segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Mais um integrante de grupo de extermínio é preso


Dois homens apontados pela polícia como integrantes de grupo de extermínio e suspeitos de terem matado 187 pessoas já estão na capital. A polícia deve apresentá-los amanhã.

Borges Júnior
Publicação: 04/11/2012 09:20
 (DIVULGAÇÃO)
Já estão em São Luís, Francisco Sousa de Oliveira, conhecido como Bufinha e o pistoleiro paranaense, Mauro Reis Coelho, o "Mauro Pulan", de 40 anos. Ambos foram presos na semana passada. Francisco Sousa de Oliveira foi preso em Porto Franco, suspeito de ser autor de vários homicídios no município maranhense de Presidente Dutra.

A Secretaria de Estado de Segurança Pública do Maranhão (SSP) informou que com ele foi apreendido uma arma calibre 38 e várias munições.

O Bufinha já tinha prisão preventiva decretada e ela aconteceu após informações obtidas pelo delegado de Polícia Civil, Paulo Arthur, junto à delegacia de Porto Franco. A partir dessa troca de informações foi cogitada a possibilidade de tentativa de fuga de Francisco Sousa de Oliveira, para outro estado.

A partir de então foi montada uma equipe sob o comando do policial civil Epaminondas que contou com o apoio da Polícia Militar e da Polícia Rodoviária Federal. Durante a ação eles abordaram o ônibus da Transbrasiliana em que Francisco Sousa de Oliveira tentava fugir para capital do país, Brasília. O Delegado de Polícia Civil, Paulo Arthur o recambiou para Presidente Dutra.

Também na semana passada foi preso pela Policia Rodoviária Federal (PRF) de Entroncamento o pistoleiro paranaense Mauro Reis Coelho. Ele foi autuado em flagrante pela PRF, porque é suspeito de fazer parte de uma organização criminosa de Belém do Pará conhecida como "Navalha na Carne". Mauro Pulan, segundo números atualizados da SSP já teria executado pelo menos 186 pessoas, mais do que os 130 já noticiados. Só no Maranhão teriam sido 87 vítimas, restando ainda alguns casos a serem investigados.

No ato da prisão Mauro Pulan portava uma carteira falsa de policial militar do Pará e um revólver cabrile 38. Após ser detido ele foi conduzido para Delegacia Regional de Itapecuru e depois transferido para São Luís.

O Superintende de Polícia Civil do Interior, Jair Paiva disse que "já encaminhamos o Mauro Coelho para São Luís, onde ele deve passar pela triagem para se definir onde ele ficará detido". Mas para evitar uma possível tentativa de resgate do preso, por exemplo, o local não foi divulgado. "Por medida de segurança a unidade prisional onde Mauro Reis Coelho está preso não pode ser revelada", esclareceu a Secretaria de Estado da Justiça e da Administração Penitenciária do Maranhão (SEJAP).

O Superintende de Polícia Civil do Interior, Jair Paiva, disse ainda que "as investigações vão seguir. Em função do feriado não foi possível fazer muita coisa na sexta. Então vamos averiguar todos os antecedentes e fazer um levantamento minucioso".

Tanto Francisco Sousa de Oliveira (bufinha) quanto Mauro Reis Coelho (Mauro Pulan) serão apresentados, nesta segunda-feira (5) pela Polícia Civil do Maranhão.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário