terça-feira, 30 de outubro de 2012

Comerciante é assassinado após reagir a assalto no Mercado Central


Alessandro Santos Aires foi atingido por quatro tiros. O crime foi praticado dois homens armados.

SÃO LUÍS - O comerciante Alessandro Santos Aires, de 38 anos conhecido como Alex, proprietário da banca Canto do Guaraná, foi assassinado no fim da tarde desta segunda-feira (29), dois homens que tentaram assaltar a vítima, segundo testemunhas, estava com a importância de R$ 7 mil no bolso. De acordo com informações da polícia, o crime aconteceu por volta das 18h de ontem. O dono da banca, ao reagir ao assalto, foi atingido por quatro tiros. No momento da fuga, os homens renderam o vigilante de plantão e levaram dele um revólver, calibre 38.
Um dos homens envolvidos no crime foi capturado por policiais. Ronaldo da Silva Rocha, de 31 anos, foi atingido por um golpe de faca no peito esquerdo aplicado pelo comerciante. Ronaldo foi preso em flagrante com a arma do crime e encaminhado, em seguida, para o centro cirúrgico do hospital Djalma Marques, o Socorrão I. O outro bandido conseguiu fugir e ainda não havia sido identificado pela polícia.
De acordo com Josimael Alves dos Santos, vigilante que estava de plantão no Mercado Central, no momento do crime vários tiros foram disparados contra o comerciante.
- Assim que cheguei para fechar um dos portões do mercado, um deles me dominou e o outro pegou a arma, que estava junto à minha farda. Depois, alguns policiais chegaram e fomos à banca, e encontramos o dono do local morto pelos assaltantes - afirmou o vigilante.
Segundo os proprietários dos demais estabelecimentos comerciais, a insegurança na área do Mercado Central aumentou nos últimos dias. Os relatos de assaltos no local têm sido mais comuns.

Nenhum comentário:

Postar um comentário