quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Tentativa de assalto resulta revolta de moradores que fazem “justiça com as próprias mãos

“O pau cantou foi certo”. Quem ainda não ouviu essa velha frase. Pois foi isso que ocorreu no último fim de semana, na capital. Raimundo Sousa da Silva Filho, de 32 anos e Ailson José Lopes, de 30 anos, ambos moradores do Maiobão, foram vítimas de espancamento e não resistiram aos ferimentos, após uma tentativa frustrada de assalto. Mesmo socorridos, morreram no Hospital Municipal Clementino Moura, Socorrão II, na Cidade Operária.
De acordo com informações do sargento da Polícia Militar, Santos, os dois homens portavam um revólver calibre 32, muito velho e tentaram assaltar um motociclista, na Avenida 1, do Maiobão. Durante a ação criminosa, um dos suspeitos tentou disparar a arma. O tiro não saiu. Moradores que presenciavam a tentativa de assalto resolveram socorrer o motoqueiro e partiram para cima dos assaltantes.
Ainda conforme o relato do policial, após dominarem a dupla, os moradores iniciaram uma sessão de socos, pontapés, pedradas e muitos chutes. Quando a polícia chegou, os assaltantes estavam com o corpo ensanguentado e apresentando graves lesões. Foram levados para o Socorrão II. Raimundo Sousa morreu ainda na noite de sábado. Já o “colega de assalto” faleceu no começo da noite de domingo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário