segunda-feira, 30 de julho de 2012

Filho de sargento da PM é assassinado no bairro do João Paulo

SÃO LUÍS - Um homem identificado como Daniel Moreira Botelho, de 21 anos, o Negão, foi assassinado com três tiros [em frente a escola São Vicente de Paula], na avenida São Marçal, uma das mais movimentadas no bairro do João Paulo. O crime aconteceu na manhã desta segunda-feira (30), e foi praticado por um homem conhecido por Jeferson Alves da Silva, o 'Cambel', que está preso no 2º Distrito Policial, no João Paulo, onde foi autuado pelo delegado Machado.
Jeferson ou 'Cambel' confessou a autoria do crime. Na versão do assassino confesso, Negão morreu porque lhe chamou de 'safado' e, ainda, agrediu fisicamente a mulher dele.
- Nós já tínhamos uma rixa. Tempo atrás ele atirou contra o meu pai. E hoje me dirigia para feira do João Paulo acompanhado da minha mulher quando fui abordado por Negão que fez ameaças, me chamou de 'safado'. E ao reagir ao xingamento, ele agrediu a minha companheira. Estava armado e disparei contra ele - afirmou.
Segundo informações, a vítima é filho do sargento Gabriel da Polícia Militar do Estado do Maranhão.
O crime assustou as pessoas que frequentam a área e provocou um extenso engarrafamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário