terça-feira, 7 de agosto de 2012

Ministério Público Eleitoral registra 1.307 impugnações

A maioria dos candidatos foram impugnados por falta de condições de elegibilidade.
 
SÃO LUÍS - A Procuradoria Regional Eleitoral no Maranhão (PRE/MA) registrou 1.307 impugnações de candidaturas para os cargos de prefeito e vereador das eleições 2012, no Estado do Maranhão, formuladas pelos promotores eleitorais. Os registros de candidaturas impugnados são de 98 zonas eleitorais, incluindo São Luís.
Das 1.307 impugnações, 1.125 são de candidatos a vereador e 182 de candidatos a prefeito. O principal motivo das impugnações é a ausência de condições de elegibilidade (com 687 impugnações), seguido de ausência de desincompatibilização (186 impugnações) e rejeição de contas (com 100 impugnações).
As condições para elegibilidade são: a nacionalidade brasileira, o pleno exercício dos direitos políticos, o alistamento eleitoral, o domicílio eleitoral na circunscrição, a filiação partidária e a idade mínima (21 anos para prefeito e 18 para vereador).
Entre as impugnações, 354 foram por condenação criminal, inelegibilidade reflexa ou decorrente de parentesco, condenação em ação de improbidade, condenação em ação julgada na Justiça Eleitoral e demissão do serviço público.
Do total de 111 zonas eleitorais existentes no Maranhão, apenas em 13 não houve impugnação dos promotores eleitorais, tais como: Alto Parnaíba, Barra do Corda, Brejo, Carolina, Codó, Matões, Paraibano, Pinheiro, Timon, São João dos Patos, São José de Ribamar, São Raimundo das Mangabeiras e Tuntum.
Dos 217 municípios existentes no Maranhão, apenas 25 não apresentaram candidatos impugnados pelo Ministério Público Eleitoral.
As informações são da Ascom da Procuradoria da República no Maranhão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário