarde desta terça-feira (25), na Vila Jota Lima, no município de São José de Ribamar. O corpo, segundo a Polícia Militar, foi encontrado pelo tio da vítima, identificado por Paulo Soares da Silva, sob uma poça de sangue, dentro de casa onde morava com ele e a mãe, que havia saído para trabalhar.
Paulo chegou a ser detido pela polícia, mas prestou depoimento e acabou sendo liberado por falta de provas contra ele. Ele disse que estava na rua, precisou entrar em casa e se deparou com a sobrinha morta. Ele identificou a mãe da criança como Josilene Soares da Silva, que chegou horas depois do crime.
O local da barbárie, a Rua 15, na localidade, foi tomado por centenas de curiosos, que deram trabalho tanto à PM quanto à equipe de peritos do Instituto de Criminalística (Icrim), que desejavam isolar a cena do crime. Policiais da Delegacia Especial de São José de Ribamar e da Delegacia de Homicídios (DH) de São Luís também estiveram no local.
O delegado Jeffrey Furtado, titular da delegacia especializada, ainda não tem informações sobre a autoria, tampouco a motivação do crime, que chocou a população da cidade balneária.

Nenhum comentário:

Postar um comentário